terça-feira, 15 de setembro de 2009

NEM PROVOCAÇÃO TIRA KALIL DO SÉRIO

O Urso Pardo, realmente, hibernou. Nem as provocações durante a fase ruim de dias atrás tiraram-lhe da toca pra rebater alguma crítica com aquela cara feia, sem sorriso e de quem leva alguém à forca. Estou até sem saber o que provocou essa mudança. No caso de Zezé Perrela, a gente sabe a força que consegue impor-se nos principais veículos de comunicação da Capital. Mas o Kalil? Era bem mais interessante quando aceitava as provocações e disparava as coletivas, arfando e prometendo troco em que mexesse com o seu Galo.

Será que o twitter domou o urso bravo? Esse Kalil competente, que botou o Galo na briga boa do Brasileiro e não para de trazer reforços importantes tirou a graça dos críticos ácidos. Que nem os políticos humoristas do Planalto: vão acabar por desempregar os profissionais do ramo!

Quando deixei O Tempo, Kalil ligou-me pra se solidarizar. Entendia que eu não posso ficar fora dos jornais da Capital. Também acho, Kalil, modéstia às favas. Só que os donos não pensam assim; o que fazer? Menos mal que resolvi manter o comentário na Alvorada FM do Chico Bessa, dentro do Só Esporte do Flavio Carvalho e aceitar o convite de Orlando Augusto pra integrar à excelente equipe do Jogada de Classe na TV Horizonte. Não preciso de mais nada.

Eu estava desanimado, debatendo contra essa porcaria de diabetes. Flávio Júnior tentava o empurrão da volta, mas eu pensava seriamente em aposentar-me. Tirar o futebol da minha vida e mergulhar na literatura.

No telefone, o Urso Bravo não aceitou: “Só existe um Cão Raivoso. Com que vou brigar?”. Aceitei o desafio e fiquei. Criei o blog pra torpedear o twitter dele e o blog de Perrela. O que esses caras pensam? O veículo deles pra se comunicarem com a torcida é a Imprensa. Mas, por favor, que deixem a Imprensa livre e sem as mordaças das censuras administrativas.

Como tenho feito, não tomarei conhecimento dos jogos de hoje. O misto do Galo tenta manter-se vivo na Copinha Sul Americana diante do Goiás, no Serra Dourada. Ambos priorizam o Brasileiro. Vou priorizar Fiódor Dostoievski em “Memórias da Casa dos Mortos”. Li 40 páginas e me agarrei no romance.

Por sua vez, o jogo da dona Globo hoje à noite, pra variar, tem o Corinthians. Lá em Curitiba. Tirante a torcida pela vitória do Coxa, afinal pode impedir que o Timão, com 36 pontos, encoste nos 40 do Galo, nada me chama a atenção. Então não fugirei do meu cômodo sofá da sala pra saborear Dostoievski escritor preferido de Nelson Rodrigues.

Ou Carini, ou Aranha voltam logo, ou a torcida acaba, também, com o jovem Bruno, 21 anos. Até ele tem consciência de sua inexperiência, menos os vampiros da Massa que adoram sangue fresco. Mania que a torcida alvinegra não larga de forma alguma.

Vamos acreditar numa mudança de Ricardinho, ou na palavra de Coelho sobre a fama de desagregador do novo camisa 10 do Galo? Em um pouco de cada coisa. Ricardinho não vem atrás do título Brasileiro de “Senhor Simpatia”. Vem ajudar ao Galo ser campeão ou pegar uma vaga final no G-4. E tem condições para tanto. Principalmente se trouxer o velho talento na bagagem.

PITACO:“Já estamos conversando sobre a renovação e podemos fechar nos próximos dias. Nosso técnico será o Roth”, do surgido Alexandre Kalil.

Aleluia, Aleluia, o Cruzeiro tem a melhor campanha do segundo turno: em cinco partidas, conseguiu 10 pontos, com três vitórias, um empate e uma derrota – aproveitamento de 66,67% . Que nem o título de campeão do primeiro turno, na prática essa performance cruzeirense não lhe garante nada.

Os números estão longe de garantir uma vaga ao time de Adilson Batista na Libertadores do próximo ano. Nesse pique a Raposa chega à última rodada com 60% de aproveitamento e fora do torneio continental.

Você gostou da estréia do jovem Patric na lateral direita? Eu gostei. Penso que o time ficou mais solto, mais leve com ele atacando pelo setor. Espero que Adilson também tenha gostado e não invente como tem inventado com Guerrón que o rapaz é bom no ataque, mas não sabe marcar. Aliás, já, já o equatoriano estará queimado por Adilson. Exemplos existem aos montes.

A melhor notícia de hoje: o garoto Dudu voltou da Seleção Sub-17 como campeão do torneio da categoria na Coréia do Sul. Desses torneios pra empresários ver a moçada. Agora é esperar que tenha melhor aproveitamento entre os profissionais. Dudu entrou seis vezes no Brasileiro e não negou fogo.

Se você não conhece ainda o meu blog, tá esperando o quê? Acesse e participe da enquete: www.flavioanselmodepeitoaberto.blogspot.com Xingue à vontade, mas sem palavrão.

ENTRE NA FILA: a venda de ingressos para o jogo decisivo entre América e Asa, sábado às quatro da tarde no Gigante do Horto (?) já começou. A turma do Coelho evita o “já ganhou” mas eu duvido que alguma zebra venha atrapalhar a festa americana. Já integrante da Série B ano que vem, o América promove uma festança pelo titulo.

Nessa partida de 180 minutos, o América liquidou a fatura em Arapiraca. O ASA se conseguir repetir o marcador aqui, leva a decisão aos pênaltis. Precisa de 3 a 0 pra fazer 4 a 3 no placar geral e levar o título. São meras conjecturas. Se venceu lá, e bem, porque haveria o Coelho de perder em casa?

Claro que o time precisa ser sério, como quer Wellington Paulo. Sem seriedade o Coelho não vence nem o meu Fluminense da Rua do Sal lá de Caratinga. A experiência do goleiro Flávio leva-o a ser comedido e entender que se o ASA foi pego de surpresa lá em Arapiraca, pode surpreender aqui. São duas situações distintas. O América já entra vitorioso em 3 a 1.

Só Deus sabe como nós mineiros chegamos às quartas de final da Série D do Campeonato Brasileiro. O Tupi ganhou vaga no índice técnico, porque a vaga direta ficou com o Macaé depois de dois empates: 1 a 1 em Juiz de Fora,e 0 a 0 no Estado do Rio. E nessas tabelas malucas, as duas equipes voltam a enfrentar-se e o primeiro jogo será em Xis de Fora. Pode?

O Zebu perdeu, mas levou. Havia vencido o Araguaia, do Mato Grosso, em Uberaba, por 2 a 0 e na volta perdeu por apenas 1 a 0. Os uberabenses vão enfrentar o Alecrim de Natal, com a partida de volta no Triângulo Mineiro. Como aconteceu na Série C com relação ao acesso à B, os 4 times classificados pras semifinais garantem acesso da Série D pra C.

Anderson escreveu no blog: “Incrível como tentas rebaixar qualquer mérito do Cruzeiro. Adilson Batista não é um senhor técnico realmente, mas no mercado não tem outro para substituí-lo no comando de tradicional time como o Cruzeiro. Guerron tem que saber marcar... e é imprescindível isto para o tipo de jogo que o cruzeiro faz... pq vc não disse dos desfalques que o Cruzeiro vem sofrendo?! se bem entendo... são mais de 60% do time fora. Acho que comentar é muito fácil. Quem critica... tem por obrigação... fazer melhor... Sobre as contratações do patético... não vejo como revolucionárias... trazer jogadores campeões para Minas é menos importante do que fazê-los campeões em Minas. Inveja de Ricardinho?!!! nenhuma. o plantel do cruzeiro é anos luz melhor que do patético”.

Resposta: Sem resposta. Opinião respeitada. Mande mais brasa.

2 comentários:

  1. José Antonio M. de S. e Silva15 de setembro de 2009 14:08

    Sobre o pitaco do Anderson; me faz lembrar do cidadão que encontrou a mulher transando no sofá da sala, achou melhor vender o sofá que trocar de mulher.Se o Perrela pensar igual, vamos ter muitos cruzeirenses infartados.

    Sobre o Ricardinho, deixando a bola que ela joga de lado; foi eleito pelos seus pares do futebol brasileiro como o maior "traira" do meio. Agora que o Nelsinho Piquet está desempregado o Kalil, poderia contratá-lo para pilotar o onibus do clube.

    ResponderExcluir
  2. Hoje, à noite, tive a infelicidade de escutar seu pitaco, sobre os times mineiros...;e, é com grande insatisfação e um sentimento de revolta que redijo meu comentário. Como é de praxe todos os comentaristas paulistas denigrem a imagem dos clubes mineiros, e é inacreditável que os profissionais mineiros contribuam para o mesmo. O kalil está fazendo um grande trabalho, e, como um "atleticano nato", eu e todos da família atleticana sempre acreditaremos no sucesso do GALO!!
    E lembre-se: o Marketing negativo é 10 vezes maior que o positivo, e pode ter certeza que eu e nenhum dos meus amigos escutaremos mais suas participações grotescas em nenhum programa que o "Sr.pessimista" esteja!!!!

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.