quinta-feira, 3 de junho de 2010

MALUF, ADILSON, KLEBER, FABIO E POR AÍ VAI...

HÁ UMAS 5 Trincheiras atrás eu alertei: o último a sair apague a luz. A reação indignada do presidente Perrela, depois daquela pífia atuação do Cruzeiro em Salvador, dispensando Eduardo Maluf, além de pegar todo elenco de surpresa, foi a gota dágua pra estourar a crise na Toca.

EXISTEM VÁRIOS motivos que justificam a saída de Adilson Batista a começar pelo desgaste natural com a torcida e a imprensa, um racha que já dura há bastante tempo. Na verdade, não se deve generalizar: torcida e imprensa. O certo é parte da torcida e pequena parte da crônica.

ADILSON magoou-se com a situação interna. Maluf era seu maior ponto de apoio e sentiu-se em definitivo desamparado e traído pelo amigo Zezé Perrela que não lhe antecipou a dispensa do diretor.

A MANIFESTAÇÃO de torcedores na entrada do Mineirão antes do jogo contra o Santos, pedindo a saída dos Perrelas, apenas empurrou Adilson ao anúncio de sua demissão nos vestiários. A ideia de sair já passava por sua cabeça e o presidente sabia disso.

PERRELA pediu que ele ficasse até o final do contrato. À imprensa, Zezé plantou o interesse de times árabes pelo técnico. Nada disso. A verdade é que Adilson quer mesmo é ir pro Internacional de Porto Alegre.

O GLADIADOR, conforme Zezé Perrela informou tardiamente, pois a imprensa paulista já anunciava há dias, mandou-se e confesso que não sentirei saudade dele no futebol mineiro. Acrescentou o quê?

E QUE PERRELA não venha com a história de contratar o argentino Farias, ilustre desconhecido, por que não cola. E tem mais: o Estudiantes entrou na briga; entre um e outro, claro, o argentino dará preferência em voltar à sua terra.

NÃO SE ILUDAM com o bom-mocismo do excelente Fábio. É profissional como outro qualquer. Se o Cruzeiro pagar 1,5 milhão de euros, Fábio fica. Caso contrário, voa atrás de um time europeu que precise de bom goleiro e pague os 3 milhões da multa contratual.

TWITTER DO ANSELMO. Na possível saída de Fábio sugeriram o nome de Fábio Costa, encostado (desculpem o trocadilho) no Santos. Senhor Bom Jesus tenha pena dos azuis.

LEVIR, FELIPÃO, JOEL SANTANA E NEY FRANCO formam na lista de preferência pra substituir Adilson Batista. Exceto Felipão, os demais estão empregados. Se dependesse de mim, contudo, traria correndo o caratinguense Ney Franco.

A TORCIDA, claro, pede Felipão que passou por aqui feito furacão e não ganhou nada.

FALO DE OUTRO Kleber. Aquele menino revelado no Galo e que tá emprestado ao Marítimo de Portugal. Brilhou na liga lusitana e marcou 8 gols, mas dois decisivos e que deram ao seu time uma das vagas na liga da Europa. Resultado: o Porto vem atrás dele.

GENTE NOVA é dinheiro em caixa. Vanderlei Luxemburgo sabe disso é quer revelar mais. Neste domingo, contra o Ceará, no Mineirão, o Galo mostra algumas caras novas. Vale a pena conferir.

NA DESPEDIDA de Adilson Batista o Cruzeiro estará no Serra Dourada diante do lanterna Atlético Goianiense. Qual será a reação do grupo do qual Adilson trouxe 90%?

FALANDO EM despedida o Mequinha faz sua do Mineirão neste sábado contra o Vila Nova goiano e cheio de problemas causados no jogo em São Paulo. Não terá Micão, Leandro Ferreira, Dudu e Preto, todos suspensos.

ESPEREM A SELEÇÃO de Dunga com a mesma disposição da vitória sobre Zimbábue. na próxima segunda-feira no amistoso contra a Tanzânia. Eles jogam e a gente treina sem se expor a qualquer risco.

JÁ NA ESTRÉIA na Copa do Mundo da África do Sul dia 15 de junho, contra a Coreia do Norte, em Johanesburgo, a história terá de ser outra. Sangue nos olhos e a Pátria no coração. Arre égua!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.