quinta-feira, 6 de outubro de 2011

ESQUEMA DA CBF E GLOBO CONTRA O GALO

O meu conterrâneo e amigo, Cássio Theodoro, filho do meu saudoso amigo e pediatra, Dr. Archimedes Theodoro, encaminha a mensagem abaixo que tem pingado de vários lados em meu Micro e lá no Jogada de Classe, da TV Horizonte, também, fruto da imaginação fértil de atleticanos apaixonados. Nem, por isso, deva ser ignorada por completo. Ainda mais tratando-se de Ricardo Teixeira e TV Globo, com os quais Alexandre Kalil bateu de frente no início do ano. Diz a mensagem, que teria sido escrita por alto funcionário da CBF, mantido no anonimato, claro:
“ Atleticano, estou aqui para fazer-lhes uma revelação. Primeiro, digo-lhes que
trabalho na CBF. Evidentemente, não me identificarei. Inclusive, posto
no e-mail, o seguinte: anonimo@anonimo.com. Tenho tudo a perder, notadamente meu ótimo emprego, se me identificar. Mas, sei de tudo que acontece nos bastidores do futebol nacional. Somos poucos aqui no Rio e todos sabemos de tudo. Estou enormemente estarrecido com o que foi armado contra o GALO. Muitas coisas não chegam ao público, à maioria. Podem saber que o Atlético será rebaixado. É ordem EXPRESSA do comando da CBF com o AVAL da Globo. Será uma punição pela rebelião pretendida pelo presidente do Atlético, o Alexandre Kalil. Todos aqui na sede comentam isso. O Galo vai cair. A arbitragem já está orientada para isso. Sabe pq o Atlético tem pouquíssimos jogos transmitidos esse ano? Exatamente para a arbitragem fazer o “dever de casa”. Vejam só um número: qual é o time q mais teve pênaltis marcados nesse campeonato? O contrato do Atlético com a Globo (é o mesmo do Cruzeiro, Inter, Grêmio, Flu e Bota) é de R$ 70 milhões por ano, com bônus de R$ 5 milhões caso o time seja o campeão do Brasileiro. Entretanto, esse
valor aplica-se APENAS à série A. Se o time cair, no primeiro ano da série B ele recebe 70% do valor, a partir do segundo ano, 30%. Infelizmente, é assim. Futebol é armação. O Cruzeiro não vai cair (com
o Perrela senador o time está blindado. O Ricardo precisa dele para “barrar”! eventuais CPis.).
Não alimentem falsas expectativas”
É, senhores e meu caro Cássio. Os bons tempos de futebol inocente, de caráter puro e nobreza, já rolaram água abaixo. Estamos em plena ditadura dos valores negociáveis e dos euros enrustidos. Se me perguntarem o que acho, respondo à maneira do mestre Sérgio Porto (Stanislaw Ponte Preta), perguntado o que achava de certa decisão dos militares na época da ditadura: “não ACHO nada. O último que ACHOU, eles ACHARAM ele e nunca mais ele foi ACHADO”. Zíper na boca!!!!

Um comentário:

  1. e depois so eu que vivo no mundo da fantasia.se acreditam em papai noel,cegonha e os sete anoes,pq nao acreditar no funcionario da cbf?

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.