segunda-feira, 5 de setembro de 2011

RG-10 NÃO PRECISA DE BABAS OVOS.

Leandro Damião chora no ombro de Oscar, seu companheiro de Inter e Seleção. Outro golaço. Desta vez com a camisa amarelinha. Este moço vai longe...



É inegável que Ronaldinho Gaúcho aos 31 anos, mais forte e mais maduro atravessa excelente fase. Que sua volta à Seleção Brasileira, patrocinada por Mano Meneses, é justa e merecida, apesar de facilitada por jogar no Flamengo. E justo por isso: sem Ronaldinho, o time da Gávea despenca no Brasileiro. Mas daí, criar méritos e transformar corriqueiros eventos em espetáculos assombrosos pela presença de RG-10 é absurdo, abusa da inteligência da gente.
O amistoso Brasil l x Mistão de Gana 0 não teve nada de espetaculoso e nem RG-4 foi brilhante. O rótulo de melhor em campo, se eu fosse ele agradeceria. O melhor daquela pelada é algo pouco acima do ruim. Além de ser um selecionado de pouca história no futebol mundial, Gana jogou sem sua força máxima e teve, ainda, um atleta expulso aos 32m do primeiro tempo. Sopa no mel. O time de Mano Meneses perdeu Ganso aos 9m por lesão e o nosso animado e corajoso técnico colocou Elias, corredor entusiasmado e nada criativo. Reforçou apenas a marcação contra o adversário de 10 atletas. Resumo da ópera burlesca: Leandro Damião fez um gol – grande novidade! – e os canarinhos venceram. Mais: RG-10 se não foi brilhante teve dois momentos bons. Na cobrança de uma falta e num passe para Pato perder o gol na frente do goleiro adversário.
Os “anjinhos” do Brasil reclamaram da violência dos africanos. Opare, o lateral esquerdo, foi expulso por sentar o pé no nosso capitão Lúcio, moço fino, de futebol ameno e atitudes cordiais. Falou-se tanto em RG-10 que até se esqueceram de Neymar. Uai, ele estava em campo? Jogou?
Taí meu desentendimento com os demais colegas nacionais. RG-10 não precisa de tanto baba-ovo. Só da verdade. Jogou bem, ótimo! Jogou acima da média normal do time: ótimo, também! Serviu de referência pra meninada, excelente! Esteve à altura da mediocridade da partida, tem problema não. Ele não é nenhum herói do Monte Olimpo, iluminado, filho dos deuses gregos, que sozinho soluciona o problema do mundo.
Os meninos de Mano Meneses partem para a disputa da Copa Rocca, atualmente chamada de Superclássico das Américas. Disputa em duas partidas entre Brasil e Argentina. Dia 14 de setembro será em Córdoba, terra do vinho argentino. Dia 28, em Belém do Pará, terra da Fafá.
Detalhe: nesses dois confrontos, Mano só convocará jogadores que atuem no País.
Que diabo de preparação pra Copa do Mundo é essa?
NOVA CONVOCAÇÃO traz uma boa novidade para o futebol mineiro: a volta do zagueiro Réver à Seleção de Mano Meneses. Justo no momento que ele volta a jogar bem, ao lado de Léo Silva. Na lista de 24 nomes para o primeiro jogo contra a Argentina, dia 14, em Córdoba, Rever é lembrado pela quarta vez pelo treinador.
A primeira foi em julho do ano passado, no mesmo dia em que o zagueiro fazia exames médicos para ser apresentado como novo reforço do Atlético. O atleta integrou a lista de convocados para disputar o amistoso contra os Estados Unidos, mas não chegou a atuar.
Em setembro, Réver teve sua segunda chance seguida para os amistosos contra o Irã e a Ucrânia. No jogo contra o Irã, Revê teve a primeira e única oportunidade de atuar.
Em novembro, Réver foi mais uma vez convocado para amistoso contra a Argentina. Apenas treinou com os demais jogadores da Seleção. A seguir teve queda assombrosa de produção, bem como uma sequência de lesões e suspensões.
O que se espera nestas duas partidas que Fábio tenha chance de atuar o tempo inteiro. Foram convocados, também, dentro da política estranha de Mano Meneses, mais dois goleiros: Rafael e Jefferson. Pra quê? Não seria mais prático um deles ficar no clube, jogando normalmente, em vez de sentar-se na tribuna e apenas acompanhar o jogo da Seleção? Em caso de contusão, aí sim, o terceiro seria chamado. São amistosos que não exigem inscrições antecipadas.
Espero que a informação da CBF proceda: nenhum time será prejudicado, porque as datas da Seleção não coincidirão com jogos do Brasileiro. Tomara!
PEIDO DO URUBU. O assunto vazou e contrariou mais o comandante Vanderlei Luxemburgo. Foi assim: Luxa fazia preleção no vestiário; aquele silêncio! De repente, o estrondoso e malcheiroso peido. De onde teria vindo o danado? Indignado, Luxa cobrou respeito dos rapazes e exigiu que o culpado se apresentasse. Que nada! Nem foi dedurado. Luxa deixou o vestiário pisando duro, trancou-se em sua sala e não quis papo com mais ninguém, enquanto o peidoreiro não se apresentasse e pedisse desculpa ao grupo. Minha fonte não informou se o distinto deu as caras. Sabe apenas que o vestiário do Flamengo teve de passar por completa faxina por conta deste peido misterioso.
PITACOS DOS AMIGOS DA TRINCHEIRA
Adão Rodrigues – BH:
“Meus amigos e amigas, tenho um carinho muito especial por esse projeto, Livro de Graça na Praça.Aquele ditado popular vem bem a calhar nesta hora - de graça, até injeção na testa! – lembram-se? Pois é, os livros, os bons textos, a boa leitura, as boas idéias, deveriam ter esta mesma conotação. Como injeção na testa, bem pertinho do cérebro, e de graça, do tamanho do bolso de todos nós…Compareçam lá e pegue o seu. É de graça mesmo!”
Resposta: grato pela lembrança, Adão, estarei lá. Pena que não me convidaram pra distribuir, também, minhas “obras” por lá.
Wenderson Rosa Batista – Sete Lagoas
“Caro amigo e mestre Flávio Anselmo, sinto-me cada vez mais bem informado e menos esperançoso com o futebol a cada vez que leio um texto, fabulosamente escrito pelo senhor... Gostaria, mesmo que tardiamente, parabenizá-lo pelo furo, de, ainda no primeiro semestre deste ano, que está quase se encerrando, informar a troca de lado do volante Fabrício, parece que ele já tem até pré-contrato assinado com meu Galo. Boa contratação, pois o cara é a cara do Atlético!! Abraços e parabéns pela coragem, intrepidez e ousadia no trato com as letras!”
Resposta: Tem gente agora assumindo a paternidade do furo, porém vários outros me defenderam no twitter. Cabe ao Senador desmentir-me com fatos...
José Antonio Mendes de Souza e Silva - BH
“Sobre o primeiro parágrafo em que você conhecedor do esporte como poucos fez uma análise muita inteligente,sobretudo que acontece no Cruzeiro, neste final da gestão do Senador,concordo plenamente com você. Mas, quero aqui lhe pedir permissão para discordar apenas do item que você fala da besteira cometida ao dispensar o Treinador. Caro Flávio, se analisarmos o nº. de vitórias comparado ao nº. de vezes que o Joel dirigiu o time, teremos um aproveitamento de mais de 50%. Concorda? É realmente um aproveitamento fantástico”.
“Entretanto, caro Flávio, o Joel é um técnico que não possui perfil para treinar o Cruzeiro, adjetivo este que está na moda pelos entendidos em RH; haja vista que, nestes dois meses e pouco que o Joel esteve à frente do Cruzeiro, ele não conseguiu nem aprender o nome do elenco que estava à disposição dele. Ou falta ao Joel neurônio, ou ele é uma "porra louca". Nesta terça feira, quando um repórter, perguntou ao Joel, se ele como técnico..... Ele nem esperou o repórter complementar a pergunta, e soltou esta. "Meu filho eu não sou técnico, eu sou é Estrategista". Menos Joel, Um estrategista não toma de 4 do Figueirense. Concorda? Caro Flávio!! Vai com Deus, Joel., tire um período para reciclar os seus conhecimentos e diminuir a Barriga; um estrategista, com uma barriga destas, vai se tornar um diabético e hipertenso, e um forte candidato a um enfarto ou AVC. Obrigado Flávio, por ceder o espaço para a minha manifestação”.
Resposta. Concordo com vc na questão da barriga e do infarto ou AVC. No mais respeito o que vc opina, porque é assim que ajo. Porém, resguardo minha opinião várias vezes emitida aqui sobre Joel Santana.
Em tempo: Estes pitacos, eu os registro aqui na Trincheira virtual, com o maior prazer, quando o espaço permite, e no meu blog, como acontecerá com os três acima. Abraços e obrigado a todos.

2 comentários:

  1. Pois Flavio anselmo voce disse que o Fabricio ia para o galinho,ele acabou de dizer que jamais jogara nest timeco.

    ResponderExcluir
  2. NÃO ANÔNIMO: ELE NÃO DISSE ISSO. DISSE QUE TEM BONS AMIGOS NO CRUZEIRO, RESPEITA A TORCIDA, E NÃO JOGARIA JAMAIS NO ATLETICO. DIREITO DELE. NÃO CRIE PERIGOSAS ONDAS PRO FABRÍCIO, ELE NÃO MERECE!!!

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.