sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

FOLHA CUTUCA DUAS ONÇAS AO MESMO TEMPO

A COLUNA PAINEL FC, assinada pelo jornalista Eduardo Arruda, na Folha de São Paulo, anda às turras com Wanderley Luxemburgo. A bancada do Jogada de Classe, comandada por Orlando Augusto, na TV Horizonte – Marcos Guiotti, Paulinho Azeredo, Orlando e este locutor que vos escreve – comentou o assunto com a costumeira serenidade.

PENSO QUE a coluna usou vara bem curta pra cutucar duas perigosas onças: Luxemburgo e Kalil.

À NOITE, EM CASA, ao abrir meu micro encontro a mensagem do leitor/amigo, tenente PM Altamiro Fernandes da Cruz, sempre atento às coisas alvinegras, encaminhando-me a referida nota da Folha. Altamiro começa com o carinho de sempre: “Salve, filho de Sodico e dona Geralda”. E reproduz o que escreveu Eduardo Arruda:

PELO PROJETO. O sonho de Wanderley Luxemburgo em se tornar manager está próximo de ser concretizado. (Até aqui nenhuma novidade, porque a Trincheira antecipou isso há uns três dias). O acerto com o Atlético-MG inclui, também, a prestação de serviços para o Banco BMG, que patrocinará o time mineiro”.

CONTINUA: “Luxemburgo receberá R$ 500 mil de salário, além de luvas de R$ 1 milhão para ajudar a comandar um fundo de investimento para a contratação de jogadores que será lançado pelo BMG, do banqueiro Ricardo Guimarães. A ideia do BMG é concorrer com a Traffic que deve se associar ao Cruzeiro em Minas”. Esta parceira, Zezé Perrela já desmentiu.

EDUARDO Arruda bate logo na canela de Luxa: em outra nota, sob o título “Aqui não”, o jornalista afirma que “os cartolas do Inter contam que Luxemburgo, além de ter pedido R$ 2 milhões de luvas, exigiu ter participação em jogadores do clube gaúcho. Quem acompanhou as negociações conta que o técnico ouviu um palavrão de Fernando Carvalho”.

PITACO: “Aquilo que ninguém está querendo, o Galo está pegando!” do 2º tenente da nossa gloriosa Polícia Militar, Altamiro Fernandes da Cruz. Saravá irmão.

NÃO POSSO deixar de registrar, também, a mensagem seguinte do tenente Altamiro, que nesta me chama de “Velho Guerreiro”. Diz ele:

AO LER a sua crônica do último dia 10/12/09, tive ímpetos de subir no caixote e dar inúmeros gritos de vivas, vivas - e mais vivas - para você! Na sua relação de insucessos do Wandeco (Uia!) ficou faltando ao jovem filho do Sodico e Dona Geralda, lembrar a funesta passagem pelo Time dos Galácticos”

"QUE QUI o home ganhou lá, ilustre filho de Sodico e da Dona Geralda? Nada, a não ser o fato de ter sido mandado embora, repetindo os insucessos por onde ele passou, e que fora muito bem citada na sua sapiente crônica. Fica no ar uma pergunta - dentre as tantas: O Atlético vai montar um time melhor que os Galácticos do Real Madri? Nossa! Com a palavra o Sr.Kalil!”.

VAMOS esclarecer o seguinte: tenho repetido várias vezes que esta Trincheira é uma tribuna democrática. O leitor manda ver e, em várias ocasiões, pega de jeito até o titular dela. Faz parte do jogo da Democracia. Não vejo nada de anormal na nota da Folha, pelo contrário é bem jornalística. O redator cumpriu seu papel de repórter.

EM NADA a informação denigre a imagem do técnico, ou da instituição bancária e muito menos ao Atlético. Não entendo o motivo de tantos desmentidos bravos por parte do presidente Kalil e do técnico Luxemburgo.

VEJO a coisa por outro ângulo: a inteligência do Urso Bravo em criar uma situação de parceria que permitisse a contratação do melhor treinador brasileiro. E do outro lado, maior valorização, ainda, de Luxemburgo, tornando-se manager de um importante grupo mineiro disposto a investir em jovens atletas, negócio que o técnico domina bem.

SÓ NÃO AGRADOU o segmento dos funcionários públicos e aposentados estaduais – como foi meu caso – pendurados nos empréstimos consignados do BMG dão suporte financeiro aos investimentos da instituição, mas que não são nada respeitados por ela.

A POSSÍVEL SOLUÇÃO anunciada pelo Cruzeiro e a Traffic no caso do doping por cocaína do jovem atacante Jóbson não me parece a melhor. Desistir do negócio caso a contraprova confirme a dopagem e negar uma segunda chance ao garoto de 20 anos. O Cruzeiro já cometeu semelhante erro com Zé Roberto, campeão brasileiro com o Flamengo, em sua passagem pela base celeste e devia ter aprendido alguma coisa na história passada.

NESTE CAMPEONATO mesmo o Cruzeiro correu atrás de Zé Roberto, em litígio com o Flamengo, e chegou a oferecer o artilheiro Wellington Paulista em troca. O negócio só não se concretizou porque o atacante azul não quis enfrentar a barra rubra. Deixou de ser campeão, mas continuou com o pagamento em dia.

LEANDRO SILVA fez um bom Brasileiro com o Vitória e, certamente, será da maior importância no esquema de Wanderley Luxemburgo que usa dois alas bem ofensivos; um armador líbero e volantes marcadores que cubram os lados, mas tenham fôlego pra chegar na frente juntos dos dois atacantes.

NO ELENCO atual, Luxa encontrará todo material que precisa pra fazer funcionar seu esquema ousado.

Um comentário:

  1. Flávio, a falácia do Eduardo Arruda não consegue disfarçar sua ira contra Luxemburgo. Você memso disse : anda às turras. Porque será ?

    E porque a insistência em apresentar insucessos do Luxemburgo, ele não pode fracassar e nada ? Nunca pensei que você ou outraos que lhe escrevem pensassem que ele fosse perfeito. SObre sua passagem pelos galáticos do R. Madrid, acontece que todos eles tinham topete maior que o Luxemburgo. Aliás, a própria designação dada a esse grupo de jogadores já diz tudo de sua modéstia "GALÁTICOS".
    A preocupação com o Luxemburgo é que não é possível separar o treinador do empresário. E nem se pode julgar seuecaráter, sua imagem pública, pois só queremos o treinador.
    E se o presidente do Internacional realmente respondeu a ele com um palavrão, fica demonstrado o nível de educação de cada um. Ele pediu 2 milhões no Inter ? E foi noticiado que ele vai receber 1 milhão do Galo ?
    Primeiramente acho um absurdo qualquer proffisional ligado ao futebol receber essas fábulas de luvas e salários que tem aonctecido no Brasil. Mas uma coisa é certa. Cada um tem o direito de pedir o que acha que vale. Aceitar sua pedida ou não, é outra história.
    Ao tenente Altamiro, quero dizer, que quando o governo aprovou empréstimo consigandao para aposentados, eu comentei em casa que isso seria um absurdo, pois simplesmente criaria a facilidade de crédito para pessoas que já pouco ganahvam e iriam se enforcar com isso. O governo oferecia a corda...Eu fiz um empréstimo consignado, de pequeno valor e dentro de minhas condições permitidas pelo meu benefício de aposentado. As pessoas não pensam antes de fazer negócios. Fazem em impulso de momento e depois se "ferram".
    Voltando ao Luxa, seu lado empresário rendeu muito dinheiro para times onde ele trabalhou. Lembra-se do João Carlos que o Cruzeiro buscou no DemocratGV por 300 mil e vendeu para o Corínthians por 3 milhões ? E o lateral direito ex-América (Evanílson) que custou 550 mil ao Cruzeiro e depois foi vendido para o exterior por uma fábula... e que hoje está aí de volta e ninguém dá um centavo por ele.
    Você mesmo disse em seu blog, outro dia, que o Luxemburgo deixou material humano para o Santos no valor de mais de R$ 50 milhões. E sua competência é, para mim, indiscutível.
    E acho que ele vai se dar bem no Galo. deve usar o mineiro como laboratório e preparar um time competitivo, como foram todos os times montados por ele.
    E dá-lhe Luxemburgo, carajo.

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.