quarta-feira, 3 de março de 2010

QUEM AGUENTA SECRETARIA DE POLÍTICO?

PREFIRO, POR ENQUANTO, aceitar a ideia de que os políticos – vereadores, deputados, candidatos, prefeitos, presidente da Loteria Mineira –não orientaram bem seus cães de guarda, instalados à frente dos telefones e nas mesas de recepção dos gabinetes. A algumas chamam de “secretarias” com poderes de estupidez, arrogância e imbecilidade superiores aos próprios chefes.

ME LEMBRO bem da história de um recruta tapado que colocaram na guarita de entrada do quartel e o oficial de dia deu-lhe a ordem: “escuta, ninguém pode entrar sem se identificar, tá certo”. Instantes depois chegou o general-comandante, naquele dia a pé, e o recruta o barrou. Nada demoveu o cão de guarda.

AS ATUAIS secretarias de políticos são assim; sem o mínimo de bom-senso. A do ex-prefeito de Caratinga, Ernani Campos Porto, que após deixar o cargo da alcaide da República, arrumou uma sinecura com o doutor Aécio. Coisa pra lá de boa. Salário alto e não tem que receber os chatos da terrinha atrás de pedidos.

COISAS ALIÁS QUE ele exerce com perfeição, escondido atrás de seus cães de guarda. Otrodia, o presidente do Sistema Divina Providência ( Cidade dos Meninos, Lar dos Meninos, etc), empresário Jairo Azevedo, perguntou-me se eu conhecia alguém na Loteria Mineira. A contragosto, porque sei como a peça é dissimulada, disse que sim.

PEDIU-ME PRA arranjar uma reunião com ele porque precisava tratar de algo urgente relacionado com o complexo social que comanda. Não consegui passar de um dos cães de guarda. Com o deputado Sávio foi diferente: Jairo teve a tal reunião, na qual Ernani encheu minha bola e disse que gostaria de conhecer a Cidade dos Meninos.

QUE AZAR! Jairo pediu-me que acertasse a agenda de ambos. Tentei duas vezes e chutei o pau da barraca.

AGORA FOI com o vereador Alexandre Gomes, com o qual devo ter trocado, se muito, meia dúzia de palavra. Mas gostei dele, porque a prima de minha mulher, Zeli, trabalhava no seu gabinete e me disse que se tratava de médico caridoso, tipo doutor Célio.

PRONTO. Passei a votar só no cara. Eu e minha família. E vários amigos que se diziam sem candidato. Não é que agora, o Jairo Azevedo me pergunta se conheço alguém da Câmara Municipal e eu digo que sim. Pensei no Alexandre.

PAREI num dos cães de guarda. Durante a semana inteira tentei falar com Sua Excelência que nem conheço direito. Expliquei a urgência da questão. Tive a resposta que ele só poderia atender-me essa semana que tá se acabando. Mas eu nem queria ir lá na Câmara. O lugar me dá urticária. Queria só marcar pro Jairo.

E AGORA? Os cães de guarda do desconhecido e escondido vereador tiraram meu conceito dele e os votos que eu dava pra ele. Este é o Brasil de hoje, minha gente. Político quer o “venha a nós, ao vosso reino nada”. Como teremos eleições esse ano, escolha bem pessoal!!!

LEIA MAIS no meu blog: www.flavioanselmodepeitoaberto.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.