terça-feira, 11 de outubro de 2011

GALO E RAPOSA PEDEM AJUDA AO COELHO

O prato do meio de semana está cheio. Será indigesto ou não? Bahia e Cruzeiro é pimenta pura, com azeite de dendê. Ouço por aí que o Cruzeiro melhorou e mostrou isso contra o São Paulo. Situação meio enganosa em razão do empate por 3 a 3. Foi lutador, brioso, mas cheio de velhos defeitos. Fábio e Montillo evitaram a derrota. O Bahia de Joel Santana tá que sobe e pra fugir da região do rebaixamento precisa vencer nesta quarta, feriado nacional. Na Arena do Jacaré o Coelho recebe o Vozão à tarde. Se vencer terá fôlego novo e prestaria grande ajuda a Cruzeiro e Atlético.
As emoções começam às quatro da tarde: São Paulo (terceiro) x Internacional (sétimo); Grêmio (décimo) x Figueirense ( 13º); Avaí ( 19º) x Atlético-GO (12º); América (lanterna) x Ceará ( 15º); à noite, no horário esdrúxulo da Globo tem Corinthians ( líder) x Botafogo (quinto); Flamengo (quarto) x Palmeiras( nono); Bahia ( 14º) x Cruzeiro ( 16º). Na quinta-feira, continua: Galo (17º) x Santos (11º); Atlético-PR (18º) x Vasco da Gama ( vice); Fluminense ( sexto) x Coritiba ( oitavo).

PITACO DE TORCEDOR:

Carlos Brito, meu representante na Bahia, opina: “Lembro de 2005, quando o Galo seguia a passos firmes, rumo para a queda e consumada, fiquei praticamente, dois anos doente. Neste triste 2005, tinha comprado o pacote da Sky e, de Salvador, sofria duplamente, pela distância e pela queda. Pior eram, os que eu pagava para entrar em minha casa, desancava o meu Clube Atlético Mineiro, o meu Galo forte e vingador. Os comentaristas adaptando todo tipo de HERRO, isto explica a desordem social e a desordem de valores”.

“Da violência contra o mendigo à juíza assassinada. Tudo isto sob alegação deles que: “ A REGRA É CLARA”. O futebol manipulado como é, protecionista como sabemos é; foi e é um LABORATÓRIO maldoso que vitima a verdade das coisas naturais da vida, que é o direito de vencer ou perder, conforme as forças de cada um. Para mim, isto é um afronta para meus sentimentos e inaceitável.

“Um homem normal, não se importa e não ver, que os olhares do mal, brilham mais que os do bem” Lennon.

Percebia maldade da mídia para o nosso Galo e como sempre, o império da Globo, que nunca gostou de nosso CAM, feito vampiros caíram de dentes afiados ferindo toda MASSA atleticana.

Vendo isto derramando pela minha TV e pior, pagando para ver, passei a travar uma luta contra a Sky e suas gralhas, via telefone, ameaças de fazer um movimento em praça pública para, também fazer o império tremer. Quanta inocência, moço. O fato é que, ainda sem a popularização da internet, a briga com eles era de um idiota sem funda contra império mais perverso de causar inveja ao Idi Amim dada e a Jean Bédel Bokassa, o Imperador canibal.

Na Bahia, houve um tempo que uma dupla só faltou comer gente.

Passei anos sem ligar na TV Globo, sem comprar o que ela anunciava e tentava conscientizar as pessoas para o mal que essa emissora faz para o desenvolvimento educacional do povo brasileiro e etc.

Acabei por cancelar, por 06 anos, este desserviço global para com o meu Galo. Com o Kalil arrotando pela mídia, eis que acreditei e voltei a assinar a dita TV fechada, para ter o meu Galo dentro de minha sala e não é que o CAM, mais uma vez está a beira do buraco e pior, para mim, mais uma vez a Globo tem os dedos neste pescoço - Kalil enfrentou a Globo por direito$ de TV, ficou sozinho e sofre as investidas da poderosa vampira -. Duvidam?

Mesmo se tivéssemos o time de 77, ela faria o mesmo que vez em 81 para impedir nossa vitória.

Não basta ter time, tem que comer na mesma bacia dos porcos.

Que adianta montar um timaço, se ela mantém todos os árbitros sob seu domínio: Tanto que, aqueles que comerem em sua bacia ganham empregos vitalícios na Plim...Plim.

Ai vai dizer que, o time do CAM não merece , é uma merda. E é!

Mas, que tem Plim... Plim debaixo deste mingau, tem sim!

Os Herros dos árbitros são os mesmos, né Writh?

Mistério na saída de Diego Souza no Galo, ou assédio do império para desestruturar o CAM, inimigo número UM da Rede Globo”.

Resposta: Pois é, Cabrito, eu passo a régua e fecho a conta em quase tudo que você escreveu. Exceto na questão do Diego Souza. Aqui no Galo não jogou nada e Kalil acreditou nele, como investimento, pois afinal foi o melhor jogador do Brasileiro anterior à sua vinda. Quando foi emprestado ao Vasco já era página virada. Se reencontrou o seu futebol em São Januário, melhor assim. O futebol brasileiro resgatou um craque. Caso seja apenas, outra vez, fogo de palha, que vá assombrar porco!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.