terça-feira, 14 de junho de 2011

TRIBUNAL DO RIO MANDA PRENDER ANIMAL



O juiz Carlos Eduardo Carvalho de Figueiredo, da Vara de Execuções Penais do Rio de Janeiro, determinou a expedição de mandado de prisão contra o ex-jogador de futebol e pitaqueiro esportivo Edmundo. O ex-craque foi condenado em março de 1999 a quatro anos e seis meses de prisão, em regime semiaberto, pelos homicídios culposos de três pessoas e lesões corporais também culposas em outras três vítimas do acidente ocorrido na Lagoa, Zona Sul do Rio, na madrugada do dia 2 de dezembro de 1995. E gente demais envolvida e morta num acidente que Edmundo provocou e até hoje ele não ficou nem uma noite na prisão. E as famílias das vítimas? Espero que pelo menos Edmundo as indenizou.
Desde então, a defesa tenta na Justiça reverter a sentença da 17ª Vara Criminal da Capital, que condenou o ex-jogador. Ainda segundo o TJ-RJ, na época, os advogados do Edmundo recorreram, mas a 6ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro manteve a decisão no dia 5 de outubro de 1999. Edmundo chegou a ficar preso por 24 horas.O TJ-RJ informou que o Supremo Tribunal Federal (STF) manteve a condenação.
Os advogados do ex-jogador alegaram que ele não poderia ser preso porque o processo já havia sido prescrito. De acordo com o TJ-RJ, o juiz Carlos Eduardo Carvalho rejeitou a alegação de prescrição, afirmando que ainda não ocorreu o lapso temporal exigido pela lei. O TJ-RJ informou que o mandado de prisão ainda não foi expedido.
Isso tudo não passa de jogo de cena. O mandado de prisão nem foi expedido e sabe quando Edmundo passará uma noite na cadeia por causa desses crimes todos? Nunca. Os advogados dele alegam prescrição da pena.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.