quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

ATRAÇÃO DA TEVÊ NESTA NOITE DE QUARTA: AMÉRICA X CALDENSE

Aqueles que trabalham no futebol de Minas Gerais, ainda que com as cabecinhas nas nuvens sonhando com Barcelona, Chelsea, Liverpool, Milan, Real Madrid, Manchester United, desçam à terra dos simples mortais e vão pra frente da tevê. A atração desta noite na Poderosa Rede Globo, só pra alguns rincões da província do doutor Tonico Anastasia, será bem a gosto mineiro: América x Caldense, às dez da noite.

Bom demais! O Coelho empatou a primeira, na sua praça de opção, que é Varginha (1 a 1) com o Uberaba. E o time de Poços de Caldas apanhou do Cruzeiro e do juiz em Sete Lagoas.

Mauro Fernandes anuncia duas alterações. Uma delas muda o esquema tático pra 4-4-2. No gol, volta o experiente Flávio e na frente Luciano entra no lugar do volante Nando. O time ficará mais ofensivo, pois Luciano tem ótimo apetite de ataque, com qualidade e encostará nos atacantes Fábio Júnior e Daniel Lovinho.


Tite esconde tanto o jogo que nem sabe qual o time do Corinthians escala esta noite na Colômbia contra o Desportivo Tolima no jogo de volta da pré-Libertadores. Lembrando: na primeira partida, numa preguiça de fazer gosto, o Timão empatou com eles, no Pacaembu, em l a l. Péssimo resultado!

Bom, Tite não sabe quem escalar em termos. Ronaldo tá garantido.

2 comentários:

  1. SObre a matéria (?) em Placar :

    Para mim, não existem virgens na zona: o futebol é sujo demais e
    quando alguém resolver fazer alguma coisa com mais inteligência e
    menos ganância, todo mundo fica querendo saber qual é a fórmula
    mágica.

    Dôr de cotovelo também pode matar.

    ResponderExcluir
  2. Um erro imediatista que pode causar tristezas aos torcedores e prejuízos aos clubes é dar créditos somente as conquistas e deixar de lado a importância em chegar o mais perto possível do campeão. Mas, culturalmente no Brasil só o caneco é que vale.
    E é claro, que a razão maior de qualquer esporte é competir e ser campeão. O elenco quer ganhar o título e levantar a taça, dar a volta olímpica, ser exaltado pelos torcedores apaixonados, deixar sua história e virar ídolo eterno das cores que eles representam. O planejamento é focado para este fim, mas realmente é só um que vence e consegue chegar ao lugar mais nobre da tabela... O topo.
    E acontece que muitos desprezam o restante do trabalho que foi feito. O Brasileirão é um dos campeonatos mais difíceis do planeta, quando inicia, teoricamente muitos times tem a chance de puxar o caneco, e ao decorrer do campeonato os objetivos vão sendo alterados, equipes perdem a vontade de vencer na medida em que não aspiram, nada importante na competição, mas ficam lições e detalhes.
    Em 2010 o Fluminense chegou lá, foi campeão com méritos, mas por ironia do destino este título começou em 2009 no Mineirão, o Fluminense na lanterna não podia perder mais nenhum jogo que cairia para segundona, o Cruzeiro deu um baile no primeiro tempo, ganhado de 2 X 0, perdendo gols incríveis , Wellington Paulista perdeu um pênalti com direito a bola na trave no finalzinho. O Fluminense volta pro segundo tempo vira o jogo com o Fred comandando o jogo ele fez dois últimos gols e (o zagueiro Gum fez o primeiro) virou para os cariocas, numa arrancada sensacional que só não tirou o time do rebaixamento, mas o levou a conquista do Brasileirão de 2010.
    Outra lição que fica é a ultima rodada do Brasileirão 2010, o Corinthians menosprezou o time reserva do já rebaixado Goiás. Jogando mal tomou um gol bizarro e não teve competência, de vencer este jogo e parecia que os jogadores pensavam -- “tô nem aí” não vai dar pra ser campeão mesmo. O Fluminense era o franco favorito e jogava contra o Guarani no Engenhão e depois que o Fluminense fez seu gol, aí que os jogadores do Timão não interessaram mesmo em correr atrás para assegurar o vice-campeonato, faltou garra e coragem. Por azar da Fiel o Cruzeiro marca o seu gol aos 46 minutos do segundo tempo e vira seu jogo contra o Flamengo, deixando o Corinthians em Terceiro lugar na tabela. Conseqüentemente teve que jogar a pré-libertadores. Aí deu no que deu né? Gerando insatisfação para torcida, que deixa de disputar um titulo inédito e prejuízos ao clube, não só na Libertadores, e também no restante da temporada. Não disputa Copa do Brasil e nem Sul Americana. O “tõ nem aí” contra o Goiás no final do ano, virou, Toliminado da pré-libertadores de 2011.

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.