quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

ÊTA CLÁSSICO DIFÍCIL DE TERMINAR

JUREI-ME esquecer o último clássico, porém tá difícil porque o pessoal não deixa. Tomem mensagens atrás de mensagens, aqui na Trincheira e no blog. Selecionei as que não contêm agressões verbais e nem me acusam de apitar o jogo, só por causa das opiniões que dei a favor de ninguém. A intenção é que a Trincheira continue cada vez mais um foro de debates democráticos, sem agressões. Não estou aqui pra incentivar violência entre torcedores e contra mim; pelo menos enquanto durar a revisão do velho coraça.

ALIÁS, COMO falei sobre o mal de guardar-se a raiva e não revidar as agressões o que leva, às vezes, a AVCs como o do técnico Ricardo Gomes do São Paulo, começo essa nova sessão de pitacos com o do contumaz Gegê Angelino, presidente da Associação dos Amigos e Moradores do Santo Antônio. Aconselha ele:

“MEU BRAVO jornalista e emérito blogueiro. Eu, de há muito tempo, largo palavrório prá todo lado. No trânsito maluco, xingo mesmo, sempre com os vidros fechados e ar ligado. Afinal, nasci e me criei na Lagoinha querida, hoje completamente desfigurada pelo Pimentel, que nunca deve ter frequentado os botequins e as casas das "tias"...Xingo mesmo, cuspo maribondos quando vejo coisas erradas, dignas de um povinho mal educado e despreparado.de terceiro mundo. Até agora, o meu lado esquerdo/central tá firme, felizmente”.

Resposta: Que coragem, Gegê! Com esse tamanho todo...

DE UM DOS MEUS mais constantes editores – sem eles, o que seria de mim – jornalista WANDERLEY PANTERA – “É só para lembrar que o adversário do Atlético é do Acre e não do Pará. No mais, é sempre bom receber sua coluna. Melhor que buscar outras em jornais, onde andam escrevendo só o que agradam aos que mandam. Parabéns ao Dr. Alexandre Cassini. O que o "Luxa" fez demonstrou que nunca teve berço. E ainda conseguiu algum apoio para aquilo. Uns acham que ele é Deus e ele tem certeza. Um abraço”.

Resposta: grato, de novo, Pantera. Otrodia, Lucas Figueiredo, revelação da Alvorada, agora na CBN, corrigiu também sobre o quadro atual de vitórias do Cruzeiro sobre o Galo. Informou corretamente: “Uma pequena correção. Adilson perdeu um clássico para o Galo. 3x0 no Brasileiro do ano passado, quando jogou com o time reserva. Ganhou 9 empatou 2 e perdeu 1”.

DO LEITOR , não menos assíduo pitaqueiro, REGINALDO SOUZA – BH: “Lendo sua coluna, vi que publicou ai várias manifestações de torcedores criticando o Luxa. Começo dizendo que não sou advogado do diabo, o Luxa não é meu parente, não frequento a casa dele e nem ele a minha, não o conheço pessoalmente, mas essas criticas são injustas. Quem fica "endeusando" o Luxa é o próprio torcedor, a impressa...
Mas eu já disse isso aqui a tempos atrás, o Adilson Batista é a mesma coisa do Luxa, a DIFERENÇA É QUE O LUXA JÁ GANHOU VÁRIOS TÍTULOS, muitos
foram por méritos da sua competência. Já o Adilson Batista é arrogante nas entrevista, já acha o melhor de todos, se acha o inventor do futebol, além de antipático e não ganhou nada além de títulos estaduais. Então, para torcedores cruzeirenses, não cuspam no prato, porque se não fosse o Luxa, o Cruzeiro dos Perrelas estariam na fila até hoje do campeonato brasileiro. Outra coisa, não é novidade pra ninguém esse jeito do Luxa e vamos e venhamos: o cara sabe muito mesmo e além disso, agora esta com muito mais vontade, muito mais garra dos tempos que estava do outro lado. Portanto, cruzeirenses de plantão, respeitem o homem, ele merece e deve ser respeitado. E nós atleticanos, vamos esperar que ele faça esse nosso time campeão.

Resposta: Reginaldo, que perigo: você disse que “não é advogado do diabo...” Quer dizer que o homem é o chefe do inferno? Adilson só é arrogante quando o fazem arrogante, com raiva.

DE RONALDO Araújo Alves – BH – “Eu estava no Mineirão sábado, e garanto que a maior parte da torcida gritou o nome do Luxemburgo por respeito, eu fui uma dessas milhares de pessoas, acredito que a outra parte gritou o nome dele em gozação pra torcida do Atlético que o recebeu como si fosse o único técnico e melhor do mundo, do lado seco da lagoa vai ser sempre assim, si não mudarem o formato de administra o Clube Atlético Mineiro eles nunca irão ganhar titulos de expressão, agora nao adianta chorar no leite derramado, não venderam o Tardelli quando surgiu a oportunidade, imagina agora que ele não fez nada nesse campeonato”.

Resposta: sem precipitação, Ronaldo, no caso do Tardelli: o campeonato chegou á metade do turno de classificação apenas.

MEU COMPANHEIRO de boas viagens nos nossos tempos de Rádio Capital, José Calazans, excelente narrador, como todo bom profissional de rádio cigano, avisa que “atualmente faço parte da equipe “Os Campeões da Bola “ da Rádio Bandeirantes de Brasília (AM 1410) ,criada em homenagem à saudosa Rádio Guarani. O comando é do Ailton Dias ( que é de Governador Valadares ) .Fazem parte do grupo Ricardo Noronha, André Luiz Mendes, Expedito Moreira, Mauricio Maluí , João Bosco , Willian Soto Maior , Marcos Roberto e Wágner Terra. Em tempo: a turma de Caratinga residente na Ceilândia (Cidade Satélite de Brasília) te manda um grande abraço”.

Resposta: velho Calaza, um abração procê e pra turma de Ceilândia, também. Infelizmente, não vou este ano a Brasília lançar meu novo livro “Divinas Marias”, de poemas, como fiz com os outros. Lancei nesta última quarta em Beagá;

DE FABRÍCIO OLIVEIRA recebo a mensagem: “Procurei em todas as fontes oficiais e não verifiquei nenhuma notícia ou informação sobre punição ao trio do clássico. Como então o sr Kalil tem acesso a esta informação e a divulgou em seu twiter pessoal? agora este senhor é o porta voz da FMF? Só pra acrescentar, vários comentaristas dos canais nacionais consideraram o lance do gol do Tardelli mal anulado, porém também consideraram o gol do Atlético irregular visto o impedimento do próprio Tardelli.

“ALEM DISSO, vários comentaristas foram unânimes que, apesar do erro, o lance era difícil, visto a movimentação dos atletas, tanto que no momento ninguém reclamou com veemência (nem o Sr. Bananinha).

“ESTOU preocupado. Acho que o Sr. Kalil está fazendo pressão na arbitragem, como tentou fazer no ultimo ano. Acho que o Perrela deveria solicitar à FMF que futuros clássicos sejam arbitrados por juizes de outra federação, visto esta pressãozinha pra tentar ganhar título no grito”.

Resposta: a FMF anunciou, meu caro Fabrício, a suspensão do trio. Também sou favorável a juiz de fora. Todavia, com o conselheiro do Galo na presidência da FMF não custa ficar de olho.

DE MARCELO ANDRADE: “Isento o Flávio Anselmo porque ele sempre noticiou aqui, mas o resto, o resto, bem o resto, o resto é podre, me envergonha. Palestra ganha no juiz do Galo, e o Galo ganha os pontos de volta no tribunal. E o que mais impressiona é que ninguém noticia nada. Nada. Nada. Absurdo. Fui catar essa notícia no site do justiça desportiva do STJD: “Cruzeiro perde mais pontos”


Resposta: Pois é, Marcelo, não foi por falta de aviso e nem sou profetas do acontecido. Disse que perderia os três pontos do jogo contra o Uberlândia e mais três. Foi o que aconteceu. O Cruzeiro recorre ao STJD e perde lá, também. E a FMF insiste em dizer que não tirará os pontos enquanto não terminar a pendenga. Se fosse de time pequeno, já era amigo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.