domingo, 18 de setembro de 2011

RAPOSA E COELHO EMPATAM. PIOR PARA ELES

HÁ CINCO JOGOS SEM VITÓRIAS, perto da zona do rebaixamento, futebol de qualidade inferior, sem esquema e preparo físico, o Cruzeiro causa pavor e decepção a cada jogo à torcida que acreditou na conversa do Senador sobre armar um time competitivo este ano. 0 Coelho, enfiado no buraco negro, na lanterna da competição, fez o que julgou ser o mais eficiente. Marcar Montillo, não deixar o adversário chegar perto do seu gol nem tocar a bola. Além da eficiente marcação armada por Gilvanildo,América contou com a deficiência do ataque azul, formado de início por Bobô e Ortigoza. Porém, quem chutou mesmo foi Charles. No primeiro tempo, mandou dois chutes difíceis pra Neneca defender. O Coelho teve um gol anulado, numa jogada de Otávio e André Dias, este completou para as redes impedido.
O jogo foi igual em acertos e desacertos. Na fase final, Givanildo tirou Dudu que marcava bem Montillo,e levou amarelo. Leandro Ferreira entrou e deu conta do recado. Montillo teve altos e baixos; bons lances, boa movimentação, porém mal nas conclusões e nos passes. Ainda assim botou Bobô duas vezes na cara do goleiro Neneca - no segundo, aliás, a meta estava vazia - e ele chutou pra fora. Keirrison entrou e nem molhou a camisa.
Quem melhorou a equipe foi o garoto Elder, volante que entrou no lugar de Ortigoza. Os melhores foram Victorino, Charles, Montillo, Marcos Rocha, Neneca e Anderson. Agora o Cruzeiro joga contra o Coritiba, no meio-da-semana no Couto Pereira e o Amérioa enfrenta o Santos, no Sabiá de Uberlândia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.