segunda-feira, 9 de novembro de 2009

VEJA SÓ O QUE O GALO APRONTOU.

Afora as mensagens curtas, “Fora Roth”, e as cheias de agressões verbais, inclusive contra este pobre construtor de Trincheira, outras vieram bem interessante e merecem lugar neste democrático blog. Vamos aos pitacos:

Vinicius Silveira de Souza:

O Campeonato Brasileiro nestas ultimas rodadas está pegando fogo não é? Na minha opinião esse campeonato está quebrando todas as previsões de todo e qualquer comentarista ou jornalista esportivo, tamanho o equilíbrio desta competição.E que jogo ontem, Atlético x Flamengo, jogo para relembrar a época maravilhosa dessas duas equipes nos anos 80. A torcida do Atlético lotou o Mineirão esperando uma vitória que poderia significar a afirmação do time na busca pelo título, mas o que se viu foi algo muito fora do esperado. O Flamengo veio a BH com uma proposta simples, segurar o Atlético e partir nos contra-ataques.

Andrade, técnico do Flamengo, armou o Flamengo inteligentemente na defesa, minando qualquer chance do Atlético criar uma jogada de ataque e confiou no seu trio mais ofensivo para sair ao ataque, Petkovic, Zé Roberto e Adriano.O gol olímpico do Petkovic foi um achado, pois nem o mais fanático flamenguista esperava um gol tão cedo e da forma que foi marcado.Desta forma, o Flamengo jogou mais tranquilo ainda e pôde chegar ao segundo gol com o chileno Maldonado, ex-Cruzeiro.

No segundo tempo se esperava um Atlético mais ligado no jogo, mais veloz no ataque e o gol do Galo, marcado por Ricardinho, serviu para dar animo ao time, mas o time ainda sucumbia a forte marcação do Flamengo e ainda nas mexidas de Celso Roth. com a entrada de Renteria, que não acrescentou em nada ao jogo, Serginho que tentou muito, mas pouco fez e Evandro que também tentou em vão.O Flamengo fez o terceiro gol apenas para premiar o excelente jogo que o rubro-negro fez em Belo Horizonte.
Um grande jogo, mas não era o resultado que a torcida atleticana esperava.

No jogo Cruzeiro x Sport, gostaria de enfatizar o espírito de reação do time celeste, que não se abateu com o placar adverso de 2 x 0. não abaixou a cabeça, foi pra cima, fez o seu jogo e a vitória só veio porque os jogadores acreditaram que eram mais time que o Sport, que eram melhores e que poderiam vencer.
Poder de reação este que faltou no Mineirão contra o Fluminense, mas sobrou no Recife contra o Sport. Se o Cruzeiro tiver essa mesma luta, garra e disposição em seus próximos 4 jogos, pode sonhar com a vaga na Libertadores sim.


Carlos Eugenio Simon mais uma vez é o nome.No mesmo palco onde há 2 anos atrás ele assaltou o Atlético contra o Botafogo em um pênalti claríssimo não marcado, ele prejudicou o Palmeiras de forma vergonhosa.Quem sou eu para julgar o caráter de uma pessoa, como disse meu falecido pai: "Nunca julgar o caráter de uma pessoa, sem antes olhar para si mesmo".O gol, muito mal anulado pelo Simon infelizmente faz com que muitos coloquem em dúvida sua integridade como homem.Um arbitro, que vai a mais uma Copa do Mundo em sua carreira, muito bem sucedida, é verdade, não pode errar desta forma. um erro que pode definir um campeonato e manchar uma bela carreira.

FERNANDO GOMES – BH :

A festa na Pampulha não teve Skol redondinha, mas teve PET A 38º e fez um MALDANADO aos convidados. A Vigilância Sanitária está apurando os fatos.

DESEMBARGADOR EDUARDO MACHADO – BH

“Primeiro quero lhe fazer uma perguntinha muito simples ? Será que o Adilson tão criticado por todos, deixaria no pé da trave um minúsculo jogador em uma cobrança de escanteio pelo Pet ? Estudioso e trabalhador que é jamais faria essa bobagem. Uma outra perguntinha ? Vc sabe quantos gols de falta o Atlético marcou este ano no brasileiro ?A resposta é tão simples quanto ao número ummmmmmmmm.Esse time não treina o fundamento ?
Uma outra perguntinha mesmo na certeza de estar tomando o seu precioso
tempo. Qual a diferença de tomar um gol de escanteio, como se fosse de falta, de cabeça ou de fora da área aos 09:00 minutos de jogo ?
Disse o letrado Celso Roth na entrevista coletiva que o "gol de escanteio" desmanchou o esquema de jogo do Atlético. O pior é que os entrevistadores que morrem de medo dos técnicos (vide as entrevistas como o Murici)ficam calados e nós, ouvintes, temos que escutar essas bobagens.Por último mais uma perguntinha ? Como que o culto e letrado Celso Roth (dias atrás ele disse a respeito da metodologia usada pelo Galo em certo jogo) deixa o Atlético tomar aqueles gols de cabeça contra o Grêmio, lá no Olímpico, também logo no início do jogo ? Será que ele não passou por lá e não conhece essa jogada???

ALISSON FÚRFURO

Eu sabia que o Atletico não ficaria de fora de mais um título importante do Mengão. Assim como 80, 81, 87 e 2006, esse ano nosso principal coadjuvante deu as caras (ou não!...). Outra cepoada no Galo de 3x1 calando 60 mil.
Abração, Saudações Felizes Rubro-Negras... "Tudo está no seu lugar, graças a Deus, graças a Deus..."

Gegê Angelino: Ter um jogador fenomenal como Márcio Araujo, motor explosivo do Galo, no banco, vendo o time ser massacrado no meio de campo, é fruto de duas coisas:
insensatez absoluta ou decididamente não querer ganhar o título.
Por esta decisão, nota zero para o (agora, de novo) Celso Dentadura, e não Celso Roth.

2 comentários:

  1. CARO COMENTARISTA QUEM FALHOU NO PRIMEIRO GOL DO SPORT FOI O GOLEIRO FABIO. SÓ NO BRASIL, ONDE TEM TREINADOR EXCLUSIVO, GOLEIRO SAI DO GOL QUANDO ATACANTE ESTÁ SENDO MARCADO/ACOMPANHADO PELO ZAGUEIRO (LEONARDO SILVA) . SE CONTINUASSE DEBAIXO DAS TRAVES, NÃO TERIA PROVOCADO O TROPEÇÃO DO ZAGUEIRO ,PROVAVELMENTE, FECHARIA O ANGULO DE CHUTE DO ATACANTE. FALHA GROTESCA DO GOLEIRO. OS MAIORES CLUBES DO MUNDO MARCAM EM LINHA E TOMAM O MINIMO DE GOL.CRUZEIRO MARCA DE LONGE ,DANDO CHANCE PARA ATACANTE DOMINAR E PARTIR PARA CIMA. DÁ CHANCE PARA ATACANTE PASSAR E FACILITA CARTÃO AMARELO/VERMELHO. FALTA AO CRUZEIRO ULTRAPASSAGENS PELAS PONTAS. NOVENTA MINUTOS DE JOGO SEM OS LATERAIS COMPARARECEREM NA LINHA DE FUNDO. NA ÚNICA JOGADA PELA LATERAL, VINDA DE UMA COBRANÇA DE LATERAL SAIU O TERCEIRO GOL. É MUITO POUCO PARA QUEM TEM 2 JOGADORES DE 19 E 22 ANOS ESBANJANDO SAÚDE. FALTA DE CONHECIMENTO,PERCEPÇÃO DO TECNICO ?

    ABRAÇOS

    ResponderExcluir
  2. Sobre o Dunga convocar o Simplício, você disse :
    "Eu penso que é o fim do mundo convocar Fábio Simplício, do Palermo."
    Talvez possa ser o fim do Dunga.
    Sobre Galo e Flamengo, o Dentadura mexeu na escalação inicial (Márcio Araújo nunca poderia ter ficado de fora), errou nas substituições no decorrer da partida. Se o Flamengo veio com um objetivo determinado, só o CR não sabi. Ora, o time vinha jogando bem, porque, justo contra o Flamnego, inventar de colocar Renan em detrimento do nosso atual motorzinho ? Além do mais, Renteria ? Pò, esse cara deve ter qualidades, ou não seria seleção (mesmo colombiana), mas precisa de um TÉCNICO que saiba aproveitar suas características e escalá-lo da maneira correta. O Éder Luiz, mesmo jogando de costas para a bola, é um cara que pode desequilibrar um jogo em uma arrancada. Acho que o CR devia perguntar ao Hélio dos Anjos como ele descobriu que o ex-nosso medíocre lateral direito Paulo César virou O aramador Paulo Baier no Goiás. Tenho certeza que não foi a mudança de nome. Se fosse, era só mudar o nome do Renteria para o que ele parecia sofrer em campo : Disenteria.
    E o Feltri cresceu no Goiás... e nme precisou de mudar de nome. O GIlberto també é exemplo, de lateral esquerdo, virou, nas mãos do tão combatido Adilson, um excelente armador.

    Um blogueiro chamado Roberto Zanin, no blog do Milton Neves, escreveu um artigo defendendo campeonato com mata-mata (ou, como ele, britaniamente preferiu, play off). Postei dois comentários no blog dele e nenhum foi publicado. Será que só ele pode emitira opinião no blog dele ? então por que liberar os comentários ? Por essas e outras é que você continua sendo nosso blogeuiro predileto. Bola prá frente, que atrás vem gente.

    O campeonato atual, por si só, dá para calar a boca do Zanin, pois há muito não temos um campeonato tão empolgante. Venho levado gozação de muito cruzeirense, levo na boa, mas sempre faço questão de esclarecer: quando começou este campeonato, meu Galo estava com um arremedo de time e eu só esperava mais uma vez lutar para não ficar no rebaixamento. Ao chegar até onde chegou, para mim, o título, a Libertadores ou mesmo a Sul-Americana, é lucro.

    Felizmente o Jorge Luíz levou aquela suspensão automática e o Benitez entrou e não sai mais.

    O gol do Pet não foi olímpico, foi gol contra do Feltri.
    No mais, Gerais.
    E dá-lhe Galo, carajo

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.