sábado, 11 de junho de 2011

ESTA FOI A ÚLTIMA VACILADA DE CUCA. ADEUS.




CONFORME EU DESTAQUEI em Trincheiras anteriores, o que me rendeu críticas ácidas, agressões verbais e outras bobagens mais no twitter, a divisão interna no elenco do Cruzeiro lhe trará problemas maiores do que empatar em casa (1 a 1) com o time reserva do Santos. O espírito vencedor dos jogadores expirou. POR ISSO CUCA NÃO É MAIS TREINADOR DO CRUZEIRO, me avisa pelo Twitter, o Poderoso Chefão MANÉ CARNEIRO. Só fez besteira este ano. Os números estão aí para comprovar o que tenho falado: em 12 pontos disputados os azuis, então considerados favoritos, pelos desavisados, ao título do Brasileiro, ganhou apenas 2, em empates dentro de casa, na Arena do Jacaré. E teve duas derrotas fora diante de equipes técnicamente inferiores, incluindo aí o Fluminense. Jogou pela janela 10 pontos que, certamente, o afastam desde já da disputa do título e colocam em risco sua presença no G-4 do Bem. No outro G-4, do Mal, já tem frequentado. Levou o gol de empate, marcado por Borges, aos 44m do segundo tempo, horário mais que impróprio para isso. Atacava em massa atrás do segundo gol e deixou a retaguarda aberta. Burrice pura. Precisava mesmo era de l a 0 para levantar o astral. Em placares maiores o Cruzeiro tem que pensar mais à frente. NÃO TENHO NENHUM MOMENTO DE TRISTEZA COM A DISPENSA DE CUCA. ]


O São Paulo tem feito isso. Joga feio, mas vence. Ganhou os 12 pontos disputados, 100% de aproveitamento e está na liderança. Derrotou o Grêmio neste sábado por 3 a 1, no Morumbi. O jogo esteve ameaçado de ser adiado por causa do vulcão chileno. Paulo Cesar Carpeggiani que foi dispensado por incompetência, acabou reintegrado por causa da multa alta, e agora é líder do Brasileiro. Seu santo é mais forte do que o de Cuca. O Coelho de Mauro Fernandes passou pelo mesmo dissabor do Cruzeiro. Vencia o Avaí por 2 a 1 até os 45m do segundo tempo quando levou o empate. O Conselho que vale lá, vale cá. Time que leva gol neste período de jogo não treina esta contingência. Passou dos 40m, o jogo acabou. É cai-cai, bola pro mato, faltas longe da área e nenhum escanteio, se possível. A foto de Cuca desesperado é do mestre Jorge Gontijo/EM/DA Press.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.