quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

COXA PAGA PELA SELVAGERIA DAS ORGANIZADAS

TUDO BEM que punição de perda de mando por 30 jogos oficiais aplicada no Coritiba por conta da selvageria de suas torcidas organizadas no jogo contra o Fluminense é recorrível, visto que foi dada em Primeira Instância. Mas a mancha ficou indelével. As imagens correram o mundo e sujaram o histórico do simpático clube curitibano. Com certeza, haverá recurso que garanto ineficaz. A maioria dos auditores do julgamento de agora estará “na sentada”- como afirmam os doutos – do próximo.

O LENDÁRIO Estádio Couto Pereira, palco de grandes conquistas dos Coxas Brancas, inclusive um título nacional, foi abraçado por torcedores autênticos, que nada tiveram com as arruaças e depredações do encerramento do Brasileiro deste ano. A cena foi bonita e confirmou que, muitas vezes, os justos pagam pelos pecados. Que se há de fazer?

NUNCA TIVE motivo algum pra duvidar de Marcus Salum a quem reputo um dos grandes sobreviventes do futebol mineiro. Poderia até receber o Troféu Guará deste ano, mas o sistema de administração do América distribui funções entre 10 presidentes. A conquista da Série C, então, na parte que cabe ao dirigente, teria de ser dividida em, aos menos, três partes iguais: Alencarzinho, Afonsinho e Salum. Pelo que sei, claro.

MAS RETORNANDO a vaca fria, se Salum diz que o América montou um time de Série B pra conquistar a Série C e que vai fazer um de Série A pra ganhar a Série B esta Trincheira não tem motivo pra duvidar.

NO ENTANTO, afora a vinda de Marco Aurélio, treinador da prateleira do meio, bom de serviço, os primeiros reforços não levantam o entusiasmo da gente. Também não aumentam as desconfianças. Tá 50%.

SEGUNDO informa o Portal Uai , “o reforço mais conhecido é o atacante Laércio”. Este é o famoso quem? Não duvido das qualidades do moço, mas fiquemos por aqui, antes de vê-lo com a bola rolando.

ALIÁS, AINDA no campo dos reforços me assusta esta comoção inexplicável do Galo por jogadores lá das altitudes. Está mais que comprovado que eles são craques atuando a mais de 2.500 metros; cá embaixo, são simples mortais.

O GRUPO de investidores – nome pra tentar esconder a sigla BMG e o papel de manager de Wanderley Luxemburgo na história (bobagem pura) - anunciou o beque equatoriano Jairo Campos, da LDU, como segundo reforço pra 2010. O primeiro – lembra-se – é o lateral Leandro, ex-Cruzeiro.

OUTRO NOME falado é o do colombiano Bustos, lateral da direita, 28 anos. Seria o quinto estrangeiro e apenas três podem jogar ou ser relacionados na súmula de uma partida. Lá já estão o uruguaio Carini, o paraguaio Benitez, o colombiano Renteria, e agora o equatoriano Campos. Uma seleção das Américas...

CAMPOS, 25 anos, tem uma bagagem respeitável: campeão da Libertadores, da Recopa e da Copa Sul Americana. Tem passagens – aí está o detalhe – pela Seleção Equatoriana. Ou seja, não foi titular absoluto do time do Equador.

O PRIMEIRO reforço do Cruzeiro pra 2010 pode ser que nem venha mais. Não creio mesmo que venha, por causa daquela queda no exame antidoping que o pegou por uso de cocaína. No futebol, a segunda chance depende da punição do Tribunal e coisas tantas. Nenhum cartola investe na recuperação de atleta que não seja, realmente, do clube. Jóbson ainda não é cruzeirense em definitivo.


O SEGUNDO reforço é o garoto Anderson Lessa, 20 anos, que apareceu bem no Náutico, infernizou o Cruzeiro no Recife, mas tem histórico sério de sérias contusões musculares. Tenho cá minhas dúvidas se virá como reforço de elenco ou de caixa. Parece mais com aqueles casos do início do ano passado.

NENHUM dos jovens agradou Adilson Batista e todos foram brilhar fora da Toca e, também, não voltarão este ano. Leandro Domingues, por exemplo, com quem Adilson brigou, foi emprestado de graça ao futebol japonês.

PITACO, como diria o grande Max Nunes: “Opinião é uma coisa que a gente dá e, às vezes, apanha”. Por isso, esperemos a de Adilson Batista.

EM RESPEITO ao espírito democrático da Trincheira tomem lá este pitaco: “Só acho que dois homens, cada um com o ego maior que o outro – Luxa e Kalil – vão acabar de empurrar o Galo para baixo, se é que tem como”. Demétrius, de Diamantina, cruzeirense.

FRANCISCO Moreira, sobre reforços no Cruzeiro:” Conca e Diego Souza são opções que estão no país. Estes times logicamente não vão liberar de graça, assim, como o Alex, que também é caro.Só acho que vale a pena investir uma grana para sermos campeões e não apenas ficar esperando jogadores baratos”.

2 comentários:

  1. Interessante é que o Coxa toma uma punição desse tamanho e o Vasco, na decisão contra o São Caetano, teve até arquibancada arriada e não tomou 30 jogos de balão.

    ResponderExcluir
  2. Para "Demétrius, de Diamantina, cruzeirense. ":
    boa prática a democracia, mas acho que o Demétrius está mesmo é preocupado. O Kalil
    está mais manso e menos temperamental, o que pode fazer com que seja o melhor dirigente dos últimos 30 anos no Galo e levar o time a va´rios títulos. O Luxa tem capacidade e vai mostrar seu valor levando-nos a grandes conquistas no próximo ano.

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.