domingo, 5 de junho de 2011

PET DEU EXEMPLO E PENDUROU AS CHUTEIRAS



AO TERMINAR O primeiro tempo, o craque Petkovic, do Flamengo, que mostrava em campo todo seu talento, foi questionado pelos repórteres, após encerrar a volta olímpica de sua despedida, porque não ficava até o fim do jogo contra o Corinthians. "Não aguento mais, não tenho preparo físico". O Timão fez l a 0 e o Flamengo passou a sentir a ausência psicológica da liderança de Petkovic. Conseguiu o empate, mas a despedida de Pet deixou uma lição: o futebol brasileiro do momento precisa de cortar sua cordão umbilical com as repatriações de medalhões milionários. Pet jogou enquanto as pernas aguentaram. Correu por vários clubes, com salários milionários, jogando 30m. Não aguentava mais do que isso. Os clubes precisam investir em suas bases e apoiar os garotos que vêm de lá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.