domingo, 3 de julho de 2011

Os jogadores da Seleção Brasileira e o técnico Mano Menezes se envolveram em uma confusão com o time da Venezuela durante o intervalo da partida deste domingo, pela primeira rodada do Grupo B da Copa América. Segundo o diretor de comunicação da CBF, Rodrigo Paiva, o técnico venezuelano, César Farias, gritou várias vezes contra Neymar na saída do gramado e os brasileiros, incluindo Mano, foram em defesa do atacante santista.
- O técnico da Venezuela tentou intimidar o Neymar quando ele ia entrar no vestiário. Aí, todos do Brasil foram defendê-lo. Foi uma grande confusão. O vestiário da Venezuela era do outro lado, o técnico deles não tinha que ir onde foi - explicou Rodrigo ao ser perguntado se Mano havia trocado empurrões com Farías.
Este técnico é doido pra encardir. Brigou com a Imprensa de seu país e por onde passa cria confusão. Deve ser discipulo direto do presidente Hugo Chaves.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.