domingo, 29 de novembro de 2009

RESTA A RAPOSA DESDE QUE OUTROS AJUDEM

MÁRIO HENRIQUE E LÉLIO GUSTAVO garantiam que o Galo jogava bem e que perdia sem merecer, após empatar a partida contra o Palmeiras. Paulo Anselmo e eu voltávamos de Caratinga enfrentando violentas tempestades e as estradas perigosas que o marketing do doutor Aécio chamam de maravilhosas e bem cuidadas. Não sei o nome da daneira da estrada que a gente enfrenta pra chegar a Caratinga, passando por Ouro Preto, Ponte Nova, Rio Casca, Raul Soares, Bom Jesus do Galho. Só sei que é uma merda! Gostaria de ver o doutor Aécio enfrentá-la num volante de um carro no dia de chuva.

MAS ACREDITAMOS NOS BONS MENINOS DA ITATIAIA até aos 35m do segundo tempo, quando Lélio entregou os pontos. O Galo aceitou a derrota por 3 a 1 e toca a bola em ritmo de treino. Na verdade, o Galo se despedia da vaga no G-4, depois de conviver bom tempo com a ilusão de ser campeão nacional de novo. Coisa de torcedor, claro! Quem acreditou desde o início em Celso Roth e no presidente Alexandre Kalil sabe que a equipe chegou bem longe do que eles imaginávamos. Aquele história de Roth, em certo momento, afirmar que o Galo seria campeão foi calor demais que afetou sua imaginação.

O CRUZEIRO FEZ PÉSSIMO primeiro tempo, mas Adilson Batista foi ousado. Sacou Leandro Lima que substituia mal o meia Gilberto e lançou outro centroavante, Eliandro, antes dos 30 minutos e ao ver o Coritiba fazer 1 a 0. Saiu pra reação que aconteceu no segundo tempo.O segundo tempo celeste foi impecável e a goleada de 4 a 1 manteve vivas as esperanças de uma vaga no G-4.

A GRANDE VIRADA ACONTECEU com a vitória espetacular do Goiás sobre o São Paulo por 4 a 2 o que proporciou ao Flamengo assumir o primeiro lugar ao vencer o Corinthians em Campinas por 2 a 0. Quase aconteceu o empate lá no REcife, que seria ótimo para o Cruzeiro, em função da vitória do Palmeiras (3 a 1) sobre o Galo. Mas o Inter virou pra 2 a 1 sobre o Sport e tem chances de chegar ao título, como vice líder.

O FLAMENGO, NOVO LÍDER COM 64 pontos, botou a mão direita toda na taça. Enfrenta o Grêmio, domingo, no Maracanã, sabendo que os tricolores gaúchos não aceitam a vitória, porque dariam o título, com certeza, ao arquirival Internacional que tem 62 pontos e joga em casa contra o quase rebaixado Santo André. A parte gremista da crônica gaúcha exige que o time use um misto de relegados e juniores contra o rubro negro. Se vencer, a diretoria está ameaçada de cair. Jesus Amado!

BOM NO G-4 ESTÃO GARANTIDOS Flamengo e Inter na Libertadores. O São Paulo que enfrenta o Sport, no Morumbi, deverá ficar com a terceira vaga. O Cruzeiro tem que vencer o Santos, domingo, na Vila Belmiro e torcer para o Botafogo derrotar o Palmeiras, no Engenhão. Se isso acontecer, a quarta vaga é sua. É bom lembrar que, se o Botafogo perder, cai pra Segundona, face a reação do Fluminense.

O FOGÃO TEM 44 PONTOS e é o primeiro do buraco negro. O Coritiba também com 44 pontos está acima porque tem duas vitórias a mais. Porém pega o Fluminense, na bela Curitiba. Vida ou morte pra ambos. O Tricolor carioca joga pelo empate porque tem 45 pontos. Ou seja, apesar de sua espetacular reação, o Fluminense tem duas pedreiras esta semana: na quarta enfrenta a LDU, na decisão da Copa Sul Americana e precisa de quatro gols pra levar a decisão pra prorrogação. E no domingo, joga sua vida no Brasileiro. O Palmeiras e o São Paulo, grandes favoritos até esta rodada, têm de vencer seus adversários e torcerem pelos insucessos do Fla e do Inter. Eta competição dos diabos!

3 comentários:

  1. Como eu disse em outro pitaco, é falta de respeito ao seu próprio time querer que ele jogue para perder para não ajudar um rival. Pobreza de espírito.

    ResponderExcluir
  2. Só faltou minha São Pedro dos Ferros nesse circuito rs...

    MENGÃO HEXA CAMPEÃO!

    Resposta: É verdade, Alisson. Entre Rio Casca e Raul Soares está a gloriosa São Pedro dos Ferros. Abs e Parabéns antecipados ao Mengão

    ResponderExcluir
  3. Caro Anselmo,

    Mais uma vez o Galo mostrou que nos final-
    mente o time amarela, e não consegue ganhar.
    Não culpo apenas o treinador, que na reali-
    dade é um perdedor, haja visto ano passado
    com quinze pontos de frente ainda conseguiu
    perder o título para o São Paulo.
    Faltou aos jogadores uma atitude profissio-
    nal, de homens que querem ganhar, sem dizer
    garra, coragem, e principalmente vergonha na
    cara, pois, com setenta mil torcedores no
    mineirão, o time não consegue vencer uma
    partida, não interessa o adverário, e se
    preciso for, que comam grama, coloquem o
    coração no bico da chuteirae partam para
    cima do adversário. O time do Atlético não
    tem jogada ensaiada, não conseguem dar um
    passe de cinco metros de distância, não
    conseguem fazer uma tabela, e dentro de
    campo, mais parecem um bando de palhaços no
    picadeiro de um circo. É duro dizer isto,
    mas é a pura verdade, depois de ter quinze
    pontos na frente do Cruzeiro, agora ficou
    atrás, é triste demais para a torcida.
    Quanto a declaração do Souza do Grêmio, e a
    posição da diretoria, acho que isto é de
    pessoa de baixo nível, sem hombridade, e
    respeito a si próprio, como podem encarar
    as pessoas depois de entregar uma partida.
    Realmente é coisa de gente sem principios,
    sem berço, pois, isto não é coisa de homem,
    ainda mais de um profissional.

    No mais, um abraço,

    Luiz

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.