terça-feira, 2 de novembro de 2010

MÁQUINA NA MÃO E CONTAS NO CORAÇÃO

O TÉCNICO DO ATLÉTICO Dorival Júnior relacionou 19 jogadores para a partida contra o Guarani, nesta quarta-feira, às 19h30m , no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas. A novidade na lista é o volante Rafael Jataí, recuperado do estiramento muscular na coxa esquerda. Ele esteve em 10 das 32 partidas do Galo no Brasileirão. A última foi a vitória de 1 a 0 sobre o Grêmio Prudente, em setembro.Mas Rafael está com ritmo de jogo.
*Sábado, ele jogou no time eliminado pelo Corinthians na Copa Sub-23.
A VITÓRIA SOBRE o Atlético-GO (3 a 2) não sai da cabeça do zagueiro Werley. Para ele, o sufoco enfrentado no Serra Dourada, que terminou nos acréscimos com um gol espírita de Ricardo Bueno, é um bom exemplo do que o Galo poderá encontrar nesta quarta-feira em Campinas, contra o Guarani.
* Com algum exagero, Werley diz que será “jogo do ano para o Atlético”.
“SERÁ A MESMA COISA de quando jogamos contra o Atlético Goianiense, em Goiânia. As duas equipes estavam em situação ruim. E conseguimos vencer, no finalzinho. Temos que ter em mente que, se perdermos, tudo vai ficar muito complicado para nós. Por isso, será o jogo do ano para o Atlético”.
O CONFRONTO NO SERRA DOURADA se encaminhava para um resultado melancólico para os dois lados; o empate complicaria bem mais a vida de ambos no Brasileirão. Aos 47 minutos da etapa final, dois jogadores que o técnico Dorival Júnior colocou no decorrer da partida, Renan Oliveira e Ricardo Bueno, mudaram a história da partida. O primeiro fez a jogada, e o segundo marcou o gol da vitória.
* No lance a bola tocou em um zagueiro e no goleiro rival antes de entrar.
O LATERAL-ESQUERDO DIEGO RENAN esclarece que o elenco cruzeirense não projeta a pontuação ideal para a conquista, mas procura vitórias seguidas que aproximem o time do título. Para ele, as últimas rodadas do Brasileiro têm tudo para ser emocionantes. Afinal, o Fluminense só está à frente do Cruzeiro na tabela por causa do saldo de gols (20 a 13), após empatarem em pontos ganhos (57 a 57) e em número de vitórias (16 a 16).
* Nas últimas seis rodadas, portanto, a disputa será travada palmo a palmo.
* Vale ficar de olho no Corinthians (54 pontos) e Botafogo (51 pontos), também vivos na disputa.
“NÃO FAZEMOS PROJEÇÃO DE PONTOS - afirma Diego Renan – porque não podemos desperdiçar oportunidade de vencer, porque no final, com certeza, vamos estar ali na disputa. Estamos empatados com o Fluminense, a diferença é só no saldo de gols, então temos que pontuar. A diferença é de sete gols, e em seis rodadas não sei se dá para tirar”.
* Então, o certo, é ganhar pontos e esquecer o saldo de gols.
NESTA QUARTA-FEIRA contra o São Paulo, no Parque do Sabiá, em Uberlândia. Diego espera um jogo encrencado: “Toda vez que a gente joga contra o São Paulo, é jogo complicado. O time está ciente de que vai ser um jogo difícil, mas a gente em casa não pode perder a oportunidade de pontuar”.
* Igual pensamento devia existir no clássico. Só veio no segundo tempo
OS PALMEIRENSES NUNCA esconderam que a prioridade nesta reta final de 2010 é conquistar uma vaga na Libertadores. Na Copa Sul-Americana. Entrementes, a evolução da equipe nas últimas rodadas do Brasileirão e o tropeço dos adversários abriram uma nova possibilidade. Na opinião do técnico Luiz Felipe Scolari, uma vitória sobre o Atlético-PR, na quinta-feira, em Curitiba, colocaria o Verdão em boa situação para brigar por um lugar no G-4.
* É preciso combinar isso com o pessoal do Furacão
FALTAM SEIS RODADAS para Brasileirão acabar, o Palmeiras tá na décima posição com 47 pontos, quatro a menos que o Botafogo, atual quarto colocado. Apesar de a distância ter diminuído, Felipão, ainda, crê acredita que um time brasileiro será campeão da Sul-Americana.
* Então vem o problema: apenas três equipe terão vaga na Libertadores pelo Brasileiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.