quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

TIME DE DORIVAL É FORTE, SEM SER O DEFINITIVO

Não creio que Dorival Júnior tenha optado, em definitivo, pelo time dos treinos táticos da semana e que fará o jogo-treino com o Guarani, de Divinópolis, na Cidade do Galo. De fora estão, ainda, Leonardo Silva, Diego Souza, Ricardinho, Zé Luiz, Toró e Mancini. Como escalar este pessoal sei lá, entretanto penso que mais da metade deles estará no time final de Dorival.

SUPORTE DO CHUTE

Chutar faz parte da vida do jogador de futebol e do cronista esportivo. Gosto das boas especulações sem forçar a barra. Por exemplo: pra encaixar Léo Silva ou o técnico afasta Werley – pior solução – e forma a dupla com Réver, ou opta pelo 3-5-2, sem Rafael Cruz. Boa!

DIEGO ENTRA

Com três zagueiros, pode-se abrir mão de Zé Luiz e Toró e usar Richarlyson, Serginho, Renan Oliveira, Mancini e Leandro. Jóbson e Diego Tardelli. Senhores, este time no papel tá forte pacas!

MOC SEM FUTEBOL

Que me perdoe o prefeitaço Luiz Tadeu Leite, meu seguidor e leitor, mas a bela MOC precisa de entrar de vez no futebol. Tem sempre suas chances e acaba fracassando por falta de infra-estrutura; os estádios de lá não prestam pra elite do futebol. Não se deve responsabilizar a prefeitura por isso, claro, porque ela tem prioridades sociais mais importantes.

LIDERANÇA QUE CONTA

Falo da liderança de Tadeu, que com apenas 21 anos chegou ao seu primeiro mandato na Prefeitura, e que hoje é uma das grandes lideranças – se não a maior – do norte de Minas. Estádios agora saem do projeto via iniciativa privada. Por isso, a liderança dele tem tal importância, além do mágico poder de tirar leite da pedra, sem trocadilho.

ESTÁDIO PEQUENO

Estádio com capacidade para 5 mil pessoas, ainda que tenha a liberação da FMF, MP, Bombeiros, Polícia Militar, tem que oferecer algo a mais ao torcedor: segurança, em primeiro lugar; seguido de conforto e qualidade de atendimento aos usuários em geral.

BITACA NO FUTEBOL

Caso o estádio não tiver tais requisitos vira bitaca; a propaganda negativa será bem maior que a positiva. Esse é o risco que MOC corre com o estádio aprovado em cima das coxas...

KALIL CONFIRMA

Alexandre Kalil confirmou negociações com um clube chinês envolvendo Obina. O Galo descobriu um novo filão no mercado do futebol. Coisas de Eduardo Maluf, enquanto do outro lado da lagoa, o pessoal dorme de toca...



MENINOS, EU VI

Imaginando que me pediriam, além da carteira da AMCE, atestado de bons antecedentes futebolísticos, fui pra cima do muro e acompanhei de perto, confortavelmente, apesar de a cerca elétrica, a tranquila vitória dos azuis sobre o Cuiabá no jogo-treino da Toca. Pelos olhos de um esperto pardal, no qual me transformei, vi tudo e gostei de muita coisa.

TURMA DA BOA

Enquanto Ortigoza, Wellington Paulista, André Dias, Tiaguinho, Fabrício e Uchoa treinavam em separado, Rômulo, Montillo, Gilberto – de contrato prorrogado- e Thiago Ribeiro arrebentavam. A danada da bola, porém, não entrava. O centroavante foi Reis, pois Farias teve uma crise de caspa e não treinou. Penso que o ex-pontepretano esteve bem inibido. Pesou a camisa.

WALLYSON GOLEIA

Na outra fase do treino, com as mudanças feitas por Cuca, principalmente com as entradas de Roger e Wallyson, o time pisou no acelerador e fez 3 a 0, gols de Wallyson, 2, e do marido de Deborah Secco. Gostei mais da formação final. Claro que Cuca apenas tá no início do trabalho e que a coisa deve melhorar domingo no amistoso contra o Uberlândia, no Parque do Sabiá,

VEJAM OS TIMES

Para os estudos dos leitores, a atenta Trincheira, na pele do pardal, escala os times do treino-tático. Na primeira fase: Fábio; Rômulo, Leo, Gil e Diego Renan; Henrique, Marquinhos Paraná, Montillo, e Gilberto; Thiago Ribeiro e Reis. Na segunda: Rafael; Pablo, Naldo, Edcarlos e Fabrício Carioca; Geovane, Pedro Ken, Everton e Roger; Wallyson e Dudu. Este time me agradou mais. Além dos já citados, destaco Naldo, Fabrício e Dudu.

TALISMÃ FUNCIONA

Pai Santana precisou utilizar o talismã Caio pra vencer o Duque de Caxias no Engenhão na estréia do Botafogo no Cariocão. Já o Fluminense, forte candidato ao título, também passou seus apertos. Teve Souza expulso no primeiro tempo, mas mesmo com 10 conseguiu fazer l a 0 no Bangu, gol de Fred. O Engenhão teve jogo à tarde e à noite. Não vai aguentar este pique!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.