segunda-feira, 13 de junho de 2011

FIM DA CRISE: CRUZEIRO APOSTA EM CUCA DE CABEÇA FRESCA!


A história da saída de Cuca do Cruzeiro rendeu um domingo de twitters verdadeiros ou não voando pelos ares, com tem temperos fortes. Nem Emanuel Carneiro fugiu da correria, por seu fake, outro nome nome qualquer que seja do a esta figura grotesta. Afora o que foi anunciado, nem Mané ou seu fake sabem desses fatos. Seus rapazes preocuparam apenas em ouvir presidente Zezé Perrela cuja decisão final sairia apenas depois de conversar com Cuca. Na reunião acontecida na Toca da Raposa, após a qual o pseudo mandachuva diretor de Comunicação teria impedido os participantes de qualquer entrevista, alguém lá de dentro soprou para meu informante: “não houve acordo”. Ao contrário do São Paulo que viveu uma fase igual, e voltou atrás segurando o técnico PC Carpeggiani jogou-se limpo> havia a multa de R$ 1 milhão e clube não tinha dinheiro pra honrá-la. Carpeggiani ficou e hoje é líder do Brasileiro.
Voltemos à Toca. Na reunião nem Cuca abriu mão e nem o Cruzeiro topou pagar. Zezé Perrela foi embora pra não influenciar nada, porém afirmou que a persistir o empate, por ele o melhor era Cuca permanecer. Seu coração, no entanto, bateu descompassado. Zezé queria Papai Joel Santana. Cuca, no entanto, tem que tirar o time do atoleiro atual, vencer o América sábado e o Coritiba depois. Caso contrário, pira fora com ou sem multa. Como sempre, ninguém falou em números: Cuca e Perrela são dois túmulos.
As conseqüências imediatas da permanência de Cuca não merecem maior destaque. Com certeza, o técnico continuará sem saber quem será o seu lateral direito; não mudará pensamento de colocar o lento Gilberto na lateral esquerda, ainda que ele tenha dito várias vezes que não gosta do setor. Durante os jogos, Gilberto manda-se para armação e o pessoal lá detrás que se vire com aquele buraco na defesa,
Thiago Ribeiro continuará afastado porque Cuca o menospreza. Dudu será sempre o 12° jogador da equipe. Pablo poderá voltar à lateral-direita,e o Cruzeiro terá 3 volantes, um meia direita, Montillo, outro armador meio-bomba, Gilberto e dois velocistas na frente, um lado e outro de lado de lá.
De repente, Anselmo Ramon muda a cabeça de Cuca e ganha a titularidade da camisa 9, centroavante. Aí, se Thiago Ribeiro voltar, o velocista Wallyson descansará no banco. Por mim, na fase atual, o time jogaria no 4-4-1-l, ou seja quatro zagueiros fixos, quatro apoiadores, um armador livre ( Montillo) e um centroavante o que estiver metendo mais gols e saiba fazer pivô e sair para os lados.
Nesta linha de quatro zagueiros, eu não dispensaria 3 nomes disponíveis: Léo pela direita; Naldo, no centro, e Gil pela esquerdo. Sobraria o menino de Cuca, o polivalente Pablo.Caso Gilberto continue esta disposição toda ao jogar pela lateral esquerda, dê a camisa para Diego Renan.
CONSULTA ao chefe Mané Carneiro: o autor, ou não, daquelas informações que me endoidaram a cabeça, inclusive com foto:era realmente a flor dos Carneiros, ou um fake, como dizem a meninada. Na verdade, nem sei o que é isso.
Capricha aí Fábio! Você tem méritos e saldo à vontade com a massa azul. Todavia, outra falha por ficar dentro do gol e nem se arriscar dar um muro na bola, mina qualquer ídolo. Treinar, treinar, treinar: palavras de ordem,
PITACO ALHEIO: o companheiro Paulo Azeredo, do Jogada de Classe e da Rádio Inconfidência, escreveu no seu blog: “insatisfeito com a permanência de Cuca. Disse que se for preciso vai até para o sacrifício, mas que o clima entre os jogadores não está bom. O bate-papo foi após a partida conversei com um jogador, dos mais experientes do grupo, que se mostrou rápido, mas para mim ficou evidente que neste momento o barco está sem comando.ET: Cuca ganhou uma sobrevida até o próximo sábado. Diante do América,,

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.