domingo, 18 de julho de 2010

CUCA DO CUCA FALHOU E CRUZEIRO SE SAFA NA SORTE

CUCA DO CUCA FALHOU E CRUZEIRO SE SAFA NA SORTE

Flávio Anselmo – 19/7/10

ALÉM DA SORTE e da competência do goleiro Fábio – mais uma vez – o Cruzeiro, todo embolado pelas mexidas do treinador Cuca, safou-se diante do Goiás com uma vitória sofrida (1 a 0, Gilberto aos 10m no primeiro tempo), mas nada convincente.

UMA COISA DÁ pra explicar: o gramado da Arena do Jacaré também deixou a bola viva e queimando os pés cruzeirenses.

APESAR DISSO, os celestes fizeram os primeiros 15 minutos com absoluto acerto, inclusive no belo toque de bola que culminou no gol, de pé direito, de Gilberto. Pouco depois, Gilberto deixou o meio-campo e ocupou o lugar de Diego Renan. Aí, este se enrolou.

NÃO SABIA SE JOGAVA no meio-campo, onde Gilberto passou a ir pouco ou se mantinha como ala da esquerda. Entretanto, o time de Cuca enrolou-se mesmo quando o técnico decidiu mudar assustado com as duas alterações feitas por Emerson Leão e que acordaram o Goiás de vez.

AOS 16 MINUTOS matou a opção de flanquear os contra-ataques ao tirar Thiago Ribeiro e colocar Robert. Aliás, é a única substituição prevista no calendário de Cuca. No mesmo instante, trocou Roger, apagado, por Everton. Este entrou e se apagou, igualmente.

O GOIÁS TEVE dois gols anulados. No primeiro, numa cobrança de falta inexistente que apenas o soprador Sálvio Espínola viu, Rafael Moura cabeceou. Estava impedido e o tira teima confirmou o acerto do assistente.

O GOIÁS DOMINOU o maior período após a entrada de Romerito e Douglas. Carlos Alberto, ex-Galo, que estava na lateral foi para o meio. O Cruzeiro cheio de volantes, sem armador.

CUCA FEZ questão de piorar a situação ao trocar Diego Renan, lesionado, pelo brucutu Fabinho.

GILBERTO, O MELHOR EM campo, pregou e virou apenas lateral. Aos 26m do segundo tempo, Fábio quase entregou o ouro por culpa do gramado. Bola lenta. Ele foi dominá-la pra ganhar tempo, mas a danada quicou, bateu no pé do goleiro e saiu a escanteio.

NA COBRANÇA, O GOIÁS marcou de novo com Rafael Moura, que fez falta pelas costas em Caçapa. Na base da pressão, Romerito perdeu gol feito aos 47m.

COMO SERÁ o Cruzeiro de Cuca contra o Fluminense, quinta-feira, no Maracanã?

NA HIPÓTESE DE SER o Cruzeiro deste domingo é de preocupar todo mundo. Se for o Cruzeiro que venceu o Atlético Furacão, em Curitiba, dá esperança.

TWITTER DO ANSELMO (hehehehehe): Este Sálvio Espínola é um dos melhores árbitros do País? Imaginem o pior. Socorro!!!!

TALVEZ LEONARDO Gaciba que perdeu o cartão amarelo quando se preparava pra premiar um defensor do Palmeiras, na estréia de Felipão, em Florianópolis. O jogador do Avaí Caio, que sofreu a falta, achou o cartão no gramado e o passou sorridente ao soprador.

UMA PERGUNTA que me foi feita por um primo, Ênnio Rodrigues, no Encontro da Família Pontes de Assis: “o gramado da Arena do Jacaré aguentará esta quantidade de jogos?”

COM AMERICA, Atlético e Cruzeiro canelando tanto, o gramado não suportará não...

PRA RESUMIR: o jogo foi de uma pobreza técnica de dar pena...

AINDA BEM QUE o pênalti inexistente que o juiz inventou na falta fora da área cometida por Werley foi cobrado pra fora por Chicão, que não costuma errar.

A DERROTA nestas condições seria bem mais dolorosa.

A FALTA DE OUSADIA do time na maior parte da partida e a quantidade de passes errados encurralaram o Galo. O Corinthians teve pouca coisa pra fazer: o Galo entregou-lhe o jogo.

MESMO ASSIM PAGOU o preço de ter a sorte contra. Mandou bola na trave e no gol da vitória, o Timão mostrou que a sorte estava com ele.

A BOLA CHUTADA por Bruno desviou no zagueiro Jairo Campos e enganou Fábio Costa. Azar puro...

VOCÊS ENTÃO ME perguntarão: que coisa estranha é essa; o Cruzeiro ganhou, porém jogou mal e merecia castigo, enquanto o Galo perde e teve apenas azar?

NÃO PENSEM ASSIM. Apenas gostaria de afirmar que se tem um pouco de sorte o Galo traria o empate lá de São Paulo.

NO ENTANTO, não jogou nada. Melhorou alguma coisa no segundo tempo, quando Vanderlei Luxemburgo fez entrar Diego Souza e Fabiano., insuficiente pra roubar a vitória do Curingão.

O MEIO-CAMPO foi deles; no Galo, apenas Serginho jogava. Ricardinho nada fez.

O PRETENDIDO Alçapão do Galo em Sete Lagoas será reativado nesta quarta-feira. Que o time do Luxe mostre mais vontade diante do forte Internacional de Porto Alegre.

O COELHO MUDOU DE pouso e não ganha mais. Em Sete Lagoas empatou e perdeu. A derrota diante do líder Náutico (2 a 1) machucou.

ERA A CHANCE a chance necessária para o América dar bom pulo na classificação.

2 comentários:

  1. Flávio, acompanho sua carreira jornalística há muitos anos, parabéns!
    O Cuca/Cruzeirodeu muita sorte no jogo de ontem... Jogou muito mal e não mereceu sair com os 3 pontos, porém, jogo é jogado e estes 3 pontos serão de extrema valia na busca pelo título e/ou G4!
    Meu Blog: Futebol – Paixão e Profissão
    Treinador Braccini

    ResponderExcluir
  2. Pelo comentário o Cruzeiro perdeu de goleada e o Atletico como diz o Super hoje " fora de casa, o galo perde para o lider do campeonado " , isto é, ótimo resultado, vai entender.......

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.