terça-feira, 20 de setembro de 2011

SAI QUEM QUERIA SAIR; GILBERTO RESCINDE CONTRATO



(Fotos do prof. Jorge Gontijo-EM/DAPress)

Às 11ho30 da manhã desta terça-feira, Cruzeiro e Gilberto bateram o martelo. Divorciaram-se. Acabou o amor mercenário entre eles. Durou enquanto foi chama, luz de ambos os lados. O atleta jogando como a torcida e o time queriam e o pagamento dele em dia. Ultimamente, o pagamento continua em dia e Gilberto não cumpria sua parte. Não jogava, não corria em campo, desentendeu-se com a maioria dos companheiros, enfim era a maça podre no balaio. Só lhe restava seguir o velho conselho do Senador: “a porta da rua é a serventia da casa”.
Bom que Gilberto tenha saído pela porta da frente, ainda que desafeto de grande parte da torcida e da Imprensa.. Quando esteve no programa Jogada de Classe na TV Horizonte era outro Gilberto: atencioso, gentil, em grande fase, o ídolo da torcida. Presenteie-o com dois livros meus – Profetas do Acontecido e Marias Chuteiras.
Se os leu, não sei. Não tivemos tempo de encontrar outra vez. Gilberto seguiu por outros caminhos. Bravo, irascível, freqüentador assíduo do DM, expulsões seguidas e cartões amarelos em série. Não gostou das críticas e fez de nós todos da Imprensa seus inimigos.
Gilberto não é mais jogador do Cruzeiro. O lateral-esquerdo ( ou meia armador?) de 35 anos jogou pelo Cruzeiro 156 vezes e marcou 21 gols, inclusive na primeira passagem, em 1998, e foi campeão mineiro duas vezes. Jogando aqui fez três partidas pela Seleção Brasileira, duas delas na Copa do Mundo de 2010..
A situação dele ficou insustentável na Toca da Raposa – e com mil razões – ao discutir com torcedores no Aeroporto de Confins, quase saindo na porrada e provocando uma confusão danada no desembarque. Aí foi para os microfones e câmaras e exigiu que os torcedores cobrassem, também, mais de Roger e Fábio. Fábio respondeu e Roger ficou calado. A atitude de Gilberto provocou um racha no elenco.
O contrato de Gilberto iria até o final de 2012. A tendência, sem convite no momento, é que o jogador atue mais uma temporada no Rio de Janeiro ano que vem ou que já encerre a carreira de imediato, aos 35 anos.

Um comentário:

  1. Ja vai tarde este vagabundo.. e flavio atleticano nao adianta falar seu galo vai tomar hoje de 4 do flamengo... e meu cruzeiro vai ganhar do coxa. O projeto agora é triplice coroa em 2012, com alberto a frente do time vamos longe!!

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.