sábado, 30 de janeiro de 2010

POSTADO ÁS 5 HORAS E 38 MINUTOS DA TARDE

COMO SUA EQUIPE RESERVA o Cruzeiro até que mandava no jogo contra o Ipatinga; aos 22m, veio o lance que mudou tudo: pênalti em favor do Tigre que Thiago Mathias transformou em gol. E Thiago Heleno foi expulso.

MAS VAMOS AO LANCE: Jajá, ex-Cruzeiro, driblou a defesa, o goleiro Rafael e tocou pro gol vazio. Thiago Heleno deixou sobre a linha e a bola bateu em sua barriga. O Juiz entendeu que ele salvou com a mão e deu-lhe cartão vermelho.

A TEVÊ MOSTROU tudo ao contrário: a bola bateu na barriga do zagueiro azul. Quem apita a partida: Ricardo Marques Ribeiro, aquele da Fifa, que Alexandre Kalil acusou de trabalhar para um Juiz de Direito, conselheiro do Cruzeiro. Por dois motivos, então, não devia estar ali: pela acusação feita e comprovada; e porque ele faria tudo pra provar que não tem nada com os cruzeirenses. Aí meteu os pés pela cabeça.

ADILSON BATISTA, também, pra variar, errou: com a expulsão de Thiago Heleno bastava puxar Fabinho pra zaga e deixar como estava. Tirou Guerrón e botou Pedro Ken. Chamou o Tigre pra cima dele. Francismar marcou o segundo gol, driblando de novo o goleiro. IPATINGA 2 A 0, NO PRIMEIRO TEMPO. Cara de goleada.

O QUE JONATHAN faz em campo? Não corre, não combate, não joga. Como aconteceu quando entrou em Potesi. Há algo estranho com o moço que pediu aumento de salário, após ser eleito o melhor do Brasileiro. Quer ganhar como ganhava Kleber;

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.