quinta-feira, 21 de abril de 2011

QUARTA MALUCA ESTEVE MESMO FOI DOIDONA

Nada melhor que este feriado prolongado, tão pleno das místicas de Tiradentes, Tancredo, - e, porque não do nascimento de Sodico e de minha netinha Luana – além dos ministérios religiosos da Semana Santa pra gente refletir mais sobre os acontecimentos últimos no futebol brasileiro.
Mais um grande exemplo de entrega dos tricolores fluminenses, arrancando leite da pedra, buscando forças de superação no fundo da alma na vitória por 4 a 2 sobre o Argentino Juniors em Buenos Aires.
Tão valente quanto os meninos da Vila que precisavam de vencer seus dois últimos jogos – Cerro, em Assunção; Deportivo Táchira, aqui – para conseguir a vaga do Peixe na Libertadores. E fizeram isso.
Mas é preciso, também, analisar detidamente o empate Nacional 0 x 0 América/Mex, porque os uruguaios focaram o jogo do Flu e se esqueceram de si. Tinham de vencer. Não foram capazes e ficaram de fora, Ou o erro grosseiro da arbitragem no pênalti contra o Botafogo, no empate que favoreceu o Avaí e eliminou os cariocas.
O desespero do atacante Loco Abreu ao agredir o volante Marquinhos, do Avaí, provocando uma briga generalizada que, ainda bem, não teve maiores consequências afora a irresponsabilidade do botafoguense. .
Em Buenos Aires, o lateral Escudero quis briga e achou. Levou um cruzado do seu patrício Conca e outro do beque Gum. A briga alastrou. Com certeza, a Conmenbol não tomará nenhum providência. Não lhe interessa que esse tipo de assunto se estenda. Bota logo uma pedra em cima, e pronto.
No Pacaembu reencontrei com o melhor do futebol. A arte de Neymar,, Ganso, Danilo, Arouca, Léo e Elano. Toques rápidos e belos gols do Peixe na vitória por 3 a 1 sobre o Tachira. Santos primeiro o grupo 5.
Espetacular a virada do Cerro. Perdia por 2 a 0, em Santiago, e fez 3 a 2 no Colo Colo, garantindo sua vaga nas oitavas de final. Os paraguaios, como o Fluminense, acreditaram que nada é impossível e os chilenos foram soberbos, arrogantes, após fazerem 2 a 0.
Na Copa do Brasil, o Flamengo esnobou o desconhecido Horizonte, no Engenhão, e deu-se mal no empate de l a l. Nada de maiores surpresas na quarta maluca: São Paulo l a 0 no Goiás; Atlético Paranaense 5 x 0 no Bahia.
AGORA VAMOS para as semifinais do Campeonato Mineiro a partir deste sábado com América x Cruzeiro, em Teófilo Otoni. Domingo, tem o clássico América x Atlético, na Arena do Jacaré. É torcer pra que prevaleça o espírito da Semana Santa e que se passe uma borracha, por enquanto, nos vexames da quarta feira maluca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.