sexta-feira, 30 de setembro de 2011

GALO ATACA CEARÁ COM TRINCA VELOZ

Serei honesto: Neto Berola, Magno Alves e André formam um ataque meia boca. Que seja forte o suficiente pra derrotar o Ceará em casa pouca gente contesta. Pra tocar a vida pra frente e vencer os seis jogos que o Galo precisa a fim de sair do buracão negro há enormes controvérsias. Até o mais zeloso defensor das alvinegras emoções esbarra incrédulo na trinca. Quem não tem tu, vai de tu mesmo. Confesso que nunca compreendi bem tal ensinamento ainda que sempre me mantivesse em sua trilha. Coisa mais ou menos parecida com “quem não sabe nada, sabe tudo”. Ou quem está no fundo do poço tem um consolo; não existe outro lugar pra ele ir.
Magnata, filho do Ceará, ex-jogador do Ceará, espera que o Atlético leve a melhor neste domingo. Com ressalvas: “Temos que tomar cuidado; pela nossa situação não podemos vacilar”. O Vozão chega de franco atirador. Com 30 pontos, precisa vencer, sob risco de voltar à Z-4. Sua derrota, com uma vitória do Cruzeiro, coloca-o perto de trocar a posição com o Galo. O empate, contudo, não pode ser descartado pelos cearenses.
Daí a importância de o Magnata chamar a atenção para os três volantes, a rapidez do contra-ataque e o esquema “boca de bode”, como meu guru e amigo Jorginho Mexidinho gosta de chamar a retranca bem feita.
A besteira os políticos fazem, a conta fica pra gente pagar. Não é sempre assim na vida tupiniquim? Pois é. O doutor Anast-azia não dá aumento para os inativos do Estado, conforme prometeu em campanha, todavia mandou a Loteria Mineira sustentada por todos nós, mineiros, abrir negociação com América, Atlético e Cruzeiro.
O negócio gira em torno de patrocínio nas camisas, para os próximos ll meses. Galo e Raposa receberão cada um R$ 900 mensais, em patrocínios de camisa, como forma de amenizar o prejuízo que tiveram com a burrice de demolir o Mineirão e o Independência, no mesmo período. O Coelho, como sempre, receberá uma importância menor, não revelada. A primeira parcela já poderá ser paga em outubro.
Não se contesta o contrato de publicidade, como forma de corrigir a bobagem do governo estadual, administrado pela dupla Aécio Neves e Antônio Anast-azia.
A reivindicação dos dirigentes dos clubes mineiros nasceu quando o Galo apresentou, em seu balanço patrimonial de 2009, a arrecadação com bilheteria de R$ 13.942.097,00. Em 2010, o valor caiu para R$ 8.422.960,00 por conta do fechamento dos estádios de Belo Horizonte.
O Cruzeiro apresentou em seu balanço patrimonial de 2009 a arrecadação de R$ 17.369.744 com bilheteria. Em 2010, mesmo sem o Mineirão no segundo semestre, o clube conseguiu manter os valores, por conta dos preços elevados dos ingressos e da boa fase do clube, que mandou jogos em Uberlândia, Ipatinga e Sete Lagoas. O valor apresentado no balancete em 2010 foi R$ 17.084.597.
Mesmo assim, a diretoria celeste calculou prejuízo de R$ 12 milhões. Para eles, esse foi o valor extra que poderia ter sido arrecadado se os mesmos duelos do time tivessem ocorrido no Mineirão. (fonte Superesportes).
O diabo é que atrás do prejuízo financeiro veio o prejuízo técnico. Viagens seguidas, jogos em diferentes locais, dentro do próprio estado. A reclamação dos atletas de que os times da Capital eram equipes sem mando-de-campo procede. Boa parte das torcidas da trinca ignora tal fato.
Culpa apenas a ruindade dos elencos e a incompetência dos cartolas. Os políticos não têm, segundo eles, culpa alguma nos cartórios.
Cada dia eu entendo menos os atuais treinadores. Sejam jovens, de meias idades, experientes ou gagás. Ah, espera aí: vou salvar a pele de Ney Franco. Amigo meu não tem defeito; nos inimigos a gente põe.
Gostaria de queimar a língua pela coragem de Vagner Mancini em acreditar no menino a Elber, como solução de velocidade do Cruzeiro contra o Grêmio, neste domingo em Porto Alegre.
Elber tem drible fácil, estilo e personalidade. Ótimo substituto pra Roger. Pra formar dupla com Bobô, tenho lá enormes dúvidas.
O menino ganhou elogios de vários companheiros e, principalmente, de Bobô. Não desprezo a sua escalação como titular. Já a merece há tempos. Quem sabe Vagner Mancini não esteja com um ás na manga da camisa.
Diz Bobô: “Com o Élber pela direita fica mais rápido o ataque. É um jogador de velocidade, é bom porque a gente sempre tem esse escape pela direita com o Élber, que é um jogador realmente muito rápido”.
No último treino da semana, arrepiei ao ver Everton na lateral esquerdo e Gabriel fora. Fabrício ameaçado de ficar fora e, sem Marquinhos Paraná suspenso, Mancini arrisca de novo no verde caseiro: bota outro garoto da base, Sandro Manoel.
Já passou da hora de acontecer fatos novos no Cruzeiro. Sem ser imediatamente negociado. Isso tem sido constantemente adiado pela falta de ousadia dos técnicos forasteiros.
A Gávea está em plena efervescência. Deivid cobra os direitos de imagens dos 13 últimos meses. O jogador e técnico atual do Anzhi da Rússia, Roberto Carlos, falou na Espanha que esta semana fará uma reunião com Suleiman Kerimov, bilionário dono do clube, para acertar a contratação de um técnico: Vanderlei Luxemburgo e Felipão estão na lista.
Finalmente a terceira e rumorosa fofoca: Ronaldinho Gaúcho estaria de partida para o Galatasaray da Turquia.
Barco quando começa a fazer água não ficam nem os ratos!!
Em São Paulo, as notícias são mais positivas: Adilson Batista confirmou a reestreia de o Fabuloso Luis Fabiano com a camisa 9 contra o Flamengo, no Morumbi. Começará a terceira passagem do atacante pelo São Paulo, após recuperar-se de uma lesão que o botou no estaleiro por seis meses.
No Corinthians, se não foram tão alvissareiras, as notícias também agradaram aos torcedores. O Imperador Adriano treinou coletivo tático.
Entrou na segunda parte da atividade com bola, no time reserva, e por 20m em campo, conseguiu dar um chute a gol. Com aquela famosa perna esquerda. Não demora muito estará brigando com Liedson, de novo lesionado, pela camisa titular.







Um comentário:

  1. Não concordo. Porque os clubes não brigaram antes de fechar os dois estádios?? Que culpa tenho se os impostos que pago e arrecada o estado tem de ir para Atlético, Cruzeiro, América? Que culpa tenho das contratações erradas de Cruzeiro e Atlético? Se tem jogador que ganham muito como Guilherme, Cambalhota, Farias, Wellington Paulista dentre outras contratações erradas que culpa tem o cidadão comum que não gosta de futebol, que não é meu caso? Já é sabido pelo que foi divulgado pelo estado de minas até 2014 serão 82 milhões de patrocínios. Agora pergunto quantos centros cirúrgicos seriam possíveis de construir, quantos transplantes )ao preço médio de R$100 mil reais/HC-UFMG)?

    Ps; Gosto de futebol, e do Atlético mas, não quero ser hipócrita por que tem n prioridades antes disso.

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.