quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

AS FÉRIAS CHEGARAM. VIVAM AS FÉRIAS

AS FÉRIAS CHEGARAM E vou tentar vivê-las conforme meus médicos recomendaram. Longe das atividades normais, e sem excesso. Essa situação não há mais como acontecer, apesar de o coração estar novo. Talvez uma garrafa de vinho de Mendoza, intercalada num bom papo, na casa da praia, nunca mais do que 4 taças diárias. E olha lá! De qualquer forma, vou levar meu netbook e se houver algo interessante, se me der vontade, entro aqui no blog. Mas, por favor, me considere de férias. Preciso passar a borracha neste 2010 que me deu tanto susto e muitas tristezas com as ausências não programadas de vários amigos que passaram pro andar de cima. Augusto Ferreira Neto foi o último, espero, deles. Como diria o poeta, "um ano ruim, porém os melhores dias de minha vida". Sobrevivi.

Feliz Natal para todos os leitores, críticos ácidos ou amigos, e que 2011 seja melhor.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

KALIL, SALUM E PERRELA

Soube que foi dura a escolha, voto a voto, pra Dirigente do Ano no Troféu Guará. Desculpe-me Mané Carneiro, mas desde a morte de Osvaldo Faria não voto mais na promoção. Respeito, sem participar. Não sou como o Tostão que quando pensou em voltar ao mundo dos mortais não perdia uma entrega do Guará ou qualquer outra promoção. Agora diz que não vai porque não tem duas caras. Achei certa a escolha de Marcos Salum pelo sucesso do América.
* Entendi, também, que a participação de Zezé no vice-campeonato do Cruzeiro foi marcante. Acertou na troca de Adilson por Cuca. Porém, tenho um capítulo especial pra Kalil.
BOLA DE CRISTAL
Quase tudo que Alexandre Kalil fez este ano no Atlético foi bem feito. Não me interessa como acertou as finanças do clube, passou a pagar os salários em dia e fez uma renovação total. Trouxe o treinador pedido pela torcida e por 100% da mídia alvinegra. Na orientação de Luxemburgo contratou quem devia contratar. Só faltou arrumar uma bola de cristal pra prever se o que fazia daria certo. Não deu. Agora sabemos disso e ele, também. Na época, elogiamos sua atuação e as contratações. Tudo roupa de domingo.
* É porque nós da Imprensa somos assim: oniscientes. Até me pergunto: por que os ortopedistas em vez de medicina não fizeram jornalismo? Afinal, sabemos mais do que eles. Que tempo perderam os advogados tributaristas ou conhecedores das leis esportivas? Deviam ter feito jornalismo! E os técnicos de futebol, ou os preparadores físicos, ou treinadores de goleiros, fisioterapeutas? Erraram. Só jornalistas sabem tudo.
* Ah, ah, ah, quando ouço ou vejo profissionais de MBA, ou formados em cursos superiores sobre marketing e direção esportiva, falarem em planejamento, morro de rir. Fizeram jornalismo? Claro que não. Então ouçam e leiam nossos intrépidos e oniscientes rapazes da imprensa dando aulas sobre diversos assuntos, Kalil, por exemplo, só tentou acertar, mas como não teve planejamento, errou tudo. Errou na contratação de Vanderlei Luxemburgo e jogou o Galo na beira do precipício.
* Ao Alexandre Kalil, rendo minhas homenagens e espero que no próximo ano não me obrigue ao exercício de onisciência gratuita que, também, pratiquei em 2010, como os demais companheiros de profissão. Foi bom reencontrar no imbróglio com o espírito do saudoso Elias Kalil, que Alexandre tão bem soube interpretar, e minha gratidão pela amizade mantida. Vamos que vamos.

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

MANIFESTAÇÕES DE PESAR

Surpresos, os amigos e admiradores de Augusto Ferreira Neto, meu mestre no jornalismo, reitor da faculdade da vida “ O Caratinga” onde eu e muita gente famosa fizemos nosso curso e pró-graduação, seguem com suas manifestações de pesar. O mano Fábio Paceli, de Brasília, enviou esta: “Flageraldo, mais um que pega a gente de jeito. Volto animado do Rio, onde fui participar das comemorações do centenário de nosso imenso compositor, o filósofo Noel de Medeiros Rosa, e levo o choque da notícia da morte do Augusto”.
* “Além de tudo que fez pela nossa cidade, ele foi um grande amigo da nossa família. Lembro das histórias que conta no livro eletrônico, de vários episódios ou capítulos, onde ele rememora fatos dos tempos da nossa saudosa juventude em Caratinga, que arquivei e tentarei recuperar para curtir um pouco mais a verve literária de nosso amigo Augusto. Resta a dor da saudade. Um dolorido abraço”.
* De São Paulo, vem a mensagem de Heloisa Matos, conterrânea e ex-colaboradora de “O Juízo”, suplemento de “O Caratinga”: “Flávio, só agora estou sabendo da ausência do Augusto da nossa convivência. Lembro dele com carinho. Já estou no Brasil mas passei alguns dias no limbo, tentando chegar e me encontrar antes de me aproximar dos amigos que aqui deixei. Fiz planos de procurar todo mundo assim que chegasse e ainda não o fiz. Um grande abraço”.

sábado, 11 de dezembro de 2010

LÁ SE FOI MEU MESTRE E EU NEM SABIA

Tanto ele quanto eu somos frutos dessa loucura que chamam de “meios de comunicação”. Mais velho, começou primeiro. Inteligente e de visão, fundou um jornal semanal na cidade “O Caratinga”. Permitiu com a estudantada da terra botasse sua criatividade pra funcionar e daí surgiu o caderno social “O Juízo”. Brincadeira séria e de bom gosto. Por lá e pelo jornal passaram Dênio Moreira, Hamilton Macedo, Ziraldo, Zélio, João Pena – ex-Assessor de Imprensa de Jango Goulart, então presidente da República – Ari Franco, saudoso Secretario do Diário de Minas, Etienne Filho, ex-editor do Jornal Nacional e repórter de O Cruzeiro, Ruy Castro, enorme escritor /biógrafo.

Lá estava eu aos meus 17 anos, com a minha coluna Bate-Bola.

Augusto Ferreira Neto ouvira um comentário que escrevi pra rádio Caratinga e me convidou a colaborar no jornal dele. Fiz de tudo ao lado de Assis, seu irmão: redator, colunista, tipógrafo, impressor e distribuidor de jornal. Corria 1960. Dois anos mais tarde, viemos estagiar no Diário de Minas e Rádio Itatiaia, a convite de Ari Franco e Hamilton Macedo. Outro sucesso era Dênio Moreira, na Rádio Guarani e Tevê Itacolomi, com ele, meu mano Fábio Paceli, cameraman, e o palhaço Fausto Meio-Quilo. O comediante Gastão Arreguy, na Rádio Inconfidência. João Etienne Filho era diretor de “O Diário Católico” e homem forte do teatro mineiro. Ziraldo estava no Rio e Zélio em SP.

Em Beagá, fundamos a sucursal de “O Caratinga” e da Rádio Caratinga. Mandávamos notícias via Correios. Entrevistas com os políticos da região, José Augusto Ferreira Filho, Guilhermino de Oliveira, turma do PSD, ao qual Augusto estava ligado. Um dia, José Augusto negou-se a atender-me ao telefone e Augusto mandou que eu fizesse um texto duro, com lead e sub-lead, conforme Ziraldo ensinava lá do Rio, onde participava da reforma gráfica no Jornal do Brasil, ou Correio da Manhã, sei lá. Titulei: “Zé Augusto nega-se a falar ao CARATINGA”. Foi um Deus nos acuda na redação local e na cidade. Mas pra meu orgulho e terror de Dona Geralda a matéria saiu. Eu a tenho até hoje, arquivada.

Augusto Ferreira tornou-se ícone da educação em Minas. Foi assessor de vários secretários e de ministros. Presidente nacional da Campanha de Educandários Gratuitos. O professor mudou pro andar de cima fora do combinado. Foi juntar-se ao Dênio, João Pena, Etieninho, Hamilton Macedo, Ari Franco, saudosos companheiros dos bons tempos.

E só fiquei sabendo hoje, sábado, dia da Missa de Sétimo Dia, marcada para as 12 horas. Também não pude ir. Meses atrás, quando fui eu que quase mudei, Augusto, viúvo recente, mas já sabendo de sua doença, não parou de mandar-me emails com seu blog e seu livro virtual para o qual pediu que eu fizesse o prefácio. E não pude nem prestar-lhe a última homenagem e agradecer-lhe por convencer dona Geralda e Sodico a deixarem que eu viesse com ele pra Beagá de mal e cuia em vez de fazer o sonhado concurso para o Banco do Brasil que meus pais desejavam. Adeus atrasado velho amigo e eterno Mestre. Vou avisar pro resto da turma, que também não deve saber da imensa perda.

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

ESSE NEGÓCIO DE RANKING ME ATEMORIZA

Ao abrir qualquer jornal, ou site, e dar de cara com um desses rankings que publicam pelai, sem lenço, nem documento, me dá vontade de enfiar a cara na areia, feito avestruz. Um ranking do tipo da ATP Associação dos Tenistas Profissionais tem lá suas razões e credibilidade. Surge da soma de pontos dos atletas, conquistados nas quadras, e administrado por gente do meio, confiáveis. Me diga lá, meu senhor: é confiável um ranking de uma entidade comandada por Ricardo Teixeira?

* Entre os afins e os cabos, ainda me pergunto: pra que m. serve tal ranking nacional dos clubes? Dá dinheiro pra eles?

DOIS ENTÃO COMPLICAM - Se um ranking já é detestável, dois então nem se fala. Otrodia, a Internet desovou um ranking que mereceu texto jornalístico explicando que “finalizado o Campeonato Brasileiro, última competição da temporada 2010, a CBF divulgou o Ranking Nacional de Clubes para 2011. O time mineiro mais bem colocado é o Atlético, com 2.032 pontos, na sexta posição. Quem lidera é o Grêmio, com 2.159.

* O Cruzeiro aparece em tal ranking em novo lugar, com 1950 pontos

HISTÓRIA MAL CONTADA - Segundo a matéria do site, “o ranking considera participações dos times no Campeonato Brasileiro (Séries A, B, C e D) e Copa do Brasil. Primeiro campeão brasileiro, em 1971, o Galo também chegou 14 vezes entre os quatro primeiros colocados da elite do Nacional. Interessante que a matéria nem cita o Cruzeiro.

* Confira os dez primeiros do ranking e as posições das equipes mineiras: 1 - Grêmio – 2159; 2 - Corinthians – 2137; 3 - Flamengo – 2086; 4 - Vasco - 2086
5 - São Paulo – 2049; 6 - Atlético – 2032; 7 - Palmeiras – 2012; 8 - Internacional - 1996
9 - Cruzeiro – 1950; 10 - Santos – 1829

AÍ VEM OUTRO - De repente, o mesmo site divulga outro ranking. E diz sobre ele: “o vice-campeonato brasileiro do Cruzeiro, em 2010, valeu ao clube celeste não só a classificação à Libertadores 2011, como também o deixou em segundo lugar no ranking do Brasileirão de pontos corridos”.

* A lista soma os pontos obtidos pelos clubes desde 2003, quando foi adotada essa fórmula de disputa.

PONTUADORES - O São Paulo, campeão em 2006, 2007 e 2008, já fez 568 pontos no Brasileiro desde 2003. Mesmo tendo ganho o título apenas uma vez, o Cruzeiro é o time mais regular no campeonato depois dos paulistas, com 527 pontos. Só em 2003, ano do título, o clube somou 100.

* Os azuis superaram o Inter de Poá que até 2009 figurava no segundo posto de novo ranking. Agora só de pontos corridos. O Colorado não conquistou nenhum título nessa fase. mas foi vice-campeão em 2005, 2006 e 2009. Soma 517 pontos.

* O quarto lugar é do Santos, campeão em 2004 e que somou 511 pontos. O Flamengo, campeão de 2009, é o quinto, com 463. O Fluminense, vencedor deste ano, fez 455 e ocupa o sétimo lugar, enquanto o Corinthians, detentor do título de 2005, é apenas o nono da lista, com 431 pontos. E o Galo, sem nenhum título? Tá em 12º lugar.

* Ou seja, a jogada da CBF só tem um efeito, ao publicar dois rankings com fórmulas diferentes de disputa. Provocar a latente rivalidade estadual. Só isso; mas o bastante pra encher o nosso saco.

OLHA O BERNARDO CUCA - Há controvérsias quanto a passagem de Bernardo pelo Goiás. Titular com Leão, teve momentos bons e ruins, como de resto todo time. Caiu em desgraça com Artur Neto. Não terá seu empréstimo renovado e foi devolvido ao Cruzeiro. Convém Cuca ficar de olho nele, antes que os bocas azedas da Toca da Raposa encham a cabeça de Perrela e Bernardo seja negociado de graça. Está na lista do Figueirense.

* Bernardo foi afastado por Adilson Batista que entre as seus poucos tá a impaciência no trato com a Imprensa e com o pessoal da base.

* No Goiás , Bernardo fez 31 jogos – não é tão pouco assim – e marcou sete gols, além de dar 12 assistências. No Cruzeiro fez 45 jogos e marcou sete gols. Tem gente lá dentro, cheio de prestígio que não conseguiu tal feito.

GRANDE PERDA - Adilson Batista tanto fez que conseguiu desfalcar o Atlético para 2011. Ao acertar com o Corinthians, não conseguiu levar o preparador de goleiros Oscar Rodrigues, que o acompanhou na saída da Toca da Raposa. Oscar preferiu aceitar proposta do Galo, onde teria um desafio enorme. Que venceu, ao preparar devidamente o garoto Renan Ribeiro pra ser titular inconteste da equipe de Dorival Júnior.

* Agora, no Santos, Adilson Batista conseguiu quebrar a resistência de Oscar. Lá foi ele! Segundo Ramon Salgado, “um baita preparador de goleiros, o melhor do País”. Confio no Ramon, visto nem conhecer o Oscar, eu conheço.

VEZ DA BASE - sem lamentar a saída de Oscar Rodriguez, preferiu pitacar a respeito do preparador de goleiros do juniores: William de Castro. E o avalizou: “desde quando cheguei ao Atlético a minha formação de base foi com ele”.

* Ação entre amigos, coisa comum no futebol.

MENSAGEM DO LEITOR - Vem de Rênio Carlos Garcia, ferrenho defensor de Uberlândia e das coisas do Triângulo Mineiro. Diz ele: “E creia também, Sr. Flavio, que caso o Cruzeiro chegue a uma semifinal e necessite jogar no Sabiá terá torcida contra. A choradeira do Cuca, mais essa pressão da imprensa da Capital para que os jogos não venham para Uberlândia, está aumentando ainda mais a distância entre a torcida do interior e o time celeste. Uma pena, pois era um momento único de resgate do Cruzeiro com Uberlândia e por que não dizer com o Triângulo? Vale ressaltar que, até eu, uberlandense convicto, comprei camisa do Cruzeiro para meu filho”.

* Viu, né Dimas Fonseca, o que vocês da diretoria do Cruzeiro foram arrumar. Eu apenas dou pitaco e nem quero ver o circo pegar fogo.

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

ABERTA A PORTEIRA DA TRINCHEIRA

Flávio Rubens Bagni Torres – São João Del Rei/MG Bom dia Flávio, Mais uma vez brilhante suas observações. Acho que o título ficou em boas mãos, pois o Flu pode ter sido beneficiado pelo "corpo mole" de Palmeiras e São Paulo, mas ao menos no apito não foi. Foi a arrancada mais espetacular da história do Brasileirão, pois em 2009 tinha 1% de chance de permanecer na 1ª divisão e não é que ficou e foi campeão. Não podemos esquecer também do trabalho do técnico Cuca, pois além de tirar o Flu do buraco, onde muitos não acreditavam mais que sairia, montou a base do time campeão e deu nova cara ao Cruzeiro que por muito pouco também não foi campeão.

Devemos valorizar o vice sim, pois o objetivo do rival no começo era brigar pelo título, depois era a classificação para a libertadores, depois a Sulamericana estava de bom tamanho e por fim era para não cair. Aí vem o seu Kalil falar bobagem, como sempre, e dizer de quem gosta de vaga é vestibulando, ora, acho que ele deve rever seus conceitos, pois enquanto o Cruzeiro está todo ano disputando competições importantes e de renome Nacional e Internacional, recebendo gordas cotas de televisão e premiação e ainda colocando seu nome e o de Minas no cenário mundial, o time dele não passa de mero espectador torcendo para que o Cruzeiro se dê mal.

Pois bem, como diz o ditado, a propaganda é alma do negócio, o Cruzeiro sabe como é importante estar na mídia e é lógico que títulos são importantes, mas boas colocações e estar diretamente brigando por títulos é de suma importância para qualquer clube.Quantos jogadores do galo estiveram ontem na premiação do campeonato brasileiro feita pelo canal Sportv? Nenhum. Do Cruzeiro: Fábio e Montillo ganharam em suas posições além de Fabrício e Cuca que ficaram em segundo e Diego Renan em terceiro e a premiação se repetiu no Bola de Prata da Placar e ESPN.

Quantas vezes a marca Cruzeiro esteve exposta na mídia só na última semana? E a do Atlético? A maioria nem sabia quanto estava os outros jogos, só importava quem estava diretamente disputando o título. Então seu Kalil, guarde as frases infelizes e comece a pensar a longo prazo, dê uma boa olhada no SEU time, que não é tão bom quanto você pensa, e relaxar porque não caiu é desculpa esfarrapada para a incompetência ,viu seu Dorival. Quanto ao Cruzeiro parabéns pelo vice, parabéns ao Cuca e ao elenco, pois lutaram até o último minuto pelo título e com algumas contratações em pontos fracos, como o ataque, será sério candidato aos títulos em 2011. Um abraço.

Alisson Fúrfuro - Agora falam em credibilidade. Não vi o Sr. Cuca e muito menos o Sr. Zezé dando tapinhas na mesa nem pitís azuis por causa do penalte CLARO E VERGONHOSO NÃO DADO A FAVOR DO FLAMENGO! Devem estar editando o vídeo ainda e não acabaram né!

Ygor Bessas - Flávio, bom para MG, bom pra todo mundo. Agora por favor BH não pode ter 3 times sem estádios. A ascensão do América para a 1ª divisão quem sabe sensiblizará o poder publico a correr com as obras do Independencia.

Lúcio - Flávio, deixa de bobagem. Esses caras não vão te dar ibope. Se fosse convite do emanuel raposa e seus funcinários eles não penariam duas vezes!!! Hilário demais foi ouvir o rerpórter João Vitor xavier em seu programa(bastiZEIRO, digo bastidores)implorando para que a diretoria do cruzeiro não viajasse p/ o RJ com o time hoje ou amanhã, por causa da guerra Polícia/Bandidos! E como era esperado, ele não comentou e nem entrevistou o zezé perrella sobre o atraso dos salários! Se fosse com Galo ele já estaria comentando e ligando para a diretoria para ela esclarecer a questão como já fizera por muitas vezes , inclusive desestabilizando o time atleticano em plena disputa de competições importantes. Não esquemos da omissão dessa gente sobre ás últimas pesquisas 4ª pesquisa Lance-Ibope que apontou o crescimento da massa atleticana, sendo a terceira torcida que mais cresceu no País: 1º São paulinos, 2º Corinthianos, 3º MASSA ATLETICANA! Este sujeito é mais um que se curva de joelhos aos anseios do anão de jardim Eu verde??? engano seu. Eu quero é o ameriquinha se exploda. Esse timeco não representa nada no futebol. Só vai nos passar vergonha! O lugar dessa baba é na série D

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

JOGAR LIBERTADORES NO SABIÁ É FRIA

Se o professor Cuca e os jogadores mudaram de opinião quanto jogar no Parque do Sabiá e na Arena do Jacaré por que, então, este filho do Sodico ficaria contra? O problema que impede o Cruzeiro de indicar o Estádio de Sete Lagoas para seus jogos na Taça Libertadores das América é tão ínfimo que, com vontade política, se resolveria em poucos dias.

* O regulamento da competição estabelece uma capacidade mínima de 20 mil lugares até a semifinal. A Arena tá liberada pra 19.834 torcedores. A diferença é de apenas 166 cadeiras, que a ADEMG pode doar ao Democrata, tirando do Mineirão.

* Já pra final, a exigência é de 40 mil lugares. Aí sim, o Cruzeiro, que, com certeza, irá à final, poderá transferir a decisão para o Parque do Sabiá.


FUGA DO SABIÁ - No Brasileiro, os jogadores e Cuca fizeram opção pelo Parque do Sabiá. O Cruzeiro tropeçou em dois jogos e todos pediram pra voltar ao aconchego da torcida em Sete Lagoas. A coisa funcionou de novo e o time engrenou até chegar ao vice-campeonato. Existe uma discussão sobre a real capacidade da Arena do Jacaré que o promotor José Antônio Baeta decidiu esclarecer logo. Não há determinação do MP pra se vender menos ingressos, ou seja, apenas 18.870 lugares.

* Doutor Baeta garante que a capacidade é de 19.834 e explicou: “ estão tirando ingresso, pois aquelas cadeiras próximas à área da imprensa não estão sendo vendidas.No último jogo do Cruzeiro, por exemplo, foram vendidos pouco mais de 16 mil ingressos, mas tinha 17.500 dentro do estádio”.

* Segundo o promotor, “uma coisa é capacidade de público do estádio, outra coisa é o tanto que você vende. Você pode vender só 10 mil e distribuir 9 mil. Não há ordem para vender menos, aquilo é ingresso dado”.

OBRAS NOVAS - Para o doutor Baeta, “não existe condições de liberar a capacidade para 20 mil. Só se forem feitas obras para a colocação das cadeiras que faltam. Fazendo a obra para colocar as cadeiras, não há problemas”. Aí vem o danado do empecilho: “Não é tão simples também, precisa ter um projeto para saber onde serão colocadas essas cadeiras e quem paga as obra”.

* “Se fosse só chegar lá e colocar 100 cadeirinhas eu imagino que eles teriam essas 100 cadeiras” observou o Doutor Baeta. É, e eu continuo sem entender nada!!!!

ENFIM, DEU FÁBIO - O que vale, realmente, pra efeito popular e nacional, é a promoção da Rede Globo sobre os craques e a Seleção do Brasileiro. O resto é perfumaria, inclusive a Bola de Prata do Placar e a promoção da ESPN. Na da Rede Globo, Fábio ganhou como o melhor goleiro da competição. Existe alguma dúvida? Montillo foi escolhido o armador pela direita e Conca – além de Craque do Brasileiro – o armador pela esquerda. Existem dúvidas, também?

* Sandro Ricci ganhou como Melhor Árbitro, prêmio pela parcial arbitragem do jogo Corinthians x Cruzeiro, no Pacaembu, e que definiu o título do campeonato.


VAIAS NO BOSS - Outro ponto a destacar na festa da Rede Globo: a vaia que levou o presidente da CBF Ricardo Teixeira. Ninguém consegue engolir a sua administração cheia de dúvidas e denúncias de enriquecimento ilícito. A última delas envolve uma bolada de R$ 100 milhões relacionada com a Copa do Mundo/2014. A história da aprovação de São Paulo pra abertura da Copa, sem estádio e sem verba pra construir um, não desce.

* Ainda mais que será no estádio do Corinthians que nem saiu da planta.

LISTAS ESPERADAS - Enquanto o Coelho desova suas dispensas, Atlético e Cruzeiro ainda preparam as listas. No Cruzeiro, apenas o nome do apoiador argentino Sebastian Prediger, 24 anos, que não jogou uma partida sequer foi mandado embora. Sacanagem. No Galo, a barca deve ser do tamanho daquela de Noé no dilúvio.

* Pelo zum-zum-zum na praça haverá vendas de bons, afora a dispensa dos cabeças-de-bagre. Já especulam até a venda de Montillo. Pode? O cara chegou não tem nem cinco meses, foi escolhido o melhor da posição e já falam em vendê-lo. Céus!!

VAIAS E APLAUSOS - Ah, me esquecia: Sandro Ricci tomou uma vaia tão grande quanto a de Ricardo Teixeira e na maior cara de pau achou tudo normal. Em compensação, depois Murici e Conca, o treinador do Cruzeiro Cuca, segundo colocado, recebeu estrondosa manifestação. A torcida tricolor carioca, presente ao evento, não se esquece que ele salvou ano passado o Fluminense do rebaixamento.

* Também teria aplaudido Jonas, do Grêmio, o grande artilheiro da competição.

KALIL PREOCUPADO - Depois de uma audiência com o governador Anastasia, o presidente do Atlético pra saber como está a obra do Estádio Independência mostrou-se preocupado com a situação do estádio. Revelou que o dinheiro do Governo Federal não será suficiente para finalizar as obras. Grande novidade! O Governo Federal prometeu apenas ajudar na reforma, mas pra fazer política o ex-governador Aécio Neves jogou tudo no chão – Mineirão e Independência – e prometeu reconstruir.

* Fez festa com o dinheiro dos outros. Coitado do futebol mineiro.

SEM DINHEIRO - Segundo Alexandre Kalil o governador informou-lhe que, infelizmente, o dinheiro do Governo Federal não dará pra finalizar a obra, mas que, se depender do Governo Estadual, a obra não para, porque ele acha fundamental que o Independência esteja pronto, pelo menos até junho ou julho.

* Pago pra ver. Antes era abril ou maio, no campeonato mineiro. Agora já foi empurrado para o Brasileiro. Em seguida, só pra Copa. Verão...

* Kalil frisou que apesar da preocupação com as obras do Independência, “saio muito otimista e contente, porque o governador demonstra uma sensibilidade enorme a respeito dos grandes problemas que afetam o futebol mineiro”.

* É, o Kalil anda bem laite, realmente.

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Charge do Edra

TRICOLOR É CAMPEÃO MAS BEAGÁ FICOU AZUL

PODE SER QUE sirva de consolo ao presidente Alexandre Kalil lembrar que aquela vitória sobre o Cruzeiro em Uberlândia tem um peso significativo na conquista do título pelos cariocas e na consequente perda dos celestes. O Fluminense mereceu e fiquemos por aí. Após uma vergohosa goleada (4 a 0) no Morumbi, na última rodada quando não corria nenhum risco de cair, ou tinha qualquer objetivo pois já estava classificado pra Sul-Americana, a justifativa apresentada tanto pelo treinador Dorival Junior - como a gozação de Kalil - simplesmente resume-se no seguinte: o Galo teve uma recaída na hora certa. Só disputava neste jogo o torneio Vergonha na Cara e foi desclassificado.

Enquanto isso, o Cruzeiro não levou o título mas pode lamentar que outros resultados contra times menores, em casa, tiraram-lhe o caneco. Não aquela derrota em Uberlândia para o arquirrival. E pode comemorar o que o Galo não tem nenhum direito: O Brasileiro que fez, a virada sobre o Palmeiras, o vice-campeonato e a vaga direta a Libertadores. Ao Kalil restou fazer piadas no twitter. Comemomorar o quê? A fuga do rebaixamento, ou a vaga na Su-Americana numa disputa travada com times recém saídos do buraco negro? Vergonhoso demais.

Espero que esse não seja o espírito da diretoria pro happy hour para o qual fui convidado, nesta segunda-feira, no restaurante Favorita. Espírito pequeno não pode sobreviver agora no Atlético que prepara pra voltar grande em 2011.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

DOIS RECADOS DO AMIGO E CONTERRÂNEO WAGNER MARTINS

1) Amigos. Acaba de ser lançado pela Editora Biblioteca24x7 de São Paulo, o meu livro "Fala, filho da mãe!!!". O acesso para conhecimento da obra e principalmente PARA A AQUISIÇÃO pode ser feito através desse site

http://24.233.183.33/cont/login/Index_Piloto.jsp?ID=bv24x7br Conto com todos vcs. Abraços

2) Ainda na possibilidade de ocorrerem algumas pequenas alterações de última hora, esse é o roteiro definitivo para o Sarau do dia 17 de dezembro no Teatro Aos amigos que tiverem livros editados, informamos que será permitido a exposição dos trabalhos no hall de entrada do teatro. Sugerimos aos companheiros, sobretudo os que integram a equipe do sarau, que tiverem obras editadas que não se façam de rogados

FAMILIA INTEIRA DE OLHO NA RODADA

Os meus dois olhos não bastarão pra acompanhar esta rodada decisiva do Brasileiro que todos os jogos no mesmo covarde horário global das cinco da tarde – pra Mãe Natureza, quatro horas – com o sol a pino rachando a cabeça intumescendo os cérebros dos atletas, juízes e comissões técnicas. Quiças dos torcedores, também. Afe Maria!!! Então vou convocar os familiares e suas idiossincrasias, cada qual com a sua preferência, como meus olheiros imparciais. Conseguirão? Sei lá.
* Olho no Guarani pra sentir se o “bugre campineiro”, como diz Luciano do Vale, não fará uma entrega de conforme ao Fluminense; e no mistão do Goiás pra analisar bem seu comportamento diante do Corinthians.
MISTÃO DO PALMEIRAS
Nada valerá a pena, entrementes – como isso é bonito, gente! – se o Cruzeiro de Cuca não fizer a parte dele em campo, arregaçando o mistão do Palmeiras, na Arena do Jacaré, enquanto Perrela e Cia, de joelhos no vestiário, “com a humildade que lhes é peculiar (rsrsrsrs)” estarão pedindo aos deuses do futebol que interfiram nos demais jogos e façam os porcos magros sujarem a água.
* Como não tenho o famigerado pagar-pra-ver vou ficar de olho no Morumbi pra ver se o Galo cumpre a previsão de um torcedor fanático dita na Itatiaia: 4 a 1 em cima do SP.
SURTEI DE VEZ
Ousadia pura, surtei de vez. Na exposição Futebol Arte na Quadrum Galeria presenteei meu conterrâneo e amigo Zélio Alves Pinto, pintor, jornalista, escritor, grafista e escritor, com dois de meus livros: Profetas do Acontecido e Divinas Marias. E folheei o livro escrito por Enock Sacramento sobre ele: “Zélio 50 anos de Aventura Visual”. Ganhei um autografado em desenho.
* Senhor Bom Jesus do Galho! Só mesmo um cara louco que nem eu faria um negócio deste. Submeter duas obras suas ao Mestre Zélio.
SITE DA CONMEBOL
Você, torcedor cruzeirense, e colecionador de conquistas do seu time entre no site oficial da Conmebol que mostra o desempenho das 184 equipes que já participaram da Taça Libertadores, desde a primeira edição em 1960 até 2010. Cara, um apanhado sensacional das vitórias, empates, derrotas, gols feitos e sofridos, além do número de participações, títulos, pontos conquistados e aproveitamento de cada.
A tabela mostra número de jogos de todos os times, vitórias, empates, derrotas, gols feitos e sofridos, além do número de participações, títulos, pontos conquistados e aproveitamento.
* O Cruzeiro em 12 participações tem o melhor aproveitamento em pontos corridos entre todos os 130 times que disputaram mais de uma edição da Libertadores. Vale a pena conferir e discutir no bar do Salomão.
* São 120 jogos, com 71 vitórias, 21 empates e 28 derrotas, num total de 234 pontos e 65% de aproveitamento.
ROGER SEM HUMILDADE
Roger ou Gilberto? Ou então os dois e mais Walter Montillo? Na fórmula de Roger, o mais certo é ele continuar no time que tem jogado bem depois de sua entrada. Falta de modéstia? Não, auto-confiança. Autor de gols decisivos nas vitórias sobre o Vasco e o Flamengo, nas últimas duas rodadas do Campeonato Brasileiro, Roger cai, aos poucos, nas graças da torcida.
* Quem é bom não espera elogios de terceiros. Provoca-os.
QUERO AS MINHAS
As 43 mil velhas cadeiras do Mineirão – nem tão velhas assim – serão distribuídas por vários estádios do interior: Parque do Sabiá receberá 25 mil; o Penidão, 8 mil; o Mamud Abas, de Valadares, 5 mil; o de Pará de Minas, 2 mil e o do Usipa, 3 mil assentos.
* E o Salão, belo estádio do Fluminense da Rua do Sal, em Caratinga? Nem uma mísera cadeira? Tô fora da boca? Como se deu essa distribuição de bens públicos?

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

NA QUADRUM GALERIA

HOJE ÁS 8 HORAS DA NOITE estarei na Gradum Galeria de Arte, avenida Prudente Morais, 78, na esquina de Contorno, Cidade jardim, pra prestigiar a exposição Futebol Arte de Zélio Alves Pinto e mais 10 famosos pintores, cartunistas e artistas plásticos brasileiros e do exterior. Tô lá recebendo o meu conterrâneo Zélio, filho do seu Geraldo e de dona Zizinha.

GALO SEGURA DORIVAL E GARANTE TARDELLI

Após assegurar que Dorival Júnior será o treinador da próxima temporada, a cartolagem atleticana soltou sonora gargalhada de alegria ao ouvir o próprio Diego Tardelli dizer que se sente feliz aqui, muito valorizado e, por isso, não pensa em deixar o Atlético por qualquer proposta. Ano passado, o Galo teria recusado uma proposta do Saint Etienne de Paris de 9 milhões de euros. Na época, Tardelli destacou-se como o maior artilheiro da temporada brasileira com 42 gols.

* Cheio de moral, Alexandre Kalil fechou a cara e nem recebeu os franceses. Só se eles viessem com um cheque garantido de 12 milhões de euros. Este ano, a mercadoria teve preço reduzido à metade, podes crer!

DIFICIL SEGURAR - Ainda que Tardelli manifeste a vontade de ficar e a diretoria tenha propensão em descartar as sondagens e as propostas abaixo daquelas do ano passado, um informante da Trincheira garantiu que o artilheiro sai na próxima temporada pra recompor o caixa do clube afetado com os prejuízos dos jogos sem o Mineirão.

* Segundo tal informante, Kalil mantém na gaveta, fechada a sete chaves, a proposta irrecusável de um clube português. Me conta, Urso Bravo.

VAGA E MAIS GRANA - Nesse cruzamento de bigodes sujos de café com leite no final de semana, nada terá sabor insosso pra mineirada. Só pros paulistas que não almejam nada. O Galo corre atrás de uma vaga na Sul-Americana que virá via empate com o São Paulo no Morumbi. E mais a premiação de R$ 1 milhão do Clube dos 13. Grana em boa hora.

* O Cruzeiro quer mais: vencer o Palmeiras na Arena do Jacaré e esperar tropeços do Flu e do Coringão pra ser campeão brasileiro; e vem o Murilo, do Clube Mineiro da Cachaça, me acusar de só falar do Cruzeiro. Pode?

MUITA GRANA - O total de prêmios este ano bate em R$ 28 milhões. O campeão receberá R$ 8 milhões ( dinheiro que o Corinthians promete transferir ao Guarani se ele ganhar do Flu, no Engenhão domingo). O 2º colocado levará R$ 4 milhões. Para o 3º, o prêmio é de R$ 3 milhões. Já 4º lugar ficará com 2 milhões.

* Sabem o que proporcionou este aumento de premiação aos times: a desgraceira da venda de pacotes do tal pagar-pra-ver que aumentou uma barbaridade.

CREDIBILIDADE NO CHÃO - Aumenta o número de defensores do retrocesso. A volta dos mata-matas em razão do comprometimento de jogos em importantes nos quais os principais clubes botaram times reservas. A coisa cresce tanto na opinião pública que virou campanha disfarçada.

* A Rede Globo tá por trás disso tudo e o Clube dos 13 dividiu-se na opinião final.

CUCA NÃO QUER MUDANÇAS - Cuca tem a mesma opinião deste sagrado espaço. Mudar pra quê? Time que tá vencendo não se mexe; não é que diz o lugar-comum? Não se deve medir nem pesar a competição por incidentes menores, como as manifestações passionais de torcedores pedindo que seus times entreguem o jogo pra beneficiar adversários dos arquirrivais.

* Mas não se pode aceitar – e deve-se punir com rigor – os esquemas de bastidores nesse sentido. Como se faz na Europa.

* histórias de malas brancas, contudo, não devem ser incluídas nessas análises. Existem há anos e não fazem mal a ninguém. A mala preta da derrota é que é crime.

BOM EXEMPLO - Cuca cita que “o campeonato é bom, é ótimo, os pontos corridos não podem acabar. Foi tão difícil pegar uma credibilidade. Muita gente dizia que não vai ter graça o ponto corrido, mas no domingo só dois jogos não valem nada. São oito jogos decisivos e apenas dois, não. O campeonato é ótimo”.

* Outro ponto importante no qual Cuca e eu estamos juntos: ajuste do calendário brasileiro com o europeu. Lá as competições começam em agosto e terminam em maio. Cuca até apresentou soluções para que seja feita a adaptação do calendário.

*Sugestão do Cuca: “Acoplar o nosso calendário ao europeu. Férias em junho? Pega 15, 20 dias de férias em junho e pega mais 15, 10, 12 em dezembro para Natal e Ano Novo. Aí vai acabar essa bagunça de janela”.

* Então, os campeonatos estaduais vão se ferrar, sem datas. Esta sugestão me assusta.

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

GOIÁS VENCE E LEVA GRANDE VANTAGEM PRA BUENOS AIRES

O GOLEIRO HARLEY MENESES completou 69O jogos com o Goiás, mais Rafael Moura, em grande fase, o Goiás fez 2 a 0 no Independiente de Buenos Aires e leva grande vantagem pra segunda partida, em Alvelaneda. Se conquistar a Sul-Americana, o Goiás representará conquistará uma vaga na Libertadores.

HOJE ÁS 8 HORAS DA NOITE estarei na Gradum Galeria de Arte, avenida Prudente Morais, 78, na esquina de Contorno, Cidade jardim, pra prestigiar a exposição Futebol Arte de Zélio Alves Pinto e mais 10 famosos pintores, cartunistas e artistas plásticos brasileiros e do exterior. Tô lá recebendo o meu conterrâneo Zélio, filho do seu Geraldo e de dona Zizinha.

SE ISSO ACONTECER, VOLTO PRA CARATINGA

Já não me bastam árbitros mal-intencionados, cabeças-de-bagre aos montes, times importantes entregando jogos decisivos só pra prejudicar os arquirrivais estaduais, ainda terei que tolerar, como querem “os periodistas” hermanos cariocas, de jogador naturalizado na Seleção Brasileira? Deus me livre. Vou na canela: sou daquele tempo no qual nem atleta brasileiro negociado com o exterior era convocado! Por causa justa, esse quesito caiu. Mas naturalizar Conca pra ele jogar na Seleção é demais!

* Eu quero minha Mãe, urgente. Que ela me salve de presenciar tal besteira, ainda que saiba da mínima possibilidade do fato acontecer, visto que Mano Meneses é contra.

REPERCUTE AQUI

O que mais me deixa preocupado é que o assunto surge no Rio de Janeiro, porque interessa a mídia de lá e é imediatamente repercutido aqui na província pelos “carioqueiros” de plantão, torcedores enrustidos de Flamengo, Fluminense, Vasco, Botafogo, Duque de Caxias, Madureira e Mangueira pagos com os salários mineiros dos veículos de comunicação das Geraes.

* Quero deixar bem claro que a minha indignação seria igualmente grande caso um dos enrustidos cariocas daqui, dissimulando, defendesse a naturalização de Montillo.

AS VÍTIMAS NACIONAIS

Para colocar o “brasileiro” Conca os cariocas resolveram que Douglas, do Grêmio, e Ronaldinho Gaúcho, foram os culpados pela derrota no amistoso contra a Argentina em Doha, no Catar. O gremista perdeu a bola que originou o contra-ataque argentino no gol da derrota. O Gaúcho esteve sem o brilho esperado.

* Douglas foi castigado ao ouvir a série de palavrões do técnico ao perder a bola, atitude para a qual o educado Mano já pediu desculpas, também. Quanto a Ronaldinho, a campanha é comida requentada.

OLHO NO NEI FRANCO
O caratinguense Nei Franco convocou os atletas para a Seleção Brasileira Sub-20 que disputará o Sul-Americano de janeiro a fevereiro no Peru. De Minas, só o goleiro Gabriel, do Cruzeiro, que Mano Meneses já chamou para um amistoso da Seleção principal. Apesar de gostar muito do Nei – e até gozar de sua amizade – eu poderia criticar sua lista, mas seria na base do regionalismo. Na realidade, a pobreza de nossas divisões de base assusta.
* Poderia reivindicar Eron, Diego Renan, e Thiago Ribeiro. Mas não tenho informações sobre os demais convocados. Seria injusto.
LISTA COMPLETA
A lista completa de Nei Franco é a seguinte: Goleiros: Alexander (Avaí), Gabriel (Cruzeiro). Milton (Botafogo). Zagueiros: Alan (Vitória), Bruno Uvini (São Paulo)
Juan (Internacional), Romário (Internacional), Saimon (Grêmio). Laterais: Danilo (Santos) – ex-América - Rafael Galhardo (Flamengo); Alexsandro (Santos), Gabriel Silva (Palmeiras). Meias: Alan Patrick (Santos), Lucas (São Paulo), Oscar (Inter)
Philippe Coutinho (Inter de Milão), Casemiro (São Paulo), Fernando (Grêmio)
João Pedro (Palermo), José Eduardo (Parma). Atacantes: Diego Mauricio (Flamengo)
Henrique (Vitória), Lucas Gaúcho (São Paulo), Neymar (Santos), William (Grêmio Prudente).
* Só tem cobra ou projeto de craque nesta lista.
PESQUISA NA INTERNET
Diante de tal fato, a Trincheira pesquisou na Internet uma relação mais completa de atletas nascidos a partir de 91, conforme estabelece o regulamento do Campeonato Sul-Americano e que poderiam ser – e alguns foram - chamados por Nei. Encontrei uma lista de 64 nomes. Poucos jogam no futebol mineiro.
* Mato a cobra e mostro o pau; o que usei pra matar a cobra, claro.
Gabriel, 18 anos (Cruzeiro), Milton Raphael, (Botafogo), Raphael Borges, Luís Guilherme, Alekxander, (Avaí); Rodolfo, (Inter) Lucas Covolan,(Vasco). Richard, (São Paulo); laterais-direitos: - Rafael Galhardo, (Fla) Danilo,(Santos), Luís Felipe, (Pal)
Kléber (Inter) Edgar (Atlético-PR), Ryan, (Flu) e Cristian, 18 (Santos). Zagueiros: Juan, 19 anos (Inter), Bruno Uvini, (São Paulo), Saimon (Grêmio), Alan Henrique (Vitória), Rafael Caldeira, (Santos), Gerson, (Grêmio), Romário Leiria, (Inter)
Sidimar, (Atlético-MG), Lucas Zen, 19 (Bota) e Cristianno (Fla).
Continuemos com a profunda pesquisa da Trincheira: laterais-esquerdos: Alex Sandro, (Santos), Gabriel Silva, (Pal), Dodô (Corinthians), Diogo (Vasco), Heracles (Atlético-PR), Jorbinson (Fla), Eron (Atlético-MG), Guilherme Batata (Atlético-PR), Dennis(Atlético-PR). Volantes: Casemiro (São Paulo), Wellington (São Paulo), Fernando (Grêmio), Bruno Renan (Shaktar Donetsk), Allan Marques(Vasco),
Zé Eduardo (Parma-ITA), Uchoa (Cruzeiro), Fernando (Pal), Zé Vitor(São Paulo)
Elivelton(Vasco).
Meias: Philippe Coutinho (Internazionale), Oscar (Inter), Lucas (São Paulo), Alan Patrick (Santos), Dudu (Coritiba) – dispensado pelo Cruzeiro - João Pedro (Parma-ITA)
Nicão (Atlético-MG), Wellington Nen (Fluminense), Eduardo Sasha (Inter) Jonathan (Vasco). Atacantes: Neymar (Santos), Henrique (Vitória), Diego Maurício (Fla) Lucas Gaúcho (São Paulo), Bérgson (Grêmio), Miguel Bianconi (Pal) Thiaguinho (Cruzeiro)
Matheus Carvalho (Flu). Wellington Silva (Arsenal) e Nilson (Vasco).
* É, obrigado ao pessoal do Correio pela relação e pela conclusão. Nei Franco acertou mais uma vez.