quinta-feira, 30 de setembro de 2010

SEM REZA E SEM MANDINGA NÃO DÁ

SEM REZA E SEM MANDINGA, ou pai-de-santo forte. Se não tiver a ajuda de São Judas Tadeu e de São Expedito, o Galo não dará a arrancada esperada. O tempo passa célere e o time continua desentrosado, lento e errando passes em excesso. Sem falar na sequência de lesões complicadas, sempre no início das partidas. Antes foi Diego Tardelli e contra o Ceará saiu Daniel Carvalho, o mais esclarecido dos reforços.

SITUAÇÃO CONTINUA PRETA -Não se iludam com o fato de o empate ( 0 a 0) diante do Ceará, em Fortaleza, ter reduzido a diferença com o Avaí. Este é o primeiro antes da entrada no G-4 do Mal, com 28 pontos. Seis a mais que o Galo. Só que os mineiros têm à sua frente, querendo sair, Atlético-GO (26) e Goiás (25). Sem falar no Grêmio Prudente, lanterna com 20 pontos, encostado nos 22 do Galo e que goleou o Guarani (4 a 2) na última rodada. A situação manteve-se preta...

PRA ARREBENTAR - A lentidão do Galo e os desfalques não enchem de esperança a torcida para o jogo deste sábado no Serra Dourada contra o Atlético de lá. Vamos ao lugar-comum: valem seis pontos nas contas dos estatísticos. Se vence, o Galo pula pra 25 pontos, mas ainda, fica atrás do adversário e vai depender do Goiás contra o Vasco, em São Januário. Talvez tenha uma ajuda boa.

SIMPLICIDADE E COMPETÊNCIA - Aluisio Palhares, minha posto neste dia 3, tem três legislaturas como vereador; foi eleito vice-prefeito na atual gestão pelo PMDB e exerceu o cargo de Secretário Municipal do Desenvolvimento Social. Conhecê-lo pessoalmente, como aconteceu comigo, foi uma graça. Recomendo-o à grande colônia caratinguense que não deixa de querer bem à cidade e aos meus amigos indecisos. 15615

BOAS AJUDAS - Se a vitória do Fluminense (1 a 0) sobre o Avaí ajudou ao Galo, prejudicou ao Cruzeiro. O empate como aconteceu entre Corinthians e Botafogo (1 a 1) seria melhor; desde que o Galo tivesse feito a parte dele, claro.

CELESTES FAZEM DEVER - O Cruzeiro completou oito sem derrota, das nove que mandou na Arena do Jacaré. Não deu chance ao Atlético-GO e ajudou ao arqui-rival com a goleada por 3 a 0. Porém demorou a marcar. Os goianos vieram com um monte de gente atrás e um na frente, em constante impedimento. Os mais velhos chamavam tal esquema de boca de bode: bem fechadinha.

MONTILLO DE NOVO - A teimosia de Cuca em manter Roger no banco não permitiu a Walter Montillo maior liberdade em campo. Foi severamente marcado. Nem assim se omitiu e marcou outro belo gol, em drible de corpo que deixou o beque estatelado no gramado.

CAÇAPA BRILHA - Caçapa foi outro que apareceu bem, inclusive como autor do primeiro gol. O terceiro, belo lançamento de Montillo, foi anotado pelo novato Walysson.

BUROCRACIA DERRUBADA - O Cruzeiro apresentou os laudos exigidos pelo Ministério Público. Pronto: o Parque do Sabiá já está liberado. O estádio de Uberlândia com os laudos de vistoria de engenharia e de estabilidade estrutural ao Ministério dos Esportes.

PIRATA AZUL? - Sempre criativo nos apelidos que coloca na moçada do Cruzeiro, seu time do coração, o narrador/vereador/secretário estadual de esportes, Albertinho Rodrigues, não foi nada feliz com o codinome que escolheu para o craque Walter Montillo. Pirata Azul. Ouvi bem? É isso mesmo? Por quê?

BRIGA BOA - A briga no G-3 do Bem continua ferrenha apesar de o Fluminense com a vitória sobre o Avaí subir aos 51 e colocar quatro à frente do Cruzeiro. O Corinthians com o empate diante do Botafogo não precisou mais do saldo de gols pra se manter em segundo. Tem um ponto a mais que os celestes ( 48 x 47).

LÓGICA MANTÉM DISTÃNCIA - A lógica diz que nada mudará nesta próxima rodada: o Corinthians pega o Ceará, no Pacaembu; o Fluminense visita o Grêmio Prudente. Bem, o lanterna tem pregado peças em casa: o Guarani que o diga.

VAMOS LÁ COELHÃO

Quarto colocado (atrás de Bahia, 44; Figueirense, 45 e Coritiba, 47) o Coelho tenta reabilitar da derrota em casa pra Lusa. Visita nesta sexta-feira à noite o perigoso Vila Nova, no Serra Dourada. O time goiano é o primeiro fora do G-4 do Mal, com 29 pontos. Por isso, mais perigoso ainda.

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

FÁBIO JR FEZ SUA PARTE

NOSSOS TIMES PRECISAM urgente de aprender a jogar contra adversário com 10. O América virou o placar adverso pra 2 a 1, com dois gols de Fábio Júnior, mas não soube segurar a Portuguesa que tinha um atleta a menos, por causa da expulsão do volante Glauber. E tomou a virada pra 3 a 2, na Arena do Jacaré. Caiu pra quarto lugar e interrompeu a série invicta de cinco partidas.
Com 43 pontos, o Coelho que aspirava terminar a rodada na liderança, enfrenta nesta sexta-feira o Vila Nova, em Goiânia.

DEPOIS DE GOLEAR o São Caetano, o Ipatinga passou a impressão que arrancaria. Arrancou nada. Perdeu três vezes seguidas: Asa, Coelho e ontem para o Guaratinguetá, no interior paulista, por 2 a 1. Manteve-se na lanterna da Série B a 11 pontos do primeiro time fora do g-4 do Mal. Ninguém evita este tombo do Tigre.

FALANDO EM TOMBO o Galo que se cuide hoje na primeira partida da série de duas fora que fará. Vamos lembrar: em 13 jogos, precisa ganhar oito e chegar a 45 pontos que possivelmente evitarão sua queda pra Série B. Se não ganhar hoje do Ceará, em Fortaleza, e sábado, do Atlético-GO, no Serra Dourada, complica tudo de vez.

O ARQUI-RIVAL CRUZEIRO deverá dar uma mãozinha ao Galo esta noite, na Arena do Jacaré, derrotando o Atlético-GO. Também precisa vencer pra se reabilitar do vexame contra o Santos e manter-se na luta pelo título brasileiro. Flu, com 48 pontos, líder, e Corinthians, 47, vice líder também jogam hoje e vamos secá-los. Que o Cruzeiro, no entanto, com 44 pontos, faça a parte dele na Arena do Jacaré.

terça-feira, 28 de setembro de 2010

OS DEUSES VÃO AJUDAR?

O que seria um resultado desastroso para o Galo – escrevo antes de sua partida em Fortaleza – com o Goiás, 24 pontos, derrotando o Flamengo no Serra Dourada por 1 a 0 e saindo do G-4. tornou-se tão doce quanto mamão com açúcar a partir do gol feito por Deivid aos 46m do segundo tempo, determinando o empate de 1 a l. Aí o Mengão e o Goiás, tanto quanto o Galo, continuam ameaçados e brigando pra fugir do rebaixamento.

VASCO SALTA ALTO

O Vasco, em São Januário, não tomou nem conhecimento daquele Santos que enfiou 4 a 1 no Cruzeiro. Venceu por 3 a 1 e, no momento, livrou-se do perigo de ser passado pelo Flamengo e ficar colado na zona do rebaixamento.

AMERICA CURIANGO

O resultado final do América e do Ipatinga só comento amanhã. Seus jogos começaram ás 10 da noite e não sou curiango pra ficar até de madrugada acordado. Até a hora que acompanhei ambos perdiam por l a 0.

O MOÇO DE CARATINGA

Visto que o Aluisio Palhares não colocou no seu “santinho” o trabalho que mantém numa chácara perto de Caratinga, na recuperação de drogados, vou respeitar sua decisão. É uma das figuras mais queridas da minha cidade por sua competência, honestidade, e trabalho social. Tem três legislaturas como vereador; foi eleito vice-prefeito na atual gestão pelo PMDB e exerceu o cargo de Secretário Municipal do Desenvolvimento Social. Ao conhecê-lo pessoalmente, qualquer pessoa apaga este currículo e se entusiasma apenas pela simpatia e simplicidade de Aluisio Palhares. Recomendo-o à grande colônia caratinguense que não deixa de querer bem à cidade e aos meus amigos indecisos. 15615

COELHO NELES

A SIMPÁTICA Lusa do Canindé - como apreciam chamá-la os colegas da Paulicéia Desvairada - que tanta gente boa revelou para o futebol brasileiro: Djalma Santos, Servílio, Brandãozinho, Pinga, Dener, Julinho Botelho, Ipojucan, Dioga, Ricardo Oliveira e por aí vamos, que me perdoem: tomara que o América a atropele esta noite na Arena do Jacaré. E espero, tb, estar acordado pra acompanhar tudo nas transmissões de nossos intrépidos narradores de rádio.

AS PESSOAS que me perguntam porque a rodada do Brasileiro começa hoje à noite não se lembram que domingo, dia 03 de outubro, tem eleições em todo País. Graças a Deus que metade da populaçao não se envolveu na politicagem de baixo nível de alguns famosos candidatos à Presidência. Enquanto os caras se xingam vamos curtir os dois jogos da Série A: Vasco x Santos; Goiás x Flameng0. Cara, tem adrenalina nesses confrontos pra dar e vender. Beleza.

ABAIXO curta a nova charge de Edra. Cada dia, este caratinguense ilustre aumenta o furor de nossas gargalhadas.

Charge do Dia

LINGUA PRA FORA

WALTER MONTILLO e Ernesto Farias, conforme leio no Portal Uai, andam assustados com a correria dos tupiniquins. Ô loco! Nós é que estamos impressionados com o fôlego de Montillo. E olha que ele disse que só agora viu a realidade do Brasil. Esperava encontrar um esquema mais cadenciado, bem diferente da Argentina e do Chile.
DEPOIS DE DEZ JOGOS
Para o craque Walter Montillo, já considerado destaque no Brasileiro, sua ficha caiu apenas após 10 jogos como titular. No seu caso, a exigência é maior e tem trabalhado mais que os outros; a bola chega-lhe a todo o momento. Por isso, penso que a dupla Montillo e Roger não deve ser desfeita. São corda e caçamba. Um descansa o outro.
LEÃO FARIAS
Ernesto Farias veio precedido de alguma fama. De goleador experiente, principalmente. Justificou. É um leão dentro da área adversária. Este foi o que mais se surpreendeu com a correria do futebol brasileiro. Até agora fez sete jogos, cinco de titular e marcou três gols. No entanto, teve dois mal anulados.
TINHA PACHANGA
Segundo o Portal Uai, Montillo e Farías acreditavam, realmente, que o nosso futebol brasileiro era igual uma “pelada” ou com uma boa dose de “pachanga”. Na nossa língua, essa coisa aí é comparada com a nossa dominical “pelada”. Cuca aproveitou do seu bom humor e brincou: “eles esperavam que aqui tivesse mais pachanga. E não tem pachanga coisa nenhuma, o bicho pega”

ARENA ESVERDEADA

Tire o pijama ô seu americano de m. Seu time tá no G-4 da Segunda e precisa muito de seu apoio esta noite na Arena do Jacaré contra a indigesta Portuguesa. Não dá pra fazer uma forcinha e em vez de mentir pra mulher que vai ao jogo e toma outros rumos desta vez você vai,realmente, pra Arena gritar coelho, coelho nos ouvidos dos paulistas. Encontramos lá.

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

COELHO FIRME RUMO Á ELITE

Após vencer o Ipatinga, sábado, lá no Vale do Aço ( 2 a 1) o Coelho entra firme na arrancada de volta à divisão de elite. É o segundo tempo, entre os mineiros, com a melhor campanha no Brasileiro. Está em terceiro lugar com 41 pontos, enquanto o Cruzeiro, na mesma posição – na Série A – tem 44. Entusiasmado, o técnico Mauro Fernandes pediu a presença da torcida nesta terça-feira na Arena do Jacaré no confronto indigesto contra a Portuguesa.
CADÊ A TORCIDA?
Aí o bicho pega, caro Mauro: no Independência a marca do América era 1.500; na Arena não tem passado de 700. É de se esperar que a turma arranque os pijamas desta vez ou, realmente, vá ao estádio fugindo da mentira que contam às esposas em casa.
ENCONTRO NA SEGUNDA.
“Vamos nos encontrar na Segundona!” Esta expressão de desespero é do atlético Antônio Sérgio, dentista da OAB, e que cuida da minha alva e completa dentadura natural. Além da sua paixão profissional que exerce com abnegação sacerdotal – e, claro, da família – o Galo ocupa o espírito do doutor Antônio Sérgio quase tanto quanto o do seu colega, doutor Arlen, que livrou-me de uma terrível dor por infecção de canal.
JOGARAM A TOALHA
Segundo doutor Arlen, “Antônio Sérgio é mais doente do que eu”. Porém ambos me confessaram que jogaram a toalha com o Atlético. Por que, meus amigos? Faltam ainda 13 jogos ou 39 pontos.
EXEMPLO DO FLU
Não adianta em rebuscar o exemplo do Fluminense ano passado que de caído fez-se em pé após uma vitória inesperada sobre o Cruzeiro no Mineirão e partiu pra uma recuperação histórica. Ou do Flamengo, que estava lá em baixo e disparou até chegar ao título já no meio da competição.
VENCER OITO
Nos 13 jogos que faltam, o Galo precisa chegar a 45 pontos e escapar do rebaixamento. Tem 21 e tem, portanto, de ganhar oito jogos, ou 24 pontos. Ou pra ser mais seguro vencer nove.
O MOMENTO ASSUSTA
Aos incrédulos, o momento não abre nenhuma perspectiva de que o Galo conseguirá tal objetivo. Ainda mais derrotado em casa como aconteceu neste domingo para o Grêmio (2 a 1).
SAUDADE DO MINEIRÃO
Doutor Antônio Sérgio defende a tese que ganha corpo na torcida: o time ressente a ausência do Mineirão e não se adaptou à Arena do Jacaré, ao contrário do Cruzeiro e do América. O atleticano Chico Maia cospe marimbondos quando ouve ou lê isso.
SEM TARDELLI
No confronto contra o Ceará, em Fortaleza, quinta-feira, Dorival Júnior não terá Diego Tardelli que sentiu depois de marcar o gol contra o Grêmio. Perda complicada, num momento tão importante.
NÚMEROS BOBOS
A interrupção da série invicta do Cruzeiro, ou a perda do título de melhor visitante até agora do Brasileiro não têm nenhuma importância na busca do título. O que assusta foi a atuação horrorosa da equipe contra o Santos, a goleada que sofreu e que restringiu o saldo de gols.
VIÓRIA TRICOLOR TAMBÉM
Claro que a vitória do Fluminense, em Salvador, sobre o Vitória (2 a 1) incomodou. Recolocou o Tricolor na liderança outra vez com boa vantagem: 48 pontos contra 44 dos celestes. No meio, o Corinthians derrotado pelo Inter, na Beira Rio, por 3 a 2, num jogaço, com 47 pontos.
EXPLICAÇÕES
Quem menos tem explicações a dar é o estreante Dorival Júnior. Mal teve tempo de conhecer os rapazes e já estreava, por opção própria, contra o forte time do Grêmio. Cuca sentiu-se decepcionado como a torcida azul.
APENAS RAZOÁVEL
A equipe esteve razoável no primeiro tempo apesar de levar 2 a 0, fez 2 a 1 e estava perto do empate porque o Santos jogava com 10. Que tristeza! Bateu apagão geral e sofreu a goleada de 4 a 1.
DIA PRA ESQUECER
Para Cuca, foi um meio tempo em que tudo deu errado. Aceitou a derrota por causa do apagão do time nesta fase, “nós nos desorganizamos; quando estava 2 a 1 ficamos mal posicionados e então vieram os outros dois gols em jogadas individuais e falhas nossas”.
DEUSES DORMIRAM
Cuca lembra que “tentei jogar a equipe pra frente o máximo possível, dentro de uma condição que o jogo oferecia, por ter um jogador a mais, mas não fomos felizes. Tirei Diego Renan e Fabinho, amarelados, e botei mais gente pra frente. Não adiantou nada”. É, Cuca, existem dias em que os deuses dormem na hora dos nossos jogos. Amém.
PALHARES
Prometi a mim mesmo que não usaria esta Trincheira pra falar de política, em que pese a enxurrada de mensagens provocativas. Apago todas sem ler. Contudo, abro espaço ao meu conterrâneo Aluisio Palhares, vice-prefeito de Caratinga, e moço que merece ir longe.
ESTADUAL 15615
Aluisio é candidato a deputado estadual, 15615, e avalizado por uma obra assistencial em recuperação de drogados, na Terrinha, que é fantástica. Por mim, eu lhe daria logo Prêmio Nobel. Não posso, dou-lhe meu voto e se você estiver sem candidato vote nele. Este eu conheço de sobra, e a obra dele, também.

REFORÇO DE ENCONTROS
Vocês podem encontrar comigo, também, no meu blog WWW.flavioanselmodepeitoaberto.blogspot.com ou no twitter - @fganselmo

domingo, 26 de setembro de 2010

NA ESTREIA DE DORIVAL O GALO PERDE DE NOVO

O ESTREANTE DORIVAL JUNIOR não teve nada a ver com a derrota diante do Grêmio hoje por 2 a 1, na Arena do Jacaré. Afinal, assumiu o time há três dias. De tudo ruim, por que o Galo foi pra vice lanterna a 5 pontos do primeiro caído e a 7 do Flamengo, primeiro fora do G-4 do mal. Sua situação só piora. Em 13 partidas, precisa vencer 8 pra balançar na tábua de salvação. Após levar 2 a 0, o time reagiu e fez seu gol. O empate foi esperado pela pressão do Atlético, mas os velhos erros de ataque se repetiram e o placar ficou mesmo em 2 a 1, com o Grêmio no final tendo a chance do terceiro e Fábio Santos chutou na trave. Agora o Galo pega o Ceará, que apanhou de 5 a 0 do Avaí, em Florianópolis. Esta partida decisiva será quarta-feira e no mesmo dia o Cruzeiro pode ajudar o seu arqui-rival derrotando o Atlético-GO na Arena.

O Flumiense voltou à liderança com 48 pontos e o Corinthians é o segundo com 47. A acachapante derrota diante do Santos (4 a 1) botou o Cruzeiro mais longe dos líderes. Tem agora 44 pontos e o Internacional encostou com 41.

DORIVAL JÁ COMANDA O GALO HOJE

O novo técnico do Atlético, Dorival Júnior, contratado até o fim de 2011 e que estreia já na partida contra o Grêmio, hoje, às 18h30, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. Ganhou mais conceito com a torcida. Chegou, e com a pressa que o tempo exige, botou logo a mão na massa. Excelente. O time está em situação delicada na tabela, ameaçado pelo rebaixamento no Brasileiro, ele só vê uma saída para evitar o pior: mostrar dedicação e comprometimento total com o clube.

Na busca por uma vaga na elite do futebol brasileiro, o América mantém uma campanha excelente na Série B do Campeonato Brasileiro. Ontem o Coelho passou por cima do Tigre, lá em Ipatinga, por 2 a 1.

O resultado manteve o América-MG agora com 43 pontos em terceiro lugar na classificação. Atrás do Coritiba (46) e Bahia (44). Já o lanterna Ipatinga (18 pontos) dez pontos atrás do Vila Nova, primeiro clube fora da zona de rebaixamento, parece terminal, condenado.
A próxima rodada da Série B, o América recebe a Portuguesa, na Arena do Jacaré, enquanto o Ipatinga visita o Guaratinguetá, no interior paulista. Os dois jogos na terça-feira à noite.

sábado, 25 de setembro de 2010

COISA FEIA, CRUZEIRO!!!

O CRUZEIRO não perderá o terceiro lugar após a goleada sofrida diante do Santos (4 a 1) na Arena Barueri e poderá manter-se na mesma situação caso o Corinthians seja derrotado pelo Internacional, em Porto Alegre e o Fluminense pelo Vitória, em Salvador. Porém, como justificar a covardia de Cuca deixando Roger no banco e entrando com um esquema mais defensivo. Colocou Fabinho na vaga de Henrique, tudo bem, mas por que Everton na de Roger? Por quê trocar Diego Renan por Robert, ainda que o menino estivesse amarelado? O Cruzeiro perdia por 2 a 1. Acabou levando mais dois gols de um time com apenas 10 em campo.

O GOLEIRO Fábio tem crédito pro resto da vida no clube, mas hoje não foi o seu dia. Falhou nos quatro gols do Santos. Falhou por serem bolas defensáveis, ou lances nos quais ele não erra jamais. Estamos acostumados a ver o Fábio infalível. O São Fábio. Hoje não foi. Como tb não foi Walter Montillo o herói dos 9 jogos anteriores. O Cruzeiro perdeu a invencibilidade de 9 partidas.
No primeiro tempo até que foi bem. Mandou bola na trave e teve um gol de Ernesto Farias mal anulado. Ele não estava impedido.

AS VITÓRIAS DOS GOIANOS - Atlético-GO sobre o Grêmio Prudente ( 3 a 0) em Goiânia e do Goiás pelo mesmo placar sobre o São Paulo, no Morumbi, derrubou, pór enquanto o Avaí pro buraco negro e fez o Galo descer pra vice lanterna. Mas estes dois jogam hoje: o Avai pega o indigesto Ceará, na REssacada, e o Galo enfrenta o Grêmio na Arena do Jacaré. 0s barrigas verdes se vencerem saem de novo do buraco e o mineiro fica na porta de sair, com 24 pontos. Então, o outro Atlético, de Goiás, retorna ao G-4 do mal.

QUEM SABE o Dorival Júnior funciona como pé quente neste domingo. Quero lembrar que a Trincheira, meu twitter e o blog anunciaram na noite da queda de Vanderlei que Dorival viria. Que Maluf já havia conversado com ele, antes de Luxa ser demitido. Quem me contou? Um galinho garnizé de folga no terreiro do Galo....

Charge do Dia

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

GALO DISPENSA LUXA E CORRE ATRÁS DE DORIVAL

SE NÃO FOSSE A péssima campanha do Atlético no Brasileiro, enfiado há 15 rodadas na zona do rebaixamento e um forte candidato ao descenso apenas a goleada que sofreu do Fluminense nesta quinta-feira, no Engenhão, por 5 a 1 seria o suficiente para dispensar Vanderlei Luxemburgo e sua Comissão Técnica. No primeiro tempo, apesar de entrar em campo pessimamente escalado com o fraquissimo Cruz na lateral-direita; os brucutus Zé Luis e Alê como volantes, sendo que Zé Luis vem de longa inatividade, mais Serginho e Daniel Carvalho de armadores, o Galo resistiu. Chegou a dar pressão no Fluminense que esteve mal.

Levou l a 0, gol do zagueiro Leandro Eusébio que subiu sozinho e mais alto que Réver. Conseguiu empatar com um gol de falta de Daniel Carvalho que estava bem no meio-campo. Mas levou 2 a 1 num frango de Fábio costa traído pelo gramado ruim do Engenhão, num chute de Carlinhos de fora da área assistido pelos dois brucutus do meio-campo. No segundo tempo, Vanderlei fez as besteiras maiores: tirou Obina e colocou Diego Souza. Dose pra cavalo. Pior: botou Daniel Carvalho no meio dos beques tricolores. O armador sumiu. Depois trocou Serginho por Neto Berola e deixou Alê, amarelado, em campo. Resultado: saiu o segundo cartão e Alê foi expulso. Com 1O se já estava fácil o jogo pro Tricolor ficou como empurrar bêbado ladeira abaixo. Aí, depois da porta arrombada, Luxemburgo resolveu botar a tranca. Tirou Zé Luis e colocou Werley, com quem devia ter entrado desde o início. Com facilidade, com liberdade para Conca e Deco, e com Carlinhos (autor de dois gols) e Mariano à vontade pra atacar, o Fluminense meteu logo 5 a 1 no dispensado Vanderlei Luxemburgo.

ALEXANDRE KALIL que jurou de pés juntos manter Vanderlei até o final,. alegando que aqueles que atolaram o Galo teriam de tirá-lo do atoleiro, não cumpriu a ameaça. Mandou embora o treinador mais caro do País e vai morrer numa multa rescisória de na pior das hipóteses de R$ 7 milhões. Parece que não é chuva pra quem tem capote!!!!!

DEPOIS do desastre, a Trincheira apurou que Eduardo Maluf, até então mais sumido que nota de 100 dólares no bolso do titular deste blog já teria conversado com Dorival Júnior, sem clube, jurando não deixaria Kalil contratar Neymar. Maluf e Dorival trabalharam juntos no Cruzeiro. Sem dúvida este deve ser o novo técnico do Galo. O esperado anjo que haverá de tirar o glorioso CAM do buraco negro antes que seja tarde demais.

Convém aproveitar: na mesma noite de quinta, o Vitória enfiou 3 a 0 no Avaí e jogou os catarinenses pra perto do Galo.

ATÉ MARIANO É CONVOCADO. NEYMAR NÃO

MANO MENESES CONVOCOU sua seleção para os amistosos de outubro e deixou Neymar de fora. Justificou: quando o futebol-arte voltar, Neymar volta. O goleiro Fábio, do Cruzeiro, foi outro esquecido. Melhor para o seu clube. Mas o beque Rever foi chamado. O melhor zagueiro do Galo. Azar do Luxemburgo. Só busco explicação pra convocação de Mariano, aquele jogador meia-bomba do Ipatinga, Atlético e Cruzeiro e que resolveu aprontar uma correria desenfreada no Fluminense. Zero pro Mano.

Mas gostei de ver os meninos Elias, do Corinthians; Giuliano, do Internacional e Neto, goleiro do Atlético Paranaense, convocados. Aqui e no caso de Neymar, DEZ PRO MANO MENESES.

APITO AMIGO CONTRA CEARÁ

Sob os auspícios dos árbitros, dos deuses do futebol ou da competência tática e da qualidade individual o Cruzeiro segue em frente no Brasileiro. Apesar de a força contrária da mídia maior tenho comigo que o gás corintiano e tricolor não será suficiente pra afastar os celestes da briga do título.

PINTA DE CAMPEÃO

Se o excelente Jucilei viu o seu Corinthians com pinta de campeão após a vitória sobre o Santos (3 a 2) na Vila Belmiro, as contingências do jogo Cruzeiro x Ceará, na Arena do Jacaré, reafirmam a preferência dos deuses do futebol.

APITO AMIGO

Poucos dias após ser esquartejado por uma arbitragem indecente, no Engenhão, diante do Botafogo o time de Cuca foi adocicado por um apito amigo sergipano, em casa, contra o Ceará.

JOGO SEM VENCEDOR

O confronto caminhava para um final sem vencedor. Aos 38m, o sergipano Cláudio Francisco Lima e Silva interpretaram como pênalti o toque de braço aberto do beque cearense. Walter Montillo que aparecia pouco diante da forte marcação fez o gol.

ASSALTO AOS CEARENSES

Antes do outro argentino Ernesto Farias selar a sorte dos cearenses com 2 a 0, o apito amigo pegou os vizinhos do sergipano. O meia Geraldo entrou livre, driblou Fábio e foi pego num impedimento inexistente. Depois um atacante cearense chutou de fora da área e alguém da zaga do Cruzeiro abriu os braços. Lance igual ao favorável. Neste o árbitro interpretou como lance normal. E por fim, o gol anulado. Seria o de empate. Não houve impedimento do atacante cearense.

Que decepção seria um empate ou a derrota azul na Arena do Jacaré agora!!

VIROU G-3

A Confederação Sul Americana de Futebol tirou uma vaga na Libertadores do futebol tupiniquim, conforme vocês todos já sabem. No Brasileiro o G-4 virou G-3 e deve permanecer assim, ainda que a CBF prometa lutar pra voltar ao esquema antigo.
O problema é que o Brasil já tem duas vagas garantidas com o Internacional, campeão continental, e o Santos, campeão da Copa do Brasil.

BRASILEIROS DEMAIS

De repente, ganha outra com a Copa Sul Americana, em andamento. Com os quatro do Brasileiro, seríamos sete. Ou seja, outra competição nacional, enxertada de estrangeiros. A Comenbol que evitar isso na canetada. Tem lá suas razões...

SABIÁ INTERDITADO

Não façamos bicho de sete cabeças da interdição do Parque do Sabiá. O Ministério Público cumpre seu papel de zelador das normas legais. Basta a Prefeitura de Uberlândia apresentar ao Ministério dos Esportes laudos de vistoria de engenharia e de estabilidade estrutural que o belo Parque voltará às atividades.

CARATINGA NA SELEÇÃO

Mano Meneses, treinador da Seleção Brasileira, deu outra dentro ao chamar o caratinguense de Vargem Alegre, Ney Franco, pra ser coordenador das seleções de base da CBF e técnico do Sub-20 que buscará no Sul-Americano do Peru, em 2011, uma vaga para as Olimpíadas de Londres, em 2012.

PUNIÇÃO EM CAMPO

Neymar derrubou Dorival Júnior, que, inexplicavelmente, abriu mão de uma multa de R$ 2 milhões pra deixar o Peixe e está com um pé no São Paulo. Terminada a partida, com a vitória corintiana (3 a 2), Neymar deixou o gramado correndo, blindado e sumiu. Quem nasceu pra Neymar, mesmo no Santos, o máximo que chega a ser é Robinho. Pelé nunca.

TODA MINAS COM O GALO

Uma vitória do Galo hoje à noite diante do Fluminense, no Rio, fará a alegria de várias nações: corintianas, cruzeirenses, botafoguenses e da própria nação atleticana em que pese o time não sair do buraco negro. Sei lá, algo de me diz que a reação começa hoje. Tá quente...

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

KALIL AVISA: LUXA VAI ATÉ O FIM

Incisivo, mas sem arroubo e sem perder a paciência, Alexandre Kalil respondeu as perguntas na coletiva que promoveu com a Imprensa na Cidade do Galo e garantiu que o bom senso lhe diz pra não mudar a comissão técnica no que concordo inteiramente. Não é só questão de bom senso, mas de inteligência mesmo. Quem resolveria no momento esta difícil questão a não ser o próprio treinador responsável pelo time encontrar-se no buraco?

QUEM PARIU MATEUS...

Que o embale. Alexandre Kalil, Vanderlei Luxemburgo e os jogadores são os operários da obra mal acabada. Que a terminem. Perfeito. Como não temos culpa no cartório, vamos acompanhar de longe os acontecimentos. Porém, sem inventar, especular e projetar.

KALIL INDIGNADO

O presidente do Galo ensaiou fechar a cara e soltar os cachorros. Ficou apenas na indignação sobre as notícias de que Luxemburgo só não foi dispensado por causa da multa rescisória. A Trincheira especulou sobre o assunto, como não mereceu contestação, entendeu que estava no caminho certo. Só não conseguiu chegar ao valor, se R$ 7 milhões ou R$ 14 milhões.

TURMA DA BATUCADA

Kalil achou tudo um absurdo, tão absurdo quanto se informar que os atletas fizeram batucada no avião após uma derrota. E se fizeram, qual é o problema? Delegação de futebol reage assim mesmo, no samba. Quer coisa melhor pra se espantar a tristeza e a desunião de grupo? Será que o Galo não tem necessitado de mais samba, mais batucada e menos bate-boca entre atletas?

SERENIDADE AGORA

O presidente atleticano confia – e com razão – que a união de todos tirará o Galo desta situação. “Os fantasmas estão aí e com razão. É o momento de ter a serenidade de aceitar todo tipo de mentira e maldade que se faça com a gente, porque nós criamos isso. Nós vamos nos abraçar aqui dentro. Ninguém aqui colocou o Atlético nesta situação sozinho, inclusive, o presidente”

LUTAR CONTRA TUDO

Seria importante registrar, também, esta declaração de Alexandre Kalil, visto que ela precisa chegar ao coração do torcedor: “Ninguém vai sair desta sozinho. Só vamos sair desta situação desconfortável nos abraçando. Todo tipo de investigação foi feito aqui. Se Deus nos reservou um destino tão cruel, é coisa Dele. Vamos lutar desesperadamente contra isso”.

CHAVES DO CLUBE

Acusado de entregar as chaves do clube ao técnico Vanderlei Luxemburgo, Kalil respondeu que participou de todo o processo. Quem insinua que tem alguém mandando mais do que ele, disse Kalil, conversa besteira. E completou: “não vou fazer gracinha de fazer o que a torcida quis, porque fiz o que eu quis. Não é hora de covardia, mas de cada um assumir a sua culpa”.

TRÊS REFORÇOS

Com certeza, tirante Rever, os reforços prometidos para o jogo de hoje à noite contra o Fluminense, no Engenhão não fazem o torcedor ficar tranquilo. Pra escapar do rebaixamento, o Galo precisa de 27 pontos, ou seja, nove vitórias nos 15 jogos restantes. Conseguiu até agora apenas seis em 23 rodadas. Com Rever, Rafael Cruz e Zé Luis, o Galo começa hoje no Rio esta arrancada?

PEIXE DÁ ASAS AO MONSTRO

Porque insistiu em manter Neymar fora do time, também, contra o Corinthians o técnico Dorival Júnior perdeu o emprego. Agiu errado a diretoria santista. Deu mais força, ainda, à indisciplina de Neymar, em que pese este filho da Dona Geralda entender que o melhor caminho seria punir o atleta no bolso e não o time com seu afastamento. Dorival pagou pra ver e caiu.

COELHO DISPAROU

Depois de um primeiro tempo de dar sono, o Coelho voltou encapetado no segundo tempo e meteu uma sonora goleada no seu xará de Natal: 4 a 1. Fábio Júnior, a estrela da companhia, Leandro Ferreira, Irênio e Chiquinho marcaram os gols americanos. Quem segura este time agora?

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

AZAR TAMBÉM CONTA

CONCORDO com a entrevista que Alexandre Kalil deu para um blog paulista no qual ele reclama, também, da falta de sorte do Atlético. Cita o jogo contra o Vitória, com 10 homens em campo desde os 27m do primeiro tempo. Nesta partida, o Galo chutou 27 vezes a gol - segundo estatística ele - e marcou 2 vezes. Os baianos chutaram 5 e fizeram 2 gols. As bolas atleticanas ou vão na trave ou nas bundas dos defensores adversários.

ESSE AZAR, caro Kalil, é reconhecido como ânsia, pressa, pressão, necesssidade de fazer. Em situação normal nada disso aconteceria. O Atlético brincou de jogar futebol após conquistar o título mineiro e apesar de cair na Copa do Brasil não prestou atenção que teria o Brasileiro pela frente. Planejou mal a continuação do ano e o que viria após o Mineiro e a Copa do Brasil. Quando acordou do sonho e quis trocar o desarrumado, suficiente pra ganhar mal o Mineiro, era tarde. O avião estava lá em cima.

NÃO TINHA nem uma base boa como acontecia no Cruzeiro. Desesperado e caindo pela tabela deixou-se dominar pela ansiedade e a necessidade de vencer. Aí o gol adversário encolhe e o seu fica imenso. Não há goleiro que consiga defender balisas tão imensas! Dificilmente o Galo conseguirá uma sequência vitoriosa, por exemplo, como tem o Cruzeiro. Terá de pensar jogo a jogo, degrau a degrau até se ver livre do perigo do descenso. Depois agradecer a Deus se conseguir tal feito. Sua sequência agora é infernal. Pegar o Fluminense, na vice-liderança, após ficar disparado na liderança e agora em evidente queda, é terrível pro Galo. Dizem os crédulos que é nesse momento que a mística da camisa alvinegra surge. Bem, não surgiu até agora...

ALGUMAS COISAS estão comprovadas no Cruzeiro: Jonathan ainda é o titular definitivo, porque oferece mudanças táticas; ou defender ou atacar. Léo e Edcarlos tem que ser a zaga titular, com Fabrício e Henrique na frente deles, mas apenas Fabrício soltando-se mais. Na lateral esquerda, ninguém melhor que Diego Renan, ou no ataque ou na defesa. Tanto faz pênalti - mal marcado - como sofre - bem marcado; Walter Montijo e Roger formam excelente par de armadores. Qualidade pura. Thiago Ribeiro e Ernesto Farias, por enquanto, ou Wellington Paulista aqui, bom ataque. Portanto, Cuca não invente nada além disso. Esse negócio de encher o time de brucutus e beques é pra time pequeno que não quer conquistar título.

AMERICA X AMERICA-RN às 10 horas da noite em Sete Lagoas é um convite ao fracasso financeiro que só a Rede Globo e o Sportv insistem em enfiar na goela da gente. Em troca de quê este horário? Por que o jogo será transmitido pra Natal depois do beijo final da novela das oito que começa às nove? É de rir: rs,rs.rs.rs.rs.rs

domingo, 19 de setembro de 2010

NOVA DERROTA COLOCA GALO EM PERIGO

AGORA sim, com esta nova derrota em casa, contra adversário direto, o Galo passa a correr sério risco de descenso. Não me venham com a história que bato no óbvio, pois todos sabem disso há tempos. Faltam agora 15 rodadas ou 45 pontos. O Galo precisa, como qualquer outro de passar dos 48 pontos pra assegurar a vaga na Elite. Como tem 21 terá de ganhar 25 pontos, talvez até de 30. Dez vitórias em 15 partidas. Os adversários mais fortes virão daqui pra frente. A derrota por 3 a 2 neste domingo na Arena do Jacaré decepcionou a todos que confiavam no pacto feito entre os atletas. A torcida fez a sua parte e compareceu em bom número. O time fez feio. Em 15 minutos levou 2 a 0. Só melhorou quando o Vitória teve um zagueiro expulso, aos 27m do primeiro tempo. Aí o Galo fez seu primeiro gol com Daniel Carvalho. No segundo tempo, com a vantagem de um homem a mais, o Atlético chegou ao empate de 2 a 2. Porém, levou o terceiro gol e não teve mais força pra empatar.
As desculpas de Vanderlei Luxemburgo foram as de sempre, que o torcedor assustado com a possibilidade de nova queda pra segunda divisão, não aceita mais...

sábado, 18 de setembro de 2010

CARECA PARANAENSE ROUBA DE NOVO DO CRUZEIRO

A GENTE FICA que nem mulher de malandro apanhando deste juiz paranaense Heber Roberto Lopes. Não se cansa d "roubar" dos mineiros. Cruzeiro e Atlético são vítimas dele, exceto quando a partida é aqui e então ele afina. Hoje no Engenhão ele escandalosamente furtou um gol do Cruzeiro, naquela bola cruzada por Diego Renan e mandada as redes por Ernesto FArias. A bola não saiu e ele anulou o gol e deu tiro de meta. O pênalti de empate do Botafogo foi fora da área conforme mostrou a televisão. Diego Renan fez a alavanca em Maicossuel fora da área. Na verdade, nem falta houve.

DE QUALQUER FORMA, Cuca, também, na sua recaída de trocar atacantes por beques teve tanta culpa no empate quanto o árbitro. Ao tirar Thiago Ribeiro - mesmo jogando nada - e colocar Gil cometeu o erro da falta de ousadia. Com Rômulo no banco deveria tê-lo colocado em campo.

E O IPATINGA hein? Enfiou 4 a 1 no São Caetano, porém continua na reserva. O Corinthians venceu o Grêmio Prudente por 3 a 0 e subiu à liderança. O Cruzeiro é o terceiro, ainda, mas bem que o Flamengo poderia ajudá-lo amanhã, domingo, no Fla x Flu.

OUTRA COISA: o sANTOS não perdoou Neymar. Afastou-o do jogo deste domingo e amanhã, segunda feira a diretoria se reúne de novo pra decidir de aumenta a punição por tempo indeterminado. Isso é punição ao time, também. Multa pesada seria a melhor punição.

VIVA ANINHA FLAVIA

UMA DAS MINHAS princesas, Aninha Flávia, filha de Flávio Júnior e Fabiana, faz hoje 6 aninhos. Uma gracinha. Linda como qualquer manhã de primavera com muito sol. Que ela seja sempre assim, pra alegria deste Vovô Coruja

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

PERDOEM O MENINO

COMO qualquer menino levado ao sentir que a arte provocou reação na Mamãe e no Papai, Neymar tratou logo de convocar uma coletiva de Imprensa pra pedir perdão aos atingidos. Desculpou-se com Dorival Júnior, com o capitão do Santos, Edu Dracena e com os demais companheiros. Claro que com a torcida, também, que não apoiou sua indisciplina. Porém, tem de agradecer à Mamãe na noite dos acontecimentos acessou a Internet e disparou twitter para todos os lados dizendo que aquele não era o Neymar que havia criado. O melhor seria: que está criando.

NESTA ONDA toda, com certeza, houve um telefonema para Mano Meneses, técnico da Seleção Brasileira, que tb puxou as orelhas de público do jovem craque. Lá fora, na Europa, o destempero de Neymar chegou aos clubes visto que a imprensa do Velho Mundo deu boa cobertura ao acontecimento. Poisé.......

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

CONTINUA TUDO AZUL

SE O PÃO DO Galo só tem caído com a manteiga pra baixo, seu arqui-rival Cruzeiro vive de sopa com mel. A 22ª rodada também foi excelente pra ele. A vitória do Corinthians (2 a 1) sobre o Flu não permitiu que os cariocas disparassem. Os dois continuam líderes, mas o Flu com um gol a mais no saldo ficou em primeiro com 41 pontos. O Cruzeiro encostou com 40 após golear o Guarani (4 a 2) mesmo levando susto. Outra ajuda: a goleada sofrida pelo Botafogo ( 4 a 1) diante do Goiás, em Goiânia. O time do Papai Joel caiu pra quatro lugar com 37 pontos. Sábado, no Engenhão, Botafogo e Cruzeiro decidem esta parada às seis e meia da noite. Jogão à vista.

NEYMAR NA BERLINDA

A discussão entre Neymar e o técnico Dorival Júnior, no final da partida em que o Santos derrotou o Atlético-GO por 4 x 2, na noite desta quarta-feira, foi comentada também pelos colegas de equipe do atacante. Apesar de terem procurado fazer análises menos aprofundadas sobre o caso na Vila Belmiro, os jogadores do Peixe foram unânimes nas críticas a Neymar e saíram em defesa do treinador.

"Dentro do campo vamos sempre defender o Neymar. Agora, essa atitude (xingar Dorival) ninguém pode ter. Não pode se desrespeitar o comandante do grupo. É assim em qualquer lugar, seja numa equipe de futebol ou em uma empresa. Em qualquer lugar há uma hierarquia e, se houve desrespeito, tenho certeza que o Neymar vai ter humildade suficiente para pedir desculpas", disse o centroavante Marcel.

O lateral esquerdo Léo foi outro que comentou a confusão, mas tentou amenizar a polêmica. "Temos que apoiar para que ele sempre apresente o que ele sabe fazer de melhor. Procuramos dar suporte, mas ele também precisa de mais equilíbrio, tem que ter maturidade. Ele já adquiriu muita (maturidade) e tem que ganhar mais ainda. É normal. Acredito que, por ele ter uma cabeça boa, vai entender quando o grupo cobrá-lo. Afinal, temos um comandante e devemos respeito", comentou.

O volante Roberto Brum, que ao longo de sua carreira se notabilizou por frases de efeitos, com toques de bom humor, foi outro que procurou minimizar o incidente e acredita que tudo será resolvido da melhor maneira entre Dorival e Neymar.

"Isso será resolvido, da mesma forma que um pai corrige o filho que ama, quando ele tem uma atitude errada. As cobranças são sempre com amor, para o bem do Neymar, para o bem dos amantes do futebol, para o bem do Brasil. Só que, ao contrário do que muita gente pensa, o Neymar vai respeitar a hierarquia. E esse problema será solucionado. O Dorival é uma pessoa maravilhosa, compreensiva e se ele vir que o pedido de desculpas for sincero, ele vai perdoar", encerrou

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Apresentação de balé

PULO DO GATO

QUEM ENSINOU o pulo do gato aos cruzeirenses foi Vanderlei Luxemburgo em 2003. Apesar de fazer excelente campanha, com regularidade impressionante, tanto que teve os melhores números no final e ganhou o título com folga, o Cruzeiro, até a virada do turno, jamais apareceu como candidato. A mídia nacional, como de costume, não valoriza ninguém fora do eixo.
EM BRASÍLIA
Estou em Brasília e procurei informações sobre os times mineiros no Correio Brasiliense, do grupo Associado, e não encontrei nada. Incrível! Uma página dedicada ao Fluminense, outra ao Botafogo. Santos e Flamengo têm meia página e uma notinha vagabunda, num canto de página, diz: “cartola no STJD”. É sobre o julgamento de Alexandre Kalil.
SANTA COM PRESTÍGIO
Até o Santa Cruz, da Série D, tem mais prestígio entre os candangos, pois ganhou uma página também sobre sua desgraça de momento, sem chance de subir pra Série C.
TREMEM DE MEDO
A Arena do Furacão faz mais medo antes que durante a partida. Os adversários tremem ao ver chegado o momento de enfrentar o Atlético Paranaense lá dentro. Desde a inauguração da Arena, o Galo jogou lá 12 vezes e perdeu seis vezes.
TWITTER BOMBANDO
Meu twitter tá que bomba: @fganselmo. Vamos trocar informações, amigos. GOLPE DO RONALDO
O Corinthians tem aplicado o golpe do Ronaldo na sua torcida quando atua no Pacaembu e, também, fora como visitante. Anuncia o Fenômeno até momentos antes da partida e, por fim, o deixa no vestiário, O estádio lotado é de uma decepção total. Este golpe já começa a ser condenado no meio da Fiel

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

CRUZEIRO CHEIO DE PROBLEMAS CONTRA O GUARANI

FÁBIO é uma dúvida assustadora por causa da luxação no mindinho da mão esquerda. Em Floripa, contra o Avai Fábio foi, de novo, a tábua de salvação do Cruzeiro quando a coisa apertou. Após a expulsão de Marquinhos Paraná, aos 8m do segundo tempo, São Fábio voltou a aparecer em grande estilo. Além dele, Cuca não terá os laterais Jonathan e Diego Renan, Wellington Paulista e Roger, além de Paraná, claro.

COM O ELENCO ATUAL tem problema não. Sem Paraná Everton cobre bem o setor; no lugar de Diego Renan o novato Pablo vai bem; lá na direita, sem Jonathan, o Cruzeiro se vira com bom acerto com Rômulo. Pra substituir Roger, a boa notícia: após duas partidas descansando o argentino Walter Montillo estará de volta.

PAULO CESAR DE OLIVEIRA apita quarta-feira Furacão e Galo na Arena da Baixada. Pela importância do jogo, que pode tirar os mineiros do buraco negro, a indicação de PC tranquiliza. O que não tranquiliza é o histórico do Galo na Arena: são 12 jogos, 6 vitórias deles, duas do Alvinegro e quatro empates.

E O COELHO EM Floripa nesta terça-feira? Sem Luciano, seu melhor jogador, o América tem que colocar o coração na frente. Vencer o líder Figueirense representa assumir uma vaga no G-4. Aliás, o América tem de parar com este espicha/encolhe. Entra e sai do G-4.

HOJE TEM OUTRA CHARGE DO FORMIDÁVEL EDRA. CURTA

Charge do Dia

domingo, 12 de setembro de 2010

AZULOU O FINAL DE SEMANA

A FESTA CRUZEIRENSE no final de semana só não foi 100% porque o Botafogo também venceu ( 2 a 0, no São Paulo) e manteve-se em terceiro lugar com a mesma pontuação ( 37), mas com melhor saldo de gols- 13 contra 7. Vencer o Avaí em Florianópolis ( 2 a 1, gols de Roger e Thiago Ribeiro) confirmou a fase crescente da equipe que já tá na luta do título brasileiro com as derrotas do Fluminense ( 2 a , para o Atlético-GO) e do Corinthians ( 1 a 0 para o Grêmio).
SUPERAÇÃO
Cuca, de novo, foi bafejado pela sorte. O time ficou sem Marquinhos Paraná aos 8m do segundo tempo, expulso de campo, e superou-se no coletivo. O segundo gol celeste, de Thiago Heleno, a bola bateu na trave, nas costas do goleiro e foi às redes. Em tempos de ventos ruins isso não acontece.
COMBINAÇÃO EXCELENTE
Na combinação de resultados, se faltou a derrota ou empate do Botafogo, aconteceu o empate do Inter com o Goiás (0 a 0) na Beira Rio. O Santos perdeu do Ceará em Fortaleza (2 a 1) e junto com o Inter distanciou-se do quarto lugar ocupado pelos celestes.
ROGER FORA MONTILLO DENTRO
Nesta quarta-feira, o Cruzeiro volta pra casa, sem Roger, Paraná e Jonathan suspensos, mas com Montillo liberado. Ótima notícia porque o argentino, apesar de o time vencer, fez falta nas duas partidas em que ficou de fora.
JOGO NA ARENA
Em que pese as reclamações dos atletas sobre o gramado, a diretoria confirmou que o jogo com o Guarani será na Arena do Jacaré. O Guarani tem surpreendido. Domingo venceu o Atlético Paranaense, em Campinas (1 a 0), e sempre foi indigesto por aqui.
SUOR FRIO
O Galo suou frio pra derrotar o Grêmio Prudente na Arena do Jacaré porque não consegue superar a pressão psicológica da fuga imediata da zona do rebaixamento. Cada jogo tem valor de uma decisão e nem os mais experientes têm conseguido calma suficiente pra entender que o momento do time exige apenas que ele saia da desagradável situação; e isso tá perto de acontecer.

CABEÇA NO LUGAR
O lance do gol da vitória atleticana, marcado por Obina (1 a 0, aos 43m do segundo tempo) bem que poderia servir de base na recuperação da calma pela equipe. O passe milimétrico de Ricardinho que levantou a cabeça e achou Obina na marca do pênalti, a matada no peito do atacante e a virada pra conclusão do lance, demonstram que se todos tivessem a mesma tranqüilidade, o sofrimento teria acabado antes dos 43m minutos. A pressa tem feito os atleticanos tomarem uma sopa pelando de quente.
FUGIR DO BURACO
Apenas depois de fugir do buraco negro, o Galo poderá pensar na busca de posições melhores. Por exemplo: a preocupação agora do Atlético é como derrotar o Atlético Paranaense, na Arena da Baixada, em Curitiba. O time paranaense saiu lá de baixo e encontra-se no bloco intermediário. É um confronto dos mais complicados.
COMO SAIR
Dois pontos atrás do Flamengo e um na frente do Atlético-GO, os meninos de Alexandre Kalil precisam:
a) de vencer o Furacão e somar 24 pontos;
b) que o Santos bata no Atlético-GO, na Vila Belmiro, e
c) que o Grêmio Prudente, que tem 17 pontos, vença o seu visitante Flamengo, que tem 23.
Pronto, uffaa, tarefas cumpridas e Galo fora do buraco negro! Se não der pra agora, paciência minha gente, dará numa das próximas rodadas.
BOM E RUIM
Na ótica do torcedor, o empate ( 1 a 1) do Coelho com o Coritiba, na Arena do Jacaré, foi péssimo resultado. Tratava-se de uma disputa com concorrente direto. O Coxa manteve-se no G-4, com 37 pontos em terceiro, e o Coelho tá fora, em quinto, com 34 pontos.
OBRIGAÇÃO DA VITÓRIA
O técnico Mauro Fernandes entende que o resultado foi normal. Foi não! À razão em que o comandante vê como normal jogar fora dois pontos contra um concorrente direto, em casa, a coisa vai mal. A obrigação do América era vencer.
TIGRE DE PAPEL
Vamos lá. Dizem que quando me meto a vidente tudo acontece ao contrário. Tá bom. Não vejo escapatória para o Tigre do Vale do Aço. Teve nova chance em Salvador ao sair na frente contra o Bahia. Então, como tem acontecido, sofreu o apagão e os baianos viraram pra 3 a 1. Lanterna, com apenas 15 pontos, o Ipatinga precisa de 33 pontos se quiser sair do buraco negro. Como conquistar tudo isso? Dá não.
VIVA CAMILINHO
Camilinho Lélis, outro artista da República Independente, lança a sua nova edição da Jararaca Alegre dia 16, próxima quinta, no Palácio das Artes. Que azar o meu! Estou em Brasília e só retorno na sexta. Mas recomendo aos amigos que compareçam e prestigiem meu conterrâneo. Não faltará motivo para gostosas gargalhadas.

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

CURTA O EDRA

HOJE TEM CARTUM DO EDRA. OUTRA VITÓRIA DA CULTURA DA SANTA TERRINHA: A REPÚBLICA INDEPENDENTE DE CARATINGA

BRONCA GERAL MELHOROU UM POUCO O GALO

A SEMANA cheia de broncas e ameaçadas não intimidou os atletas mais visados dentre os rapazes de Vanderlei Luxemburgo, mas, também, não lhes botou uma gota sequer de adrenalina no sangue. O empate com o Vasco (1 a 1), ainda que em pleno São Januário, teve gosto amargo. O time do Vasco é ruim, e o seu treinador um arremedo, cópia mal feita de seu antigo mestre e chefe, Luxemburgo. Apesar de todo jogo de cena de PC Gusmão e que terminou na expulsão, a arbitragem não teve influência. O pênalti em favor do Galo - se foi o quinto em apenas três partidas, pouco importa, pois existiram - foi bem marcado.

PC informou depois que não reclamou do pênalti, mas da origem do lance. Na tomada da bola, num ataque vascaíno, alguém teria feito falta no atacante carioca, roubou-lhe a bola, passou pra alguém do Galo, chegou ao presidente Kalil, tomou o avião das oito da noite, voltou ao Rio e caiu nos pés de Daniel Carvalho que foi derrubado na área. Da bola na trave que Daniel mandou na cobrança de falta, PC não falou nada. Do primeiro tempo horrível, com dois times fracos e o Vasco pouco melhor ele diz que mandou na partida. O segundo tempo, com o Galo trocando os 3 zagueiros e colocando Neto Berola, mais Ricardinho no lugar de Serginho ( tem jogado mal) os atleticanos mereceram a vitória.

No futebol, mereceu não conta. E o Galo manteve-se atolado no buraco negro.

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Charge do Dia

ENCONTRO COM DARIO ALEGRIA NA TERRA DO OURO

ENCONTRO COM DARIO ALEGRIA NA TERRA DO OURO

Estou em Brasília. Vim de carro com meu mano Fábio e paramos em Paracatu. Bela cidade história, dentro do ciclo do ouro. Ainda se tira 500 quilos de ouro por semana na maior mina em céu aberto. Sabem quem me contou? Dario Alegria, ex-goleador do Coelho Dario Alegria jogou no Coelho nos anos 60, participou daquela final contra o Siderúrgica de Iustrich em 64. O time de Sabará foi campeão Depois Dario foi pro Palmeiras, Monterrey do México, Fluminense, Flamengo, voltou em 71 pra ser campeão mineiro com o América.
CAMPEÃO COM JAIR BALA
NO time tinha ele e o Jair Bala, além de outras feras. Dario trabalha no Museu Histórico de Paracatu e mantém-se simpático e alegre. Aposto que o site de Milton Neves não sabe nada sobre Dario Alegria, o que acabei de narrar. E ele quase foi para o Santos.
CRUZEIRO VENCE BEM
Em Paracatu, à noite, Fábio e eu acompanhamos o jogo do Cruzeiro pela tevê, num barzinho cheio de torcedores, com camisas celestes. Uma festa. Enfim, pra torcida tudo é motivo de festa, ainda mais se o Cruzeiro derrota o Internacional – pra muitos o melhor time do Brasil(?) e assume o terceiro lugar no G-4.
FALTOU MONTILLO
Não há dúvida que Walter Montillo fez falta contra o Internacional. Roger correu muito – com o argentino em campo correria menos – e foi um bravo. Mas se cansou. O colorado gaúcho quase nada exigiu do Cruzeiro, nem quando Cuca foi obrigado a trocar o time pelo visível cansaço de alguns.
Em compensação, o Cruzeiro, também, quase nada exigiu do Inter. Jogou pro gasto, futebol de resultado. Incrível, Gil não foi amarelado e nem fez falta feia, além do pênalti que o árbitro não marcou. Melhorou, claro.

CRUZEIRO VENCE COM AUTORIDADE

EMPREGOS DOS TREINADORES FICAM MAIS AMEAÇADOS



DE UMA TACADA só dois treinadores perderam seus empregos logo na primeira rodada do returno do Brasileirão; e daqui pra frente será sempre assim. Aqueles dependurados entre o G-4 do Bem e o G-4 do Mal, a qualquer sinal de que o barco faz água, mandará embora o técnico.

MUDANÇAS NO NORDESTE

Desta vez caíram Toninho Cecílio, no Vitória, contratado há poucos dias, Saiu do São Caetano onde estava bem e entrou em tremenda fogueira: o Vitória rolava ladeira abaixo. O outro foi meu amigo Mário Sérgio Pontes de Paiva. Chegou ao Ceará, agitou, mandou uma pá de nego embora e durante o mês que ficou lá fez 7 partidas. Perdeu cinco, empatou uma e ganhou uma. Mostraram-lhe a porta da rua, como diz Zezé Perrela, a serventia da casa.

LUTO NO AMÉRICA

Lamento estar fora de Beagá, em Brasília. Gostaria de levar,pessoalmente, meu abraço de solidariedade aos irmãos Marcos e Caio Salum pela morte de dona Mercedes Saad Salum, mãe de ambos.

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

AS CABEÇAS DOS ATLETICANOS

Imagino como estejam as cabeças dos baladeiros ou não do elenco atleticano às portas de outro confronto importante no Brasileiro. Não creio que as declarações de Kalil incentivarão a equipe atrás da vitória esta noite em cima do Vasco da Gama, em São Januário.

PRA QUEM LEU, OU OUVIU

O Presidente atleticano numa entrevista à rádio Band, repercutida na imprensa paulista – e muito pouco na mineira – disse: “Se quiserem (torcedores que criaram um Disque Denúncia) virar a mesa, chamar a polícia, fazer o que for. Quando o time é líder, está ganhando, tudo bem. Nesse momento, a atitude da torcida do Atlético está correta. Eles têm meu apoio, têm o apoio da presidência. Achei ótimo. Acho que os jogadores têm que se cuidar sim. O Atlético não é brinquedo. E se eles tomarem um cacete na madrugada não vai fazer mal nenhum”.

DISSE MAIS AINDA

“Quem paga o salário do jogador é a torcida. De uma forma ou de outra. Ou dos ingressos, ou do pay-per-view. Então, eles são pagos pela torcida, pela paixão do atleticano. Na situação que o Atlético está, eles têm o meu apoio”.

ANALISEMOS TAIS DECLARAÇÕES

a) É do livre-arbítrio do jogador freqüentar a noite. Se o clube não gosta porque o atleta não rende, rescinde seu contrato. Só não pode incentivar a violência, a agressão física, como disse o presidente”.

b) Torcedores podem virar a mesa e até chamar a Polícia. Mas chamar a Polícia pra quê? Que direito a Polícia tem de prender um atleta do Galo que esteja na balada?

c) Peço desculpas, no entanto, ao presidente atleticano. Eu também exorbitei nos meus comentários na televisão e na rádio. Falei além do que devia. Não me cabe fazer ensinar o presidente como agir. Apenas criticá-lo.

d) Também devo parar com as comparações entre ele e seu pai, Elias. Seria a mesma coisa que qualquer pessoa fizesse a comparação entre meu trabalho e o de Flávio Júnior. São duas pessoas distintas e de personalidades diferentes. Aceite minhas desculpas, presidente. Não é a primeira vez que erro e nem será a última.

d)Que Deus nos ajude. Todos seremos vítimas do futebol um dia caso não haja serenidade na cabeça dos mandatários.

terça-feira, 7 de setembro de 2010

OS DEUSES AJUDARAM: COELHO VENCE NO TERCEIRO TEMPO

UM GOL do beque Gabriel levou o América de volta ao G-4 ao vencer o Bragantino, em Bragança Paulista, por 2 a 1. Benditos acréscimos. O Coelho subiu para o quarto lugar com 33 pontos. O Ipatinga perdeu de novo. Também por 2 a 1, em casa, para o Paraná Clube e continua enfiado no buraco negro. Luciano e Gabriel marcaram para os americanos. Júlio César descontou.

VAMOS Á ARENA

No sábado, o Coelho volta pra casa e joga contra o Coritiba do Ney Franco na Arena do Jacaré. Vale a pena o passeio...

BRASIL TROCA FRALDAS

A Seleção de Mano Meneses, no passeio pela Europa, trocou as fraldas dos meninos reservas do Time B do Barcelona. Valeu pra quê esse jogo-treino e que terminou em 3 a 0, gols de Lucas, Alexandre Pato e Fernandinho? Galvão Bueno nem transmitiu...

NADA DIFERENTE.

O badalado basquete brasileiro, treinado por argentino, foi eliminado do Mundial da Turquia. Melhorou, mas não mudou tanto assim a história...

NÃO FALEM MAL DELE

Wellington Paulista é intocável. Fez cara feia na coletiva de otrodia por causa das críticas que sofreu e dos elogios a Ernesto Farias após a virada contra o Palmeiras. Futebol, diria Levir Culpi, leva o atleta ao céu e ao inferno em questão de segundos. Esfria a cabeça, Paulista: a camisa nove ainda é sua, por merecimento, menino.

PARQUE DO SABIÁ

Ás sete e meia desta quarta-feira, o Cruzeiro defenderá, no Parque do Sabiá, uma invencibilidade de 17 jogos em casa contra o Internacional. A última derrota foi aquela nas semifinais do Brasileiro de 87 – Amarildo marcou o gol da vitória na prorrogação.
Desde essa derrota, o Cruzeiro conseguiu 12 vitórias e mais cinco empates em casa, pelo Brasileiro. Mas sempre no Mineirão, em Belo Horizonte. A história agora é outra. Não me agrada esse negócio de tabu.

KALIL BRINCOU NA BAND

O presidente Kalil ao afirmar que é favorável à patrulha da torcida sobre os jogadores na balada não exagerou. Contudo, ao declarar-se favorável aos corretivos dos torcedores aos atletas baladeiros provocou os homens sérios do elenco. Não se trata apenas de a carapuça serve apenas pra alguns. O ato tresloucado do cartola abateu todo elenco. A recaída de Kalil – que andava bem quieto e calado – só não agitou a imprensa. Eu, hein!

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

MENTIRA PURA: NÃO ACREDITEM NO QUE LEEM.

VOU IGNORAR tudo que os repórteres têm informado sobre o time do Cruzeiro para a partida contra o Internacional por acreditar que Cuca tem o mínimo de bom-senso. Impedido de repetir a equipe da virada, em razão do terceiro cartão de Edcarlos, o técnico estaria disposto a retornar aos três zagueiros com Gil, Caçapa e Léo. Ou se ficar com dois beques, usaria Gil e Léo. Que os deuses do futebol iluminem Cuca como iluminaram no intervalo contra o Palmeiras. Gil não, por tudo que é mais sagrado.

FABRÍCIO ANDA MAL

Outro que necessita provar que merece retornar ao time é Fabrício. Sua falta de compromisso tático tem perturbado a equipe ao contrário do que mostrou Marquinhos Paraná. Além disso, é preciso arrumar lugar para o Roger, ao lado de Montillo. Chega desta história de que Roger não tem condições físicas pra 90 minutos.

OLHO EM JONATHAN

Jonathan é o melhor do Cruzeiro e um dos melhores do País. Atravessa fase ruim, coisa normal. Tem sido vitimado em constância por contusões leves e não entra em forma. Com ele, mais dois zagueiros, o meio-campo do Cruzeiro precisará de Paraná e Henrique, já que do outro lado estará Diego Renan, outro apoiador de conforme.

TIME DA TORCIDA

Nos emails que me chegam, nos pitacos no blog - WWW.flavioanselmodepeitoaberto.blogspot.com – e no meu twitter - @fganselmo – os pedidos que os torcedores fazem resumem-se em: Cuca escale o time da virada, com Roger, com Ernesto Farias, com Caçapa e Léo e Marquinhos ou Fabinho no meio. Apoio.

PITACO DE LEITOR
O leitor costumeiro, Rênio Carlos Garcia, morador em Uberlândia, avisa: “a procura por ingressos está bem abaixo do que foi visto nas últimas semanas; hoje praticamente não tinha filas. Não acredito em 15 mil pessoas no estádio na próxima quarta. (Cruzeiro x Internacional, às 7 e meia da noite).

MANCHETE DA LANCENET

“Palmeiras vacila e Cruzeiro vence de virada” – o Sub-Título: “Cruzeiro aproveita vacilo do Palmeiras e vira”. E se fosse o contrário? Imagino: “Espetacular virada do Palmeiras sobre o Cruzeiro”. Vacilo cruzeirense? Nem de longe.

MEDALHÕES SEM PRIVILÉGIO

Enquanto no Vasco da Gama, o técnico PC Gusmão, ex-garoto de recados de Vanderlei Luxemburgo, comemora a felicidade de ver seus medalhões no DM – Felipe, Carlos Alberto e Zé Roberto – visto que sem ele o time melhorou pacas no Brasileiro, no Galo a história é outra: o Professor fica cheio de alegria com o retorno de Diego Souza, Daniel Carvalho, Diego Tardelli, medalhões afastados na pior fase do time.

AFASTAMENTO ILUSÓRIO

Só que o afastamento dos três medalhões foi pura ilusão de ótica no jogo seguinte, em Goiânia. O Galo venceu de virada ( 3 a 1) com Obina de herói. O mesmo Zorro em que se transformava contra o São Paulo até as coisas acontecerem. A virada sofrida (3 a 2) diante dos são-paulinos fez a história mudar de curso: os dois Diegos e Daniel Carvalho tornaram-se mercadorias da prateleira superior.

PIOR É OBINA FORA

A volta dos três mosqueteiros não diminui em intensidade a preocupação de Vanderlei e da torcida. O artilheiro Obina suspenso pelo terceiro cartão fica de fora deste confronto de quinta-feira em São Januário.

FAMÍLIA DE FORA

Pai palpiteiro e mãe mandona não funcionam no futebol. O artilheiro Ciro, do Sport, revelação e artilheiro da Segundona, passa por isso e pediu socorro ao paizão experiente Geninho. Anda mal e em depressão, tudo porque o Pai, empresário e procurador, querem o clube dando um reajuste ao seu garoto; e no auge da fama, cheio de belas pernambucanas o rodeando, Ciro vive, ainda, de mesada mensal. A mãe controla todo dinheiro que o craque ganha.

GRANDES MALAS

Diego, aquele companheiro de Robinho, atualmente na Internazionale, em péssima fase, não para em clube algum porque seu Papai e procurador é a maior mala. Nenhum cartola o aguenta. Aliás, outro exemplo de mala sem alça é o irmão/procurador de Fred. Estou impressionado como a Unimed o tem suportado.

DORES DE ADILSON

O gente-boa Adilson Batista tem uma dor de cabeça horrorosa pra atormentá-lo nas próximas horas. Ronaldo Fenômeno informou que pretende voltar contra o Atlético Furacão nesta quarta. Mas a dupla de ataque Iarley e Jorge Henrique arrasou contra o fraco Goiás na goleada por 5 a 1. Saída de Adilson: “até a hora partida dou um jeito. O presidente Sanches me paga bem aqui pra resolver tais pendengas. É uma dor de cabeça gostosa”. Acredito, Capitão América...

domingo, 5 de setembro de 2010

SE CUCA NÃO ACORDAR DESTA VEZ, NEM COM MIL BOMBAS...

AO TERMINAR o primeiro tempo com o Palmeiras vencendo por 2 a 0 e o Cruzeiro amarrado na marcação deles, no seu esquema de 3 beques e dois volantes, não restavam ao Cuca outra coisa senão fazer profundas como eu pedi no meu twitter @fganselmo.

MEDO DA GOLEADA

Walter Montillo bem marcado por Pierre nada produzia. Jonathan estava nulo na direita e Diego Renan sem saber como agir, na esquerda. Wellington Paulista se entregava à marcação do Palmeiras e Thiago Ribeiro estava que nem barata tonta.

LINHA FRÁGIL

Em cima da linha de 3 beques, Kleber e Valdívia deitavam e rolavam. Os defensores perdidos faziam faltas seguidas. Pra variar, Gil era o mais violento e foi amarelado.

MEIO CAMPO ANULADO

O meio-campo desfalcado de Fabrício e com Marquinhos Paraná não rendia e nem dava suporto a Montillo. A bola, então, chegava quadrada para Wellington Paulista e Thiago Ribeiro, perdidos.

PÊNALTI DE PAULISTA

Fraco no ataque, Paulista foi ajudar a defesa num escanteio e atabalhoado fez pênalti. Levou amarelo e sumiu de vez no jogo. Pouco depois, o Cruzeiro tomava o segundo gol em falha coletiva da defesa que não saiu do chão.

MUDANÇAS DO INTERVALO

No intervalo, Cuca fez o esperado e o que sua experiência mandava. Tirou Paulista e pôs Roger. Deixou Gil no vestiário e fez entrar Ernesto Farias. O Cruzeiro mudou.

VIRADA SENSACIONAL

Há muito não via o Cruzeiro tão cheio de entusiasmo. Roger, Montillo e Ernesto Farias viraram o marcador pra 3 a 2 porque incendiaram o jogo. Roger ajudou Montillo na armação e atuou como jamais fez no Cruzeiro. E Farias justificou a fama de goleador.

DOIS BEQUES FIRMES

Interessante! Com problema pra marcar Kleber e Valdívia, que saiu no meio do 2º tempo, numa mexida errada de Felipão, com 3 beques, o Cruzeiro usou Léo e Edcarlos, ajudados por Marquinhos Paraná, para neutralizar dupla. Depois, Cuca colocou Fabinho e tirou o cansado Paraná.

VITÓRIA IMPORTANTE

Com 31 pontos, o Cruzeiro coloca-se em excelente posição na briga pelo título, visto que o Fluminense queimou suas gorduras numa nova derrota ( Guarani, de virada, 2 a 1, em Campinas). O Flu ainda é líder isolado com 38 pontos; o Corinthians vem em segundo com 37 e Santos, Botafogo e Cruzeiro com 31. O time mineiro tá em quinto.


CRÊ DESCRENDO

“Você acredita que o São Paulo e o Flamengo convidaram Luxemburgo? E o Kalil ficou mansinho? Ou você acredita que lançaram estes boatos para calar a torcida do Atlético? (Tá vendo, os times estão interessados em Luxemburgo!)”

CONVITE PRA CUCA

“São Paulo convidou o Cuca, e aí deu o estalo lá: primeiro para não ficar para trás. Segundo para se valorizar. Terceiro, para não perder o emprego de R$700.000,00 (Eu não saio do Atlético, declarou Luxemburgo; ora, já está mandando à beça, hein?). Convite dos clubes a Luxemburgo: conversa prá boi dormir”.

Do jornalista Rômulo Raimundo – editor do Jornal Solidariedade.

TEVE VONTADE

Sobrou vontade no time do Galo contra o São Paulo. Faltou, na realidade, futebol. Aquela mágica que alguns acreditaram ter acontecido em Goiânia, com Vanderlei Luxemburgo sacando um bom time vencedor da cartola, foi truque. Com um estalo de dedos todos nós voltamos ao normal.

FOGUETE MOLHADO

Em Ipatinga, o Galo iniciou o jogo como foguete de vara. Subiu, subiu e ameaçou cair ao levar o gol são-paulino. Aí vieram os pênaltis que Obina converteu e virou o placar pra 2 a 1. Os mais apressados compararam: como aconteceu no Serra Dourada!

FASE DA DECEPÇÃO

Na fase final, o São Paulo voltou com apetite e o Galo sem pernas, como tem sido. Resultado final, a derrota por 3 a 2, com Fernandão dono da partida.

G 4 DO MAL

No momento da vitória, o Atlético esteve, por alguns minutos, saboreando o licor da felicidade fora do g-4 do mal. Durou pouco e ao término da partida estava de novo naquela amarga posição.

sábado, 4 de setembro de 2010

AMÉRICA LEVA VIRADA DA PONTE

QUE COISA, HEIN! o primeiro tempo do América foi muito bom. Passava a ideia que venceria a Ponte Preta bem. Fez 1 a 0, com um belo gol de Fábio Júnior e depois entregou-se. A Macaca, vice líder, virou e sapecou 3 a 1, lá na Arena do Jacaré. É bicho demais: na Arena do JACARÉ, não deu outra: MACACA fez festa com COELHO.

jÁ O TIGRE, será amanhã, no Ceará contra o ICASA. Tenho lá minhas dúvidas se o time de Ipatinga vence esta...

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

DE OLHO NO COELHO E NO TIGRE

O MELHOR PROGRAMA ESPORTIVO de hoje é ficar atento no que farão Coelho e Ipatinga na Segundona. O América recebe a Ponte Preta, na Arena do Jacaré. Precisa vencer pra voltar ao G-4. A Macaca de Campinas tá em terceiro lugar com 32 pontos e o Coelho em quinto com 30. Se vencer, chega aos 33 e toma o lugar da Ponte.

O TIGRE DO VALE enfiado no buraco negro com 15 pontos, em 19 lugar, daria um bom passo pra sair do atoleiro se vencer o Icasa, lá no Ceará. Os cearenses têm 24 pontos e estao em décimo lugar.

O PORTAL Lancenete comete uma sacanagem com o técnico Antônio Lopes. Eu vi o lance pela televisão. Neymar dividiu uma bola perto do treinador e caiu. O juiz deu falta. Lopes reclamou que ele se joga muito. Neymar respondeu pra ele: "professor, foi uma divida forte". Os dois estenderam as mãos, se cumprimentaram e Lopes deu um largo sorriso. Depois comentou: "Este Moleque leva qualquer um à loucura..." Não houve nada daquele gesto de cara fechada e mão estendida que parecia querer agredir Neymar, como a foto mostra. Foi um breve instante do acontecimento que estas câmaras de hoje captam. Mas a realidade foi outra. Lopes teve uma atitude simpática com Neymar, apenas jogou para o seu time, o Avaí que foi derrotado exatamente por Neymar( 2 a 1) em noite inspirada, de novo.

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

ALELUIA, GALO VENCE FORA DE CASA E MOSTRA QUE A SORTE VOLTOU

HÁ TEMPOS que a gente não via isso: o Galo vencer fora de casa, sem sustos, com dois pênaltis a seu favor e os dois convertidos. Mesmo que a vitória tenha acontecido sobre o lanterna da competição, o novo Atlético de Vanderlei espera que ela seja o marco da definitiva expulsão da ziguizira que acompanha o time no Brasileiro.
OUTRO BOM exemplo de que, parece, haver mudança dos maus ventos foi naquela bola chutada pelo volante Wendel, do Goiás, aos 34m do primeiro tempo: ela bateu na trave, com violência, nas costas de Fábio Costa e foi à linha de fundo. Em outros tempos...
OBINA na área foi o homem de referência que o time precisava. Sofreu pênaltis e os converteu com categoria. Diego Souza, no banco, entrou no lugar de Berola pra acrescentar e deixou sua marca num belo gol.
JACKSON não deu certo e saiu no intervalo. Ricardinho entrou e melhorou a equipe.
PORÉM não houve nenhuma varinha mágica. Luxemburgo simplesmente mexeu com os brios dos medalhões e pode sentir com quem contar. Diego Tardelli, por exemplo, não fez falta e, ainda, cuspiu no prato que comeu.
NINGUÉM engoliu sua contusão de última hora, após ficar sabendo que sentaria ao lado de Ricardinho e Diego Souza, no banco em Goiás. Não teve humildade, nem profissionalismo.
FLAVIO JÚNIOR aparece pra almoçar e me lembra que quase no final do jogo contra o Palmeiras, Roberto Abras informou: “o Diego Tardelli manca; sentiu alguma coisa”.
NO SEU TWIITER, Tardelli confirma a contusão e manda mensagens torcendo pelo sucesso e vibrando com os gols de Obina. A dúvida será sempre dos réus...
O GALO permanece no buraco negro, com um pé dentro e outro fora. Recebe o São Paulo no final de semana e nova vitória pode colocá-lo em definitivo fora de lá.
OS EMPATES entre Fluminense e Palmeiras ( 1 a 1) cujo gol foi marcado no finalzinho;Vitória e Internacional (0 a 0) ajudaram ao Cruzeiro.
POR OUTRO, se houve a vitória do Furacão sobre o Ceará (2 a 1), aconteceu a vitória do Botafogo (1 a 0) sobre o Grêmio Prudente que lhe permitiu voltar ao G-4.
O TIME CELESTE fez bem o dever de casa em Uberlândia. Com apenas dois zagueiros, conforme a Trincheira pitacou um dia antes, e três volantes de marcação, o Cruzeiro só deu folga ao Flamengo nos minutos iniciais. Depois mandou na partida.
MANDOU E PERDEU gols como tem acontecido; Cuca minimiza e diz que uma hora a bola entrará como foi o caso de Robert, autor do gol da vitória, e que só havia feito até agora apenas um gol pelo Cruzeiro.
CUCA ESCALOU o time com Caçapa e Edcarlos, apenas dois beques e deixou o estreante Léo no banco. No entanto, teve de usá-lo no intervalo com a contusão de Monsieur Caçapa. E Léo mostrou suas qualidades excepcionais de zagueiro.
MARQUINHOS PARANÁ reapareceu mais preso à marcação pelo lado esquerdo da defesa e soltou Diego Renan. Outro que reapareceu bem foi Jonathan. Montillo voltou a se destacar, mas cansou e deu lugar a Roger, nos minutos finais.

A TROCA DE ROBERT – autor do gol – por Wallyson, mais técnico e veloz, botou pulga na orelha de Cuca para o jogo contra o Palmeiras, o último do turno, lá em São Paulo. Thiago Ribeiro voltou a desperdiçar chances incríveis.

GOSTEI DESTE time e conto que Cuca não mexa mais nele, principalmente com Léo de zagueiro. Que Caçapa, Leo Silva, Gil e Edcarlos briguem pela outra vaga.
RONALDO ANGELIM deixou o gramado cuspindo marimbondos na arbitragem por causa da expulsão do seu companheiro Jean. Queria o quê? O cara tinha amarelo e fez outra falta merecedora do segundo cartão. Até logo, então!
TWITTER DO ANSELMO. O interessante é que as reclamações chegam às raias do absurdo: “o juiz veio aqui para dar os pontos para o Cruzeiro”, disse Angelim.
“Expulsou o Jean, e o bandeira deu tudo para eles. Já é difícil vencer o Cruzeiro na casa deles. Assim, fica mais complicado ainda.
ANGELIM fez um sinal com a mão direita indicando que o juiz Guilherme Cereta estava maluco.

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

DEU CASPA EM TARDELLI AMEAÇADO DE BANCO

DIEGO TARDELLI ruma ao perigoso abismo de ruptura com a torcida atleticana após chegar ao estrelato. Esta conversa fiada de que teve ligeiro desconforto muscular não passou de um ataque de caspa, nomenclatura que os antigos cronistas davam aos fujões, aos chinelinhos de hoje. Sua obrigação seria aceitar o estabelecido pelo técnico Vanderlei Luxemburgo e sentar-se humildemente no banco de reservas no Serra Dourada, esta noite, contra o Goiás. O Galo precisa dele, mas daquele Diego Tardelli que vem atuando nas últimas partidas quer distância. Ricardinho e Diego Souza foram mais profissionais, e aceitaram resignados a decisão do técnico.

ESPERO QUE os deuses do futebol iluminem Cuca esta noite, no Parque do Sabiá pra ele escalar uma equipe forte, sem injustiças. A primeira mão os deuses deram: Gil levou o terceiro cartão amarelo. O conselho deste filho de dona Geralda é que mantenha o time com dois zagueiros, mais Rômulo na direita e Diego Renan na esquerda. Dê mais uma chance ao velho trio Marquinhos Paraná, Fabrício e Henrique. Use Montillo como um líberdo de armação e promova a estréia de Ernesto Farias no luga do suspenso Wellington Paulista. Ah, dê outra chance, também, ao Thiago Ribeiro, até por seu histórico de gols decisivos.

ROBINHO NEGOCIADO com o Milan já sonha com um ataque fulminante: Pato, Ronaldinho Gaúcho, Ibramovitch e ele. Nada mal, realmente.