terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

COMO A TRINCHEIRA PREVIU: VICTORINO VEM E ROGER FICA

O leitor Reginaldo Lopes, de Montes Claros, envia mensagem que, devido à minha falta de modéstia, não devo deixar de responder alguns trechos. Cruzeirense e entusiasmado com os últimos acontecimentos, joga nos meus ombros a responsabilidade de ter evitado que Roger deixasse a Toca e que a diretoria encerrasse as negociações com Victorino.

O leitor cita inclusive meu blog de anteontem onde afirmo que se tratava de conversa fiada a história do clube desistir do beque uruguaio. Eu disse que era jogo de cena.

Reginaldo pensa que o meu posicionamento em favor de Roger meteu medo no Cuca (bobagem!) e que a diretoria, outra vez, respeitou meu ponto de vista – bobagem maior ainda.

No caso de Roger, taxei de absurdo e mantenho meu ponto de vista, Cuca argumentava que houve quebra de hierarquia. Qual foi a ordem que Roger deixou de cumprir?

Nenhuma. Simplesmente extravasou pela imprensa o sentimento de desagrado com a manifestação do treinador em favor de determinados jogadores, sem abrir chance de uma disputa técnica no campo.

A diretoria resolveu agir e aplicou a lei do silêncio nos desafetos Gilberto, Cuca e Roger e os aproximou.

Moralmente tudo ficou acertado. O imoral será caso Cuca, nos subterrâneos da consciência, resolver deixar Roger fora até do banco ou na reserva nunca optando por aproveitá-lo

Então, que os torcedores pintem aos rostos de azul e lotem as arquibancadas aos gritos de Roger, Roger, pra desespero de Gilberto e Cuca.

Na Trincheira, o filho da dona Geralda dará eco às manifestações e acrescentará sua repulsa maior ainda.

No caso de Victorino, meu caro Gilberto, a cartolagem azul queria enterrar aquele clima do qual Valdir Barbosa reclamou antes sobre a transação.

Por causa do falatório, apareceram vários candidatos. A La U quis fazer leilão.

Quando o Cruzeiro esfriou o jogo de interesses e o mercado europeu se fechou, Victorino apavorou-se. Perderia um salário na Toca de R$ 100 mil o dobro do que ganha no Chile.

Sabia do falso jogo cruzeirense de desinteresse em abocanhar Victorino. Jogada inteligente e que gerou bons frutos. Parabéns aos dirigentes celestes!

Esperemos, no entanto, o contrato ser assinado e Victorino ser apresentado com a camisa do Cruzeiro. Foi a grande contratação deste ano.

Jogador pra se buscar no Aeroporto de Confins.

Após perder Leo Silva para o Atlético, os azuis agiram bem pra cobrir o setor. Victorino tem 1,82m. Tem extraordinária experiência internacional até em disputa de Copa do Mundo. Na La U fez 11 gols em 74 partidas.

Já cornetei demais o time de Cuca que, com certeza, anda por aqui (céus) com este filho de Dona Geralda. Contudo, dentre os seis zagueiros que o Cruzeiro terá, por enquanto penso que a melhor dupla nem é Léo com Gil –fraco e estabanado.

É Léo com Naldo ou Fabrício Carioca. No futuro será Victorino e Léo, mas depende de Fabrício.

Caso o clube pretenda liberar algum que opte por Gil.

Aliás, a sugestão acima me foi apresentada pelo leitor que me escreve Reginaldo Lopes, de MOC. Acrescenta que Cuca pode resolver a deficiência da lateral direita com Diego Renan por aquele lado e o time com três zagueiros – Léo, Victorino e Fabrício Carioca que é também lateral fixo perna esquerda.

Não obrigue Cuca a pensar tanto, Reginaldo.

Um comentário:

  1. OLHAR, sobre essa rigue de boxe entre ROGER X CUCA na minha opinião como eu vejo o futebol estou no lado do treinador pois o nosso roger q ser a estrela maior do circo como sempre, desde dos tempos de fluminense, na minha opinião o trenador jamais pode pede o comando do seu time por causa de um jogador insatisfeito.... se não vc já virão neeéé, esse FILME ja aconteceu AKI NO ATLETICO, DE TREINADOR PEDER O COMANDO TECNICO....
    eu fico absmador é com o comeNtario do nosso comentarista FLAVIO ANSELMO de apoia o jogador ROGER, ISSO É UM ABSUDOR!!!!!!!
    SE A MODA PEGA HEIM????? OQ VAI TER DE FUCIONARIO METENDO O DEDO NA CARA DE CHEFE POR AI HEIM......

    ATÉ MAIS...........

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.