domingo, 21 de agosto de 2011

COELHO TRAZ UM PONTO BOM DE CURITIBA

Dentro do planejamento proposto por Givanildo de Oliveira, que é de salvar o América do rebaixamento, a equipe deu um passinho curto, porém importante, no empate (2 a 2) que trouxe de Curitiba contra o Furacão. Não saiu da lanterna, em compensação jogou a equipe de Renato Gaúcho de volta ao buraco negro. Sem falar que mostrou grande personalidade. Levou um gol logo da primeira volta do relógio, numa falha coletiva: o meio-campo e a defesa que olharam o meia Marcinho, na saída do jogo, trazer a bola até dentro da área sem ser molestado. E, por fim, do goleiro Neneca que pulou atrasado e deixou a bola passar-lhe por baixo do corpo.
Ainda zonzo em campo, o América conseguiu evitar novos gols do Atlético Paranaense,porém levou o segundo aos 24m. O lateral Paulinho desceu pela esquerda, cruzou e o garoto Edigar completou para as redes: 2 a 0. Cheirava goleada.
Que nada! Quatro minutos depois, Kempes pegou o rebote do goleiro Renan que não segurou o chute de Rodriguinho de fora da área e diminuiu. Primeiro tempo: 2 a 1.
No segundo tempo, Givanildo fez várias mexidas e numa delas colocou André Dias no lugar de Fábio Júnior. Deu certo. aos 28m, numa cobrança de escanteio, André Dias, na sua especialidade, de cabeça, empatou. Placar final: Furacão 2 x Coelho 2.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.