quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

CUCA ESQUECE O VALOR DA CASA E PREFERE GOLEIRO DE FORA

Exceto por aqueles que não abrem mão de ver Lionel Messi, Cristiano Ronaldo, Neymar com a camisa do Galo e Guardiola no banco, como treinador, os nomes que chegam à Cidade do Galo não recebem pesadas contestações.

Digamos: no outro lado da lagoa o tiroteio tem sido maior, sem falar nos três meses de salários atrasados, o que derruba o tabu orquestrado por ZZ Senador e sua tchurma das redações e dos microfones.

Alguns buscam chifres na cabeça de cavalo.

Como no caso do goleiro Renan Ribeiro. Onde o Galo encontrará disponível e por bom preço goleiro de igual categoria? Melhor, ainda: jovem e com enorme espaço de aprendizado?

Antes de correr atrás de Fábio Costa, Marcelo, e outros, como da vez passada, o melhor a ser feito é arranjar bom treinador de goleiros pra Renan.

Levem em consideração a pessoa em primeiro lugar. Renan Ribeiro justifica bom investimento, em razão de seu caráter e sua personalidade? Justifica. Invistam nele. Esqueçam as maças podres e ricas livres pela praça em busca de um muro seguro pra se encostar e encerrar a carreira.

A humildade de Renan Ribeiro fala por ele:

“Sou novo, tenho muito o que aprender ainda. Estou começando minha carreira. Procuro ver o que errei durante a partida para corrigir durante a semana e não cometer o mesmo erro. Estou aproveitando a pré-temporada para corrigir os erros de 2011 e chegar com tudo em 2012.”

“O torcedor tem que cobrar mesmo. A gente não conseguiu bom resultado em 2011 e somos pagos pra isso. Eles estão no direito de cobrar para entrarmos em campo e corresponder. Temos que acatar o que eles passam e nos unir cada vez mais pra melhorar.”

Bem, qual estrela assumiria seus erros? O torcedor do Galo teve mil chances de tirar lições já na saída de Diego, hoje no futebol espanhol. A sequência desesperadora não surtiu efeito e a esperança só veio com Renan Ribeiro.

Por que as tentativas de desestabilizá-lo agora?

Na tarde desta terça-feira, o técnico Cuca comandou mais um trabalho tático para ajustar a equipe visando à estreia no Campeonato Mineiro. O atacante André, com cansaço muscular, foi poupado. Em seu lugar, Cuca escalou Guilherme.

Numa análise por alto, tomando como base alguns treinos com bola da semana, Cuca deverá escalar contra o Boa, na Arena do Jacaré, um time bem diferente, priorizando seus amigos indicados. Não muda na lateral, onde mantém Carlos César, inferior a Marcos Rocha; Rever, claro, é titular. Novidade na estréia de Rafael Marques, superior a turma da reserva. Tudo bem! O esvoaçante Richarlyson na lateral esquerda, onde detesta jogar. Foi o que sobrou pra ele.

O meio-campo, reformado, será parte preponderante no novo esquema tático do professor Cuca e de seu assistente Cuquinha. Eta ferro! Na frente da zaga, Pierre e Leandro Donizete. Na armação, com a ajuda dos alas, Bernard, Escudero e Danilinho. Na frente André. Ou poderia ser Guilherme.

Sobram no banco: Lima, Werley, Marcos Rocha, Felipe Soutto, Serginho, Mancini, Triguinho e Neto Berola. E o Guilherme, também, certo. O outro zagueiro, Léo Silva, encontra-se no estaleiro.

Aqui se vê que o Galo, tirante as preferências contestáveis de Cuca, montou bom elenco. Trouxe quem deveria vir nas posições reclamadas. Agora é esperar pra ver como a coisa funciona.

Segundo Alexandre Kalil, é obrigação do Galo ganhar o Campeonato Mineiro. Não está de todo errado. Afinal, há 11 anos o time não levanta o caneco do Rural! É demais.

PRA LER E passar pra frente, por que o futebol mineiro não merece o que fizeram e fazem com ele, políticos e cartolas:

AQUELA JOGADA dos políticos perto das últimas eleições governamentais usando a Copa 2014 como mote continua dando prejuízos a terceiros em todas as partes.

Ano passado, o futebol mineiro foi apenado com a demolição dos dois estádios locais, sob pretexto de reformas. Burrice.

O Independência que seria o primeiro a ficar pronto está longe disso. Na jogada, inventaram a Arena do Jacaré então estádio modesto, construído por esforços próprios pelo Democrata. Os políticos prometeram mundos e fundos pra refazerem o estádio a fim de que substituísse Mineirão e Independência. Quanta burrice junta, meu Deus!

Quanta política porca, Jésus!

Convênios mal feitos entre a prefeitura tucana da cidade e o governo tucano de Minas fizeram via ADEMG uma obra emendada no Estadio do Democrata.

Para construir o estádio como se encontrava à época e mais seu centro de treinamento o Jacaré gastou 2 milhões e meio. Na reforma da Arena o governo botou 18 milhões e 20 mil cadeiras porcarias, plásticas.

O Democrata encheu-se de dívida e dia 14 de fevereiro, às14 horas, a Arena do Jacaré irá a leilão em razão de penhoras que chegam a 19 milhões. Avaliação de merda.

No condomínio Da Vinci, em frente ao estádio, o metro quadro custa 500 reais. Sem falar nas obras feitas, no estádio construído, no asfaltamento de araque feito no entorno, o avaliado próximo seria suficiente pra cobrir as dívidas, sem falar nas benfeitorias.

Afinal, são mais de 30 mil metros quadrados. O juiz da Terceira Vara Cível José Ilceu Gonçalves Rodrigues garante que o leilão é irreversível, a não ser que deixe de acontecer um lance mínimo.

Também como a FMF e o Estado já anunciaram jogos do Mineiro para o Independência a partir de março, resta ao Democrata segurar o pepino que Aécio e Anast-azia resta ao Democrata segurar o pepino que Aécio e Anast-azia jogaram em suas mãos. Após assumir a postura de cartão postal da bela Sete Lagoas, antes ocupada pela Lagoa Paulino, a Arena do Jacaré, que levou a cidade a todos os recantos do mundo, abrigando jogos importantes, voltará ao ostracismo.

Espero, entretanto, que os camarotes de Aécio, Anast-azia, do prefeito da cidade, Maroca, e daqueles que atolaram o futebol de Minas e o Democrata permaneçam intactos. De repente, o Nacional, hoje em Nova Serrana, cujo dono é o senador biônico ZZ Perrela, mude pra lá.

Voltaremos ao assunto, com apoio do nosso Editor Chefe, Edson Paredão, do jornal Boca do Povo, o único de Sete Lagoas que grita contra a situação de penúria do Democrata.

3 comentários:

  1. Sr. Flávio Anselmo, bom dia!
    Vale ressaltar, apenas, quanto ao assunto Democrata, que a dívida já existia e só aumenta (por causa dos juros e multas), proporcionada justamente pela TENTATIVA de construção da Arena e do CT, já que ambos ficaram totalmente inacabados. O CT, então, nem se fala. Estava jogado às traças até recentemente, sem qualquer uso.
    Não sei se o Sr. conhece o Paredão (apesar de escrever no "Jornal" dele), mas deveria buscar mais informações sobre este "cidadão" antes de dar crédito a falácias suas. Só para o Sr. ter ideia, foram investidos apenas na terraplanagem da Arena, lá nos idos anos 80, 650 mil dólares. Como foi feito o restante da Arena e um CT de mentirinha com um total de 2.5 milhões de reais?
    Desculpe te dizer, Sr. Flávio Anselmo, que o Sr. está sendo induzido ao erro pelo Paredão, que é amigo íntimo do ex-presidente democratense, Humberto Timo, responsável pela situação de penúria em que vive o Democrata, apesar de ter tido a coragem de iniciar as obras da Arena, ainda que não tenha honrado seus compromissos com fornecedores, trabalhadores e jogadores.
    Só estou escrevendo neste espaço por que tenho apreço pelo senhor e acho que deve ter cuidado com suas fontes.
    Cordialmente,
    João Amaro

    ResponderExcluir
  2. Como assim o Galo está a 11 anos sem ganhar o Campeonato MIneiro? Pirou o cabeção?!?

    ResponderExcluir
  3. o Joao amaro deve ser da turminha dos AAD. Só criticam , sao tendenciosos, nao dao valor a nada que foi feito pelo ex presidente do Jacare, Humberto Timo. Falar 'r facil, dificil é fazer, J ARARA

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.