quarta-feira, 7 de outubro de 2009

RESPOSTAS AOS ULTIMOS PITACOS

Marcelo disse...
Só uma pergunta, Senhor Flávio, o senhor tem carteira de motorista? Dirige?

(postado na quarta-feira, dia 7/10/09)

Resposta: Tenho desde 1970. E não dirijo alcoolizado. Até por que sou proibido de beber...Seria uma pergunta só e você fez duas. Tá bom, pode fazer quantas quiser...

Daylton - São José dos Campos - SP disse...
(postado em 6/10/09 –terça-feira)

Estimado Flavio,Sua análise foi perfeita, e vejo que vc já está no barco daqueles que querem o Adilson fora do outro barco, o Cruzeiro. Não por que o Adilson seja um técnico ruim, nada disto. Ele não precisa provar nada, é um bom técnico, tem muito futuro, é dos melhores. Já até falam que o Inter fechou com Mario Sergio até o final do ano, por que o Adilson irá para o Beira Rio em janeiro.
Porém, no Cruzeiro, o Adilson já completou um circulo e faz tempo. Ele continua fazendo leituras de jogo que só ele vê. Quem sabe, da área técnica a gente não veria um jogo diferente igual ao que só ele vê?
Mas duvido que outro no lugar dele substituiria um armador (único do time) por um zagueiro ou um volante marcador, com o time vencendo o jogo, aos 35 minutos do segundo tempo. Contra o Vitoria e Avaí, deu no que deu, perdeu 4 pontos. Faz as contas, com 36, estaríamos com 40 em sétimo lugar.
Renunciar ao meia de criação para escalar 4 volantes marcadores (dentre eles um meio a meio, o Gilberto) é o que ninguém vem fazendo nos outros times. Palmeiras, o líder, nao joga sem dois meias de criação, São Paulo idem, até o Galo... só nosso professor gosta de chamar o adversário para cima de sua defesa. Faz as contas, contra o SPaulo e contra o Palmeiras no Mineirão. São mais 6 pontos desperdiçados porque o jogo era nosso, perdemos na hora que o time nao conseguia manter a bola na outra metade do campo. Com 46 pontos estaríamos no G4, em quarto.
São apenas suposições... Mas o que seria o futebol se elas nao jogasse?
Um abraço

Resposta: outro abração pra vc Daylton. Sua análise, também, é perfeita do princípio ao fim e me cabe apenas um reparo: não estou naquele barco que quer ver o Adilson fora do outro barco. Apenas peço que ele mude seus conceitos nesta reta final até pra ver se o time precisa ser tão defensivo, por fraqueza, ou se é bom e o técnico é que é retranqueiro, ou entendeu mal as lições de seu mestre Ênio de Andrade. Felicidade e continue prestigiando.

José Antonio Mendes de Souza e Silva disse...
(postado em 5 de Outubro de 2009)

Pares torcedores cruzeirenses. Lamentável, que alguns do esporte, como o "fofão" da rádio Globo, insistem em dizer que o Adilson é um técnico de sucesso no Cruzeiro. Vejamos: O Adilson assumiu o comando técnico do Cruzeiro em janeiro de 2008. O que ele ganhou de expressão em quase dois anos? O campeonato mineiro de 2008,que o próprio Perrela, o chama de capeonato rural, torneio verão, aquele caça niquel realizado no Uruguai e o campeonato mineiro novamente em 2009. No brasileiro deste ano, faltando 11 rodadas para o campeonato terminar, o Cruzeiro tem apenas 10 vitórias.Isso é trabalho de sucesso? Portanto, para os que acham o Adilson inteligente, fica uma pergunta. O que faria um técnico inteligente, quando tem uma peça de reposição de oficio, e precisa, fazer uma substituição. Entra com o especialista na função ou improvisa? Será que esse Patrick, não seria mais uma propaganda enganosa?

D. Guedes disse...
(postado em 5 de outubro)

"Tivemos dificuldades até em função do desgaste, o (Marquinhos) Paraná não treinou, o Wellington (Paulista) não treinou, alguns jogaram um pouquinho abaixo, tentaram se esforçar, nós tivemos dificuldades. Infelizmente, no último lance, acabamos cedendo o empate", observou o treinador cruzeirense. Flavio, esta foi a declaração do Adilson após o jogo. Como podemos aceitar esta postura de um técnico que tem um banco como o do Cruzeiro? O time é freguês, nunca aguenta um placar favorável, e quando já entra desfavorável é pior ainda. O Inter deu a sugestão. Quando o técnico satura, o problema é mais fácil de ser resolvido. Sei que vc não vai engrossar a fileira de quem, neste momento, deseja a saída do Adilson. Mas esperar o ano que vem? Eu já penso em procurar outros programas nos horários dos jogos do Cruzeiro que acompanho, sem nunca faltar um apenas, pelo pay-per-view no Mineiro e Brasileiro há mais de 4 ou 5 anos seguidos. Haja paciência.

Resposta: Realmente, não engrossarei a lista dos favoráveis à dispensa de Adilson. Quem sabe ele não muda de comportamento? Abs

Breno disse...
(postado em 1° de outubro)

Fred por R$ 400 mil mensais ? Como se o Cruzeiro lhe deve mais de 1 milhão de reais e não paga?

Resposta: é o que dizem. Junto viria, também, Wanderley Luxemburgo. Como, se o Cruzeiro é brigado com as duas feras?

Fausto P. Côrtes Jr disse...
(postado em 5 de outubro)

Flávio, Aqui pelas bandas de Vitória, nós torcedores do Cruzeiro, já perdemos toda a esperança! E mais; perdemos toda a paciência com o Adilson, que apesar de novo é teimoso e acovardado, não tendo capacidade de aprender com os próprios erros. Então até quando teremos que suportar um time que joga dentro do próprio gol esperando que os adversários errem as finalizações durante o jogo?

Resposta: É Adilson, a situação não anda nada boa pro seu lado. Cruzeirenses de Norte a Sul, de Leste a Oeste, te desejam sorte, mas em outro time.

2 comentários:

  1. De que lado fica a torcida do Flamengo no Maracanã? e a do Vasco? e a do Fluminense? e a do Botafogo? sobrou alguém... mas lá tem menos violência... dá pra contornar... Se lá pode ser assim, porque aqui não pode também?

    ResponderExcluir
  2. Não bebe. Então deve ser por isso que é tão insuportável.
    Marcelo.

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.