domingo, 2 de outubro de 2011

MANCINI ESTREIA COM DERROTA

Nada de novo aconteceu no Olímpico. O Cruzeiro sofreu mais uma derrota fora de casa, como se esperava, maculou a estreia do treinador Vagner Mancini e encostou-se à zona de rebaixamento, acima apenas dois pontos do Atlético-PR. Pra não ser um pessimista pela-égua, com previsões ruins a cada rodada, até saquei o placar de l a 0 pro Cruzeiro, em Porto Alegre. Sabendo que não ganharia nada se fosse na Loteria Esportiva. O Grêmio fez 2 a 0 com Rafael Marques e Escudero (passou a impressão de impedimento) e o Cruzeiro teve um gol anulado de Farias no primeiro tempo. Correto, por sinal, o argentino estava adiantado, realmente. Outra vez não mostrou nenhum poder de reação e nem convenceu à torcida da possibilidade de evitar que o Senador mude de nome. Nesta segunda, aliás, eleições no clube que mudarão a presidência. Sai ZZ e entra ZZ.
Existem agora duas hipóteses no folclórico mundo do “vamos ver”. Se... o Brasileiro terminasse agora, o Cruzeiro estaria salvo. Não terminará, lógico.
Outra: contando apenas os pontos do returno, o Cruzeiro estaria na lanterna. Claro, que a fórmula de disputa não prevê nada disso. Tem-se que somar os pontos dos dois turnos.
Como eu escrevi no início da Trincheira não existe mais lugar pra adivinhações aberrantes ou escala previsíveis de achômetro. O campeonato virou uma loucura na disputa do G-4 do Bem e na do G-4 do Mal. Deixemos o barco correr.
A ótima equipe do Superesportes joga o barro na parede:
“Em meio a uma crise técnica, o Cruzeiro está cada vez mais próximo da zona de rebaixamento no Campeonato Brasileiro. A equipe celeste somou dois pontos, considerando apenas os jogos do segundo turno do Nacional. Com esse aproveitamento, o Cruzeiro seria o lanterna do campeonato. Na campanha geral, o time ocupa a 16ª posição, com 29 pontos e o Atlético-PR, primeira equipe na zona da degola, tem 27.
Os únicos jogos em que não saiu derrotado na parte final da competição foram no empate com o Palmeiras (1 a 1) e América (0 a 0). Fora isso, a Raposa foi superada por Figueirense (4 a 2), Fluminense (2 a 1), Santos (1 a 0), Coritiba (2 a 1), Vasco (3 a 0) e Grêmio (2 a 0). A última vitória do Cruzeiro no Brasileirão foi no fechamento do primeiro turno, quando a equipe venceu o rival Atlético por 2 a 1.
Na próxima rodada, o time estrelado pega o São Paulo, na Arena do Jacaré. Caso perca para os paulistas e o Furacão vença o Avaí, em Santa Catarina, o Cruzeiro cairá para a zona da degola”.
Qual é a sua aposta: coluna l, coluna do meio ou coluna 2?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.