sábado, 30 de abril de 2011

COELHO PÕE A MESA E GALO FAZ A FESTA

CONFORME ATÉ OS PARALELEPÍPEDOS da Rua das Flores, em Caratinga, tinham conhecimento prévio, o Galo é o primeiro finalista oficial do Campeonato Mineiro. No placar agregado das duas partidas nas semifinais derrotou o América por 5 a 2: 3 a 1 na primeira e hoje fez 2 a 1, de virada. Presente de grego para os americanos na comemoração de seus 99 anos. Lá no fundo, tinham esperanças de virar o jogo. Fez 1 a 0 com Luciano, aos 16m, numa bobeada do lateral esquerdo Guilherme Santos. O Galo tinha apenas 10 em campo, porque aos 4m Richarllyson foi expulso. Ela substitutiu Renan Oliveira, aos 27m do primeiro tempo, lesionado. Saiu de campo brabo que nem uma leoa. O time de Dorival Júnior não se abateu e virou em dois minutos: Magno Alves marcou aos 20m e Serginho, numa bela arrancada, aos 22m. Aliás, convém destacar que a atuação de Serginho superou. Foi o melhor em campo. Está de volta à forma que o consagrou titular.

3 comentários:

  1. Com todo respeito, mas, você viu o jogo?
    O Richarllyson foi expulso aos 40 segundos, e não aos 4 minutos, como você escreveu.
    Além disso, ele substituiu ao Renan Oliveira "no intervalo", e não aos 27 minutos. Este, não saiu de campo lesionado e nem "brabo". O motivo, me parece, foi ter tomado o terceiro cartão, e também não enfrentará o Cruzeiro.
    Abs.

    ResponderExcluir
  2. Admira-me muito um escritor renomado ... com termos disfarçados de discriminação, referente a opção sexual do atleta. Vocë tbém é um homofóbico????

    ResponderExcluir
  3. Caro "Rodrigo" pelo que eu entendi o nobre blogueiro quis dizer que quem saio "brabo" foi o richarlyson, e aquele se referiu a este com os termos "ela, leoa". como escreveu ai o "Paulo César" é triste ver um profissional do nível do dono do blog se referir a um atleta profissional com estes termos. haveria de deixar apenas para a torcida, jamais por um formador de opinião. Ê Brasil!!!

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.