quarta-feira, 30 de novembro de 2011

ADVERSÁRIO DO CRUZEIRO ESTÁ DO OUTRO LADO DA LAGOA

Pela movimentação, declaração, números, opiniões de entendidos e não entendidos, os adversários da luta do Cruzeiro contra o rebaixamento estão no Nordeste e no Sul. Não se fala em outra coisa: se o fulano empatar, o cicrano perder e o beltrano ganhar, caberá aos azuis vencerem o clássico.

Então, eliminam-se os demais personagens e que se faça apenas a seguinte projeção: o Cruzeiro tem de vencer o Galo. Ou isso é impossível de acontecer?

O quadro é que nem os cartolas, jogadores e torcedores celestes acreditam nessa possibilidade. Precisam então de contar com as derrotas, também, do Ceará e do Atlético-PR.

É verdade que o atual momento da Raposa, que precisava vencer Avaí, Ceará e Atlético-PR e somente empatou, é de desalento puro.

Nem falo das ausências de Fábio e Montillo; refiro-me da falta de entrega, de desprendimento, arrojo e espírito vencedor do grupo, contra o Atlético que passou a viver exatamente o inverso. Venceu seus adversários na Arena do Jacaré e convenceu.

Este bate-boca com o Bahia já encheu o saco.


                                                         (Foto de Jorge Gontijo/EM-)
Não é que Roger entrou no imbróglio com palpites sensatos. Disse ao Superesportes:

“Isso é lamentável, porque, num campeonato de pontos corridos, a grande maioria das situações é resolvida no último jogo. Nessa situação, cabe aos comandantes da CBF analisarem o fato. Eles têm de cobrar, não somos nós”.

“Nós temos que fazer nosso papel, até porque a gente não depende de ninguém. Se a gente fizer nosso trabalho bem feito e conseguir a vitória, cada um abre a perna da maneira que gosta”,

Tirante a última observação, desnecessária e agressiva, Roger disse a verdade. O Cruzeiro não depende de ninguém. Porém, passa a impressão que sim.

Espero que as informações do presidente eleito Gilvan Tavares coloquem fim nessa troca de desaforos. Segundo Gilvan de Pinho Tavares, a diretoria do Cruzeiro consultou a do Bahia sobre o material constante de seu site oficial. A resposta é que os azuis não precisam se preocupar.

Está no Superesportes: ““Nós fizemos, inclusive, um contato com o Bahia e eles disseram que não foi bem aquilo que eles falaram. Eles estavam dando um estímulo para que os times do Nordeste se classificassem para a Série A. Isso aconteceu em relação ao Sport e ao Náutico”.

O dirigente cruzeirense relatou ainda que o Bahia está comprometido em buscar uma vaga na Copa Sul-Americana de 2012.

“Eles disseram que estimularam Sport e Náutico para que eles viessem aumentar a força do futebol nordestino. Mas, na realidade, eles nos disseram que estão na competição ainda para disputar uma vaga na Sul-Americana, que vão jogar com a força máxima e com todo empenho para que consigam essa vaga no próximo domingo”.

Tá bom, e o Ceará? Só falaram do Sport e Náutico que subirão da Serie B ano que vem

NÚMEROS DISCUTIDOS. Recebo mensagem do leitor Leonardo IG: “Acho que não entendi bem o cálculo do Dr. Moacir. 26 combinações são favoráveis ao Cruzeiro? Vitória do Cruzeiro independente dos outros resultados (9) resultados; empate do Cruzeiro e não vitória do Ceará (8) resultados; derrota do Cruzeiro e não vitória do Atlético Paranaense ou não vitória do Ceará (5) resultados. Resultado: 22 combinações favoráveis ao Cruzeiro e 5 combinações contrárias.

No campo das especulações temos infinitas possibilidades quer que caia ou que permaneça?

Pontos nos últimos 3 jogos:

Cruzeiro: Avai, Atlético-PR, Ceará: 3 pontos.

Ceará: Corinthians, Grêmio e Cruzeiro: 4 pontos.

Atlético-PR: São Paulo, Cruzeiro e América: 4 pontos.

Bahia: Internacional, Palmeiras e Santos: 1 ponto.

Coritiba: Atlético-MG, Santos e Avaí: 6 pontos.

Atlético-MG: Coritiba, Corinthians, Botafogo: 6 pontos.

Analisando por pontos obtidos:

Cruzeiro (3) X (6) Atlético-MG -> 3/6

Bahia (1) X (4) Ceará -> 4/1

Atlético-PR (4) X (6) Coritiba -> 4/6

O Cruzeiro tem menos chances que seus adversários... Só mais uma...

Resposta: Leonardo, pra mim, já contei meu drama com os números. Encaminhei ao próprio

Moacyr Martinez, que respondeu:

“Caro Flávio , quando escrevi que o Cruzeiro tinha 26 das 27 possibilidades eu realmente errei, assim que fui checar os pontos , percebi e lhe escrevi de novo, o que temos de concreto é que se o Ceará vencer o Bahia, o Cruzeiro terá que vencer. O Cruzeiro tem 70% de chance de escapar, o Ceará 20% e o Atlético do Paraná 10% , esses números são aproximados e batem com os do Tristão, do Infobola. É melhor o Cruzeiro se preparar para a batalha, pois não sabemos que time o Bahia mandará a campo. Grato e mil desculpas pelo erro, é a pressa...risos

Resposta: Senhor Bom Jesus do Galho, por que fui me meter nesse emaranhado de números?

O PRESIDENTE DO TIMÃO, Andrés Sanches, novo diretor de Seleções da CBF, se irritou, numa coletiva esta semana, com os comentários de que sua ligação com a entidade poderiam beneficiar o Corinthians na rodada final do Brasileiro.

– Isso é ridículo! Eu mesmo, em nome do Corinthians, já assumi que fomos beneficiados e prejudicados. É só pegar os sete últimos jogos do Brasileiro para ver o que aconteceu. Quem ganha são os jogadores em campo.

– Se a gente deixa para anunciar depois, iam falar que já sabíamos e não quisemos anunciar. Sou presidente do Corinthians. Vou me dedicar 24h até o fim do meu mandato. Se o Corinthians tiver isso ou aquilo, não será por participação minha.

O presidente do Corinthians disse que ficou surpreso com o convite de Ricardo Teixeira e afirmou que pretende fazer algumas mudanças assim que assumir definitivamente a função, e não descartou, no futuro, assumir a presidência da entidade que controla o futebol brasileiro.

O dirigente disse que ainda não conheceu detalhes do que encontrará pela frente na CBF, mas reconheceu que é possível fazer alguns ajustes como o novo chefe das seleções, incluindo as masculinas e femininas. A previsão é de que ele assuma a função apenas em fevereiro.


                                                     

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

OS NÚMEROS DO DR MOACIR PRA SALVAR O CRUZEIRO

DOUTOR MOACIR MARTINEZ, médico, músico, e matemático, manda suas previsões para o próximo final de semana. Diz ele: “nesse momento, às 21h de domingo, já estamos fazendo as contas para o domingo que vem.
Acho que agora ficou claro porque falei que o Galo tinha 42,5 hoje, pois mesmo se tivesse perdido por 10 x 0 para o Botafogo, estaria com seus 42 pontos livre do rebaixamento. Pois tem 12 vitórias e o Ceará só poderá chegar aos 42 pontos, mas com 11 vitórias.
Vamos à última rodada
Corinthians e Vasco são 9 combinações nos 2 jogos, 8 a favor do Corinthians e 1 a favor do Vasco. O Corinthians só perde o título se perder e o Vasco vencer. Todas as outras são favoráveis ao time do parque São Jorge.
Quanto ao Rebaixamento
São 3 jogos, o quer dizer 3 elevado ao cubo, o número de combinações, o que daria 27 combinações.
Aqui só levo em consideração as possibilidades matemáticas ( sem avaliar os adversários de cada time)
Das 27 possibilidades , 26 são favoráveis ao Cruzeiro.
Todos os resultados iguais, exemplo se todo mundo ganha, ou empata, ou perde, a coisa não sai do lugar.
O Cruzeiro só irá enfrentar o Bragantino, o Boa, o Americana, se perder para o Galo , e o Atlético do Paraná , ganhar do Coxa, que luta por uma vaga na Libertadores e o Ceará vencer o Bahia, que ainda luta pra conseguir uma vaga na Sul-Americana.
Os critérios de desempate lhe são favoráveis
Uma pena o América, brilhou como nunca, essa situação só ficou boa para os cruzeirenses, graças a essa vitória sobre o Furacão.
Caro Flávio Anselmo, os dados que lhe enviei pela manhã, quando coloquei 70/20/10 as chances de Cruzeiro, Ceará e Furacão permanecerem na Primeira divisão (esses percentuais são aproximados), agora vi os do Tristão. Os meus batem com o dele só que ele coloca o percentual em termos de cair: 28/81/91, essa conta dele é feita em cima das 27 possibilidades e ele não arredondou. Agora como calcular se o Bahia entrar com os juniores?
MENSAGEM DURA do tenente Altamiro, cruzeirense.
Belo Horizonte, 28/11/2011
Meu caro Flávio, você que - assim como eu - viveu no gostoso interior das nossas Minas Gerais, conhece muito bem a história da "Vaca Leiteira" muito boa de leite! Na dúvida, recordo-o com alguns detalhes:
A narrativa é sobre uma vaca que, a cada ordenha, dava 30(trinta) litros de leite. O fazendeiro, contudo, ficava puto da vida com a vaca. O motivo: após feita a ordenha e o balde estando cheio, a vaca, simplesmente chutava o balde e o leite era derramado.
Por certo o conspícuo cronista estará se perguntando:
-O que este parvo leitor estará querendo ao contar uma história sobre vaca leiteira em um espaço destinado ao esporte - mais precisamente o futebol?
Em verdade lhe digo caro cronista: qualquer semelhança entre a "Vaca Leiteira e o IDIOTA DA OBJETIVIDADE JOSÉ PERRELA" não será mera coincidência: é a mais pura e real das verdades. Convenhamos, os Perrelas deram (como a vaca em epígrafe) muitos litros de leite (Conquistas) para o Cruzeiro, quando, então, a imprensa nacional deu ao time o apelido de "O Barcelona das Américas" (Na minha modesta e particular opinião: -Nem tanto, mestre, nem tanto! Menos, tá? Nunca esteve com essa bola toda, não!) Contudo - e no apagar das luzes de uma, até então, profícua Administração Perrela -, ele cagou no balde, chutou o pau da barraca e se mandou para o paraíso dos larápios - Brasília!
Flávio, não se tem notícias de nenhum presidente de Clube que tenha desmontado um time em plena competição de campeonato. Se o Perrela tinha crédito com o Clube e, querendo sair - como saiu - tirando o dele do fogo, que o fizesse de forma correta e não desfalcando a equipe como fora feito. Hoje, ele se posta de bonzinho, mostrando o que fora feito durante sua gestão (Reconheço: muito boa!), dos títulos conquistados etc e tal. Mas, precisava dar tanto leite e, depois, c. dentro do balde? Ele está no lugar certo (Brasília) para se fazer todos os tipos de c. juntamente com os outros corruptos c. e afanadores do erário público.
Não estou dizendo que o Perrela seja tão sujo. Todavia, e em se tratando de políticos, tudo é possível - do que não duvido!
A felicidade que morou durante muitos anos de um só lado da Lagoa, agora - e por incompetência do (Graças ao bom Deus, faltam poucos dias para ele desaparecer da vida do Cruzeiro!) Perrela, ela se bandeou com mala e cuia para o lado preto e branco da Lagoa. E, por falar em lagoa, a Vaca Leiteira do Cruzeiro, no próximo domingo, vai se atolar com chifre e tudo.
Desculpa-me por ocupar o seu espaço para fazer um desabafo tão contundente, mas os fins justificam os meios!
Um cordial abraço e votos de muita saúde para o Coração de Leão das Alterosas.
Do sempre amigo.
Altamiro Fernandes da Cruz =2º Ten PM= PS. Se o Perrela estiver com o intuito de pegar alguém para Cristo e quiser me processar, segue o meu endereço, bem como, o meu RG.
Condomínio Biágio Antônio Rago Rua Pouso Alegre, 1303 /309 Bairro Floresta
Belo Horizonte – MG CEP 31015-215 RG M.3 626.503
Resposta: Não me meto em briga de ninguém. Nem a favor, nem contra, quando existem acusações perigosas. Transcrevo a mensagem do leitor como homenagem e respeito a ele que me acompanha há vários anos.
PARECE QUE O leitor Marcelo Auad, BH, tem um arquivo de derrapagens de ZZ Senador para o momento certo jogar na internet cobrando do falastrão juros e correção monetária. Me mandou uma publicação de 01/04/11, do UOL Esporte, que tem por título “Zezé Perrela vê Cruzeiro com chances de título em 2011 e provoca rival”.
Diz o texto: “ Criticado no início da temporada por demorar a contratar reforços para o Cruzeiro, o presidente Zezé Perrella crê que o elenco celeste é forte o suficiente para levar o time a conquistar títulos em 2011. O dirigente aproveitou para cutucar o arquirrival Atlético-MG, que se reforçou bastante e hoje enfrenta um início de crise por causa dos maus resultados”.
-Eu fico muito feliz porque no início do ano fui tão criticado porque não contratava ninguém, do lado de lá que contratava. E veja hoje como é a situação. O torcedor precisa aprender a confiar um pouquinho mais na gente, porque às vezes isso demora um pouquinho - disse Zezé Perrella, em entrevista a Rádio Itatiaia.
“O dirigente referiu-se ao fato de o Cruzeiro fazer boa campanha tanto na Copa Libertadores quanto no Campeonato Mineiro, enquanto o Atlético passa por momento complicado na temporada, com queda de rendimento e atuações ruins.
A boa fase vivida pelo Cruzeiro na temporada deixa o dirigente otimista em relação ao futuro. O time celeste lidera o grupo 7 da Libertadores e já garantiu vaga nas oitavas de final. Além disso, a equipe comandada por Cuca é líder também do Mineiro e já está classificada para as semifinais”.
-Acho que o Cruzeiro, este ano, não tem só um time. Ele tem realmente um elenco para ser campeão - afirmou Zezé Perrella. Segundo o dirigente, a briga na Libertadores ficará entre os clube brasileiros.
-Os grandes adversários do Cruzeiro hoje são os próprios clubes brasileiros, e acho que dificilmente o título fica fora do Brasil este ano - ressaltou.
Para o presidente cruzeirense, a força do grupo pode fazer diferença no Campeonato Brasileiro.
-Diferentemente da Libertadores, o Brasileiro é por pontos corridos. Estamos com elenco muito qualificado, com jogadores em várias posições, sempre com o pé no chão, e conseguimos sempre montar time competitivo. Isso que a torcida tem que entender e tem que nos apoiar- ponderou o dirigente.
Mesmo assim, Zezé Perrella não descarta reforços depois da Libertadores.
-Hoje acho que não tem espaço, estamos com muita gente no elenco. Jogadores de altíssima qualidade ficando até fora do banco. Estamos com duas competições importantes, a Libertadores e o Mineiro, mas depois que passar a Libertadores temos de dar uma reciclada. Não é que vai dispensar, mas não precisamos contratar ninguém hoje”
Resposta: Pois é, Marcelo: não é sempre melhor guardar nossa boca pra comer nossa farinha?

CHARGE DO PAULO AFONSO (28/11/11)

domingo, 27 de novembro de 2011

CRUZEIRO ESTÁ COM UM PÉ FORA E OUTRO NA COVA

Os times que o Cruzeiro esperava vencer, tirar do seu rastro e somar pontos pra safar-se do descenso foram seus carrascos. Não venceu o Avaí, nem o Atlético-PR na Arena do Jacaré, nem o Ceará em Fortaleza. Esteve perto disso no último jogo ao fazer a virada para 2 a 1, porém os detalhes de um time prematuramente condenado à queda deram-lhe o golpe definitivo aos 37m: o Ceará empatou com o zagueiro Daniel Marques, num lançamento direto do goleiro Fernando Henrique.
Para culminar num lance de impedimento total do cearense.
Numa desgraça vem sozinha. O Cruzeiro jogará a última rodada contra o seu arquirrival necessitando vencer. Terá dois desfalques fatais: Fábio e Montillo.
Montillo desolado está fora do clássico. Foto Jorge Gontijo (EM)

Na prática, o Cruzeiro não estará em campo no clássico.
Tanto ZZ Senador esnobou a campanha inicial do time no Brasileiro em comparação ao Galo, e chega à situação em que o rival não corre mais perigo.
E ainda pode devolver a gozação de anos atrás: o Cruzeiro guardou a vaga na Série A para o Atlético. Agora, o Galo pagará pelo favor, mandando a Raposa pra Segundona.
Resta apenas uma saída provável ao Cruzeiro, a menos crível. Vencer o Galo.
Derrota diante do Atlético, com o Ceará perdendo do Bahia, já classificado, não mudará a situação: o Cruzeiro não se safa com 40 pontos, e nem o Vozão com 39, caso o Furacão vença o clássico contra o Coxa e chegue aos 41 pontos.
Credo, Flávio, não será possível uma vitória do Cruzeiro?
O jogo será de uma torcida só, a China Azul. E daí?
A torcida tem feito a sua parte, o time é que não faz.
Pior sem Fábio e Montillo.
E com o treinador fazendo bobagem como aquela de botar Naldo no lugar de Paraná. Tudo bem que o titular não aguentava mais. Como ele só tinha medalhões no banco, largou a meninada de pulmão bom em BH, então que lançasse Vitor. Deixou Fabrício capengando e errando passes até o fim. Antes havia botado Everton no lugar de Charles. Por que, por causa de um cartão amarelo?
Vou fazer apenas uma pergunta: o Roger estava no banco? Conclusões de cada um.
Bem que o América ajudou, fez a sua parte, bateu no Atlético-PR (2 a 1), sem mandar o Furacão para Segundona.
COELHO REBAIXADO JOGA COM GARRA, cheio de motivação, como se tivesse numa decisão como aquela do Cruzeiro. Deu mais combustível àqueles que lamentam a sua queda. No final, todos negaram a existência da “mala preta”, mas se justificaram. “Nós fizemos a nossa parte e o Atlético também. Quem ficou devendo foi o Cruzeiro.”
A motivação maior do Coelho esteve do outro lado, no túnel do Atlético-PR: o treinador Antônio Lopes. Em sua saída do clube, Lopes chamou o América de “timinho” e menosprezou a qualidade técnica dos jogadores.
No Parque do Sabiá, em Uberlândia, o América se vingou derrotou o Atlético-PR por 2 a 1 e complicou a vida do adversário no Campeonato Brasileiro.
Os gols foram de Kempes e Gilson para os americanos e o veterano Paulo Bayer, de pênalti, fez para o Furacão.
NÃO TEM NADA DE EXCEPCIONAL OU DE HISTÓRICO a escapada do Galo do rebaixamento. Excepcional ou histórico se estivesse disputando o título contra o Vasco ou Corinthians no próximo domingo.
Porém, serviu pra calar os bocas azedas que há tempos vêm decretando a queda do time.
Me desculpem, sem me meter a profeta do acontecido, mas quem me acompanha aqui lembra-se que eu insistia na tese de que o Galo se safaria, apesar de estar em penúltimo lugar na época.
Por um simples motivo: mostrava vontade e determinação nos jogos. Só que o pão dele caía sempre com a manteiga pra baixo.
O Cruzeiro estava lá em cima, em 10ª lugar e se achava o dono da cocada preta. Ninguém queria nada. Um grupo dividido e uma diretoria arrogante que meteu os pés pelas mãos. Mandou Joel Santana embora. Pagam todos por suas besteiras. O Galo errou menos e se salvou, contudo não merece nenhuma comemoração este ano. Seu histórico foi terrível.
GALO GOLEIA FOGÃO E ESTA NA SUL AMERICANA
(Foto de Marcos Michelin-Superesportes)
Na goleada sobre o Botafogo (4 a 0) a equipe de Cuca exibiu o esforço e compromisso assumidos pelo grupo pra fugir da vergonha do descenso. Além de mostrar que tem um time pronto, quase arrumado, para 2012. Deve perder jogadores importantes, mas a base está armada.
Quem sabe Cuca terá a chance de provar que não é treinador apenas pra salvar times no desespero da queda. Cabe, também, no planejamento de um título importante.
O Atlético manteve-se na Série A e terá a chance de mandar o arquirrival pra Segundona. Aí está a maior alegre da Massa.
No mais, se despediu do torcedor no estádio de Sete Lagoas e fechou o returno invicto como mandante.
Quebrou o jejum contra o Botafogo que já durava sete partidas. A última vez que venceu os cariocas foi em novembro de 2008, por 2 a 1. Nos últimos 23 confrontos, esse foi a segunda vitória dos atleticanos.
Os gols da partida foram marcados por Daniel Carvalho, de pênalti, André (duas vezes) e Leonardo Silva. Aliás, o gol de André entrou na lista dos mais bonitos da rodada.
A BRIGA ESTEVE SENSACIONAL também pelo título. O Corinthians chegou a botar a mão na Taça com o Vasco tropeçando no clássico contra o Fluminense. Os jogadores corintianos não saíram do gramado em Florianópolis, após a vitória sobre o Figueirense (l a 0) à espera do apito final no Engenhão. O jogo estava empatado em l a l.
Aí funcionou a estrela do ex-cruzeirense Bernardo, artilheiro do Vasco: marcou o gol da vitória por 2 a l que deixou os cariocas vivos na competição.
O Fluminense, com 62 pontos, manteve-se em terceiro, Ganhou vaga na Libertadores, Corinthians com 70 e o Vasco com 68 entram na última rodada disputando o título nacional.

sábado, 26 de novembro de 2011

MALA PRETA RECHEADA AO PARQUE DO SABIÁ

Os dirigentes do América que repudiam (?) a “mala branca” – eu, também, repudiaria, até por que a preferência geral é pela “mala preta”, aquela tradicional no futebol - para o time vencer o Atlético-PR, neste domingo, em Uberlândia. Mudaram a cor da dita mala pra uma possível diferença entre ganhar (mala branca) e entregar o jogo ( mala preta). Bobagem dos meninos da imprensa investigativa de agora.
Givanildo Oliveira, por exemplo, confirma que o costume da mala existe e não é contra. Está certo, sem essa de hipocrisia.
Claro que ZZ Senador, sem disposição pra mudar de nome, mandou recheada mala preta pra Uberlândia visto que o Cruzeiro é o principal interessado na vitória do América sobre o Furacão. Os azuis são os primeiros fora da zona de rebaixamento, com 39 pontos. Eles torcem por um tropeço do Atlético-PR, que está logo atrás, na 18ª colocação. Givanildo vê a “na mala branca – ou preta” apenas como um meio de ajudar o próprio Coelho e não se importa com a situação do Cruzeiro.
“Vai ajudar ao Cruzeiro? Não me interessa. O momento pede isso. Não é a primeira vez que tal coisa acontece” afirmou Giva.
É bom não se esquecer que uma derrota ou empate do Atlético-PR será interessante ao Galo também. Portanto, a malinha preta-e-branca ronda por lá igualmente. Ou não Kalil?

MALUF CONFIRMA CUCA ANO QUE VEM,

A notícia deixou os rapazes do Atlético satisfeitos e prometendo mais ainda contra o Botafogo neste domingo e no clássico contra o Cruzeiro na última rodada para o técnico sair de férias feliz e realizado mais uma vez, como”salvador dos desesperados”. Eduardo Maluf garantiu que Cuca renova pra 2012, porém restam dois jogos e o clássico, famoso por derrubar treinador e revelar talentos.
Contra o Botafogo na Arena do Jacaré novo recorde de público foi batido. Foi vendida a carga máxima de ingressos e o público já superou o de Cruzeiro l x 1 Atlético PR
Cuca esconde o time; só irá revelar a formação definitiva em Sete Lagoas.
Quanto ao histórico do treinador: ele chegou ao Atlético em 8 de agosto depois da demissão do técnico Dorival Júnior. Encontrou o time na 15ª colocação e em queda livre. Apesar de o início ter sido desanimador, já que Cuca ficou seis jogos sem vencer (quatro pelo Brasileiro e dois pela Copa do Brasil), o trabalho dele tem dado bons resultados. Faltando duas rodadas para acabar o Campeonato Brasileiro, o Atlético está a quatro pontos da zona de rebaixamento e depende apenas de si para garantir a permanência na Série A.

CRUZEIRO ENTRE A CRUZ E A ESPADA

Num desses institutos de previsões matemáticas, o Cruzeiro tem 34% de chances de ser rebaixado. Em outro, tem 41%. São números altíssimos e decepcionantes. A torcida chegou a iludir-se no primeiro turno com o rótulo “de Barcelona das Américas”. No turno final, é o lanterna entre os concorrentes. Mudou de treinador várias vezes e nada ficou diferente. O que deveria ser uma preocupação apenas da diretoria do Ceará e de sua simpática torcida tornou-se um inferno para a China Azul e os atletas cruzeirenses. Neste domingo, em Fortaleza, diante de um público de 30 mil pessoas, lotando o estádio Presidente Vargas, o Cruzeiro será obrigado a tornar-se indigesto visitante o que foi poucas vezes no Brasileirão. Existem coleguinhas e torcedores que recebem um provável empate em Fortaleza, como bom resultado. Penso que é uma vergonha.

SOBRE A DISPUTA DO TÍTULO confesso que minha indignação e decepção com o futebol mineiro este ano tiraram qualquer interesse pela disputa do título entre Corinthians, Vasco da Gama e Fluminense.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

FARINHA DO MESMO SACO: TEIXEIRA CONTRATA SANCHES

CONFORME HAVIA PROMETIDO à revista Piauí, numa entrevista que abalou o futebol tupiniquim, Ricardo Teixeira cumpriu a ameaça: contratou Andrés Sanches, atual presidente do Corinthians, fora do clube ano que vem, como novo diretor de seleções da CBF. A atitude de Ricardo Teixeira valeu como um recado à imprensa em geral que cobra transparência nos negócios pessoais do cartola e no envolvimento da CBF. Sanches, também, tem bom trânsito no Palácio de Brasília, desde a administração do presidente Lula.Seria o elo de ligação entre a CBF e a presidente Dilma, no momento bem desgastado em razão das constantes críticas da Fifa quanto aos atrasos nas obras para a Copa de 2014.
Mas não precisava de tanto. Andrés Sanches é grosso, maleducado e sem apoio da crônica paulista, apesar de presidente do Corinthians, time do coração da metade da mídia paulista, e o mais forte candidato ao título brasileiro deste ano. Ricardo Teixeira, farinha do mesmo saco, dividiu na canela com a imprensa esportiva. Agora é que os coleguinhas vão abrir a engolir um sapo indigesto e feio.
Andrés Sanchez foi anunciado nesta sexta-feira como o novo diretor de seleções da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Ele irá assumir efetivamente o cargo em 16 de dezembro, um dia depois de deixar a presidência do Corinthians - já tinha resolvido anteriormente sair do comando do clube antes das eleições, marcadas para fevereiro de 2012.
Na CBF, Andrés Sanchez terá um trabalho remunerado, sem prazo para terminar, e será responsável por administrar todas as seleções do Brasil, incluindo as categorias de base e a feminina. Esse cargo que ele está assumindo agora já foi ocupado no passado por Eurico Miranda e Jorge Salgado, mas não existia mais desde os anos 90.
Como está envolvido com os preparativos para a Copa de 2014, o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, resolveu reativar o cargo de diretor de seleções. E convidou Andrés Sanchez, de quem ficou bastante próximo nos últimos tempos - o dirigente corintiano foi inclusive, chefe da delegação brasileira no Mundial de 2010, na África do Sul.
"Vou me dedicar 24 horas por dia. Tem muita coisa para fazer, trabalhar o planejamento", afirmou Andrés Sanchez, que esteve nesta sexta-feira na sede da CBF, no Rio, para acertar o novo emprego. Ele contou também que foi surpreendido pelo convite de Ricardo Teixeira. "Ele me chamou para conversar sem me dizer sobre o que era." (Agência Estado).
O sorriso sarcástico de Teixeira e o mau-humor constante de Sanches estampados neste encontro na CBF

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

TRIBUNA DEMOCRÁTICA DA TRINCHEIRA ABRE ESPAÇO

Dedico o espaço de hoje àqueles que querem falar, discutir, informar, etc.

IRAQ RODRIGUES – Lagoa Santa – quer polêmica e lembra:
Campeão Brasileiro 1994...... 8 anos..... 2002 Rebaixado
Grêmio - Campeão Brasileiro 1996...... 8 anos..... 2004 Rebaixado
Corinthians - Campeão Brasileiro 1999...... 8 anos..... 2007 Rebaixado
Vasco - Campeão Brasileiro 2000...... 8 anos..... 2008 Rebaixado
8 anos atrás - 2003... Quem foi mesmo o campeão?
ARANHA, ex-goleiro do Cruzeiro, hoje treinador: “Meu amigo, avisa aí que estou em Bata, uma cidade portuária da Guiné Equatorial, capital da província litoral e segunda maior cidade do país. Tem uma população de 66.800 habitantes, e 30% menor do que o capital Malabo.
Encontra-se na costa do Oceano Atlântico, na África. Sou treinador do Deportivo Mongomo. Vida de saudade, mas vou superar atrás do meu espaço. Abraços a todos aí de BH.”
REVER: “Pelo ano que a gente passou e pela situação que chegamos, chegar na penúltima rodada dependendo de nossas forças é como se tivéssemos conquistado algo grande pelas dificuldades que tivemos.”
TARDELLI: “ Quando manifestei a vontade de voltar para o Brasil, vários clubes se interessaram em me tirar do Anzhi, mas dei preferência para o Atlético. Tento diminuir os valores pedidos por eles”.
CUCA: “Nunca neguei que o melhor lugar que eu trabalhei até hoje foi o Botafogo, foi o mais longo também. Dois anos e meio, três montagens, uma melhor que a outra, jogando futebol bonito, chegando às finais. Não conquistamos títulos por detalhes”.
WELLINGTON CAMPOS: “Nielson Nogueira Dias, de Pernambuco, será o árbitro de Atlético x Botafogo, jogo deste domingo, às 17h, na Arena do Jacaré, pela penúltima do Campeonato Brasileiro”.
AINDA WC: “Wilson Luiz Seneme (Fifa-SP) apitará a partida entre Ceará e Cruzeiro, neste domingo, às 17h, no estádio Presidente Vargas, em Fortaleza, auxiliado por Altemir Hausmann (RS) e Emerson Augusto de Carvalho (SP)”
IDEM, IDEM: “Elmo Alves Resende Cunha (GO), apita às 17h, no Parque do Sabiá, em Uberlândia, América x Atlético-PR pela 37ª rodada do Brasileirão. Auxiliado por Fabrício Vilarinho da Silva e Evandro Gomes Pereira”.
NETO BEROLA: “Fui absolvido e estou pronto à disposição de Cuca no domingo. Para o primeiro ou segundo tempo; ele é quem manda”.
WELLINGTON CAMPOS: “Cortês está liberado para enfrentar o Atlético, no domingo. Outro que está liberado é Lucas, que retorna ao time”.
IDEM, IDEM: “Se nas laterais as notícias são boas, existem outras não muito agradáveis. Maicosuel está vetado e Antônio Carlos suspenso”.
VAGNER MANCINI: “Vou montar um time guerreiro, sem medo de pressão:Fábio, Marquinhos Paraná, Cribari, Victorino e Diego Renan; Leandro Guerreiro, Charles, Everton e Montillo; Wellington Paulista e Anselmo Ramon”.
IDEM, IDEM: “O Osvaldo é um cara diferente no Ceará e será vigiado onde ele estiver no campo. De maneira alguma ele pode ter espaço para evoluir a jogada”. Osvaldo já estaria contratado pelo Cruzeiro.
IDEM, IDEM: “Aqui tem um cara que vive no futebol há 29 anos e nunca participou disso (mala preta). As coisas são passadas para fora de maneira que nem sempre são verdadeiras. E o torcedor começa a alimentar isso”.
CRIBARI: “ É a minha primeira experiência no futebol brasileiro e o que posso falar é que saí de casa com 17 anos, nada foi fácil para mim. Está sendo uma adaptação muito dura. Não esperava que fosse assim”.
IDEM, IDEM: “Eu, em silêncio, conquistei um tijolinho atrás de outro, e vou continuar nesse caminho para conquistar espaço nesse clube”.
GOLEIRO FABIO: “Não penso no clássico. A partida mais decisiva será esta, contra o Ceará, porque é um confronto que nós temos.”
ALEXANDRO MATTOS, supervisor do América: “Este é um assunto (mala preta) não deveria estar sendo discutido. O América é um clube de 99 anos e conhecido internacionalmente por revelar jogadores e por suas conquistas”.
GLOBO.COM: “Vasco empata com Universidade do Chile, em São Januário, em l a l e decide vaga da final da Copa Sul Americana em Santiago com desvantagem.”
DIEGO GUICHARD ( Globo Esporte/PA) “Recém-contratado pelo Grêmio, Kleber entrou no clima do apelido de Gladiador. Durante a apresentação oficial nas obras da Arena do Grêmio, usou um elmo, emprestado pelo jornalista e humorista Duda Garbi, do Globo Esporte”.
RONALDINHO GAÚCHO: “Se fico no Flamengo ano que vem só Assis, meu irmão/procurador sabe. Ele disse que vai examinar as propostas, mas não aceita reduzir os ganhos que tenho aqui”
DIGUINHO (Fluminense) – “Fred merece isso pela pessoa e craque que é e pelo caráter que tem. Sempre que puder, vou elogiá-lo. Está colhendo os frutos que plantou. Estou feliz por esse outro bom momento dele e torcendo para que possa fazer história aqui no Fluminense -
LUIZ ROBERTO (Narrador da Globo) –“ o Barcelona não usou zagueiros contra o Milan, apesar Maldonado e Sérgio, volantes de marcação, e Puyol na lateral. Será que a moda pega, Júnior?”
JUNIOR ( ex-lateral da Seleção e comentarista global, respondendo): “ Se pegar vai haver um monte de zagueiros pernas de pau desempregados na praça”.
BERNARDO – autor do gol do Vasco – sobre seu empréstimo que vence em dezembro: “O Cruzeiro pode me esperar até cansar. Não me quiseram lá, agora não quero voltar. Meu destino é o Vasco. Meu ciclo no Cruzeiro acabou, é página virada”.
THIAGO NEVES (Fla) “Para mim, seria melhor jogar contra o Internacional no Engenhão do que em Macaé, pois acho lá pequeno. Você ataca e é contra-atacado rapidamente. E já estamos acostumados a jogar aqui”.
VANDERLEI LUXEMBURGO – “Estive em Macaé ano passado para conhecer as instalações do estádio. Aprovei e sugeri que o campo ganhasse mais quatro metros de largura. A sugestão foi atendida e as dimensões passaram a 110m x 69m. As dimensões do campo do Engenhão são 105m x 68m. Portanto, o de Macaé é maior”.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

SALUM QUERENDO OU NÃO A MALA PRETA ESTARÁ EM UBERLÂNDIA

Apesar de Marcos Salum, do América, repudiar a possibilidade das “malas pretas” cruzeirense e atleticana aparecerem no Parque do Sabiá, domingo, por ocasião do jogo contra o Atlético-PR, tenho convicção de que, pelo menos uma, bem azul em vez de preta, estará nas mãos de certo emissário, nas cadeiras sociais, pra ser entregue ao capitão americano. Dependendo, claro, do resultado final da partida.
A propósito, recebi telefonema do doutor Antônio (Tonico) de Ibirité, contumaz leitor da Trincheira – e um dos seus principais colaboradores – cheio de indagações sobre o futuro dos dois principais times da Capital. Ressalte-se que o referido amigo costuma revelar uma paixão desenfreada pelo Leão do Bonfim, contra o meu ceticismo.
Gravei a nossa conversa pra tirar os trechos mais interessantes:
“Flávio, você leu, ou viu, a entrevista de ZZ esta semana?”
“Qual delas? Ele dá entrevista todos os dias. Se foi naquele programa do qual meu ídolo Sorin participa, confesso que não vi. Nada me motiva vê-lo”.
“Não, acho que foi na Globo”.
“Também não vejo”.
“Saiu no Superesportes, este não tem jeito, você lê todas as manhãs”.
“Você me pegou: vi o título, mas não me interessei pela matéria. Resume aí, o que tinha de interessante?”
“Tô ligando exatamente porque não li nenhuma manifestação sua na Trincheira. O ZZ menosprezou de novo a Imprensa...”
“Nada de novo...”
“E explicou a venda dos 20% do Montillo. Precisava fazer caixa pra pagar a folha. Disse que se quisesse teria vendido tudo por R$ 10 milhões, porque havia vários interessados. E se quisesse, também, venderia 5%, 10%, o quanto interessasse sem dar satisfação a ninguém”.
“É verdade. Clube de Conselho Deliberativo “cordeirinho”, de Conselho Fiscal submisso, dá nisso. Quando surge a oportunidade de mudar, os sócios não mudam. Será sempre assim”.
“E a história de que o parceiro dos 20% é a Energil C?”
“Tem nada a ver, sempre foi parceira do Cruzeiro em outras contratações”.
“Mas o ZZ já era sócio da empresa?”
“Isso não sei, não me interessa saber e tenho raiva de quem sabe.Sem prova não sei nada, não comento nada”.
FIM DA PARCERIA. A excelente parceria entre Ricardo Drubsky e o Tupi que resultou no título da Série D para o clube de Juiz de fora acabou. Numa entrevista por telefone, após a conquista, para o Jogada de Classe, Drubsky disse que gostaria de ver o Tupi com melhor estrutura (centro de treinamentos, etc) para a disputa da Série B. Com certeza, não viu chance de isso acontecer, e para ganhar mais, aceitou o convite do Volta Redonda. Abre o mercado carioca, tão carente, pra ele. Boa sorte, irmãozinho.
RAPAZ, numa análise feita pelo Super, a gente resgatou uma boa notícia: o Boa Esporte não está totalmente eliminado de ganhar uma vaga no G-4 da Série B. Neste sábado acontece a última rodada, e o jornal mostra o seguinte:
No jogo Icasa x Portuguesa, o mandante luta pra não cair. A Lusa já é campeã da B.
O ASA, luta pra não cair, vejam só,com 48 pontos, recebe o Vitória, com 57, que briga pela última vaga no G-4; precisa vencer e torcer por outros resultados.
Em Goiânia, tem Vila Nova x Sport do Recife, quarto colocado atualmente com 58 e tem que vencer pra ficar com a vaga. Assim preenche o acesso. O Vila já caiu.
Náutico x Ponte Preta, no Recife, já subiram e jogam pelo vice-campeonato.
Grêmio Barueri, se safou, x Salgueiro, que caiu. Outro jogo: Guarani x Goiás, ambos salvos.
Paraná, precisa de um ponto pra safar-se, x Bragantino, quinto colocado, que tem de torcer contra o Sport e vencer seu jogo. Tem 58 e um saldo menor de 4 gols, com relação ao Leão do Norte.
O Boa Esporte tem 57 pontos e joga contra o lanterna Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Sua matemática é enrolada. Precisa vencer pra chegar aos 60 pontos e torcer contra Sport, Bragantino e Vitória. Difícil, porém... São Caetano luta pra não cair e pega o Criciúma, salvo.
SABEM quem é o artilheiro da Segundona, com 21 gols? Kieza, do Náutico. Aquele que o Cruzeiro tirou do Fluminense e o Cuca mandou embora da Toca. Não sei se volta ou se fica por lá...
INTERESSANTE. Ninguém consegue apostar convicto no resultado do jogo Ceará x Cruzeiro. A partida será no Estádio Presidente Vargas, campo do Ceará, e não no Castelão em reforma pra Copa do Mundo. Ponto negativo para o Cruzeiro.. Contudo, há cinco jogos o Vozão não vence no Presidente Vargas: perdeu 4 e empatou l. Positivo para os azuis.
O Vozão vem de uma vitória sensacional: 3 a l no Grêmio, em Porto Alegre. O Cruzeiro de empate bisonho, em casa, no confronto direto com o Atlético-PR. Ponto negativo. Victorino e Naldo voltam, ponto positivo. Paro por aí...
O MESMO Super que arrisquei dar R$0,25 numa banca outro dia, pra tapar a cabeça contra a chuva, trouxe as previsões de três institutos com relação as probabilidades de Atlético e Cruzeiro.
Pra quem gosta, um prato cheio:
CHANCES DE GOL: Atlético-G0, menos que 0,001 de cair. Galo: 0,5% ( tá salvo); Bahia, 5,6%; Cruzeiro, 34,5%;( percentual alto e perigo iminente); Ceará: 68,6%; Atlético-PR: 90,8%.
SITE INFOBOLA: Atlético-GO, 1%; Galo, 1%; Bahia, 7%; Cruzeiro, 37%; Ceará, 69%; Atlético-PR, 85%. Este me parece chutômetro. ]
UFMG ( o mais sério): Atlético-GO; 0%; Galo, 0,25%; Bahia, 3,5%; Cruzeiro, 41,5% (abra os olhos ZZ); Ceará, 63,7%; Atlético-PR, 90,8%.

terça-feira, 22 de novembro de 2011

LONGE DA MATEMÁTICA.

Ex-professores meus de Matemática sempre me recomendaram que eu ficasse longe da matéria. Era ruim demais. Dona Maria Bárbara, em Caratinga, e frei Alexandre, em Pará de Minas, foram carrascos deste pobre coitado filho de dona Geralda. Até hoje tenho trauma. Por isso deixo para o doutor Moacir Martinez, a ousadia de orientar os leitores sobre a situação dos nossos times. Diga aí, doutor Moacir:
“Caro Flávio, cheguei em casa agora e fui dar uma analisada, na tabela, visando o rebaixamento, e se vc notar o Galo tem 42,5 o motivo dele permanecer segundo o Tristão com 1% de rebaixamento, enquanto o Bahia está com 7%, com 42 pontos, como isso é feito?
Temos Galo, Bahia , Furacão e Ceará disputando 2 vagas ( evidente, ninguém as querendo), cada time terá 2 jogos (em cada jogo podemos ter 3 resultados), como são 2 jogos 3 x 3 =9 , então cada time poderá ter 9 combinações , isso seria um número elevado que nem compensa falar, é só lembrar que o Galo tem 12 vitórias, motivo pelo qual ele estará em vantagem em caso de empate.
Um exemplo, caso o Cruzeiro empate com o Ceará , e o Furacão empate com o América, o galo poderá perder as 2 partidas que no critério de desempate ele se salvará, resumindo o Ceará e o Furacão estão impossibilitados de fazer 43 pontos, pq não se faz em futebol (n-1), ou os dois no máximo irão a 44 , ou ficarão em 42, aí eu falo que o jogo do Botafogo, para o Galo será calça de veludo ou Bunda de fora.
È meu caro Flávio, teremos 2 rodadas pra cardíacos, note que o Cruzeiro enfrentará o Ceará lá, acho o Cruzeiro sem forças, lá deverá dar mais de 50 mil pagantes, depois o Galo (Como se comportará esse Galo?).
O América pegará o Furacão em Uberlândia.Qual América? aquele das 3 vitórias ? mesmo rebaixado?
O Ceará , após o Cruzeiro pegará o Bahia, que estará vindo da Vila Belmiro, onde o Borges disputa a artilharia com o Fred, e qual Santos o Bahia irá enfrentar, o A ou o B, aquela hipótese caso o Galo não liquide a fatura contra o Bota, acho que taí a solução, poderá se o Cruzeiro vencer o Ceará,o empate em Sete Lagoas, po�?derá livrar os Mineiros, apesar que pelo futebol, fica difícil uma vitória em Fortaleza.
È meu caro Flávio, teremos 2 rodadas pra cardíacos, note que o Cruzeiro enfrentará o Ceará lá, acho o Cruzeiro sem forças, lá deverá dar mais de 50 mil pagantes, depois o Galo (Como se comportará esse Galo?).
O América pegará o Furacão em Uberlândia. Qual América? Aquele das 3 vitórias ? Mesmo rebaixado?

COELHO NÃO PODE ESQUECER-SE DE ANTÔNIO LOPES

AGORA É LEVANTAR A CABEÇA E SAIR PRA OUTRA: VENCER O FURACÃO É MUITO IMPORTANTE PARA NóS - NÃO É ASSIM QUE UM BOLEIRO DIZ APÓS A DERROTA? (Foto montagem do Superesportes)
Quando Cruzeiro e Atlético acenaram com a possibilidade de ajudar o América a manter o jogo contra o Furacão na Arena do Jacaré, em troca de apoio na arrecadação, o cartola Teodomiro Braga foi a voz discordante entre os presidentes do clube:
“Não temos que pensar em Atlético e Cruzeiro, apenas em nós”, teria dito com essas ou outras palavras equivalentes. Certíssimo!
Este sentimento de fraternidade em momentos iguais não existe.
Farinha pouca, meu pirão primeiro, haveriam de estabelecer Cruzeiro ou Atlético. Portanto, fez bem o América em manter o jogo pra Uberlândia, se esse é o seu interesse maior. O fato de não conseguir escapar da degola não deve desmotivar a equipe a ponto de tornar o importante confronto fácil para o adversário.
A vitória do América responderia em primeiro lugar os insultos que o treinador Antônio Lopes dirigiu ao elenco quando por aqui aportou, sem nenhum sucesso. Transferiu a culpa de sua incompetência para os jogadores. Givanildo de Oliveira, que o substituiu, mostrou que a coisa não era bem assim.
Alessandro desabafou em nome dos atletas na época. O maior desabafo seguido de uma resposta definitiva seria repetir o jogo contra o Corinthians, na mesma praça, com o Parque do Sabiá quase tomado pela Fiel e o Coelho jogou um futebol de gente grande. Venceu e convenceu.
O Coelho precisa sair de cabeça erguida. Que me desculpem o lugar-comum. Domingo, no Parque do Sabiá, em Uberlândia, o Coelho busca vitória contra o segundo pior visitante do campeonato: o Atlético-PR, que esteve aqui domingo passado e quase matou o time do Cruzeiro. Busca , também, responder às infâmias posições de Lopes.
Uma disputa existe, moralmente: o time do Senador é o pior do segundo turno, lanterna da fase. O América foi infinitamente superior a ele. Não tivesse dado o azar de encontrar Antônio Lopes no primeiro turno, com certeza estaria lá em cima, com Galo e Raposa cá em baixo brigando pra não cair, como agora.
O FURACÃO em 18 jogos fora de casa, só venceu duas vezes. Venceu o Flamengo, por 2 a 1, no Engenhão, e o Atlético-GO, por 3 a 0, no Serra Dourada. Nas demais partidas longe da Arena da Baixada, a equipe sofreu 13 derrotas e empatou três. Marcou 14 gols e levou 35. O aproveitamento do Atlético-PR como visitante é de 16,67%.
É verdade que o Coelho não pode contar vantagem de sua condição de mandante. Tem o terceiro pior aproveitamento em jogos em casa: 46,30%. Foram seis vitórias, sete empates e cinco derrotas. Bom, convém destacar que mandou alguns jogos em três estádios diferentes: Arena do Jacaré, em Sete Lagoas; Morenão, em Campo Grande; e Parque do Sabiá, em Uberlândia.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

CHARGE DO PAULO AFONSO

Paulinho Afonso, além de boa cabeça, ótimo cara, grande amigo, meu companheiro de bancada no Jogada de Classe, é produtor inigualável de tevê e um chargista de mão cheia. Virou ilustrador desta Trincheira. Saúdem este novo gênio mineiro;

TIMÃO CAMINHA PARA O TÍTULO

O Corinthians é novamente líder do campeonato com 67 pontos. Em segundo está o Vasco da Gama, com 65. Os dois e o Fluminense, com 62, chances menores, brigam pelo título. O Vasco bateu o descido Avaí (2 a 0), enquanto o Fluminense, com um segundo tempo notável de Fred, goleou o Figueirense, em Floripa, por 4 a 0.
Garantiu sua vaga na Libertadores. Apesar de a goleada, o Figueira ainda está na briga pela vaga continental, com 57 pontos..
Bonito, também, fez o Internacional ao vencer o Botafogo, no Engenhão, por 2 a l e com 57 pontos, saldo melhor, segura o quarto lugar. O quinto é do Figueira. Até aqui estão os times da Libertadores.
Porém, Fla, 56, após o empate com o Atlético-GO, no Serra Dourada; o São Paulo, 56, depois dos 3 a 1 no América, disputam a última vaga com o Figueira. O Fogão tem 55, mais uma crise alojada na reta final, com a dispensa do técnico Caio Júnior e tudo mais. Mínimas chances.
Palmeiras empurrou o Bahia pra baixo e tirou os pés da lama ao vencer o time de Joel Santana por 2 a 0 em Salvador. Bom resultado. Time grande é assim. Passa aperto, mas na hora do “vamos ver” a camisa pesa e a arbitragem ajuda. O Bahia tem 42 pontos e está assustado, porém não desce mais

domingo, 20 de novembro de 2011

TUPI É CAMPEÃO DA SÉRIE D

Pode ser que a Imprensa mineira prefira ignorar esta conquista do Tupi para o nosso futebol, lamentando apenas a anunciada queda do América na derrota (3 a 1) para o São Paulo; ou o resultado negativo do Cruzeiro diante do Atlético PR (1 a 1) dentro da Arena do Jacaré que o mantém, ainda, com a corda do descenso no pescoço. Ou desgostosa com a virada que o Galo levou do Corinthians em São Paulo.
Pouco importa: o Galinho da Manchester é campeão brasileiro da Série D com todos os méritos, porque bateu no Santa Cruz em Juiz de Fora ( l a 0) e sapecou 2 a 0 lá no Recife. O título emblemático, por ser difícil, numa jornada de guerreiros, sem apoio financeiro, e sem televisão pra mostrar suas qualidades ou deficiências. Sem falar nas jogadas de bastidores. Tudo foi superado pelo Tupi de Ricardo Drubsky, já de minha parte escolhido o técnico mineiro do ano. Que não lhe falte o Troféu Guará, normalmente entregue aos medalhões.
O Tupi definiu o confronto do Arruda como “O jogo do Século”. Afinal trata-se do primeiro título de expressão do Tupi Football Club, que até então havia conseguido a taça do Módulo II do Campeonato Mineiro e de outros torneios menores. Os gols que definiram o título foram de Allan, aos 35min do segundo tempo, aproveitando cruzamento na segunda trave para escorar de cabeça, e Henrique, em contra-ataque.
Juntos com Cuiabá e Oeste, os dois times da decisão disputarão a Série C ano que vem. Outra pedreira, que espero ver o Tupi na mesma determinação pra chegar à conquista de outro título nacional.
CONFRONTO DA MORTE ANUNCIADA. Sem nenhuma pretensão de Profeta do Acontecido, escrevi nesta Trincheira que não minha infalível intuição avisava que o Cruzeiro não venceria o Atlético-PR com aquele time que Vagner Mancini tirou do embornal. Surpreendeu-me porque a zaga deu conta em parte do negócio, mas os laterais – Diego Renan, principalmente, - abriram-se de novo. O gol do Furacão foi do fundo para o fundo e ninguém se antecipou ao Marcinho.
O jogo era dos paranaenses e o Cruzeiro achou aquele gol esquisito de Charles. Tenho lá minhas dúvidas quanto ao gol anulado do Furacão aos 38m do segundo tempo. Branquinho cruzou e Paulo Baier desviou sem chance pra Fábio. A arbitragem deu impedimento. Será?
Vagner Mancini botou e tirou um monte de centroavantes sem nenhum resultado prático. E cadê o Ebert? Nem no banco estava. E o Gabriel Araújo? Nem no banco. Interessante é que vi gente comemorando o empate como salvador. Como? O Cruzeiro sonha em ganhar do Ceará com esta perebada toda em Fortaleza?
O que acontece com Fabrício? Tornou-se um jogador comum, sem alma, sem determinação, longe daquele líder que a China Azul tinha de ídolo. Não tenho dúvida que se trata de estratégia pra sair, porém sem dignidade. No meio do ano eu afirmava que ele não ficaria na Toca e que o seu destino seria o Galo. Houve um desmentido dele e agora, pelo que sei, nem pela Cidade do Kalil o ex-capitão do Cruzeiro teria passagem.
VIRADA NO PACAEMBU. O Galo aguentou em quanto pode aquela panela de pressão. Fez l a 0, aos 9m do segundo tempo, numa bela jogada. Iniciou-se com Bernard – outra vez destaque da equipe – cobrando uma falta rapidamente pra Serginho. Num toque perfeito, encontrou Daniel Carvalho na esquerda. Seu cruzamento foi medido na cabeça de Léo Silva, por dentro da zaga.
Aos 22m, o Corinthians botou em campo o Imperador Adriano. A torcida se inflamou e um minuto depois, Renan Ribeiro teve que fazer duas defesas milagrosas seguidas. Aos 32m, Liedson, sempre oportunista, empatou.
E aos 44m, gol da realeza: arrancada do Sheik Emerson após tomar a bola de Berola; na entrada da intermediária serviu o Imperador pela esquerda. Chute forte, cruzado, sem chance pra Renan.
Não creio que o Galo corra perigo com esta nova virada. Já se garantiu. Cruzeiro, Ceará e Atlético-PR e que brigam contra o rebaixamento.

sábado, 19 de novembro de 2011

SITUAÇÃO DO CRUZEIRO FICA CAÓTICA SE NÃO VENCER FURACÃO

Sem zagueiros, com Guerreiro adaptado no lugar de Victorino, e Cribari na vaga de Naldo ou Léo, o que demonstra o tamanho do buraco que se encontra, o Cruzeiro vai para o jogo contra o Atlético-PR neste domingo na Arena numa situação caótica: vencer pra continuar apenas vivo na competição. Por isso, o medroso Vagner Mancini tenta fazer uma formação velha e experiente, pura invenção sem pé nem cabeça e coloca o Cruzeiro mais vulnerável, ainda, e próximo do golpe fatal. Olha só a formação provável e as dúvidas do Senhor Mancini: Fábio, Marquinhos Paraná, Leandro Guerreiro, Cribari e Diego Renan; Fabrício, Charles, Everton (Ortigoza) e Montillo; Farías (Anselmo Ramon) e Wellington Paulista.
Montillo ressaltou que entra em campo longe de estar sem 100%, porém entendendo as dificuldades do treinador. Aliás, mais ridículo que este time é a explicação dada pela diretoria, via Diretor de Comunicação, sobre um assunto cuja falta de transparência foi levantada pela Imprensa. Caso contrário, ninguém saberia como ocorreu a queda da participação do Cruzeiro no passe de Montillo. Na verdade, quem não acredita nas explicações dadas, continua sem saber como os 100% caíram tão rapidamente para 60%.
Foi nesse momento tão difícil que o Senador decidiu botar seu Diretor de Comunicação para explicar o inexplicável. Segundo ele, o Cruzeiro comprou 100%, porém cedeu 20% ao BMG. Depois vendeu mais 20% a outros investidores. Ou seja, se Montillo quiser ir embora, vai mesmo. Aliás, basta o atleticano Ricardo Guimarães dono do BMG fazer como fez no caso Henrique. Tira Montillo da Toca e leva pra onde quiser. Basta pagar a merreca de 60%, de quanto ninguém sabe.
No caso do Kleber Gladiador, o Cruzeiro possui 50% dos direitos econômicos dele e libera o jogador para o Grêmio por R$ 800 mil reais e mais 35% do lateral Gilson, hoje no América. Vejam que é um negócio da China que começou com um milhão de euros e caiu para 800 mil reais. Se o Conselho Deliberativo do Cruzeiro não mudar de presidente nesta segunda-feira, a próxima gestão encontrará o clube sem time, sem dinheiro e sem prestígio, na Segunda Divisão. Quem avisa amigo é. Affe, Maria!!

AMERICA PERDEU EM SP E DEPENDE AGORA DO CRUZEIRO

O Coelho lutou, mas não conseguiu repetir a façanha das últimas três partidas, quando bateu Botafogo, Fluminense e Corinthians e foi derrotado pelo São Paulo no Morumbi, 3 a 0, na noite deste sábado (19). O jogo, válido pela 36ª rodada do Brasileiro, foi marcado pela estrela de Luis Fabiano, que balançou as redes duas vezes e deu o passe para o terceiro gol do tricolor.
O América não jogou bem e errou muitos passes, dando espaço para que o São Paulo pudesse chegar diversas vezes à meta defendida por Neneca, que mais uma vez foi o destaque da equipe mineira. Com Kempes e Fábio Júnior apagados em campo, o Coelho não resistiu à superioridade técnica do adversário e deixou o Morumbi muito próximo da segunda divisão.
Com a derrota, resta ao Coelho torcer contra o rival Cruzeiro, que enfrenta o Atlético-PR neste domingo. Uma vitória celeste acarretará no rebaixamento matemático do América, já que o time estrelado chegaria a 41 pontos. O time verde e preto só pode atingir 40 com o resultado deste sábado, já que ficou estacionado com 34. Já o tricolor ficou bem na tabela com 56 pontos e vivo na briga por uma vaga na Libertadores.
Rodada começou mal para nós. Festa apenas na vitória do Vasco por 2 a 0 sobre o Avaí. O time de Floripa caiu pra Segundona e os cariocas assumiram provisoriamente a liderança, na dependência do resultado de Corinthians x Atlético no Pacaembu neste domingo. Caso o Cruzeiro vença o Atlético-PR, o América estaria eliminado da elite. O Ceará chegou ao lado do Cruzeiro e perde no número de vitória. Derrotou o Grêmio por 3 a l, em Porto Alegre resultado surpreendente e que coloca a corda no pescoço dos celestes.
Lembrando que o Cruzeiro, depois do Atlético-PR, enfrenta o Ceará em Fortaleza. Aí que a vaca tosse.


GALO PRONTO PRA DERRUBAR O LÍDER

Uma vitória sobre o líder Corinthians neste domingo, no Pacaembu, deixará o Atlético matematicamente livre do risco de rebaixamento no Campeonato Brasileiro, independentemente de outros resultados, com 45 pontos. Como Cruzeiro e Atlético-PR se enfrentam, também neste domingo, uma das duas equipes não vai conseguir alcançar os 45 pontos.
O técnico Cuca não quer adiar a definição do futuro do Atlético, que, depois do Corinthians, enfrentará Botafogo e Cruzeiro, ambos na Arena do Jacaré. “Temos necessidade de pontos ou até de ponto, e vamos atrás. Sabemos que é jogo duro, contra o líder e em estádio lotado, uma final de campeonato. O favoritismo é do Corinthians, mas a gente vive um bom momento”.
Para busca a pontuação desejada, o Galo terá reforços. Carlos César e Triguinho e Daniel Carvalho, que não enfrentaram o Coritiba na rodada passada, estão novamente à disposição de Cuca. Porém, nem todos têm volta certa à equipe.
“Estou na dúvida. Gostei muito do que fizemos no jogo passado”, disse o técnico. Os volantes Serginho e Richarlyson que jogaram contra o Coritiba nas laterais têm chance de ser mantidos no time. Já Renan Oliveira deve dar lugar a Daniel Carvalho.
PONTE VOLTA À ELITE
A Ponte Preta está de volta à elite após cinco anos. Neste sábado, o time campineiro goleou o ABC por 4 a 1, de virada, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela 37.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Com 62 pontos, a equipe campineira é a terceira colocada; não pode mais ser alcançada pelo quinto colocado, o Sport, com 58, restando uma rodada para o encerramento da competição nacional.

REI REI REI REINALDO É NOSSO REI....

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

NOSSO REI ESTÁ EM PERIGO

A imagem que ainda guardo de Cacá Moreno é daquele adolescente bom de bola, que ao lado do irmão e goleiro Robertinho, infernizava a vida dos velhos cronistas na antiga sede campestre da AMCE. Nem eu, como presidente da entidade, ele respeitava. Passava as bolas por entre minhas pernas e partia célere pro gol. Aí na cara do goleiro rolava para o pai Moreno Neto, ex-narrador da TV Itacolomi, que chutava pra fora. Afinal, naquele gol adversário estava Robertinho, goleiro de futebol de salão da melhor qualidade.
Pois é, este hoje vitorioso publicitário, escreveu o texto abaixo que republico com entusiasmo e indignação. Entusiasmo por se tratar de uma defesa pungente de Reinaldo. Indignação pela arrogância do agressor do nosso Rei. Vamos ao texto:

“Terça-feira, 15 de novembro, 4 da tarde.
Meu telefone toca e eu vejo no identificador de chamadas: “REINALDO LIMA”.
O Zé Reinaldo. O Zé. O REI. Meu amigo de adolescência desde o infanto-juvenil do Galo no time do saudoso GêGê.
O Rei, de cara limpa. De caráter. Que venceu tantas batalhas difíceis na vida.
Desde aquela cirurgia no joelho errado, lá no ambulatório do hospital Vera Cruz. Ele e seu pai, sozinhos e depois com a luta contra as drogas. E ele nunca contou nada pra ninguém. Nunca ninguém ficou sabendo que operaram o joelho "BOM" ao invés do Joelho doente. Sofreu a dor e as consequências de um erro médico, sozinho. Calado.
Calou as torcidas adversárias. Contou uma história genial com a sua arte. Nunca vi ninguém jogar daquele jeito. Joguei com ele. Vi a genialidade de perto. Uma rapidez absurda de raciocínio. Uma habilidade de joalheiro, de ourives. Um gênio.
Uma completa criança genial, um moleque inocente que não tinha a menor idéia de que Deus o tinha abençoado com o poder dos magos. O poder dos sábios. O poder dos mestres.
Pois foi esse Reinaldo que me ligou no sábado. Doído. Magoado. Um cara que eu acompanhei de perto a sua recuperação contra essa desgraça que corrói as pessoas e as deixa marcadas, injustamente, para sempre.
Me ligou para desabafar.
Ele mora no Miguelão e, no sábado, saiu de casa cedo. Mais tarde, voltou pra casa pra ver o jogo do Galo. Sem beber, de cara limpa, que ele conquistou a duras penas.
Sem saber de nada, esse gênio foi arrancado de casa por 3 trogloditas que começaram a espancá-lo sem explicar a razão. Bateram sua cabeça no chão diversas vezes. Chutaram, socaram, covardemente um homem inocente, desprevenido, como se tivessem o poder da lei.
Ele me contou que um tal Dr. Gustavo Tostes, seu vizinho, advogado, que presta serviços para a CEMIG, o humilhou não só no sábado mas no domingo e na segunda, ameaçando-o na frente da filha: “Vou bater no seu pai de novo”.
Agora o que mais me incomodou foi ver como a imprensa mineira tratou o fato :

Reinaldo se mete em confusão de novo”.

Como é fácil e sacana acusar. Como é cruel não dar ouvidos ao ser humano.
Como é cruel pré-julgar. Como é triste tratarmos um dos maiores gênios do futebol com descrédito, desrespeito e silêncio.
Que ironia do destino, o cidadão, o advogado e seus comparsas que agrediram o Rei, estavam bêbados e o ZÉ, de cara limpa.
Como é impiedosa a covardia. Como é horrível ser tratado com crueldade pelo
próximo e com descrédito pela sociedade.
Precisamos fazer algo. Não sei o que mas precisamos fazer algo O Rei me contou que só depois de ter apanhado muito é que ficou sabendo que,
enquanto ele estava fora de casa, o cachorro dele teria avançado no filho do Advogado.
Na verdade, segundo ele, nem isso. O cachorro teria corrido atrás do menino.
Corrido ou não, mordido ou não, não podemos deixar de nos indignar com a violência. E mais ainda com a violência covarde.
Como um cidadão como esse pode ser um defensor da lei? Que lei ele respeita?
Como um advogado que não respeita a lei pode estar atuando em defesa do nosso patrimônio, representando uma empresa como a CEMIG, que é de todos nós mineiros?
Não podemos nos calar. Temos que exigir, investigação, apuração, punição se for o caso mas não podemos nos calar.
Espero que aqueles que respeitam a ordem, que acreditam na vida e que querem uma sociedade mais justa se manifestem. De qualquer maneira.
Divulguem essa história, conte para os seus amigos mas não apenas reenviando esse texto.
Faça o seu comentário, inclua a sua opinião, demonstre a sua indignação.
Se fazem isso com um REI o que não farão com os súditos.
Cacá Moreno.

Resposta: a minha indignação já demonstrei aqui, no meu twitter e no Jogada de Classe da TV Horizonte. Meu grito é de revolta. Rei, Rei, Rei, Reinaldo é nosso Rei.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

GALO DESPACHA DE VEZ O FANTASMA DO REBAIXAMENTO

Flávio Anselmo – 18/11/11


Enquanto os guerreiros botavam de vez pra correr os fantasmas do rebaixamento, vencendo o Coritiba por 2 a 0, gols de Berola e Léo Silva, na Arena do Jacaré lotada com mais de 16 mil pagantes, meu email lotava-se, também, com mensagens de revolta e solidariedade ao ex-craque Reinaldo, agredido covardemente por um vizinho no condomínio Miguelão.
Com 42 pontos, o Galo distanciou-se da Z-4 e colocou o Bahia atrás dele, acima do Cruzeiro. Matemáticos garantem que com 42 o time se salva. Então, Bahia e Galo estariam livres. O Cruzeiro agora briga com o Atlético-PR seu próximo adversário na Arena do Jacaré e com o Ceará do qual se separa por dois pontos. A torcida alvinegra comemorou a vitória noite adentro e a do Cruzeiro, assustada, escondeu-se.
Sobre as manifestações de solidariedade ao Rei, o mano Fábio Paceli me encaminhou esta abaixo que roda em Brasília criada por Paulinho, conterrâneo do Rei, Leiam aí:


“Flavio, eu não sabia disso. Veja ai o que me mandaram. A polícia e a Justiça, como sempre, não darão aos responsáveis o tratamento que se dá nos países minimamente civilizados. Bração, Paceli” Aí vem o texto de Paulinho:
“Eu também assustei com a notícia da briga ocorrida no último final de semana/feriadão: a mídia divulgou. - É preciso informar para inteirarmos melhor a esse respeito dando todo o crédito e total apoio ao nosso Amigo conterrâneo, puts, até qualquer prova de culpa em contrário: - se o cachorro dele, tão somente, ter-se-ía(á) provocado toda essa ira/fúria desses vizinhos de seu Sítio no Miguelão, município de Nova Lima, na saída para o RJ - BR 040.
Parece ter algo estranho no ar, pelo presente relato ora encaminhado do autor Cacá Moreno. - Afinal de contas 3x1, no meu entendimento é a mais pura e simples atitude de covardia e truculência não? - A Turma de BH certamente, dada as proximidades, inclusive, deve estar no link atenta já que possui melhor oportunidade de acompanhar e, se devido, ainda, prestar toda assistência jurídica e/ou colaboração requerida, por consequência, ao REI - grande ilustre Reinaldo José de Lima, o nosso eterno lembrado boa gente e cracaço, apelidado de Caburé na infância, lá na boa terra Ponte Nova - MG.
Até mais, desejando toda a sorte e superação de mais essa ao REI. Fui, certo de que algo está e poderá ser feito para que os esclarecimentos desejados venham mesmo à tona felizmente; e na oportunidade nosso modesto e sincero desejo”
Também devo registrar a preocupação da torcida cruzeirense: seu time é forte candidato ao descenso com o futebol mostrado quarta-feira. Se não vencer o Atlético-PR no final desta semana, pode dar adeus à elite do futebol brasileiro ano que vem.
O conterrâneo e vizinho, Aloizio Grossi, diz na sua mensagem:
“A coisa realmente está feia. Afe Maria! é muito pouco pelo que vi ontem. Se tivesse jogado contra o Fluminense da Rua do Sal, teria tomado de goleada. Não que o Fluminense seja ruim, é que coisa tá feia, horrível. Um amontoado, sem esquema, mal treinado, jogadores não conseguem dar um passe de 2 metros, um entrando na jogada do outro, como aconteceu na expulsão, ridículo, simplesmente, ridículo. Não estou acreditando no que eu estou vendo. Marquinhos Paraná de camisa 10, que ultraje!!!
Outro conterrâneo, o advogado/escritor/poeta Wagner Martins, hoje morando em Sabará: “Meu caro amigo, vi o jogo do Cruzeiro ontem e te confesso que tive saudades daquele Cruzeiro de Tobi, Bendelaque, Dedê de Dora, etc. Fiquei imaginando, que se o time de Mancine e do Senador ficasse jogando com o Avaí até sábado, não conseguiria chegar ao gol... outra coisa que me deixa assustado é saber que falam em salários ali de duzentos mil reais. O time do Galo Velho lá de Entre Folhas, em troca de uma caixa de cerveja no final da tarde, é bem capaz de superar o que vi ontem e o que temos visto nos últimos jogos desse time que já se formou com Raul, Dirceu Lopes, Tostão, Piazza e tantos outros.Bração. Vem aí UM BICHINHO À TOA...
Pô até parece que dediquei a coluna dos conterrâneos. Mais um, Mario Sérgio Carraro, residente em Brasília, torcedor do Fluminense, chorando as mágoas: “Flávio, não cheguei a ir ao Rio como vc "contou", mas confesso que antes da derrota pro América eu já estava olhando as passagens para o último jogo do Flu, contra o Botafogo. Que seria o jogo do tetracampeonato! Mas perdemos o título nas quatro derrotas para América e Atlético/MG.
Infelizmente não poderei comemorar o título no Bar do Piniquim lá "nu" Caratinga! Mas estaremos lá no fim do ano”.

GALO JOGA SUA SORTE NA ELITE ESTA NOITE

Nem preciso dizer que apoio da torcida esta noite na Arena do Jacaré e a raça, determinação, espírito vencedor serão importantes pra que o Galo vença o Coritiba hoje e garanta sua permanência na elite do futebol. Alguns matemáticos dizem que 42 ainda não seriam suficientes. Todavia, os matemáticos em que confio garante que sim. Nos outros jogos de hoje - Santos x Atlético-GO e Flamengo x Figueirense - a Massa pode ficar à vontade, pois nenhum resultado beneficiará no momento o seu Glorioso.
Nos jogos de ontem, o empate entre Avaí 0 x Cruzeiro 0, foi bom para o Galo, mas a vitória do Atlético-PR (l a 0) sobre o São Paulo foi absolutamente negativa.
Na briga pelo título, a polarização entre Corinthians e Vasco tornou-se um fato. O Timão que derrotou o Ceará ( 1 a 0) botou dois pontos de frente no Vasco da Gama, que empatou ( l a l) com o Palmeiras: 64 a 62. O Fluminense manteve-se vivo na luta com a bela virada sobre o Grêmio, em noite de Fred; 5 a 4. O Figueirense depende de bater no Flamengo logo à noite e chegar aos mesmos 59 pontos do Flu. O Mengo joga sua cartada definitiva. O Botafogo sobrou depois do chocolate que levou do América - a sensação da arrancada final do Brasileiro - na Arena do Jacaré por 2 a l. E olhe lá!

CRUZEIRO HORROROSO SÓ CONSEGUE UM PONTO NO SUL

Mesmo que o Cruzeiro quisesse ter espírito grande como o do América nessa arrancada final do Brasileirão não conseguiria. O Coelho tem atropelado os maiores como o Botafogo, a quem venceu por 2 a l com total autoridade, em resposta aos que se iludiram e rotularam seu time de fraco pra Série A, e expôs outra realidade: fraco, feio e ruim é o time azul, protagonista, ao lado do Avaí, de melancólico 0 a 0 na Ressacada. Ganhou um ponto imerecido: tomou duas bolas na trave; Fábio salvou o placar e, de quebra, levou um gol de William, mal anulado por impedimento. De novo a sorte esteve com o time de Vagner Mancini, responsável direto pela ruindade do Cruzeiro. Das jovens promessas do time, Sandro Manoel e Ebert, não levou nenhum no banco.
No seu próximo jogo, contra o Atlético-PR, que derrotou o São Paulo, em Curitiba, por l a 0, gol de Gueron, o técnico celeste terá de inventar mais fórmulas estranhas e apequenadas, pra garantir os três pontos em casa. Que os deuses continuem abençoando o Cruzeiro de Mancini e que este ano termine logo. Afe, Maria!
O Corinthians, ao contrário do São Paulo, foi parceiro dos mineiros. A sua vitória em Fortaleza sobre o Ceará (1 a 0) aliviou bem a pressão. O SP do Leão não segurou o Furacão que chegou aos 37 pontos e continua na Z-4, porém um ponto atrás do Cruzeiro. O jogo entre eles no final de semana, na Arena do Jacaré, é decisivo.
Grande em Minas, no momento, é o Coelhão. Fez nova vítima entre os candidatos ao G-4. O Botafogo pode agradecer por sair daqui com o placar de 2 a 1. Teve caixa pra mais. O que tem agradado mais é a arbitragem: há três jogos o América tem pênalti a seu favor. Fábio Junior fez l e perdeu outro. Contra o Botafogo converteu Kempes.
Proposta do Cruzeiro pra liberar o Gladiador Kleber para o Grêmio: um milhão de euros e mais o lateral Gilson, atualmente no América. Vai dar negócio.
ALVIMAR NA TOCA: causou furor na desesperada China Azul a informação que passei no meu twitter: Alvimar “Perrela” de Oliveira Costa, que não gosta do apelido “Perrela”, soprou pra amigos que estará de volta ao Cruzeiro, como diretor de futebol, na gestão de Gilvan Tavares. Soprou mais: que em 2014 pretende ser candidato à presidência. Aí como ficaria o presidente eleito caso faça boa administração e resolva tentar a reeleição?
Apenas pra informar aqueles que não sabem, Afastado do Cruzeiro há vários anos, dizem que por desavença com o irmão mais velho, ZZ, o ex-presidente Alvimar decidiu aceitar o convite de assumir o lugar de Dimas Fonseca. Até porque foi ele quem barrou a provável candidatura de Dimas à presidência e até à vice, como queria o Senador.
CONTAS DO MOACIR: O doutor Moacyr Martinez, gente prá lá de boa ,gosta de números matemática e futebol, conforme vocês já viram por aí em vários programas de televisão. Então ele me mandou um recado:
“Caro Flávio Anselmo, vc sabe da minha admiração pela sua pessoa, mas vou dar um pitaco, quanto ao rebaixamento. Proezas iguais ao que o Fluminense conseguiu com o Cuca, só acontecem a cada mil anos. Então mesmo torcendo, dificilmente o América se livra da Segundona.”
Pois é, Caro Moacyr, você mesmo diz que o América “dificilmente” se livra da queda. Ou seja, não caiu. Enquanto há esperança, há vida e não custa nada torcer. Vou torcer pro Avaí, ou Atlético-PR? Claro que não.
Continua ele: “Quanto ao Galo basta que ganhe 3 pontos, de preferência com uma vitória. Ao Cruzeiro como tem confrontos diretos, acho que o maior adversário é ele mesmo, pois foi a pior campanha que eu já vi. Atenção como temos 4 rodadas, só temos 120 pontos em disputa, sabendo que a cada empate, um ponto irá pra A e outro pra B e desaparecendo o outro, mas mesmo que não tivermos nenhum empate nas 4 rodadas e os times da prateleira de baixo , pontuarem como os da prateleira de cima, teremos 120 dividido por 20, onde teríamos em média 6 pontos por equipe, o que nos dá uma certa tranquilidade que com 42 pontos, e o time estará salvo do rebaixamento, após a 38 rodada. Atenção que o empate no último jogo do Galo com o Cruzeiro , poderá ser benéfico aos dois”.
Resposta: belo ensinamento do doutor Moacyr. Um abraço
OUTRA MENSAGEM de apoio do Carlos Cabrito, BA: “Sabemos que o Rei, em campo, foi vitimado pelos brucutus de chuteiras e escondido debaixo dos lençóis verdes da ditadura. Pelo visto, o Rei continua na mira, ora dos brutamontes e desta vez, exposto pela mídia que um dia negou a render-se ao seu talento. O Rei é patrimônio alvinegro cedido à História do futebol deste Brasil.”
Rei, Rei. Rei, Reinaldo é nosso Rei.
AS ELIMINATÓRIAS sul-americanas para a Copa/14 terminam 2011 embaralhadas. Na quarta rodada, a grande vencedora foi a Seleção da Venezuela (1 a 0) na Bolívia, em San Cristóbal, porque assumiu posição ao lado dos grandes Uruguai e Argentina, com 7 pontos ganhos. Os celestes descansaram. Os hermanos ganharam da Colômbia, em Bogotá, com grande dificuldade por 2 a 1. Messi fez o gol salvador. O Chile ameaçado de crise derrotou em Santiago o Paraguai por 2 a 0 e o Equador, pelo mesmo placar, venceu o Peru, em Quito.
A quinta rodada será disputa em junho/2012.
Serão estes jogos: Bolívia x Chile; Argentina x Equador; Peru x Colômbia; Uruguai x Venezuela. Folga o Paraguai. A Argentina faz um torneio longe de seu prestígio, porém está colada no Uruguai – que tem um jogo a menos – ambos com 7 pontos, a mesma pontuação da Venezuela. Uruguai tem melhor saldo de gols.

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

TRIGUINHO VAI PARA O JOGO E GALO PAGA MULTA

COMO ACONTECEU no recente caso de Pierre, que justificou o pagamento da multa de R$200 mil com excelente atuação contra o Palmeiras, na Arena, a diretoria do Galo mantém-se muda quanto à situação de Triguinho cujos direitos econômicos pertencem ao Coritiba, adversário do Atlético nesta quarta-feira, em Sete Lagoas. O jogo é importante para os dois lados: o time de Cuca se vencer garante a permanência na elite com 42 pontos; o Coxa luta por uma vaga na Libertadores.
Porém, no coletivo da semana, Triguinho treinou entre os titulares e confirmou presença nessa decisão. A perda importante do Atlético será Daniel Carvalho suspenso, tanto que Cuca esconde o jogo pra Marcelo Oliveira, treinador do Coritiba. Não sabe se escala Renan Oliveira ou Richarlysson.
ALVIMAR NA TOCA: causou furor na desesperada China Azul a informação que passei no meu twitter: Alvimar “Perrela” de Oliveira Costa, que não gosta do apelido “Perrela”, soprou pra amigos que estará de volta ao Cruzeiro, como diretor de futebol, na gestão de Gilvan Tavares. Soprou mais: que em 2014 pretende ser candidato à presidência. Aí como ficaria o presidente eleito caso faça boa administração e resolva tentar a reeleição?
Apenas pra informar aqueles que não sabem, Afastado do Cruzeiro há vários anos, dizem que por desavença com o irmão mais velho, ZZ, o ex-presidente Alvimar decidiu aceitar o convite de assumir o lugar de Dimas Fonseca. Até porque foi ele quem barrou a provável candidatura de Dimas à presidência e até à vice, como queria o Senador.
CONTAS DO MOACIR: O doutor Moacyr Martinez, gente prá lá de boa ,gosta de números matemática e futebol, conforme vocês já viram por aí em vários programas de televisão. Então ele me mandou um recado:
“Caro Flávio Anselmo, vc sabe da minha admiração pela sua pessoa, mas vou dar um pitaco, quanto ao rebaixamento. Proezas iguais ao que o Fluminense conseguiu com o Cuca, só acontecem a cada mil anos. Então mesmo torcendo, dificilmente o América se livra da Segundona.”
Pois é, Caro Moacyr, você mesmo diz que o América “dificilmente” se livra da queda. Ou seja, não caiu. Enquanto há esperança, há vida e não custa nada torcer. Vou torcer pro Avaí, ou Atlético-PR? Claro que não.
Continua ele: “Quanto ao Galo basta que ganhe 3 pontos, de preferência com uma vitória. Ao Cruzeiro como tem confrontos diretos, acho que o maior adversário é ele mesmo, pois foi a pior campanha que eu já vi. Atenção como temos 4 rodadas, só temos 120 pontos em disputa, sabendo que a cada empate, um ponto irá pra A e outro pra B e desaparecendo o outro, mas mesmo que não tivermos nenhum empate nas 4 rodadas e os times da prateleira de baixo , pontuarem como os da prateleira de cima, teremos 120 dividido por 20, onde teríamos em média 6 pontos por equipe, o que nos dá uma certa tranquilidade que com 42 pontos, e o time estará salvo do rebaixamento, após a 38 rodada. Atenção que o empate no último jogo do Galo com o Cruzeiro , poderá ser benéfico aos dois”.
Resposta: belo ensinamento do doutor Moacyr. Um abraço
OUTRA MENSAGEM de apoio do Carlos Cabrito, BA: “Sabemos que o Rei, em campo, foi vitimado pelos brucutus de chuteiras e escondido debaixo dos lençóis verdes da ditadura. Pelo visto, o Rei continua na mira, ora dos brutamontes e desta vez, exposto pela mídia que um dia negou a render-se ao seu talento. O Rei é patrimônio alvinegro cedido à História do futebol deste Brasil.”
Rei, Rei. Rei, Reinaldo é nosso Rei.
AS ELIMINATÓRIAS sul-americanas para a Copa/14 terminam 2011 embaralhadas. Na quarta rodada, a grande vencedora foi a Seleção da Venezuela (1 a 0) na Bolívia, em San Cristóbal, porque assumiu posição ao lado dos grandes Uruguai e Argentina, com 7 pontos ganhos. Os celestes descansaram. Os hermanos ganharam da Colômbia, em Bogotá, com grande dificuldade por 2 a 1. Messi fez o gol salvador. O Chile ameaçado de crise derrotou em Santiago o Paraguai por 2 a 0 e o Equador, pelo mesmo placar, venceu o Peru, em Quito.
A quinta rodada será disputa em junho/2012.
Serão estes jogos: Bolívia x Chile; Argentina x Equador; Peru x Colômbia; Uruguai x Venezuela. Folga o Paraguai. A Argentina faz um torneio longe de seu prestígio, porém está colada no Uruguai – que tem um jogo a menos – ambos com 7 pontos, a mesma pontuação da Venezuela. Uruguai tem melhor saldo de gols.
Cleber Welington Abade (São Paulo) será o árbitro da decisão da Série D, entre Santa Cruz (PE) e Tupi, no domingo (20/novembro) em Recife (PE). Ele será auxiliado por Griselildo de Souza Dantas (PB) e Eduardo Lincoln Neves (RN)

terça-feira, 15 de novembro de 2011

RAPOSA RESPIRA E COELHO DESAFIA AOS MATEMÁTICOS

Degrau a degrau, jogo a jogo. Temos que pensar assim: jogo a jogo. Não é desta forma que os treinadores da trinca mineira – Givanildo, Cuca e Mancini – respondem à imprensa sobre as projeções para o futuro de seus times América, Atlético e Cruzeiro no Brasileiro deste e do próximo ano? Com certeza. Então deixo a 34ª rodada vencida, com seus pontos contabilizados a favor e contra. De passagem, falarei dos destaques individuais e das atuações de cada time, coisas que não até então, por falta de tempo.

Viro a página pra abrir espaço ao matemático Tristão Garcia em quem não acredito o suficiente pra fazê-lo meu ídolo, contudo a quem considero o mais confiável nesse enigmático jogo de números, ou de futurologia.

Entendo que, como Tristão, que o risco Cruzeiro, com 37 pontos, caiu pela metade. Chegou a 28% de probabilidade de cair. O Coelho alterou nada: mantém 99% de chance de descenso com os atuais 31%. O Galo safou-se? Particularmente penso que sim. Tristão Garcia diz que não por causa de sua matemática e números. O time de Cuca tem 9% de probabilidade de descer, com 39 pontos. Por quê? Não será capaz de vencer um jogo em casa ou arrancar três empates nos quatro jogos que lhes resta.

Bocas azedas existem aos montes. Cada apostando que caem dois mineiros (Paulinho Afonso, a fera do Jogada de Classe, diz isso, mas de gozação), definindo um deles como sendo o Coelho.

Façam suas projeções apaixonadas ou não. Ao Galo restam Coritiba aqui, dia 17, quinta-feira: (indigesto); Corinthians lá no Pacaembu, dia 20/11: (indigesto); Botafogo, aqui, dia 27/11( aposto no Galo); Cruzeiro, dia 4/12, na Arena: (empate se ambos estiverem salvos). América tem Botafogo, dia 16, na Arena. Lembrem-se: os cariocas são fregueses do Coelho; São Paulo, no Morumbi, dia 19/11: (indigesto); Atlético-PR, dia 27/11, na Arena – salvação dos co-irmãos mineiros (Viva o Coelhão!); Atlético-GO, dia 4/12 no Serra Dourada. Saída com honra da Série A.

Que me perdoem os americanos, pertenço à corrente dos que oram aos deuses do futebol pra que consiga quatro vitórias seguidas. Porém, sei que os “deuses do futebol” são uma lenda que criei pra nominar sorte/azar.

O Cruzeiro teoricamente teria uma lista de adversários menos perigosa. Conversa fiada! O perigo para o Cruzeiro não está nos adversários, mas nele próprio. O time é experiente e cansado; não inspira confiança. Penso que só chegará salvo ao final se mantiver o espírito de superação de domingo passado. Contudo, não consegue repetir tal façanha no jogo seguinte. Espero que ele resista pelo menos em Fabio, Victorino, WP-9 – que deixou o gramado aos prantos após a vitória sobre o Internacional (l a 0), Léo, Diego Renan, Farias e tenha a força de Montillo fora do gramado, lesionado.

O time de Vagner Mancini começa sua corrida final nesta quarta-feira, dia 16, em Floripa, contra o Avaí: (indigesto), que joga sua última chance de ficar na elite. Depois, os azuis pegam o Atlético-PR, dia 20/11, na Arena: (desespero puro); Dia 27, o Cruzeiro tem o Ceará fora: (vida ou morte); Dia 4/12, o clássico: (depende).

Rei, Rei, Rei, Reinaldo é nosso Rei.

Vagner Mancini esteve acima do bem e do mal contra o Internacional. Acertou na escalação e errou bastante nas alterações. Acertou na troca de Guerreiro, cansado, por Sandro Manoel; errou na saída de Farias por Naldo. Chamou o Inter, com 10 – o beque Elton fora expulso - pra cima da defesa. Melhor era colocar Elber no meio. Tentou acertar com Ortigoza no lugar de Roger; piorou, o Inter tomou conta do meio-campo.

É verdade que o Cruzeiro teve boa oportunidade com Farias e o gol mal anulado, indecente, de Ortigoza. Tudo porque o Colorado abdicou de vez da defesa e tentou o empate. Quase conseguiu. De novo, São Fábio com apoio de Victorino, Léo, Guerreiro e Diego Renan.

Outro com culpa no cartório: Cuca. Sem explicações pra saída de Daniel Carvalho e entrada de Cambalhota. Céus, que mudança!!

Galo foi melhor que Figueirense no primeiro tempo. Caiu no segundo e levou a virada de 2 a 1. Por que apenar só o goleiro Renan Ribeiro? Falhou nos gols, sem perder a condição de melhor do elenco.

No jogo do Engenhão, sábado, o meu amigo Mário Sergio Carraro viveu momentos de perplexidade. Já tinha acompanhado na Arena do Jacaré o passeio do América sobre o seu amado Fluminense. Jurou que isso não aconteceria mais, jamais. Pegou o avião em Brasília, disposto a curtir o feriado no Rio, mas após o novo chocolate do Coelho no pó-de-arroz, pegou um ônibus e foi descansar em Caratinga. Curou a ressaca, a dor de cotovelo e matou a saudade de dona Eva Carraro, sua mãe, no paraíso de São João do Caratinga.

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

COMO GILVAN TIROU DIMAS NO SEU CAMINHO

Conversa de Bastidores: não direi o nome do santo sem sua permissão. Ele me contou que Dimas Fonseca queimou o filme com o novo presidente Gilvan Tavares por culpa de ZZ Senador. A mosca azul picou Dimas e incentivado por ZZ pensou que seria o próximo presidente.

Seu sonho morreu na autoridade de Alvimar Perrela, que brecou a pretensão do irmão mais velho e não permitiu que Dimas fosse relacionado na chapa nem como vice-presidente. Ano que vem, com a saída de ZZ e de Dimas, o ex-presidente Alvimar de Oliveira Costa volta à condição que gosta no Cruzeiro: diretor de futebol.
Além dos dois gols de Jonas, o quê a Seleção de Mano Meneses mostrou na sua despedida de 2011? Nada. Se Dudu tivesse feito aquele gol de cabeça no final estaria salvo o amistoso contra o Egito. Bem que o conterrâneo Ney Franco, que entende de futebol tanto quanto eu entendo de trincheiras, costuma afirmar: “Dudu vai longe”
A 35ª rodada do Brasileiro, a partir desta quarta-feira, tem cheiro de gasolina. Fluminense queima seus últimos gravetos contra o Grêmio, que luta pela Libertadores; Inter x Bahia, o primeiro de olho ainda no torneio continental e os baianos descansados como sempre; Atlético-PR x São Paulo, ambos desesperados atrás de seus objetivos finais que podem acabar nesta quarta; América x Botafogo: Coelho disposto a incendiar mais o Brasileirão; Palmeiras x Vasco. Se vencer, o Verdão ajuda o arquirrival Corinthians; Vasco é fortíssimo candidato ao título e precisa matar o leão do dia;
Avaí x Cruzeiro: se ficar o bicho pega, se correr o bicho come. Céus!! Ceará x Corinthians: em Minas somos todos corintianos desde menininhos!!
Na quinta-feira, Santos x Atlético-GO, ambos chegaram lá nos seus limites. O Peixe vai com os lambaris que venceram o Ceará, em Fortaleza. Final, outra parada indigesta: Galo x Coxa. O time curitibano, comandado e bem pelo ex-atleticano Marcelo de Oliveira, luta pela vaga na Libertadores. O Galo, humm, todos sabem. É vencer, ou...vencer!!
Não percamos de vista as eliminatórias pra Copa no Brasil, ainda mais que los hermanos só conseguiram quatro pontos até agora. Nesta quarta-feira, tem Colômbia x Argentina, lá nas alturas de Bogotá; Mais: Equador x Peru, Chile x Paraguai, Venezuela x Bolívia. A folga é do Uruguai, líder da competição com 7 pontos; 2) Argentina, com 4; 3) Colômbia, 4; 4) Paraguai, 4; 5) Venezuela, 4; 6) Equador, 3; 7) Peru, 3; 8) Chile, 3; 9) Bolívia, l ponto ganho.
                                          (Foto Jorge Gontijo - EM)

Guia contra a degola: Raposa respira, e Coelho desafia a matemática

Com a vitória sobre o Inter em Sete Lagoas, Cruzeiro deixa o Z-4, e risco de rebaixamento cai pela metade. Rodada praticamente salva o Bahia

Um golzinho sofrido, uma vitória na raça, e um novo horizonte para o Cruzeiro. A vitória por 1 a 0 sobre o Inter trouxe fôlego para o time mineiro, que viu seu risco ser rebaixado cair pela metade: de 56%, a Raposa agora tem 28% de possibilidade de disputar a Série B em 2012, na visão do matemático Tristão Garcia.

A vitória, por si só, já era positiva, mas a derrota do Ceará em casa contra o Santos foi muito benéfica para os mineiros. O Vozão voltou ao Z-4 e, de 49%, suas chances de queda saltaram para 77%.

- O Cruzeiro, ao lado do Bahia, foi o grande vencedor da rodada na parte de baixo da tabela. Foi uma vitória importante, mas o grande diferencial foi a derrota do Ceará em casa. Se conseguir manter essa vantagem, o Cruzeiro vai a Fortaleza (na 37ª rodada) jogar por um empate contra o Ceará. Bem mais fácil do que precisar vencer lá – analisou Tristão Garcia.

A grande disputa contra a degola, na opinião do matemático, continua sendo entre Cruzeiro, Ceará e Atlético-PR. Nas contas de Tristão, a chance de dois deles caírem é de 89%. Apenas um deve escapar.

Coelho contra a matemática

Apontado pelo matemático como o outro grande vencedor da rodada, o Bahia venceu o Atlético-GO fora de casa e praticamente assegurou sua participação na Série A em 2012. Ao lado do Palmeiras, tem apenas 1% de risco de cair. Desprezível, segundo Tristão.

Mas quem realmente vem surpreendendo nas últimas rodadas é o América-MG. Após vencer o líder Corinthians, foi ao Rio de Janeiro e derrotou o Fluminense, time de melhor campanha do returno. Mesmo assim, segue virtualmente rebaixado, ao lado do Avaí, com 99% de possibilidades, na opinião de Tristão.

- É questão de tempo. Estão em estado terminal. O América-MG vem fazendo de tudo para prorrogar isso. Mas, a menos que vença os quatro jogos, será rebaixado, e com antecedência.

Avaí pode cair na quarta

A situação do Avaí é a mais delicada e seu rebaixamento pode ser definido na quarta-feira. O time catarinense recebe o Cruzeiro, na Ressacada. Em caso de derrota, ficará a 11 pontos da Raposa e, a três rodadas do fim do Brasileirão, não terá mais condições de reverter a situação.

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

FLORIPA VERÁ NESTE SÁBADO O NOVO GALO DE CUCA BOA

                                            Cuca fresca, time escalado (foto EM/DA Press)
NO ATLETICO, as fotos, os vídeos, as imagens de tevê, nada revela qualquer tipo de preocupação excessiva, estressante, no elenco do Galo que está em Florianópolis pra enfrentar o esquentado Figueirense. Ainda que os objetivos sejam absolutamente diferentes, o Figueira passa maior ansiedade.
Sua responsabilidade no Estádio Orlando Scarpelli neste sábado é maior por causa da excelente campanha que faz no Brasileiro e no objetivo maior de chegar ao G-4. Com 53 pontos, em sexto lugar, o Figueirense dará enorme salto em caso de vitória.
A responsabilidade do Galo é somar pontos pra chegar aos 43 prováveis que evitarão o descenso de qualquer time. Tem 39 e um empate em Floripa será bom. Contudo desastroso para os mandantes.
Daí a aparente tranquilidade de Cuca e seus comandados. O técnico levou 20 atletas na delegação e antes da chegada ao Estádio Orlando Scarpelli pretende confirmar a equipe. Nenhuma mudança tática profunda: sem Léo Silva e Neto Berola, o treinador atleticano optou por Werley na zaga e Richarlyson na ponta-esquerda, conforme Cuca definiu.
Pra quem gosta de esmiuçar esquema aloprado de técnico, este aí de Cuca demonstra o isolamento de André na frente com as chegadas de Bernard, pela direita; Rick pela esquerda e Daniel Carvalho por dentro.
Imagino que aplicará no Figueira o veneno que o time de Floripa usa fora como visitante indigesto.

NO AMÉRICA, na volta ao velho e bom 3-5-2 que o time usou em seus melhores momentos no returno do Brasileiro, o técnico Givanildo de Oliveira contará com o experiente Everton. O trio defensivo terá ele e mais Micão e William Rocha. Absolvido pela STJD, o excelente Marcos Rocha reaparecerá na lateral direita e Gilson, que desmente qualquer contato com o Cruzeiro, será o homem da esquerda.
Givanildo quer que este time (Neneca; Everton, Micão e Wiliam Rocha; Marcos Rocha, Leandro Ferreira, Amaral, Rodriguinho e Gilson; Kempes e Fábio Júnior) mantenha o tabu de jamais perder para o Fluminense, na Série A. No primeiro turno, enfiou 3 a 0 nos tricolores, na Arena do Jacaré.
Neste sábado, às 19h, a coisa pega no Engenhão.


                                     ( Montillo é negociado no varejo (Foto EM/DA Press)
NO CRUZEIRO, minha gente, quando falo da minha preocupação com a situação do time tenho lá minhas razões. ZZ Perrela pegou um dos seus jatinhos, voou até Atibaia, enfurnou-se na suíte presidencial e não falou com ninguém. Pelo menos o que foi dito à imprensa. Aliás, falou sim com Valdir Barbosa.
Na quinta-feira, ZZ pegou o jato de volta e se mandou pra Beagá atrás do seu ortopedista por causa da hérnia de disco.
Pra trás deixou os rapazes evasivos, desnutridos de força capaz de levantar a equipe e tirá-la do buraco. O presidente eleito Gilvan Tavares se omitiu. Após falar um monte de inconveniências aqui, não quis aparecer em Atibaia. O diretor de futebol falou, mas pra demonstrar sua desesperança em ficar no cargo com a nova diretoria.
A luz da consciência, no entanto, brilha nas mãos de Valdir Barbosa. Falou o que devia falar e manteve a calma aparente dos que confiam. Valdir é sábio.
A torcida azul promete tomar a Arena do Jacaré. Mais de 13 mil ingressos foram vendidos no primeiro dia. Cabe agora ao time fazer sua contra o Internacional. No coletivo fechado de quinta-feira, em Atibaia, Vagner Mancini traçou o perfil de um time em invenções. Voltou com Vitor na lateral direita e postou o meio-campo com Leandro Guerreiro, Fabrício, Paraná e Roger.
Eu gostaria de ver Eber no lugar de Paraná.
Sem Victorino, na Seleção Uruguaia até sábado, treinou Leo. Não creio que com a volta de Victorino o Cruzeiro use três zagueiros. Léo vai para o banco. O time pra enfrentar o Inter domingo não deve sair de Fábio, Vítor, Victorino, Naldo e Diego Renan; Fabrício, Marquinhos Paraná, Leandro Guerreiro e Roger; Farías e Wellington Paulista.
O presidente/senador além de não ficar com o grupo em Atibaia e nem dar bola pra imprensa que lá estava, teria concedido uma entrevista exclusiva ao Superesportes.
A empresa é séria, o titular da matéria nem tanto. Contudo, algo me chamou a atenção, caso seja verdadeiro: ZZ afirmou que o Cruzeiro tem 60% dos direitos econômicos de Montillo e que recusou uma proposta de 10 milhões de euros dos russos.
“Isso o torcedor não quer enxergar” - reclamou e emendou: “Os parceiros que detêm os outros 40% estavam doidos para vendê-lo, bati o pé e não o negociei”.
Meu Deus do céu, mais umas duas entrevistas de ZZ e o Montillo vai de graça pra qualquer clube.
Antes, o Cruzeiro tinha 100%, outro dia caiu pra 80% e agora são 60%. Meu amigo professor Xingu, cruzeirense desesperado, quase caiu da cadeira na frente dos alunos ao ler tal informação.

NO TUPI, o Estádio Municipal Radialista Mário Helênio está liberado pra um público de até 20 mil torcedores na partida de domingo entre Tupi e Santa Cruz do Recife, primeira da decisão da Série D do Campeonato Brasileiro. A autorização foi dada pelo Ministério Público Estadual, após Pitti, gerente de futebol do Tupi, entregar à Federação Mineira de Futebol (FMF), os laudos técnicos exigidos.
A Prefeitura de Juiz de Fora, administradora da Arena, prepara a instalação de dez catracas eletrônicas e seis câmeras de vigilância (sendo duas de categoria speed/dome – que, segundo os técnicos da PJF, correspondem a 20 câmeras comuns).

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

QUE PELADA!!

ASSISTIR amistoso da Seleção Brasileira contra adversários inexpressivos e com o time B dá no que deu hoje à tarde. Nem Galvão Bueno apareceu. Tome chuva, um gramado horrível e o futebol de péssima qualidade. O Brasil venceu o Gabão por 2 a 0 e o ex-atleticano Diego Alves teve que fazer uma defesa espetacular no segundo tempo. Agora é contra o Egito. Tô fora!!!

ARENA SERÁ TODA AZUL DOMINGO. QUE O PLACAR SEJA TAMBÉM

No primeiro dia de venda, foram comercializados 13.336 bilhetes, conforme informou o site oficial do Cruzeiro.

A venda de ingressos seguirá nesta sexta-feira, em Belo Horizonte e Sete Lagoas. Os preços cobrados variam entre R$5 e R$15. Há comercialização de meia-entrada em todos os setores. A carga total de bilhetes é de 18 mil.
Estudantes, menores de 12 anos e maiores de 60 pagam a metade em todos os setores. Além de documento com foto, os estudantes da rede pública de ensino devem apresentar o comprovante de matrícula no ato da compra e na entrada do estádio.
Raposa e Colorado se enfrentam no domingo, às 19h, na Arena do Jacaré. O confronto será o primeiro de cinco restantes para a equipe celeste evitar o rebaixamento inédito para a Série B do Campeonato Brasileiro.
Veja os preços dos ingressos:
Cadeira - Portão 4 - R$ 15 (meia entrada: R$7,50)
Cadeira - Portão 1 e 2 - R$ 5 (meia entrada: R$ 2,50)
Cadeira Visitante - Portão 5 - R$ 15 (meia entrada: R$ 7,50)
Confira os locais e horários de venda:
Sexta-feira
Belo Horizonte
- Ginásio do Cruzeiro, no Barro Preto – 9h às 17h
- Loja Cruzeiro Mania do Barreiro – 9h às 17h
- Lojas Class Club Sion e Buritis – 9h às 17h
Sete Lagoas
- Loja Felt Elétrica, no Centro – 9h às 17h
Sábado
Belo Horizonte
- Ginásio do Cruzeiro, no Barro Preto – 9h às 17h
- Loja Cruzeiro Mania do Barreiro – 9h às 12h
Sete Lagoas
- Loja Felt Elétrica, no Centro – 9h às 17h
- Bilheteria B da Arena do Jacaré – 9h às 17h
Domingo
Sete Lagoas
- Arena do Jacaré
- Bilheterias A, B, C e D– 9h até o fim do 1º tempo