sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

GALO E TORCIDA PRECISAM SELAR NOVA PAZ

CELSO ROTH bem que podia permanecer de boca fechada quando o assunto fosse torcida x jogadores. Qualquer coisa que ele disser sobre essa relação bota mais lenha na fogueira. Por exemplo: ao afirmar que o sentimento dos atletas é maior que o dos torcedores faz uma comparação infeliz. Claro que o do torcedor é passional e vive um momento de raiva. A única compensação que esperava do time era, ao menos, uma vaga na Libertadores. Já o atleta, óbvio que tem que enfrentar tudo, pois são pagos pra isso, mas o sentimento deles não vem da alma, mas dos bolsos vazios, sem os prêmios da conquista.

EXCETO a infeliz declaração do treinador, o resto tá no devido lugar. O torcedor com a sua frustração de apaixonado; os atletas amolados pela perda da chance de disputar um torneio continental importante, que o coloca na vitrine internacional e dos prêmios financeiros que, certamente, deixarão de ganhar. Faz parte da vida deles, andarilhos da profissão, se envolver na paixão da competição apenas enquanto esta dure.

CONTRA o Timão neste sábado no Mineirão a trégua final poderá ser assinada, dependendo do comportamento do time. No ar, respira-se o terror da massa alvinegra de que após a perda do título e da vaga no G-4 venha a humilhação de ficar atrás do arqui-rival. Ainda mais se a Raposa conquistar a última vaga do G-4.

PITACO DECISIVO: “Não estamos interessados em Eder Luís” do diretor do Porto, Antero Henrique. Quem plantou esta informação ficou de cara grande.

PASSAREI A borracha no “quem plantou a informação”. Afinal, o anúncio partiu do próprio presidente Kalil que teria sido procurado por alguém em nome do clube português. De qualquer fora, foi bola fora de Kalil. Precipitação e falta de checagem.

OUTRA COISA que precisa ser explicada com rapidez: Diego Tardelli diz que não quer sair do Galo, porque acha que aqui terá mais chance de ir à Seleção. Segundo o craque, já se cansou de falar isso com o presidente, mas lhe parece que a disposição de Kalil é outra mesmo: aproveitar a janela de janeiro e passar o artilheiro nos cobres.

SE VOCÊ reclamou a saída de Júnior da equipe titular e sentia saudade dele pode matá-la neste sábado. Saiba, porém, que o tom da partida de Júnior será de despedida. Sem Thiago Feltri, suspenso, e Wellington Saci, impedido por contrato, Júnior joga na lateral e diz adeus no final à torcida.

NÃO EXISTE um cara mais vetado pelos médicos na Toca da Raposa que o Athirson. Mal tira os chinelinhos e lá vai ele, de novo, pra enfermaria. Dinheiro jogado fora esse. O custo/benefício de Athirson, nesta segunda passagem pela Toca, é zero.

JUSTO AGORA que o Cruzeiro precisa dele na Vila Belmiro sem Gilberto, suspenso. O outro armador seria Fernandinho, que brigaria pela vaga com o nervoso Leandro Lima. Isso claro se não sofrer nova contusão no aquecimento de vestiário. Fernandinho acompanha os passos de Athirson.

SE VALE ALGUMA coisa, caro Adilson Batista, você tem todo apoio deste filho do Sodico caso resolva escalar três atacantes contra o Peixe na Vila Belmiro. Entre Eliandro e Guerrón, no entanto, eu ficaria com o equatoriano, pela experiência.

EU TINHA até me esquecido do Gustavo. Xerifão que o Cruzeiro buscou no Palmeiras, mas que se contundiu no joelho e foi para o estaleiro. A Traffic, dona de seus direitos, diz que o destino de Gustavo, depois do dia 31 de dezembro, será o Vasco.

GUSTAVO gostou tanto da Toca que não quer ir embora. Penso que ele tem lugar no meio daquela bequeira ruim do Cruzeiro. Melhor ficar com ele e dispensar outros cinco que não jogam nada e estão no come-dorme.

O DIFÍCIL é acreditar tratando-se do ex-senador Luiz Estevão, dono do Brasiliense. Se for verdade, o Cruzeiro terá feito excelente contratação ao trazer Jóbson, 21 anos, emprestado ao Botafogo. Foi grande sensação do Campeonato apesar da pífia campanha do alvinegro carioca.

BOA NOTÍCIA para os americanos que vivem a expectativa da contratação do técnico que substitua Givanildo Oliveira. O queridinho de alguns presidentes do clube, Flávio Lopes, renovou contrato com o Ipatinga e não vem mais.

SE QUISEREM abrir uma bolsa de apostas sobre o juiz que fará mais besteiras nos jogos decisivos do título do Brasileiro botem Heber Roberto Lopes como primeiro da fila. Juiz caseiro, foi premiado com Flamengo x Grêmio no Maracanã.

GACIBA apita Botafogo x Palmeiras, no Engenhão, jogo também sujeito a chuvas e trovoadas. Mas o perigo quase igual ao do Maracanã estará em Internacional x Santo André com o desconhecido baiano Jailson Macedo de Freitas. O apitador do Morumbi, onde jogam São Paulo x Sport, é o melhor de todos: Sandro Meira Ricci..

NO JOGO que interessa apenas a parte de baixo, entre Coritiba e Fluminense, será apitado pelo gaúcho revolucionário Leandro Pedro Vuaden. Os companheiros de Imprensa nem se preocuparam em informar o juiz de Santos x Cruzeiro. Será que este jogo não vale nada?

BEM QUE AVISEI: desconfie sempre de Wanderley Luxemburgo. Cada dia ele falava uma coisa sobre o time que escalaria domingo na Vila Belmiro. Vai de força máxima.

QUERO LEMBRAR que esta partida fará parte de uma marca importante para o clube santista: é seu milésimo jogo no Brasileiro

2 comentários:

  1. Demitir o técnico Celso Roth, foi uma decisão acertada do presidente Kalil. O Celso além de medroso e retranqueiro, insistia em escalar jogadores que em nada acrescentavam quando escalados (Evandro, Renan Silva, etc..).

    Agora kalil,esta atitude isolada somente, não basta! É preciso muito mais do que isto, pois trazer um excelente técnico, não vai resolver um problema crônico que há muitos anos vem dilapidando o nosso Galo, ou seja, a manutenção de jogadores medíocres, combinado com a contratação de outros de mesmo quilate.

    Lembra do goleiro Juninho? Entrava técnico e saía técnico, e todos insistiam com este deficiente goleiro. Quando ele saiu do Galo, apenas o Juventude (série B) quis o jogador. Ele foi, como no Galo, mais um fiasco, tanto é que seu time foi rebaixado para a série C.

    Pois bem Kalil, se vocês da diretoria não tiverem olhos para enxergarem que precisam, urgentemente fazerem uma limpeza geral dos jogadores medíocres e sonolentos, infelizmente 2010, vamos novamente brigar para não sermos rebaixados.

    Para ajudá-lo, segue abaixo a lista para dispensa:

    Jogadores medíocres, e que com certeza nenhum time da série A, vão querer (por ordem de prioridade para demissão): Éder Luis, Renan Silva, Coelho, Jorge Luis, Alex Bruno, Carlos Alberto e Júnior

    Jogadores sonolentos, tipicos jogadores da série C:
    Thiago Feltri, Márcio Araújo, Tcho, Marques,Werlen, Jonilson e Welington Saci

    Todos nós enxergamos que você Kalil, administrativamente foi um bom presidente, pois conseguiu tirar o Galo das páginas policiais, consegui manter os salários em dias e ainda minimizou a enxurada de ações judiciais que atormentavam todos dia e noite, mas você também cometeu erros infantis, como por exemplo repatriar o jogador Coelho.
    Como você mesmo disse Kalil, um clube de futebol precisa de ter um bom time para estar sempre lutando por títulos, mas simplismente falar não resolve, precisa-se colocar em prática, ter atitude, pois caso contrário, em 2010 vamos voltar a ter o pesadêlo da segunda divisão.

    Galo sempre, mas com atitude!!
    Marcial Campolina

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.