quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

DE QUASE NUNCA LEMBRADO TREINADOR DE GOLEIRO, ARANHA (EX-CRUZEIRO) FAZ SUCESSO NA GUINÉ EQUATORIAL

O jovem humilde, simpático, Wallinston Moreira Gomes,

é morador aqui no Luxemburgo, vizinho do meu barraco no alto do Santo Antônio. De vez em quando a gente se cruzava na Prudente de Morais. Eu o conheci como Aranha, goleiro revelado nas bases do Cruzeiro, bom de bola e de poucas chances como sempre acontece por aquelas bandas.
Aranha rodou o país na sua profissão, fez Educação Física e o reencontrei como treinador de goleiro em times do interior. Andava sempre com o João Francisco, ex-técnico do Cruzeiro, do América, do Villa e de uma montoeira de times.
No Leão, seu preparador físico Rui Guimarães colocou-lhe o apelido de João Maluco. São grandes amigos.
Bem Aranha sumiu da Prudente de Morais.
Otrodia recebi dele uma mensagem vinda da Guiné Equatorial, na África.
Me comunicava sua contratação como técnico pelo Mongomo Sporting Clube. Informava que as condições de trabalho são mínimas, contudo tem esperança de que seu futuro esteja por ali.
Recebi esta semana outra mensagem e junto um arquivo com entrevista de Aranha, ou Wallinston Moreira Gomes, a um importante jornal de Bata, capital da Guiné, Le Populaire, onde fica a sede do Mongomo.
Vou transcrevê-la na íntegra pra que vocês possam curtir o sucesso desse mineirinho falando com personalidade sobre a Seleção do Senegal.

MONGOMO SPORTING CLUB: "O Senegal tem jogadores muito bons, mas seu jogo é medíocre"

BATA - A decepção da equipa nacional do Senegal, que sofreu três derrotas em 2012 ainda pode executar uma grande quantidade de saliva na capital económica da Guiné Equatorial, Bata. Todo mundo tem seu comentário para explicar o fiasco de "leões". Para o técnico brasileiro que vem para levar o time campeão da Guiné Equatorial, o Mogomo Sporting, Gomes Wallinston Moreira, Senegal tem problemas táticos.
É por isso que produziu um jogo medíocre, apesar de seus bons jogadores.
-A equipe nacional do Senegal que foi eliminado na primeira fase da Copa das Nações Africanas me surpreendeu. Porque Senegal tem jogadores muito bons, mas seu jogo é realmente pobre ", apoiou o técnico brasileiro”.
“Para Gomes Wallinston Moreira, a equipe tem lacunas terríveis:
-Eu não entendo o comportamento desta equipa. Taticamente, há muitas coisas a rever em uma equipe. Não há movimento suficiente, enquanto no futebol, todos os jogadores devem ir toda a defesa, através do ataque do meio. Mas isto não é o caso do Senegal porque há muitas vezes uma quebra nos seus sectores.
-Há muitos espaços entre as linhas e é por isso que a selecção senegalesa é difícil ter um monopólio da bola ", observou o ex-goleiro de grande classe de Cruzeiro do Brasil. Afetado pelo desempenho contra os "Leões" do Senegal, o ex-técnico do Centro de Formação de Paulo Isidoro, Club Atlético de Ponte Itaúna e Esperança Boa Ibirité Football Club, que se distinguiu na Guiné Equatorial por dois meses para tomar as rédeas da equipe Mongomo Sporting Club, campeão do Guinée Equatorial, entrega seu pensamento.
-Taticamente, o Senegal tem problemas porque os jogadores são muito bons, mas eles não dão para trás. Mas quando entramos em um campo, você tem que lutar. Além disso, a derrota contra a Guiné Equatorial não me surpreende. Porque eu sei 'N'Zalang "o treinador que é meu conterrâneo, eu sabia que ele iria aproveitar a fraqueza tática do senegalês. Porque ele sabe de futebol e ele percebeu a situação rapidamente”, disse o técnico brasileiro.
Quanto ao resto da competição Wallinston Moreira Gomes avisa:
-Eu acho que o que vimos prova que tudo é possível e que todas as equipes têm as suas chances na lata. Côte d'Ivoire e Gana são os favoritos, é claro, mas temos de prová-lo no chão. Porque no futebol, as coisas acontecem no chão. E agora como o resto da competição será disputada em um corte de fórmula, não existem favoritos, somente a verdade no chão vai contar ". Entrevista feita por Youssouph Badji & SY Amédine, correspondentes do jornal em Bata.
Em Tempo: Aranha me manda outra mensagem explicando: “O técnico da seleção de Guiné é o brasileiro Gilson, trabalhou nas categorias amadoras do Vasco Tá indo bem aqui. Só teve duas semanas com a equipe e a classificou na primeira fase. Perdeu nas oitavas para Costa do Marfim que tem Didie Drogba.

Fiz questão de reproduzir o material por ser interessante e para que os jovens cronistas de hoje, em sua maioria, conheça também o jovem treinador Aranha, ou Wallinston Moreira.
Na Copa das Nações Africanas a final será entre Cote D’Ivoire, ou Costa do Marfim, e Zâmbia, que zebrou a semifinal derrotando Gana por l a 0.
Algumas expressões tornam as frases incompreensíveis. Tentei acertar algumas, mas acabei por preferir deixar como está na mensagem de Aranha.

PITACOS E MAIS PITACOS

REGINALDO SOUZA – BH _ “Meu amigo Flávio Anselmo,tudo bem? Complicado avaliar esses dois jogadores agora, Rick e Renan Ribeiro. Mas ouvi que os dias de titularidade de Rick estão contados, já que o Galo esta tentando a contratação do lateral esquerdo Juan, ex-Flamengo e São Paulo.
Parece que ele está encostado e não houve acerto com o Santos. Se vier, será para ser titular e Rick vai ter que disputar posição no meio como volante. Ouvi, também, uma das coisas mais imbecis do mundo, coisa de marginal, de gente que não tem o que fazer: Marcar brigas. Foi no Bairro Padre Eustáquio entre cruzeirenses e atleticanos.
Será que isso não vai ter fim nunca, meu amigo Flávio? Como acabar com isso de vez, heim? Meu Deus do Céu, eu não aguento mais ouvir esse tipo de coisa em reportagens. Os adjetivos que tenho para esse tipo de gente são impublicáveis... Cadeia pra valer nesses marginais”.

CLAUDIO VIANEI – JORNAL DE BOLSO – IPANEMA: - É, meu amigo, as coisas não andam boas pra turma da “Toca”, né? O dia em que os “entendidos de futebol” se tocarem e deixarem de ficar prestigiando quem não sabe nada de bola, talvez as coisas melhorem. Por isso que o pessoal grita o nome do Luxa!”

LIBERTADORES NÃO É BRINCADEIRA DE QUINTAL

Depois de ll anos fora da Taça Libertadores, o Vasco da Gama parece que se esqueceu da filosofia da competição. Não existe moleza alguma e o histórico dos adversários conta muito. O Nacional de Montevidéu tem currículo invejável no torneio, de participações e de conquistas. Com um time maduro e de bons jogadores, bem inserido na fase boa do futebol uruguaio, engoliu o Vasco em São Januário e venceu por 2 a l.
Os cariocas erraram na escalação e no jogo. Alterações mal feitas que deixaram Bernardo no banco até o fim. Péssima estreia.
O Fluminense venceu( l a 0) e só Deus sabe como. Gol de Fred que jogou de treinador e de zagueiro. O sufoco que os tricolores levaram do Arsenal de Sarandi no segundo tempo nem parecia que jogava em casa e que se tratava da briga de um grande do Brasil contra um médio da Argentina.

Um comentário:

  1. Gostei da matéria, ele é meu primo, primo primeiro de meu pai, ja foi muito a minha casa, porem anda sumido, você te algum contato dele, meu pai que encontra-lo novamente.

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.