sábado, 17 de setembro de 2011

Drubscky avisa “É hora de mostrar a que viemos”

Depois de um início de semana de aborrecimentos (pela derrota em Tocantinópolis), de broncas (pelo resultado ruim), de clima de “página virada” (pela necessidade de seguir em frente) e de muito trabalho (com exaustivos treinamentos), o Tupi está pronto para a partida decisiva deste domingo (18 de setembro), contra o Itumbiara (GO), às 16h, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio. “É hora de mostrar a que viemos”, resumiu o técnico Ricardo Drubscky. Na avaliação do treinador, o Galo teve muitos bons momentos no campeonato (prova disso é que a equipe chega à última rodada com possibilidades reais de vencer o Grupo A5, um dos mais equilibrados da competição), mas que tudo será esquecido com uma atuação ruim neste domingo. “Estamos cientes de que é um jogo especial, e todos estão confiantes que a classificação virá”, finalizou o comandante Carijó.

Na manhã deste sábado (17/setembro), um descontraído rachão precedeu a concentração. Seguiram para o Hotel Ritz (centro da cidade), além dos 11 que começam jogando (Rodrigo, Felipe Cordeiro, Adalberto, Wesley Ladeira e Augusto; Marcel, Denilson, Michel, Luciano Ratinho e Henrique; Ademilson) o goleiro Douglas Borges, o lateral-direito Marquinhos, o zagueiro Neguete, o volante Nando e os atacantes Dennis, Chrys e Jefferson.
O Itumbiara é o líder da Chave com 13 pontos. O Tupi vem a seguir com 11 e o Anapolina (GO) tem 10 pontos. Uma vitória dá ao Galo não só a classificação como o primeiro lugar no grupo – condição que o fará enfrentar, no primeiro mata-mata da Série D – o segundo colocado da Chave A6 (provavelmente o Volta Redonda-RJ). Caso empate ou perca a partida, os Carijós dependerão do resultado de Anapolina x Tocantinópolis (TO), que jogam no mesmo horário em Anápolis (GO).
Apita Tupi x Itumbiara João Batista de Arruda (RJ), auxiliado por Helberth Costa Andrade e Marconi Helbert Vieira (ambos de Minas Gerais). ( Da assessoria de Imprensa do Tupi de Juiz de Fora)

2 comentários:

  1. Carlos Brito - Salvador BA17 de setembro de 2011 22:04

    Quase todos os dias, sou brindado com seu e-mail, trazendo boas ou m�s not�cias do meu Galo e com sua pitada de opini�o, sem atravessar as barreiras de nossa paix�o atleticana, � fato.

    Mas, este, somente fala do o time do ladel� e, confesso, quero que eles provem da fal�ncia que tem pr� todo mundo, por n�o serem imunes, s�o apenas blindados pela pol�tica de seu presidente que faz parte da tropa de choque da Globo/CBF/bastidores vendendo, como ambulantes, seus clubes por trinta dinheiros, n� Judas?

    Fale-me do Galo, ok! Abra�os alvinegros do "Monsclarense" de Salvador, que luta para n�o perder o sotaque, uai!

    ResponderExcluir
  2. Luiz Rossi Filho - BH17 de setembro de 2011 22:05

    Fl�vio pensando em dar um nome ao falastr�o do ZZ, gostaria de sugerir OVELHA, j� que Perrella me d� a sensa�o de chiqueiro. Ent�o j� que o cara gosta de animais, imagino que este lhe cair� bem, inclusive a OVELHA tamb�m � baixinha.

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.