sexta-feira, 23 de outubro de 2009

ÚNICO SOLDADO DE PASSO ERRADO

Não quero ser desmancha prazer, espalha roda, nem o único soldado com o passo certo no batalhão durante a parada. Entendo o otimismo do técnico Celso Roth ao afirmar, convictamente, no Arena Sportv que “o Atlético vai ser campeão”. Eu não iria esperar jamais ouvi-lo afirmar na tevê que Palmeiras, São Paulo, Internacional ou Flamengo têm mais chances de abiscoitar o título. Afinal o Galo, vice-líder, 50 pontos ganhos, só depende das próprias pernas; é o único no G-4, além do Palmeiras, nessa situação. Ambos se enfrentarão na 37ª rodada.

Respeito e defendo o direito de Roth dizer o que sente. Direito dele. Contudo, daí até concordar com ele vai uma distância enorme. Defendi em meu comentário diário no Só Esporte do Flávio Carvalho (Alvorada/FM) e no programa Jogada de Classe, do Orlando Augusto (TV Horizonte), do qual participo às terças e quintas feiras, esse direito de manifestação de Celso Roth. Nem o julguei precipitado.

Sem detalhar muito, visto que o Campeonato Brasileiro terá pela frente uma rodada quase completa neste final de semana e mais sete depois, mas vendo as pedreiras que o Galo terá pela frente, prefiro guardar minha boca pra comer minha farinha.

Os outros concorrentes, também, terão confrontos duros. Como o G-4 tá embolado e tem outros times chegando famintos, não vejo porque correr risco de profetizar nada no momento. Prudência, exijo da Trincheira.

Pitaco da verborréia. Celso Roth é maior de idade e livre pra falar à vontade.

Neste sábado, o Mineirão lotado fará a diferença com certeza, mas não esperem facilidade do Vitória, apesar de seus desfalques – Ramon Meneses e Vanderson. Os baianos, com 44 pontos, em nono lugar, sonham ainda com alguma coisa. Sei lá o quê? Mas a arrancada do Galo rumo ao título precisa começar nesta partida.

Em seguida, o Galo irá ao Maracanã enfrentar o desesperado e quase caído Fluminense. O segundo jogo seguido fora será duro, contra o Goiás, talvez ainda de olho de novo no G-4. Aí o Galo retorna ao seu terreiro pro clássico contra o Flamengo.

O presidente carioca, Márcio Braga, já tocou lenha na fogueira ao declarar no Rio que não teme essa partida, pois cansou de bater no Galo aqui. Que o falastrão do Braga dê mais motivação, ainda, ao Galo..

Outra pedra enorme na caminhada atleticana: o Coritiba de Ney Franco, no momento sob forte ameaça de descenso. Até lá a coisa pode ter melhorado ou estar pior para os Coxas. Um confronto direto, na 36ª rodada: o Internacional, também candidato ao título, no Mineirão.

Se tudo estiver dentro das contas de Celso Roth e de Murici Ramalho a decisão do Brasileiro será dia 28 ou 29 no Palestra Itália: Palmeiras x Atlético. A participação alvinegra encerra-se contra o Corinthians, no Mineirão, quem sabe, debaixo de muita festa. Aguardemos, pois.

De qualquer forma, a declaração de Celso Roth no Arena Sportv valeu só pela cara assustada de Cleber Machado. O global esperava aquela costumeira resposta tida como ética, mas de puro cinismo dos treinadores, nessas ocasiões.

Roth deu na lata dos participantes, acostumados a pré-julgamento de sucesso apenas dos times paulistas. Não aceitam que Palmeiras e São Paulo estão em queda; que Atlético, Flamengo e Cruzeiro sobem, assustam o pessoal do Eixo.

A seriedade e a convicção de Celso Roth desarmaram os entrevistadores e pitaqueiros paulistas. Será que não viram que Palmeiras, São Paulo e Internacional queimaram as gorduras que possuíam?

Começa a partir desta 31ª rodada, após a derrota do Verdão (2 a 0) em Santo André – jogo antecipado – outro Brasileiro.

Mais times entraram na disputa do título e na briga pelas vagas do G-4. Ninguém tá garantido em lugar algum. Quem bobear vai terminar sentado no meiofio, aos prantos, e consolado por um belo sorvete de jiló, com cobertura de boldo.

Zezé Perrela quando convoca entrevista coletiva na Toca da Raposa é uma festa.Sem conseguir segurar a língua, o presidente estrelado extrapola. Direito seu, tudo bem. Como é meu direito não concordar com quase nada do que foi dito por ele.

A começar por sua descrença na conquista do título deste ano. Não é impossível e tem cruzeirense que acredita, também, em Papai Noel, rezando pra São Judas Tadeu dar aquela mãozinha. Aí vem o cartola-maior e joga água na fervura do coitado.

Zezé anunciou que aceita fazer negócio com Kleber, até mesmo uma troca por algum grande jogador, se ouvir da boca do atacante que não quer mais ficar na Toca da Raposa. Segundo ele, não ouviu nada do jogador, até o momento; mas sabe que a relação dele com a torcida vai mal. Isso até os pés-de-moleque do péssimo calçamento de algumas ruas de Beagá sabem.

Voltou a reafirmar que não emprestará Kleber ao Palmeiras, nem que a vaca tussa e voe. Pensa no Gladiador atuando pelo Cruzeiro, mas faz negócio com ele, ou com outro jogador do elenco, se achar interessante para o clube.

Pitaco atravessado: “Se aparecer um grande jogador, não só pelo Kleber, mas pelo Fabrício, pelo Fábio vou analisar bem” de Zezé Perrela. Uma das bobagens da coletiva: Kleber, Fabrício e Fábio não são grandes jogadores, também?

Outro pitaco fora de hora do deputado: “acho que o título não, nosso foco é a Libertadores. Dá para sonhar com a Libertadores. Por enquanto é sonho. Temos que ganhar do Corinthians, do Santo André, uns três jogos seguidos para chegar lá”

E sobre Adilson Batista: espera a decisão do técnico, com quem já conversou e fez a proposta de renovação. Inclusive espera o “fico” de Adilson pra sair em busca de reforços dentro da parceria – inconfiável – que fez com a Traffic. Por que inconfiável? Veja o caso do meia Fernandinho, do Barueri: a Traffic acertou com o São Paulo e o Cruzeiro. Não é coisa de gente séria.

Tem jeito não: o pão do Fluminense não para de cair com a manteiga pra baixo. Na Sul Americana, os deuses aprontaram de novo com o tricolor carioca. Chegou a fazer 2 a 0 na Universidad do Chile, gols de Fred (hurra!) e permitiu o empate. Péssimo resultado pra partida de volta, em Santiago.

Vá lá no meu blog e acesse pra participar da enquete: o Flamengo vai passar o Galo? O endereço é www.flavioanselmodepeitoaberto.blogspot.com. Não deixe de dar seu pitaco, também.

O Xerox de Zezé Perrela do Ipatinga fazendo das suas: dispensou pela segunda vez o técnico Emerson Ávila. Hoje diante do Juventude, no Ipatingão, o Tigre ameaçado pelo descenso será comandado pelo auxiliar técnico, Gerson Evaristo. Como auxiliar do auxiliar estará o cartola Itair Machado.

6 comentários:

  1. Bem, concordo em quase tudo que você falou. Penso que o Roth não tinha outra saída a não ser responder que o Galo vai ser campeão.Como você mesmo disse, o Cleber Machado ficou pasmo pois esperava ouvir uma daquelas cíncias respostas do treineiros de plantão. Ora, instado a dizer se achava que o Galo ia lutar pela vaga da Libertadores ou se seria campeão, ele tinha que responder o que respondeu mesmo. Aliás, se ele não admitisse essa meta, jogaria por terra todo o seu trabalho até hoje e detonaria sua própria profissão e queimaria se nome. Se for para queimar, que seja ao trazer força e otimismo além de firmeza na resposta. Em sã consciência, quem gostaria de ouvi-lo dizer, hesitante, que o time (que ele preparou) não estaria preparado para ser o campeão ? Ora, seria negar seu próprio trabalho e jogar ventilador na própria farofa. Claro que a caminhada é árdua, haja vista as pedreiras que temos pela frente, mas todos os times já estavam no campeonato desde o início, então já se sabia de natemão que teríamos de enfrentá-los. Mas cada jogo é um jogo, cada jogo vale uma decisão. Pontos corridos valem por isso. QUE O MELHOR SEJA CAMPEÃO. Se não for campeão, é porue não é o melhor. A queda de São Paulo, Palmeiras e até do Inter e a ascensão do Galo, Cruzeiro e Flamengo não admitidas pelos cronistas do eixo do mal, só me fazem pensar que eles poderão ficar bem surpresos ao final do campeonato. Na verdade, eu não gostava do Roth. Acho que ele até amadureceu um pouco dirigindo o Atlético. Influência benéfica do Kalil ? Pode ser, ou vivência mesmo. Há muito não tínhamos um time confiável. E agora temos. Se vai realmente ser campeão, não sei. Mas espero que sim, pois desde o dia 19 de dezembro de 1971 venho esperando noso segundo título nacional.
    Um pitaquinho sobre o Adilson Batista: a torcida não o perdoa, mas também não vê que ele tem crédito para mais uns dois ou três anos. O cara é estudioso do futebol Ele inventa ? Claro, quando não dá certo, é criticado, quando acerta, ninguém vê. Não teríamos muitas comodidades de hoje em dia se inventores da história da humandiade tivessem desistido aos primeiro insucessos. Edison fez 50 mil tentativas antes de conseguir inventar a lâmpada elétrica. Não gosto do Adilson no Cruzeiro por que ele é bom. Acho que a diretoria atrapalha o trabalho dele, retirando suas armas para execução de seu ótimo trabalho.
    Quantos jogadores ele perdeu e continuou mantendo o time em um bom patamar ? Aquele baque que sofreu por causa do Verón (bendito Verón), foi assimilado e superado. O time do Adilson vem crescendo e me dando preocupação, atleticano que sou.
    No mais, Gerais.
    E dá-lhe Galo, carajo

    ResponderExcluir
  2. O amigo Iraq Rodrigues encheu a bola de ADILSOM BATISTA com ares de seriedade.
    Mas no final de sua crônica o moço se entregou,confessando que é torcedor do Galo.
    Se não confessasse qualquer um saberia, cumpadi.

    ResponderExcluir
  3. Iraq e Rogério: o bom do futebol é quando se fala dele com prazer, sem ódio. O Iraq Rodrigues do Menino Jesus é atleticano convicto e de família. A confissão dele saiu espontânea após a defesa de Adilson. Creio que Rogério se chateou mais por isso, pela defesa do Adilson. Abs Flávio

    ResponderExcluir
  4. Caro Flávio Anselmo e amigos, confesso que estava meio com o pé atrás, que nem curupira, com o meu GALO. Acontece que a entrada do Ricardinho, no jogo contra o SPFC, deu outra cara para o GALO: um time mais tranquilo e dono do jogo. Confesso que comecei a botar fé no GALO á partir dessa boa e inquestionável vitória sobre os bambis. YES, WE C.A.M.!!!

    Abraço à todos.

    ResponderExcluir
  5. o cruzeiro tem uma boa base para montar o time para 2010: um otimo goleiro, 2 bons lateriais (jonathan e diego renan), excelentes volantes (fabricio e henrique e de sobra o paraná) e uma zaga que está se acertando com leonardo silva e caçapa. Para 2010 a meu ver o time ficaria forte com apenas 2 contratações: um otimo atacante (quem sabe o fred se voltar a forma) e um meio de campo tipo o dario conca que atuaria como o ramirez (marca e chega ao ataque)
    nao sao jogadores baratos, mas são apenas 2...e o cruzeiro pode investir que terá retorno, com titulos. Mas nao pode pensar apenas em contratar jogadores baratos q visem apenas lucros futuros.

    ResponderExcluir
  6. Mario Sergio Caratinga24 de outubro de 2009 20:35

    É verdade! Não sei se você assistiu o jogo do Flu contra a Universidad de Chile,mas te garanto que foi um resultado muito mentiroso. O goleiro dos chilenos fezdefesas incríveis, o Flu mandou bola na trave e perdeu outras grandes chancesde gol. Quando estava 2x0, o Adeilson teve uma chance na frente do goleiro ecom o Fred entrando livre ao seu lado. O que ele fez? Chutou para fora! Coisade time que tem Adeilson no elenco! Fazer o que? Estou passando férias em Caratinga! Pelo menos isso!

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.