domingo, 8 de novembro de 2009

QUEM PERDEU O SONO FOI O GALO ...

Postado às 6h54m da noite...


TORCEDORES ATLETICANOS despreparados e, com certeza, chumbados, fizeram arruaça na porta do hotel onde estava a delegação flamenguista. Tipo de ação que não cabe mais entre pessoas civilizadas. Tentaram atrapalhar a noite de descanso dos atletas rubro-negros, mas parece que, na realidade, quem não dormiu foi a turma do Galo.

OU ENTÃO DORMIU no ponto. A vitória (3 a 1) do Flamengo, no Mineirão lotado, resgata o futebol carioca. Vasco, campeão da Segunda; Fluminense vence (1 a 0) o Palmeiras e tá quase fora do buraco negro; e o Urubu é o terceiro colocado, na briga direta pelo título Brasileiro. Quem diria!

ACOMPANHEI os três jogos das quatro da tarde de hoje, e destaco o seguinte:

NO MARACANÃ, como sempre Carlos Eugênio Simon avacalha a arbitragem ao anular gol de Obina. Inventou falta do atacante palmeirense que não houve. Abre margem de discussão sobre esquema pra salvar o tricolor carioca do descenso.

NO MINEIRÃO, dois lances atípicos: gol olímpico de Petkovic – 1 a 0; gol de Maldonado, que não é de passar do meio-campo: Fla, 2 a 0.

NO PACAEMBU, Ronaldo Fenômeno, com a perna esquerda, manda uma bomba de fora da área, no ângulo do goleiro do Santo André: Timão 1 a 0 e o Santo André no pique a caminho do rebaixamento.

JÁ NO FINAL dos primeiros tempos dos jogos, o Cruzeiro que havia dormido no G-4, caiu da cama. O Urubu reassumiu o pontos e o time estrelado, provisoriamente, foi pra quinto e vai depender de Barueri x Internacional.

NO SEGUNDO TEMPO, o Galo volta cantando alto com Evandro no lugar de Renan. Faz seu gol aos 5´ com Ricardinho e busca desesperadamente o empate. A torcida incendiou-se e começou a exigir mais mudanças.

ROTH ATENDEU: botou Renteria e Serginho nos lugares de Eder Luís e Corrêa. O Flamengo tira Petkovic, cansado, e coloca Fierro. Depois sai Airton e entra Toró. O Mengão equilibrou o jogo e passou a contra-atacar com perigo.

NUM DESTES contra-ataques, Adriano que não havia ganhado nenhuma jogada do paraguaio Benitez, ganhou esta, pelo alto, e de cabeça fez 3 a 1. Fatura liquidada.

NO MARACANÃ numa partida corrida, muito disputada, Conca cobra o escanteio e de novo lá está o artilheiro responsável pela subida do Fluminense. Fred, de cabeça, marca o gol da vitória sobre o Palmeiras: 1 a 0.

OUTRO ERRO de Simon e seus companheiros de arbitragem: o atacante Alan, do Flu, agrediu o lateral Arguero, do Palmeiras, com uma cabeçada. Todos fingiram que não viram nada. Mas o STJD verá no teipe, com certeza. Punição brava na sorte.

NO PACAEMBU, partida importante apenas para o Santo André, o Corinthians não perdoa: uma bola rebatida da defesa para no peito do Fenômeno, entre dois beques. Ele a domina e rola de lado pra Dentinho marcar 2 a 0.

O FLUMINENSE com 36 pontos é o primeiro do buraco negro. Depois, vêm o Santo André 35; Náutico, 35; e Sport, 30. Dado com 97% de chances de cair, o tricolor carioca, para alegria do Mário Sérgio, de Brasília, parece que dará a volta por cima.

COM MÍNIMAS chances de continuar na Série A, o Sport do Recife aceitou o pedido de demissão do técnico Péricles Chamusca, após a derrota pro Cruzeiro, na Ilha do Retiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.