domingo, 21 de agosto de 2011

PRECISAVA DE TANTO, NEY FRANCO?


NEY FRANCO, meu conterrâneo e amigo, meu ídolo, o melhor treinador da nova geração que anda neste País tão aloprado, teve a sorte que sempre o perseguiu por merecimento. É campeão mundial na categoria sub-20, segmento que ele domina melhor do que qualquer outro no Brasil. Não duvido que em breve seja campeão mundial na categoria principal, por onde ele voa, também, com sucesso em vários clubes. Sua rapaziada fez bonito tão grande na Colômbia, depois do vexame da Seleção de Mano na Copa América que encheu todo brasileiro de emoção. Consegui segurar o sono sem coragem, entretanto de seguir o jogo na TV. O coração novo me fez conhecer outra sensação que não sentia antes: ansiedade. Quando veio o clima de festa, aí acompanhei tudo e perdi o sono. O moço de Vargem Alegre, ex-distrito de Caratinga, com registro de nascimento nas mesmas terras sagradas onde nasci, acompanhado do seu fiel escudeiro, outro amigo meu que prezo bastante, gente final, da melhor qualidade, Eder Alves, o Bombinha, são abençoados como aqueles do bem e predestinados. Aleluia, Ney.



TORCI TAMBÉM pelo sucesso de Dudu, desprezado pelo Cruzeiro na era Adilson Batista, recuperado por Ney no Coritiba, visto que este menino vai longe. Em breve será sucesso na Europa, O caminho do goleiro Gabriel, quem sabe, não será diferente. Mostrou que Fábio, além de tudo que representa para o clube, tem ensinado muito aos jovens de lá. Resta que os treinadores de fora saibam aproveitá-los, coisa que outros não fizeram.

3 comentários:

  1. Precisava sim, Ney Franco!Pra dar tanto certo e certeiro, se fosse menos não seria o que é, não conquistaria o que conquistou! Medida exata
    precisava sim ser como foi!!!
    Vem pra cá, Ney, quem sabe vc pode ser a salvação do Galo mineiro, dando força pra base e mandando os "medalhões" pra casa? Uau! será que terão a mesma boa vida que têm hoje, comida boa, viajens, um estilo de vida que não merecem? Duvido!!! Tô com ódio dos jogadores do Galo, Flávio Anselmo...Parece que por mais que o presidente Kalil faça, e técnicos de renome façam, nada adianta. O que me faz pensar: são todos uma cambada que passam pelo Galo quando já estão descartados por outros times, enfim: o resto do resto, fim de feira...
    Diretoria do Galo: assumam que estamos acabados e que pra renascer de novo investir na base é o que nos dará, aos atleticanos, uma nova esperança... Bate aí com a gente, nesta tecla, Flávio Anselmo!!!

    ResponderExcluir
  2. "por mais que o presidente Kalil faça"

    O que ele tem feito é repetir os mesmos erros do ano passado, sendo que ele disse ter aprendido a lição: autonomia demais para treinadores, como esse enganador do Dorival, montando e desmontando seguidamente times e tentando montar times durante a competição. Deu no que deu.

    Ed,

    ResponderExcluir
  3. Entendo a mágoa de todos vcs, atleticanos, mas o Ney Franco agora é Brasil. Deu-nos o primeiro título mundial dele e, com certeza, vai nos dar outros quando estiver na Seleção Principal, em breve. VIVA NEY

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.