sábado, 10 de julho de 2010

CUIDADO FÚRIA; TODA ARROGÂNCIA SERÁ CASTIGADA!

OS ESPANHÓIS TÊM GANHADO este mundial, depois da vitória sobre os alemães, com a arrogância dos toureiros matadores no momento fatal de liquidar o Miúra já espetado e cansado pelos cavaleiros lanceiros. DE QUANDO em vez, no entanto, os deuses entram na arena e punem os arrogantes. Ou com uma chifrada nas partes baixas ou com estrondosa vaia dos sedentos espectadores que torcem pela morte imediata do touro.

NA PRIMEIRA E ÚLTIMA vez que frequentei uma arena de touros, em Madrid, constatei: diante da dificuldade do toureiro em aplicar o golpe fatal e o miúra insistia em manter-se de pé, cambaleante, a platéia pôs-se a gritar: "um canhão pra ele, arrumem um canhão pra ele". Então o toureiro deu o golpe mortal e, após cortar uma das orelhas do animal, exibiu-a ao público que não aplaudiu. Lascou-lhe sonora vaia.

OS ESPANHÓIS NÃO ACEITAM mais chamar a sua esquadra de "Fúria". Este apodo é dos velhos tempos, quando a Seleção tinha mais garra e menos técnica. Agora,são Los Rojos - os vermelhos. Jamais, em tempo algum, formou-se na Espanha um escrete tão técnico, entendem eles. POR ISSO foi campeã da Eurocopa e surpreendia com atuações abaixo do normal até ganhar da Alemanha. Agora já se sentem campeões.

A HOLANDA TREME só de pensar em nova decisão. E o pior: com um time inferior àquele de 74 e 78 quando foi vice-campeã mundial perdendo da Alemanha e da Argentina. Contudo, os do tamanco têm um time mais experiente e jogadores que, também, destemperam como o caso da Espanha. Diz a lógica que a Espanha ganha. E os deuses do futebol? Como se sentem?

NÃO LAMENTEI a derrota do Uruguai na disputa do terceiro lugar. A Alemanhã soube crescer quando o jogo virou para os sulamericanos. E os nossos irmãos da ex-Província Cisplatina não souberam segurar a vantagem. Fizeram 2 a 1 e permitiram que os alemães chegassem ao placar final de 3 a 2. Bem que Forlan quase acertou o ângulo no finalzinho e provoca prorrogação. Mas os deuses acharam que o quarto lugar tava bom para os uruguaios, últimos colocados nas eliminatórias sulamericanas.

CRUZES! Que coisa horrorosa aquele time que o Cruzeiro mostrou no jogo-treino com o Tupi. Fez 3 a 0, com destaque para os dois gols de Wellington Paulista, mas nada mostrou no segundo tempo. Não vejo com bons olhos a fórmula de dois meias com Roger e Gilberto. Canhotos, ocupam os mesmos espaços. Pra fazer três atacantes tem que ser com Thiago Ribeiro e Robert em campo. Roger ou Gilberto na meia. Além disso, Henrique tem que virar o terceiro beque, fixo na frente dos zagueiros de área e liberdade controlada pra Diego Renan e Jonathan. Se um vai, o outro fica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.