sexta-feira, 11 de novembro de 2011

FLORIPA VERÁ NESTE SÁBADO O NOVO GALO DE CUCA BOA

                                            Cuca fresca, time escalado (foto EM/DA Press)
NO ATLETICO, as fotos, os vídeos, as imagens de tevê, nada revela qualquer tipo de preocupação excessiva, estressante, no elenco do Galo que está em Florianópolis pra enfrentar o esquentado Figueirense. Ainda que os objetivos sejam absolutamente diferentes, o Figueira passa maior ansiedade.
Sua responsabilidade no Estádio Orlando Scarpelli neste sábado é maior por causa da excelente campanha que faz no Brasileiro e no objetivo maior de chegar ao G-4. Com 53 pontos, em sexto lugar, o Figueirense dará enorme salto em caso de vitória.
A responsabilidade do Galo é somar pontos pra chegar aos 43 prováveis que evitarão o descenso de qualquer time. Tem 39 e um empate em Floripa será bom. Contudo desastroso para os mandantes.
Daí a aparente tranquilidade de Cuca e seus comandados. O técnico levou 20 atletas na delegação e antes da chegada ao Estádio Orlando Scarpelli pretende confirmar a equipe. Nenhuma mudança tática profunda: sem Léo Silva e Neto Berola, o treinador atleticano optou por Werley na zaga e Richarlyson na ponta-esquerda, conforme Cuca definiu.
Pra quem gosta de esmiuçar esquema aloprado de técnico, este aí de Cuca demonstra o isolamento de André na frente com as chegadas de Bernard, pela direita; Rick pela esquerda e Daniel Carvalho por dentro.
Imagino que aplicará no Figueira o veneno que o time de Floripa usa fora como visitante indigesto.

NO AMÉRICA, na volta ao velho e bom 3-5-2 que o time usou em seus melhores momentos no returno do Brasileiro, o técnico Givanildo de Oliveira contará com o experiente Everton. O trio defensivo terá ele e mais Micão e William Rocha. Absolvido pela STJD, o excelente Marcos Rocha reaparecerá na lateral direita e Gilson, que desmente qualquer contato com o Cruzeiro, será o homem da esquerda.
Givanildo quer que este time (Neneca; Everton, Micão e Wiliam Rocha; Marcos Rocha, Leandro Ferreira, Amaral, Rodriguinho e Gilson; Kempes e Fábio Júnior) mantenha o tabu de jamais perder para o Fluminense, na Série A. No primeiro turno, enfiou 3 a 0 nos tricolores, na Arena do Jacaré.
Neste sábado, às 19h, a coisa pega no Engenhão.


                                     ( Montillo é negociado no varejo (Foto EM/DA Press)
NO CRUZEIRO, minha gente, quando falo da minha preocupação com a situação do time tenho lá minhas razões. ZZ Perrela pegou um dos seus jatinhos, voou até Atibaia, enfurnou-se na suíte presidencial e não falou com ninguém. Pelo menos o que foi dito à imprensa. Aliás, falou sim com Valdir Barbosa.
Na quinta-feira, ZZ pegou o jato de volta e se mandou pra Beagá atrás do seu ortopedista por causa da hérnia de disco.
Pra trás deixou os rapazes evasivos, desnutridos de força capaz de levantar a equipe e tirá-la do buraco. O presidente eleito Gilvan Tavares se omitiu. Após falar um monte de inconveniências aqui, não quis aparecer em Atibaia. O diretor de futebol falou, mas pra demonstrar sua desesperança em ficar no cargo com a nova diretoria.
A luz da consciência, no entanto, brilha nas mãos de Valdir Barbosa. Falou o que devia falar e manteve a calma aparente dos que confiam. Valdir é sábio.
A torcida azul promete tomar a Arena do Jacaré. Mais de 13 mil ingressos foram vendidos no primeiro dia. Cabe agora ao time fazer sua contra o Internacional. No coletivo fechado de quinta-feira, em Atibaia, Vagner Mancini traçou o perfil de um time em invenções. Voltou com Vitor na lateral direita e postou o meio-campo com Leandro Guerreiro, Fabrício, Paraná e Roger.
Eu gostaria de ver Eber no lugar de Paraná.
Sem Victorino, na Seleção Uruguaia até sábado, treinou Leo. Não creio que com a volta de Victorino o Cruzeiro use três zagueiros. Léo vai para o banco. O time pra enfrentar o Inter domingo não deve sair de Fábio, Vítor, Victorino, Naldo e Diego Renan; Fabrício, Marquinhos Paraná, Leandro Guerreiro e Roger; Farías e Wellington Paulista.
O presidente/senador além de não ficar com o grupo em Atibaia e nem dar bola pra imprensa que lá estava, teria concedido uma entrevista exclusiva ao Superesportes.
A empresa é séria, o titular da matéria nem tanto. Contudo, algo me chamou a atenção, caso seja verdadeiro: ZZ afirmou que o Cruzeiro tem 60% dos direitos econômicos de Montillo e que recusou uma proposta de 10 milhões de euros dos russos.
“Isso o torcedor não quer enxergar” - reclamou e emendou: “Os parceiros que detêm os outros 40% estavam doidos para vendê-lo, bati o pé e não o negociei”.
Meu Deus do céu, mais umas duas entrevistas de ZZ e o Montillo vai de graça pra qualquer clube.
Antes, o Cruzeiro tinha 100%, outro dia caiu pra 80% e agora são 60%. Meu amigo professor Xingu, cruzeirense desesperado, quase caiu da cadeira na frente dos alunos ao ler tal informação.

NO TUPI, o Estádio Municipal Radialista Mário Helênio está liberado pra um público de até 20 mil torcedores na partida de domingo entre Tupi e Santa Cruz do Recife, primeira da decisão da Série D do Campeonato Brasileiro. A autorização foi dada pelo Ministério Público Estadual, após Pitti, gerente de futebol do Tupi, entregar à Federação Mineira de Futebol (FMF), os laudos técnicos exigidos.
A Prefeitura de Juiz de Fora, administradora da Arena, prepara a instalação de dez catracas eletrônicas e seis câmeras de vigilância (sendo duas de categoria speed/dome – que, segundo os técnicos da PJF, correspondem a 20 câmeras comuns).

5 comentários:

  1. Flávio, nada que vem do Perrella é novidade, pois se o clube tinha 100% do passe do Montilho
    e hoje tem apenas 60%, gostaria de te perguntar
    por onde anda os outros 40%. Há anos ouço dizer
    que desde á venda do Ronaldo por 7mi de dólares
    o Cesar Masci que o vendeu, contratou na época Bendelaque, Tobi, e outros pernas de pau, a torcida cobrou o destino da grana, e o mesmo pediu ao ZZ que assumisse até a poeira baixar,
    acontece que quando quis voltar, o nosso gente
    boa ZZ disse que a cadeira era dele, e até hoje
    não saiu. Sinal de que ela deve ser bastante
    confortável, pois de linguiçeiro o homem hoje
    tem dois jatos, fazenda de 60mi, terrenos á perder de vista, e coisas que ninguém sabe.
    Assim até eu fico milionário, e como voce disse
    já já o Montillo some e ninguem viu. O cara é
    um verdadeiro mágico.

    ResponderExcluir
  2. sr flavio anselmo e Luiz rossi filho,eu cm sou formado em administracao de empresas vou eplicar p vcs cm funciona.tds so clubes de futebol sao empresa,e qdo uma empresa comeca a entrar no vermelho o presidente tem que algo p solucionar o problema.o que se faz entao.ele negocia o patrimonio(no caso do clube e mais facil negociar o passe do jogador) foi isso que o cruzeiro fez com o passe do momtilo p sanar algumas pendecias finaceiraS,entederam ou vcs querem que eu desenho?tudo bem que o flavio nao entende pq ele e anti cruzeiro.

    ResponderExcluir
  3. e ai sr flavio anselmo? que nome o sr daria ao perrela apos o jogo do inter?zeze cala boca?

    ResponderExcluir
  4. Luiz ,bemdelaque e tobi foi no inicio da decada de 80 porem muinto antes do ronaldo jogar no cruzeiro.

    ResponderExcluir
  5. ô Almir, penso que é melhor vc desenhar. O escrito não dá pra entender. CARO ROSSI, o Cláudio tem razão. Quem contratou Bendelaque, Tobi, Nenem de Dora e outras feras foi o genial Felício Brandi.

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.