terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

CUCA SAI SOB APLAUSOS NA ARENA

TEM TAMBÉM DEPOIS DA TRINCHEIRA A GENIAL CHARGE DO NÃO MENOS GENIAL CARATINGUENSE EDRA


Além de apostar de novo em Wallyson, autor de mais dois gols na goleada sobre o Guarani ( 4 a 0), a segunda seguida na Taça Libertadores, o técnico Cuca ousou com o placar em 2 a 0 e colocou três atacantes.
Em poucos minutos antes do final da partida, o Cruzeiro fechou a goleada, com Farias e Thiago Ribeiro.
Thiago Ribeiro entrou no lugar de Roger aos 29´. Já estava 2 a 0.
Wallyson tinha marcado aos 30 minutos primeiro tempo e aos 18 do segundo.
Cuca resolveu mexer mais e tirou WP-9. De novo apagado.
Farias entrou, sofreu pênalti que o árbitro não deu e marcou aos 40, numa jogada de Dudu, outro que saiu do banco.
O menino da base entrou na vaga de Wallyson, aos 36´, para que o artilheiro saísse sob a consagração da China Azul. Muito aplaudido.
Faltava a bomba de Thiago Ribeiro. Ele gosta disso. Aos 44`, Thiago marcou o mais belo gol da noite: Cruzeiro 4 x Guarani de Assunção 0.
Agora, o Cruzeiro volta à realidade do Campeonato Mineiro e manda seu mistão a Teófilo Otoni enfrentar o América local neste sábado.
Rio-Bahia neles.


Se o Galo não trouxer a classificação nesta quarta-feira lá do Maranhão o cartaz que adquiriu nos quatro jogos do Mineiro não valerá nada.
Deixar o Iape engrossar, nem ver!
Em jogo estará uma vaga na Taça Libertadores das Américas no próximo ano.
Por mais que Dorival Júnior diga não, o Galo entrou na Copa do Brasil como um dos maiores favoritos.
Rever e Toró seguiram na delegação. Só o becão deve jogar nesta quarta e com certeza no lugar de Werley.
Estarão formadas as Torres Gêmeas da defesa do Galo.
Só não pode aparecer um Bin Laden e botar tudo pra baixo.
Tome mais tabu: nas últimas cinco edições da CB, o Galo arrancou a vaga na primeira partida. Também contra quem?
2006, Atlético de Ibirama, em Santa Catarina: 3 x 0.
2007, Colo Colo da Bahia: 3 a 1.
2008, Palmas de Tocantins: 7 a 0.
2009, Itabaiana de Sergipe: 5 a 0.
2010. Juventus do Acre: 7 a 0.
Portanto, se deixar a peteca cair contra o Iape...

Que vontade de estar na bela São Luiz do Maranhão pra ver este confronto Iape x Galo no reformado Estádio Nhozinho Santos.
Estive lá em algumas oportunidades, antes da inauguração do Castelão.
O Nhozinho Santos é uma Arena do Jacaré que nem tirar, nem por. Capacidade de 16.500 pessoas.
O multiuso Castelão permanece fechado pra reforma. É o maior estádio do Nordeste do Brasil. Pra umas 60 mil pessoas.

O ex-desembargador gaúcho, ex-presidente do Grêmio e mandatário do Clube dos 13 há uns 20 anos, Fábio Koff, acha hilária a informação da possível saída do Corinthians.
Se eu fosse ele não acharia não. O Timão sai e pode levar com ele o Flamengo. Ambos com apoio da Rede Globo.
Neste instante em que você, caro leitor, mergulha na piscina do saber esportivo que é a Trincheira periga o Timão já ter se desligado oficialmente.
Patrícia Amorim, até outro dia com o Flamengo desafeto de Ricardo Teixeira, agora com um título nacional de presente pode até fazer negar fogo.
Deixar o Corinthians sozinho na briga.
Tudo é possível por se tratar do “mardito” dinheiro.
O Corinthians entende que tem que ganhar mais que os outros no bolo da Tevê.
Por isso apóia a Globo na briga com a Record pelos direitos. E a ex-Poderosa tá do lado dos paulistas corintianos.

Koff diz que em toda época de distribuição da grana um clube fala em pular fora. Só fala. ]
Garante: se Andrés Sanchez quiser tirar o Corinthians do C13, não haverá problema.
Os dirigentes do C13 discutem os tópicos do edital de licitação dos direitos de TV aberta para o triênio 2012-2014 do Brasileirão.

Andrés Sanchez quer Patrícia Amorim do seu lado e assim as duas maiores torcidas do país poderiam negociar separadamente por cotas maiores.
A CBF, junto com a Rede Globo, atual detentora dos direitos, não quer saber desta história de licitação. Isso está fora da cultura do jeitinho que o brasileiro tem.
Ou seja, vai dar o de sempre: alguém fora dos 20 times ainda leva uma bolada de dólares lá no exterior.

Este negócio de Taça das Bolinhas já se tornou um chute nas bolas de qualquer freguês. O São Paulo, apesar da Justiça do Rio mandar, avisou que não devolverá o troféu.
A Caixa Econômica Federal informou que o filho foi entregue aos pais e não quer mais saber dele. Que se virem com a Taça das Bolinhas.

A torcida rubro-negra canta a música de Jorge Benjor: “Sou Flamengo e tenho uma nega chamada TEIXEIRA”. Ótima. Rsrsrsrsrs.

Pedagogicamente, o site Uai nos a entender o fato: a Taça das Bolinhas é um troféu idealizado pela antiga CBD, hoje CBF, mas se pode chamar, também, quintal do Dr. Teixeira, junto com a Caixa.
O troféu premiaria o primeiro clube cinco vezes campeão brasileiro de forma alternada ou três consecutivas.
Como ganhou seu quinto título nacional em 2007, o São Paulo recebeu o troféu na semana passada
Isso após a CBF, por meio de Ricardo Teixeira, definir como 'impossível' o reconhecimento da conquista rubro-negra.
A verdade no futebol não tem durado nem 20 minutos e, na maior cara de pau, a CBF deu meia volta: o Flamengo teve o título de 1987 reconhecido oficialmente.
Metade dele e metade do Sport do Recife, segundo Teixeira.
O rubro-negro então passou a ser penta em 1992, ao bater o Botafogo na final. Seria ele, por isso, o detentor legal da taça.

Como eu quero é ver o circo pegar fogo, aqui de camarote, por falta do que fazer, vou me divertindo com as besteiras da cartolagem. Diria Stanislaw Ponte Preta: "Tô aqui mais assanhado do que bode velho no cercado das cabritas”.

Um comentário:

  1. É vegonhoso a cbf fica fazendo media com alguns clubes aki no brasil, antes a polemica da taça brasil q terpois de 40 anos a CBF VEM FAZER MEDIA COM ESSES CLUBES, E agora vem o senhor ricardo texeira declarar o flamengo campeão de 87 , q injustiça q estaçao fazendo com o time de recife pois aqle ano eles até disputarao libertadores como campeão nacional,
    ESSA FEDERAÇÃO DE FUTEBOL DO NOSSO PAIS NOS VEGONHAA!!!!!!
    ATÉ MAIS.....

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.