domingo, 1 de novembro de 2009

Postado às 8h48m

Num só dia, o futebol mineiro foi da alegria intensa de ver o Galo vencer o Goiás (3 a 2) no Serra Dourada à frustração de assistir o Cruzeiro tomar outra virada no Mineirão, diante do Fluminense, após fazer 2 a 0 e até perder pênalti no primeiro tempo. O Galo pelo menos teve a coragem de não permitir a virada total dos goianos. Fez 2 a 0, levou o empate e marcou 3 a 2, de pênalti, com Tardelli.

De qualquer maneira, foi uma rodada de pura adrenalina. De bom para o Cruzeiro só a derrota do Internacional (1 a 0)para o Botafogo, na Beira-Rio de tarde. Imaginei que a Raposa teria grandes problemas pela pressão vinda de fora, na necessidade de vencer pra ficar no G-4 onde entrou momentaneamente. Que nada, a pressão só veio dentro de campo com as mudanças feitas no intervalo pelo treinador Cuca; com poucos minutos, a vantagem de 2 a 0 sumiu. Fred anarquisou a defesa cruzeirense e só não comemorou os dois gols que marcou.

Palmeiras e Corinthians empataram (2 a 2) também num jogo eletrizante, com Ronaldo marcando duas vezes e presenteou o São Paulo, que vencera o Barueri no sábado ( 1 a 0) com o mesmo número de pontos dos palmeirenses, porém com menor saldo de gols. O Verdão manteve-se líder com 58 pontos, ao lado do SP, vice-líder; Galo é o terceiro, com 56 e o Flamengo o quarto com 54. O Cruzeiro caiu pra sexto lugar, com 51, atrás do Inter, com 52. Nunca vi furo igual como este o time de Adilson.

O Galo foi salvo pelo gongo. Voltou a jogar mal depois de fazer 2 a 0. Mas pelo menos foi salvo. Correu sério risco após levar o empate e deu sorte quando o Goiás perdeu um zagueiro expulso. Há reclamações e discussões sobre a existência do pênalti em Ricardinho. Pra mim, sem a menor dúvida: foi pênalti!


Aliás, a única ajuda que os celestes tiveram foi do Santo André que bateu o Grêmio (2 a 0) e evitou que o time gaúcho chegasse aos 50 pontos, encostando neles. Agora, o Cruzeiro precisa do Galo que enfrenta o Flamengo no domingo, no Mineirão, e de vencer o desesperado Sport na Ilha do Retiro. Convém lembrar que o Sport perdeu do Náutico (3 a 2) e foi pra lanterna no lugar do Fluminense.

O Coritiba subiu na classificação geral ao derrotar o Vitória (1 a 0) na bela Curitiba e passou o rival Furacãoque perdeu sábado do Avaí (2 a 0)e não saiu da zona de risco do rebaixamento. Com a surpreendente vitória em Porto Alegre, o Botafogo, tambem, subiu: 38 pontos e deixou Santo André, Náutico, Sport e Fluminense se digladiando pra não cair.

O buzinaço desta vez foi preto-e-branco, dando troco nos celestes que fizeram grande barulho na quartaa-feira passada. Já viram como este placar de 2 a 0 tornou-se mais enganoso, ainda, nessa reta final do Brasileiro? Adilson não teve nem tempo, apesar de alertar seus rapazes sobre as alterações de Cucua que fariam o Fluminense mais agressivo. Quando pensou em melhorar a marcação, o Flu já tinha empatado e ele teve de sair atrás do marcador. Aí levou o contra-ataque decisivo de Fred liquidando a fatura.

E esse negócio de artilheiro bater pênalti? Não seria lance pra Gilberto, que tem cobrando e bem?

2 comentários:

  1. Esquece a bobagem da tolha...sou Pontes de Assis e não tem disso.

    ResponderExcluir
  2. Apos fazer dois gols no jogo de ontem, o Fred não comemorou,saiu de campo se dizendo cruzeirense,arrepiado com a torcicda cantando a 'sua musica'-ele é compositor?-faltou pedir desculpas pelos gols.Bela forma de pedir plantar uma volta,usando a torcida,só falta sair candidato no ano que vem....

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.