segunda-feira, 10 de outubro de 2011

FUTEBOL DE PÉSSIMA CATEGORIA NUM CLÁSSICO SEM TORCIDAS

O clássico entre Atlético x América só merece tal rótulo por sua gloriosa história. Nada mais. Foi uma partida de baixo nível técnico, onde se salvou apenas o goleiro Neneca, com uma atuação individual fantástica. Nada mostrou que estes dois times estão na zona do rebaixamento e precisam de vitórias pra sair dos atoleiros em que se meteram até o pescoço. O Galo, ainda, andou uma posição em razão da derrota do seu xará de Curitiba. Foi para o primeiro lugar do buraco negro com os mesmos 27 pontos do Furacão paranaense, porém com uma vitória a mais.

Ambos estão a três pontos do Cruzeiro, o primeiro na lista pra entrar na zona do rebaixamento. No entanto, viram o Avaí chegar a 25 pontos após enfiar 3 a 0 no Atlético-PR. O Coelho ficou lá, de lanterna ainda na mão, com 21 pontos.

Na rodada de empates dos mineiros, nem o Boa se salvou. Empatou em Varginha, no Melão, por 0 a 0 com a Americana. Beneficiado pelos demais resultados de empate na rodada da Segundona, o Boa nem saiu do lugar: continua em quinto, encostado no G-4 do acesso à Primeira Divisão.

Aqui na Capital, entretanto, a coisa manteve-se assustadora após o empate (3 a 3) do Cruzeiro com o São Paulo e do 0 a 0 no clássico América x Atlético. Na próxima rodada, a coisa pega: o Cruzeiro irá a Salvador enfrentar o Bahia de Joel Santana, que tem conseguido distanciar-se do buraco. Tem 34 pontos. O Cruzeiro pra safar-se do descenso continua na necessidade de fazer 50% dos 30 pontos que restam na competição.

A briga esquenta na cabeça, também. O Fluminense tinha tudo pra chegar ao terceiro lugar e incentivou à turma do Sportv liderada pelo tricolor Luiz Carlos Júnior a prever o bicampeonato quando vencia por 2 a 1. De repente, Luxemburgo colocar o argentino Botinelli em campo e a coisa muda. O Fla passa de dominado a dominador e Botinelli acerta duas bombas de fora da área e vira o jogo. Fla 3 a 2.

O Flu manteve os 44 pontos e o Flamengo subiu pra 47, em quarto lugar. Abel Braga xingou pacas o juiz, que apitou uma falta inexistente no primeiro gol de Botinelli. Pareceu-me, contudo casaco demais pra pouca chuva. O problema foi a virada: o Flu vencia por 2 a 1 até aos 41 do segundo tempo.

Vale lembrar que dos oito clássicos disputados até o momento no futebol carioca dentro do Brasileiro, o Fluminense não venceu nenhum: empatou 4 e perdeu 4. Os dois voltam a jogar em casa na rodada de número 29. O Fla enfrenta o Palmeiras na quarta e o Flu joga contra o Coritiba na quinta-feira.

Adriano Imperador, finalmente, estreou no Corinthians. Entrou aos 38m do segundo tempo do jogo contra o Atlético-GO. O placar já marcava 3 a 0 para o Timão. O Pacaembu lotado pediu o Imperador. Tite atendeu a contragosto porque afirmara que só usaria o atacante, ainda, em recuperação, se fosse preciso. Não havia necessidade, a não ser o aspecto psicológico do Adriano num reencontro com torcedores fanáticos. Deu dois toques na bola e comemorou a vitória e a volta do Timão à liderança isolada do Brasileiro com 51 pontos. Bom demais, torço pelo sucesso do Imperador.

Borges marcou seu vigésimo gol no Brasileiro e disparou na artilharia. Foi o único da partida entre Santos x Palmeiras, na Vila Belmiro. Bom pra Murici Ramalho levantar a auto-estima da sua moçada porque o Mundial Inter Clubes de aproxima. O Peixe vinha de três derrotas seguidas. Subiu pra 38 pontos e o Palmeiras ficou com 40, mais o desânimo de Felipão que não acredita mais numa vaga pra Libertadores.

O Vasco, com bastante gordura pra queimar, levou sapeca Iaiá do Internacional, lá em Porto Alegre (3 a 0), mas não saiu da vice-liderança com 50 pontos, três a mais que o São Paulo, terceiro colocado. O Fla agora é o quarto, com 47 também, e o Botafogo, com 46 está na relação da Libertadores em razão da presença do Vasco, campeão da Copa do Brasil.

RODADA QUENTE. Quem tiver disposto a ver algo mais morno que nem a pelada do clássico mineiro de sábado, pode guardar algumas horas pra ver México x Brasil nesta terça-feira à noite, no México. Não esperem muita coisa da nossa Seleção que sofrerá novas mudanças na escalação do jeito que Mano Meneses gosta. Não desperdice todas as suas emoções num amistoso insosso do escrete tupiniquim. Guarde pra rodada do meio da semana, a 29ª do Brasileiro, que promete chapa quente. Começa nesta quarta e termina na quinta.

No feriado de quarta, começam as emoções às quatro da tarde: São Paulo (terceiro) x Internacional ( sétimo); Grêmio (décimo) x Figueirense ( 13º); Avaí ( 19º) x Atlético-GO (12º); América (lanterna) x Ceará ( 15º); à noite, no horário esdrúxulo da Globo tem Corinthians ( líder) x Botafogo (quinto); Flamengo (quarto) x Palmeiras( nono); Bahia ( 14º) x Cruzeiro ( 16º). Na quinta-feira, continua: Galo (17º) x Santos (11º); Atlético-PR (18º) x Vasco da Gama ( vice); Fluminense ( sexto) x Coritiba ( oitavo).

Um comentário:

  1. Time que tem Renan oliveira de camisa 10 e guilherme de centroavante não vai ganhar de ninguém mesmo, duas moscas mortas com sangue de barata correndo nas veias. Aliás chego a pensar se isso não é um insulto aos pobres insetos.

    Abraços,

    Ed.

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.