quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

GILBERTO E MEDO TIRAM A VITÓRIA CELESTE

A ATITUDE de Gilberto, dando um soco no rosto do adversário, na frente do auxiliar derruba a tese de que pra se ganhar a Libertadores da América é preciso ter jogadores experientes. Se tivesse sido Diego Renan, 20 anos, a gente jogaria a culpa na inexperiência do rapaz.

MAS LOGO o Gilberto: rodado, experiente atleta, que tem passado uma personalidade calma, sensata, do líder que o time precisava como armador?

EXPULSO AOS 22m do primeiro tempo, quando o Cruzeiro vencia por 1 a 0, Gilberto jogou os companheiros numa tremenda fogueira.

ALÉM DAS dificuldades com a altitude, Gilberto acrescentou outra bem grande: obrigou os companheiros correrem o dobro pra cobrir sua ausência.

AINDA BEM que o time celeste, com inteligência, boa marcação, segurou o resultado no primeiro tempo. Nesta fase o jogo foi ruim, lento, sem emoção.

O CRUZEIRO ficou só no lance do gol e o Real Potesi cabeceou uma bola na trave superior de Fábio.

NO SEGUNDO tempo, como em todos os casos iguais, Adilson Batista não é ousado. Abdica do ataque e enche o time de volantes.

POR EXEMPLO: Wellington Paulista sentiu aos 9m e não entrou Guerrón, mas Jonathan, à meia-bomba. A entrega azul foi absoluta. Só o time adversário jogou.

KLEBER FICOU sozinho na frente e a pressão dos locais cresceu. Aos 18m,o Gladiador não aguentou e pediu pra sair.

VEIO THIAGO Ribeiro. No entanto, Guerrón acostumado com altitude continuou no banco. Sem ataque, o Cruzeiro permitiu que o fraquíssimo Real mandasse na partida.

O EMPATE aconteceu com o Cruzeiro morto, aos 43m. Nos três minutos de acréscimos, o sufoco foi geral.

NO ENTANTO, dadas às condições e a besteira de Gilberto, até que o resultado agradou.

AGORA a decisão será em Beagá do doutor Lacerda. O Cruzeiro classifica até com 0 a 0, porém tem a obrigação de enfiar uma goleada nesse horrível time boliviano.

DEVE TER dedo de Chico Maia a parceria fantástica entre Atlético e Democrata Jacaré.

DEMOCRATENSE roxo, atleticano nato e amigo de Kalil, Chiquinho, com certeza, tricotou o acordo para o júnior do Galo disputar a Segunda Divisão com a camisa “lacustre” (arre!).

NÃO TENHO DÚVIDA: a minuta do acordo foi escrita pelo filho de seu Vicente.

JUNTO DOS ATLETAS, o Galo mandará toda Comissão Técnica que espero qualificada. O convênio terá duração de um ano.
ALÉM DO CHICO, aposto que a ideia do Galo 2 partiu do manager Wanderley Luxemburgo.

PROJETO ÓTIMO pra Cruzeiro e América copiarem, também. Melhor do que ficar distribuindo atletas a torto e a direito pra clubes do interior sem a menor condição.

NO PROJETO atleticano, o elenco treinará na Cidade do Galo e ficará sob o olho gordo do dono.

PITACO. Ideia boa não tem exclusividade; tá na praça pra ser roubada e copiada.

O BEQUE LIMA, ex-Galo e Bétis de Sevilha, trata uma séria contusão na Cidade do Galo com esperança de voltar. Muita gente faz força, mas quem tá vindo mesmo é Cáceres, também ex-atleticano, do qual o clube não desistiu.

OBINA TÁ PRONTO: regularizado e com fome. Pra estrear contra o Tupi domingo, no Mineirão, basta Luxemburgo decidir tirar Evandro, recuar Muriqui e colocar o ex-flamenguista, ao lado de Tardelli.

ZÉ LUIS, no entanto, não estréia. O provável é que Correa seja mantido adaptado como primeiro volante ao lado de Ricardinho. Bobagem é pensar com essa formação o time fica exposto. Em compensação tende a ser forte, ofensivamente.

OS JORNAIS paulistas informam que Zé Luis compareceu ao Centro de Treinamento do São Paulo pra despedir-se e que se apresentará nesta sexta ao Galo pra assinar contrato.

TWITTER DO ANSELMO: O pitbull Zé Luis, 30 anos, jogou pelo Galo em 2004. Disputou 48 partidas e marcou quatro gols. Média assustadora de nada.

FALANDO EM gols, ou na falta deles, o técnico Marco Aurélio entende que o Coelho não ganhou do Galo porque finalizou muito mal. Abriu chance às especulações sobre a estréia de Fábio Júnior contra o Uberlândia, no Triângulo, neste sábado.

DIEGO RENAN que fez 20 anos esta semana mereceu homenagem do sítio da Fifa ao lado de nomes famosos como Buffon, 32; Romário,44 e o português Eusébio, 69 anos. O lateral do Cruzeiro é rotulado como uma das grandes revelações do futebol.

ZICO COMO treinador só vingou no Japão. Na Europa tem dado só vexame. Melhor então aceitar o convite da presidenta do Flamengo, Patrícia Amorim, e assumir um cargo de cartola no clube do seu coração. Chega de aventuras frustrantes.

NA APRESENTAÇÃO do novo patrocinador do Mengão – a Batavo – Patrícia Amorim disse que “Flamengo e Zico sempre tiveram uma química perfeita”

O SÃO PAULO abriu as portas ao Robinho, que agradeceu e prefere ser repatriado mesmo pelo clube que o formou. Os detalhes finais entre Santos e Manchester City estão quase prontos.

EM RAZÃO do fuso horário entre a Trincheira e os seus impávidos leitores periga eles saberem primeiro da volta do Pedalada que lerem esta nota. “Bobinho” comete outra estultice ao trocar o São Paulo pelo Peixe, com o devido respeito.


IGUAL ELE fez ao sair do Real Madrid, não aceitar o convite do Chelsea e topar jogar no inexpressivo Manchester City. O moço dorme, come, ama o vil metal.

THE GUARDIAN, que reproduz esta Trincheira em português, na gelada Londres, informou que a pressão de “Bobinho” pra retornar ao Brasil é motivada pelo interesse do Barcelona.

APÓS SEIS meses na Vila Belmiro, “Bobinho” recuperaria o velho estilo e iria jogar ao lado de Lionel Messi. Tudo é possível.

APÓS ASSAR por um bom tempo e estar quase com a validade vencida, a batata de Kleber Pereira, ex-Santos, achou pouso. A pedido de Fossati, novo treinador colorado, ele assinou contrato com o clube gaúcho.

FOSSATI, apesar de ter Alecsandro e Taíson, mais os jovens Walter e Leandro Damião, justificou que a necessidade do Inter é de um homem gol.

NÃO DEVE ter visto Kleber Pereira nos últimos jogos: fazia um gol e perdia 20. Até a torcida santista ficou de saco com ele e pediu sua dispensa.

ESTE OUTRO Kleber, o Santana, que o São Paulo repatriou tirando-o do Atlético de Madrid é bom demais. Foi bicampeão paulista pelo Santos e chega pra dar jeito no meio-campo, segundo meu neurocirurgião, doutor Romero Vieira de Castro.

AS CHANCES de sobrevivência de Salvador Cabañas, infelizmente, diminuíram outra vez. Teve certa melhora, reconheceu alguns parentes, mas a recaída de madrugada colocou-o em sérios riscos de morte. O cérebro de Cabañas tá de novo bem inchado.

Um comentário:

  1. Não entendo porque todos acham o Manchester City sem expressão , o time estava falido e está tentando ser grande denovo, considero um time medio porte no momento ( como o time do altetico , sem ofenças )
    Questão de tempo , uns 2 anos para começar a ganhar titulos de expressão.
    Vi uma declaração do jogador do santos um tal de Ganso que ja se acha um craque falando que nunca iria jogar no city , peferia o milan , real etc ... , jogador mediano e se achando , lembro dele no mundial sub-20 nao arrumou nada e andava com um acessor pra baixo e pra cima hehe

    Robinho não vai pro barcelona , o capitao do time falou que nao quer ele lá.
    E tb ele nao aceita ficar no banco

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.