quarta-feira, 16 de junho de 2010

BRASIL JOGOU APENAS 20 MINUTOS

ANTES do jogo Brasil x Coréia do Norte, durante a partida Portugal 0 x Costa do Marfim 0 atemorizei-me mais ainda: os locutores falavam que estes dois times disputavam a segunda vaga. São adivinhos?

A COSTA DO MARFIM que usou Didier Drogba apenas a partir dos 18 minutos do segundo tempo tem uma equipe forte, compacta e que joga em alta velocidade no contra-ataque. Imagino com Drogba inteiro.

PORTUGAL DE Cristiano Ronaldo decepcionou. Seu craque apenas chutou uma bola na trave no primeiro tempo, levou cartão amarelo porque encarou um guarda-roupas adversário e só. Temo por nossos irmãos além-mar, também.

AÍ VEIO O JOGO DO BRASIL, nosso time com aquele futebol cauteloso e cadenciado do primeiro tempo contra um adversário pequeno e acuado. Isso é o futebol de resultado? Não podia ser pelo menos igual ao da Argentina, ainda que esta fosse meia-bomba?

VALEU PELA VITÓRIA com certa tranquilidade por 2 a 1, apesar do placar enganoso parecer apertado. Na desconcentração de Lúcio, única falha no seu espírito de luta e determinação, os coreanos do norte marcaram. Já no final da partida, assustando todos nós, porém o suficiente pra acordar o time canarinho.

KAKÁ E LUIZ FABIANO vão merecer paciência da torcida. Não mostraram nenhuma recuperação de suas contusões sérias. Mas não se dispensa craque assim, numa Copa do Mundo. Ainda são nossas esperanças. Gostei dos 20m de lucidez de Maicon e Elano, autores dos gols e da atuação de Robinho, o único que se manteve brasileiro no duro.

COM AQUELE FUTEBOL, contudo, será insuficiente para o Brasil dobrar a força fisica da Costa de Marfim nosso adversário de domingo e que parou os portugueses de Cristiano Ronaldo na base da porrada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.