domingo, 17 de julho de 2011

CRUZEIRO TEM QUE SER MAIOR CONTRA TIMÃO


O futebol de péssima qualidade que usou pra vencer o Bahia (2 a 1), sob enorme sufoco no segundo tempo, nem os erros do técnico Joel Santana na escalação e nas alterações podem se repetir no próximo compromisso diante do líder invicto Corinthians, no Pacaembu, no meio da semana. O pior é que Joel não terá tempo pra consultar sua prancheta e fazer a necessária auto-análise dos erros que cometeu.

A intenção no intervalo ao trocar Vitor por Roger foi boa na prancheta. Na prática, estava claro que a saída de Marquinhos Paraná do meio, sua passagem pra lateral direita, seria mau negócio. Pior fez ao tirar Ortigoza e colocar Everton. Provocou o Bahia pra abrir aos contra-ataques e por pouco não leva o empate final. Acertou ao tirar Gilberto e colocar Dudu. Em sua primeira jogada o garoto criou fuzê pela direita e assistiu Walyson que quase fez seu terceiro gol na partida.

Não sou fã de esquema com dois centroavantes, nem dois velocistas. Muito menos com excesso de meias armadores canhotos. Ou Gilberto ou Roger, os dois juntos não dá. Um deles com Montillo vai bem. Melhor ainda: um deles com Dudu e Montillo.

Com certeza, direis: não foi melhor vencer? A quarta vitória com Joel Santana. Sem dúvida, todavia o resultado positivo não elimina o fato de que o Cruzeiro esteve longe do caminho que busca, como um time grande, no Brasileiro.

Os azuis deram grande salta com os 2 a 1 sobre o Bahia: chegou aos 15 pontos e subiu de 10º para o 7º lugar.

O atacante Reis, outro dos afastados por Cuca pra treinar separado, foi perdoado por Joel Santana e ficou no banco. Por que não Ernesto Farias que ganha R$ 200 mil mensais, tem vários convites da Argentina – seu país – e do Uruguai, mas os interessados querem que o Cruzeiro banque 70% dos salários.
Visto que Brandão caiu em desgraça e será dispensado não seria melhor deixar o Joel aproveitar Ernesto Farias? Garanto que melhor do que o atrapalhado Ortigoza ele é.

A Trincheira alertou que a estreia de Antônio Lopes em Fortaleza poderia redundar num péssimo começo. Não adianta nada lamentar ou criticar o veterano técnico por fazer mudanças no time, implantando logo sua maneira de ver um time desesperado. Não existe tempo pra Lopes preparar nada. No meio de semana, o Coelho joga em casa contra o indigesto Figueirense. Na Arena do Jacaré.

Ainda chorando a derrota na Vila Belmiro (2 a 1) para o mistão do Peixe, no sábado, o Galo para pra pensar nas duas partidas seguidas que fará no Ipatingão: contra o Vasco e depois contra o Fluminense. Duas boas chances pra Dorival Junior colocar ordem na casa que caiu após a sensação de recuperação diante do América.

Que o Galo se cuide bem, arrume a casa dentro dos conformes, pois em seguida aos jogos de Ipatinga fará uma mini-excursão por São Paulo e Rio Grande do Sul. Enfrentará o Palmeiras e o Grêmio.

Até agora, em cinco jogos disputados em casa, o Atlético venceu dois, empatou um e perdeu outros dois. Tem um aproveitamento de 46,67%. Pouco pra quem investiu tanto no Campeonato Brasileiro.(Foto de Jorge Gontijo - EM DA Press)

3 comentários:

  1. Alexaandre Santos Anselmo18 de julho de 2011 06:01

    Nao vou dar palpites sobre a coluna. vou escrever sobre o novo romance do meu pai, CARAÚNA, acaabei de ler, por sinal, aqui em Toledo, cidade de Cervantes, escritor de"Don Quixote". Carúna é uma delícia de se ler, com historias divertidas, algumas conhecidas desde da minha infancia e outras novas.
    Vale a pena ir ao Marilton`s Bar dia 26/7. Comprar e se deliciar.
    Parabéns papai.

    ResponderExcluir
  2. Eta menino porreta este meu Alexandre. Obrigado filhão pela colher de chá aí da bela Toledo,terra de Cervantes. Bjs e muita saudade de todos aqui. Sei que vc estará presente em espírito.

    ResponderExcluir
  3. Sergio A. Sete Lagoas18 de julho de 2011 20:53

    Flávio, é impressionante a sua má vontade com o Cruzeiro. Ganhou por 2 a 1, O importante é isso. Triste foi o SEU GALO perder outra, pelos mesmos 2 a 1.

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.