quinta-feira, 3 de março de 2011

RESULTADOS MANTÊM ASTRAL ALTO

Os resultados obtidos por Atlético contra o Iape (8 a l) na Copa do Brasil e o Cruzeiro (0 a 0) diante do Deportes Tolima na Libertadores além de, na prática, representarem sucesso nos objetivos traçados, têm outros valores consideráveis: mantêm o astral dos times elevados nas competições.

No caso dos azuis, eles terão o Tolima de novo pela frente dia 16 de março na Arena do Jacaré. Cruzeiro líder da chave 7, não mais com 100% de aproveitamento.
Tem sete pontos, enquanto o Tolima chega aos quatro. Depois os mineiros saem, outra vez: pegam Estudiantes, em La Plata, e o Guarani, em Assunção.
O Galo fez uma festa daquelas para um pequeno público de pouco mais de 5 mil pagantes na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas.
O Iape, mais saliente que bode no cercado de cabritas após o resultado em São Luiz, pagou o pato.
Levou de 8 a l com caixa pra bem mais. Até Jobson mostrou as caras.
A moçada de Dorival Júnior descansa no carnaval e volta a jogar na Copa do Brasil contra o Grêmio Prudente. A primeira partida será no campo inimigo.

Diego Souza, enfim, vestiu a camisa do Vasco e o Galo botou a mão em R$ 4,6 milhões. Ainda terá 15% dos direitos do atleta. Bom demais!

Quanto a questão da compra dos direitos de transmissão do brasileiro, assunto pra encher qualquer saco, tomem aí a opinião da leitora Mônica Santos – BH:
“Caro Flávio Anselmo, acompanhando algumas opiniões de leitores publicadas em sua coluna, gostaria também de dar um pitaco a respeito da licitação de TV no campeonato brasileiro”.
“Caso a Record faça um lance alto e supere a Globo, de onde virá este dinheiro?”.
“Obviamente que dependendo da proposta, o valor com venda de patrocínio não será suficiente para cobrir os custos e ainda dar algum lucro”.
“Não sou nenhuma defensora da Globo que já fez muita sujeira neste país, mas circular a sacolinha prá pagar conta de TV é inadmissível”.

Resposta: A Globo já se posicionou: não entrará na licitação. Discutirá o contrato com cada clube. Deixa o Clube dos 13 fora.
A Record informou que apresentará o envelope com a sua proposta e chamará os clubes pra negociar.
Por isso, certa vez, um empresário respondeu ao representante da Record sobre sua preferência global em certa promoção: “A Globo age, vocês reagem”.

A Imprensa costuma inventar e aumentar. No caso do título do Brasileiro de 1987 inventou e aumentou.
O juiz Francisco Alves dos Santos, da Justiça Federal do Pernambuco, desmentiu que tivesse cassado a decisão da CBF na divisão do título da Copa União entre Flamengo e Sport.

Numa nota oficial, o Meritíssimo diz que apenas deferiu uma petição inicial para interpelação judicial proposta pelo Sport contra o presidente da CBF, Ricardo Teixeira.
Qualquer advogado recém formado sabe que Interpelação apenas resguarda direito, sem examinar o mérito.
Caberá ao Autor entrar, posteriormente, com a ação devida.
Ainda deu uma pequena aula de Direito:
“Não cabe, nos autos desse tipo de processo (a interpelação judicial), contestação, nem contra-interpelação. Só caberá esta em processo autônomo”
“Logo este Magistrado não revogou a Portaria da CBF, como foi noticiado, pois não poderia fazê-lo no tipo de ação escolhida pelo Sport.”
“Tampouco ameaçou nenhum dos Interpelados de prisão, também como foi noticiado em alguns sites de notícias”. Ou seja, alguém mentiu e aumentou.

Por que querem comparar os resultados do Cruzeiro com os do Santos ( l a l, com o Cerro Porteño, na Vila Belmiro”, e do Fluminense ( derrota por l a 0, no México) para o América?
Nitidamente, o Cruzeiro jogou com a preocupação do empate de 0 a 0. Arriscou-se nada, a não ser levar gol do Tolima.
Só não aconteceu por causa do São Fabio, ao defender o pênalti.
Aí o garoto do Placar da Globo, após a rodada, afirmou que não foi uma noite favorável ao futebol brasileiro na Libertadores.
No caso do Cruzeiro foi bom, só não foi excelente. Ruim será se perder em casa para o Tolima dia 16 de março.
Os azuis mantêm-se líder do grupo e com boa vantagem sobre o Tolima: 7 contra 4.
Os outros brasileiros correm risco de eliminação.
Ao contrário do empate frente os colombianos, em Ibagué, a 1.800 metros acima do mar e que deixou o Cruzeiro mais perto da fase seguinte.
É duro morar na província, né moço do Placar da Globo?

Se pensam que negócio de arbitragem ruim é so aqui, vejam o vídeo do Engenhão.
A bola do Botafogo não entrou e Pai Joel manteve-se empregado: seu time derrotou o River Plate nos pênaltis.

O futebol do mundo todo bem que poderia livrar-se dos treinadores pedantes, mal educados, grosseiros como os que perderam e poderão perder seus empregos já, já.
Murici Ramalho é um deles.
Teve uma recaída na Cidade do México e recusou-se qualquer contato com os repórteres tupiniquins,
Tudo porque alguém escreveu que ele estaria em rota de choque com o diretor de futebol do Fluminense.
Depois desta quase provável eliminação na Libertadores, com a derrota por l a 0 para o América, Murici, na verdade, tá na rota da forca.
O Santos, outro quase fora da Libertadores, anuncia que buscará novo treinador no exterior: El Loco Bielsa, o famoso criador de craques da Argentina.

Ipatinga bateu de novo, na última quarta-feira, no Rio Branco-ES, e classificou pra enfrentar o Avaí na próxima fase da Copa do Brasil.
O time de Guilherme brilhou nesta fase: l a 0 lá em Vitória e 3 a 0 em Ipatinga.
Já o Uberaba que eliminou o Santa Helena de Goiás na primeira partida (3 a 1) estava à espera do Palmeiras. Os verdes eliminaram o Comercial do Piauí quarta-feira.
O placar final de 4 a 1 é bem mentiroso: o Verdão só chegou lá quando o adversário tinha apenas nove atletas. Dois foram expulsos.

Um tópico em defesa de Diego Renan: a avenida do lado esquerdo da defesa não é apenas por culpa dele.
É o mal do esquema tático do time que privilegia o gol. Será difícil Cuca acertar isso com dois meias e dois atacantes.
Ou sacrifica um dos armadores, Roger e Montillo, ambos com espírito de ataque, ou manda Paraná sair menos e exercer a função de lateral, nas costas de Diego Renan.
Outra salutar medida, usada pelos europeus: a linha de 4 zagueiros. Aí teria de entrar Fabrício Carioca, que é canhoto e sair Diego Renan ou Paraná.
O time passaria a ter 4-1-3-2. Vamos escalar a partir do gol, como exemplo: Fábio, Pablo, Gil, Victorino (este como último homem), e Fabrício Carioca; Henrique (líbero na frente da zaga), Paraná, ou Diego Renan, Montillo e Roger: Wallyson e Thiago Ribeiro.
Escalei Thiago Ribeiro porque me desencantei com a atual fase de WP-9. Precisa recuperar a forma.
Também tenho achado Montillo cansado, menos disposto, ou desgostoso com a nova função de franco atirador. É, realmente, a melhor pra ele, sempre bem marcado.

5 comentários:

  1. Bom Dia!



    OBSERVATÓRIO DA IMPRENSA



    ALÔ IMPRENSA AZUL PERRELLISTA



    E o pênalti claro no primeiro tempo, não marcado pelo juiz e o impedimento absurdo e não existente do jogador do Tolima que resultou em gol, ninguém vai falar? E o Cuca chorão, naõ vai reclamar do juiz dessa vez? O TIMECO FALIDO COMO SEMPRE TEM AJUDA DAS ARBITRAGENS, MAS A IMPRENSA NÃO FALA NADA DEVIDO A MORDAÇA COLOCADA E XIGIDA PELOS IRMÃOS METRALHA E QUEM ABRIR O BICO VAI P/ O OLHO DA RUA !!!

    ÚLTIMAS VÍTIMAS :América- TO e Tolima-CO.

    ResponderExcluir
  2. Esse Julio muda de nome(ja foi Tonhão e outros), mas não muda sua fixação no Cruzeiro e no Perrela, o cara se diz atleticano, mas todos, disse TODOS os seus comentários tem o Cruzeiro no meio. Paixão é isso

    ResponderExcluir
  3. esse Julio joga no time do Richarlison é cor de rosa.

    ResponderExcluir
  4. Time que tem um onibus com o nome "expresso da paixao", "inova" com a camisa cor de rosa e Richarlison como a maior contrataçao???
    O Kaliu (Mr.Bean) tá de brincadeira!!

    ResponderExcluir
  5. Cade os posts porra?

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.