quarta-feira, 8 de setembro de 2010

AS CABEÇAS DOS ATLETICANOS

Imagino como estejam as cabeças dos baladeiros ou não do elenco atleticano às portas de outro confronto importante no Brasileiro. Não creio que as declarações de Kalil incentivarão a equipe atrás da vitória esta noite em cima do Vasco da Gama, em São Januário.

PRA QUEM LEU, OU OUVIU

O Presidente atleticano numa entrevista à rádio Band, repercutida na imprensa paulista – e muito pouco na mineira – disse: “Se quiserem (torcedores que criaram um Disque Denúncia) virar a mesa, chamar a polícia, fazer o que for. Quando o time é líder, está ganhando, tudo bem. Nesse momento, a atitude da torcida do Atlético está correta. Eles têm meu apoio, têm o apoio da presidência. Achei ótimo. Acho que os jogadores têm que se cuidar sim. O Atlético não é brinquedo. E se eles tomarem um cacete na madrugada não vai fazer mal nenhum”.

DISSE MAIS AINDA

“Quem paga o salário do jogador é a torcida. De uma forma ou de outra. Ou dos ingressos, ou do pay-per-view. Então, eles são pagos pela torcida, pela paixão do atleticano. Na situação que o Atlético está, eles têm o meu apoio”.

ANALISEMOS TAIS DECLARAÇÕES

a) É do livre-arbítrio do jogador freqüentar a noite. Se o clube não gosta porque o atleta não rende, rescinde seu contrato. Só não pode incentivar a violência, a agressão física, como disse o presidente”.

b) Torcedores podem virar a mesa e até chamar a Polícia. Mas chamar a Polícia pra quê? Que direito a Polícia tem de prender um atleta do Galo que esteja na balada?

c) Peço desculpas, no entanto, ao presidente atleticano. Eu também exorbitei nos meus comentários na televisão e na rádio. Falei além do que devia. Não me cabe fazer ensinar o presidente como agir. Apenas criticá-lo.

d) Também devo parar com as comparações entre ele e seu pai, Elias. Seria a mesma coisa que qualquer pessoa fizesse a comparação entre meu trabalho e o de Flávio Júnior. São duas pessoas distintas e de personalidades diferentes. Aceite minhas desculpas, presidente. Não é a primeira vez que erro e nem será a última.

d)Que Deus nos ajude. Todos seremos vítimas do futebol um dia caso não haja serenidade na cabeça dos mandatários.

Um comentário:

  1. Atletico ja eras.. depois desta declaracao os jogadores vao fazer corpo mole... escreva oque eu disse...

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.